Sem categoria
setembro 09, 2011

Fuxico de Mulherzinha # 2 – O que ler? Romances Históricos


Olá queridos, tudo bem?
Agradeço a todos que comentaram no primeiro post da nova coluna aqui do blog, Fuxico de Mulherzinha, fiquei muito contente com a aceitação e a participação de vocês! Desta forma, me aprofundando no tema, decidi falar um pouco sobre as diferentes categorias de Romance de banca, afinal essa classe literária é muito ampla, e para facilitar a escolha dos leitores, passou a ter suas obras publicadas e catalogadas de acordo com suas semelhanças.
Aqui no Brasil, as editoras mais famosas por suas publicações de banca são a Harlequin e a Nova Cultural, e de acordo com suas peculiaridades, cada uma delas possui uma forma própria de catalogar seus livros. Assim, a Nova Cultural divide suas publicações em: Clássicos Históricos, Bianca, Julia, Sabrina e Bestse//ler. Sendo que dentro dessas classes, existem ainda outras subdivisões, como por exemplo, o selo “Especial – Clássicos Históricos”, próprio para a publicação de romances históricos, escritos por autoras reconhecidas por esse tipo de narrativa. Temos também, o selo Bianca – Romance Místico, voltado para histórias que envolvem lobos, vampiros e outros seres sobrenaturais repletos de mistério e charme. E ainda, os selos de Julia Históricos e Julia Romances Envolventes, ou os catalogados como Sabrina Sensual e Sabrina Romances Contemporâneos, isso sem mencionar, as subdivisões que não conheço.
Já a Harlequin dividi suas publicações em: Desejo, Paixão, Destinos, Jessica e Romances Históricos, além de publicar séries paralelas que não se encaixam singularmente em nenhuma dessas classes. O diferencial das publicações da Harlequin é que suas categorias não possuem nenhuma especificidade, de forma que todas suas publicações, independente das classes, podem assumir um caráter místico, histórico, ou contemporâneo. Contudo, essas características se fazem visíveis na sinopse dos livros, que de imediato preparam o leitor, dando indícios do estilo da narrativa.
Sendo assim, entre inúmeras classes, como escolher o que ler? Bem, independente das nominações e diferentes subdivisões, encontramos três gêneros dominantes de romance de banca, os místicos, contemporâneos e históricos. Hoje vou falar especificamente, sobre os romances históricos.


Na classe dos romances históricos, deparamos com histórias do século XIX, alguns especificamente do tempo de Regência (Inglaterra: Era Georgiana (1714-1837) e Era Vitoriana (1837-1901)), que nos encantam com o cenário e o romantismo próprio da época. Nesse estilo literário as mocinhas sofrem para encontrar um bom partido para desposar, vivendo o dilema constante do casamento por conveniência, ou por amor. Muitas delas, ainda, se deparam amando o homem errado, homens marcados por mágoas e feridas do passado. Contudo, as mulheres que “estrelam” essas histórias não são fracas e melodramáticas, muito pelo contrário, são fortes e determinadas, capazes de encantar os mais impenetráveis dos corações.
Uma característica comum nesse gênero literário são os bailes, vestidos rodados, os flertes, e a presença constante de figuras masculinas representadas por duques, marqueses, barões, e outros nobres ligados a aristocracia da época. Outro ponto é o passado libertino dos “mocinhos”, que com uma reputação anti-casamento, acabam por parecer um partido impróprio para jovens donzelas que sonham em se casar e, constituir uma família. Porém, o amor impossível, independente dos motivos, faz dessas histórias de amor, romances envolventes e emocionantes. Posso dizer que o gênero é um pouco previsível, contudo nunca chega a ser clichê, e exatamente por isso, é a minha classe preferida de romances de banca. 
Para saber se esse estilo cabe ao seu gosto literário, compare-o com obras históricas da Meg Cabot e da Nora Roberts. É só fazer o teste, se os livros a baixo fazem parte da sua lista de desejados, ou até mesmo de preferidos, então com certeza você vai se encantar com o poder dos romances históricos de banca. Afinal, eles são a representação de um conto de fadas real, regado por romances proibidos, que mostram o amadurecimento de seus personagens e o nascimento do amor, isso tudo perante um contexto e uma época em que o romance era diferente, mais sincero, e por isso, mais bonito de se ler. Porém, não se iludam esperando romances leves, eles são históricos, mas não deixam de contar com boas doses de sensualidade.

  

 

Ficaram curiosos sobre a classe? É só reparar na capa e na sinopse dos livros, lá vocês percebem facilmente se o livro faz parte desse gênero.

Agora, querem uma dica do que ler? Sou apaixonada pelas obras da Julia Quinn, ela é maravilhosa em sua escrita. E se quiserem conferir, tem resenha de um livro dela AQUI (E na próxima semana, vou postar outra resenha de uma ótima obra dela).
Bem, por hoje é só, espero que tenham gostado!



Comente via Facebook


Deixe seu comentário

23 Comentários

  • Mirelle Candeloro
    07 janeiro, 2014

    Adorei o texto Pah, me esclareceu bastante coisa. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Gisele Cirolini
    29 outubro, 2011

    Oi Pah!!

    Comprei hoje A Rosa do Inverno e Aprendendo a Seduzir, estou louca pra ler!!!

    Bjus
    Gisele
    Dicas da Gi

  • @whosthanny
    12 setembro, 2011

    Oi, adorei o post! Nunca li romance de banca e não sabia que tinha tantas divisões, mas os que chamam mais minha atenção são os históricos mesmo. Vou pegar sua dica e ler algo do tipo.

    xx thanny in wonderland

  • Gláu
    12 setembro, 2011

    Pah não sei se vc viw, mas eu comprei 3 livrinhos, ainda nao li, mas quero muito ler…minha amiga tbm falou q são otimos, ela falou q é bem picante e ficou dando rizada qnd cheguei na banca e pedi…srsrs fiquei com tanta vergonha do cara

    bjs

  • Gleyce K
    11 setembro, 2011

    Adoro os da Meg. Estou querendo ler o "Aprendendo a Seduzir". Ainda não o li.

    Adorei seu blog. Lógico que não poderia deixar de segui-lo. Ficaria muito feliz se seguisse o meu também.

    Ah, gostaria de aproveitar e te convidar para participar do sorteio que está acontecendo em meu blog, de uma bolsa à sua escolha, da ML Bolsas.

    http://mundofashionfemenino.blogspot.com/2011/09/mega-sorteio-em-parceria-com-ml-bolsas.html

    http://mundofashionfemenino.blogspot.com/

    Beijinhos!!!

  • Kézia Lôbo
    11 setembro, 2011

    Ahhhh eu amoo os romances históricos, leio tudo o que posso, e aprendendo a seduzir da Meg é demais, que livro bom!!! Adorei o post! PArabéns! XD

  • Carol Espilotro,
    11 setembro, 2011

    Adorei o post! Eu pensava que romances de banca era só para tipo velhas ou mulheres acima de quarenta anos! KSDKSUSDKUSUKD Sendo que romances só li os YA e da Jane Austen! Repetindo, adorei o post!

    Beijos, World of Carol Espilotro

  • Anônimo
    11 setembro, 2011

    VejaBlog
    Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
    http://www.vejablog.com.br

    Parabéns pelo seu Blog!!!
    – Livros & Fuxicos –

    Você está fazendo parte da maior e melhor
    seleção de Blogs/Sites do País!!!
    – Só Sites e Blogs Premiados –
    Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
    os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

    O seu link encontra-se no item: Blog

    http://www.vejablog.com.br/blog

    – Os links encontram-se rigorosamente
    em ordem alfabética –

    Pegue nosso selo em:
    http://www.vejablog.com.br/selo

    Um forte abraço,
    Dário Dutra

    http://www.vejablog.com.br
    …………………………………………………………..

  • Angela Graziela
    11 setembro, 2011

    Antigamente eu torcia o nariz para romances de banca
    Pensei que era livro de velha Oo'
    Mas quando peguei um para ler, me apaixonei e vi que o que eu tinha era um preconceito bobo
    E eu não sabia que os livros da Patricia Cabot era desse genero
    Porque eu me apaixonei por "a rosa do inverno" e estou louca para ler os outros
    Beijos

  • Anime Daiki
    10 setembro, 2011

    Olá Querida!

    Parabéns pelo blog e pelas matérias! É sempre muito bom passar por aqui!

    Tenha ótimos dias!
    Beijos
    @AngelKiller_ Blog: Anime Daiki 😉

  • Sora Seishin
    10 setembro, 2011

    Oi Pah!!!
    Adoro romances históricos, de banca e livraria, por isso adorei seu post ^__^
    Não conheço a autora Julia Quinn, vou dar uma pesquisada…

    Beijos,
    Sora
    Meu Jardim de Livros

  • Ana Ferreira
    10 setembro, 2011

    Olá, Pah! Como vai?
    Achei a sua postagem extremamente bem discutida a redigida, cheia de informações acerca do gênero, mas confesso que não sou a maior fã de Romances Históricos…
    Não sei exatamente o que me incomoda no gênero… A repetição e a tendência das obras a terminarem da mesma forma, a visão nada "realista" das épocas em questão, sensualizando e colocando padrões de beleza do século XXI em outros bem mais remotos, tornando a obra irreal demais… Pode ser também a sensualidade presente, os tais dos romances picantes que me soam genéricos demais, folhetim demais, mas simplesmente não gosto.
    Acho muito interessante e válido para quem curte romances exagerados, cheios de paixões fogosas e o tal do hot, que é marca registrada neles. Não é o meu caso, como deu para notar hahaha

    Beijinhos,
    Ana – Na Parede do Quarto

  • Anônimo
    10 setembro, 2011

    ah, eu adoooorei mesmo a idéia dessa coluna! ^^
    Infelizmente, eu não gosto muito dos romances históricos = Não sei pq, não consigo gostar mesmo! Sei que você os adora, Pah! ^^
    Bem, quem sabe eu não pego uma dica sua de um bem bom por aqui e passo a gostar, heim?!

    ;*

  • ­Nanda
    10 setembro, 2011

    Oii Pah! Adorei mesmo essa nova coluna! ^^ Romances históricos são maravilhosos! Moooro de vontade de ler Liberte meu coração, mas só esse mesmo dessa lista que voc colocou, rs. Acho interessante as autoras conseguirem dosar a sensualidade num livro histórico sem parecer forçado! Só gênio mesmo *-* rs

    Beijos, nanda
    http://www.julguepelacapa.blogspot.com

  • Mônica
    09 setembro, 2011

    Olá Pah, é minha primeira vez aqui no seu blog, achei que ele é muito fofo. Hi, acho que nossas belinhas são irmãs,kkk Lindas!!!Quanto aos romances de Bancam históricos ou não eu nunca os li. Mas estou disposta a ler em qualquer momento, só nunca tive oportunidade. O seu post está muito bom, você soube explicar bem, acho que a maioria das pessoas não sabem nada disso. Muito bom, dá vontade de ler agora.
    Beijo

  • Marcelo Lima
    09 setembro, 2011

    Oii .Pah texto maravilhoso , mas não sou fã de coisas historicas muito não kkk não consigo me identificar e tals . Mas leio e estou querendo esse da Meg!

  • Aione Simoes
    Aione Simoes
    09 setembro, 2011

    Oi Pah!
    Mais um excelente post seu!
    Adorei o fato de você ter explicado um pouco mais sobre as diferentes classificações e amei, principalmente, você ter se aprofundado nos romances históricos!
    Amo esse gênero e na hora que você começou a falar deles já pensei nos romances da Meg como Patrícia e em tantos outros do gênero que já li!
    Estou à procura de algum romance de banca pra ler há tempos (só não aproveitei aquela promoção da Harlequin pelas finanças mesmo), mas vou procurar, quando for comprar, algum histórico da Julia!
    Beijos e parabéns pelo post!

  • Julia G
    09 setembro, 2011

    Pah, já li muito romance de banca, mas acredita que nunca tive paciência para ler romances históricos? Talvez porque quando era mais nova achava esse tipo de coisa irritante, e deixei de lado preferindo os contemporâneos. Vou tentar dar uma chance.

    Beijos
    Conjunto da Obra

  • Anônimo
    09 setembro, 2011

    Oi Pah! Adorei suas explicações, mas fiquei com uma dúvida!
    Você sabe porque os nomes das classificações são: Bianca, Julia, Sabrina ? São em homenagem há alguém? Acho que seria legal você explicar isso! 😀
    Ficou incrível o post!
    Beijos, Caah ♥

    @Camilla_Leitte
    http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

  • Sabrina
    09 setembro, 2011

    Oie Pah =)
    Aiai nunca li romances de banca acredita?
    Bom deu vontade de ler esses "Sabrina sensual" e "Sabrina romances contemporâneos". Afinal, eu me chamo Sabrina por causa desses romances de banca, que os meus pais adoravam.
    Bjus

  • ✿Nessa✿
    09 setembro, 2011

    Oi Pah!! Estou adorando essa coluna!!
    Nossa!! Você me clariou sobre o gênero, pois quando fui comprar fiquei em dúvida, O que era clássico histórico! Muito bom os conceitos que você linkou!!
    Recentemente comprei um livro( procurei por este selo),estou louca para ler!
    Fico feliz que me identifiquei com este gênero, pois adoro a Meg Cabot, tbm comprei pode beijar a noiva, então ta tudo certo!
    Você sempre indica Julia Quinn, estou louca para ler, mas como já te falei eu revirei aqui em POA e não achei.
    Adorei o post!!bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

  • Gisele
    09 setembro, 2011

    Adorei esse post!!!!!
    Como você sabe também estou lendo livros de banca… agora até dei uma parada pois estou lotada de livros de parcerias… mas gostei bastante dos livros de banca que já li… Eu gosto de romances históricos e contemporâneos.
    Eu ainda não li nada da Meg como Patricia Cabot, tenho muita curiosidade já que adoro os livros da Meg!

    Bjus
    Gisele
    Dicas da Gi

  • A Leitora
    09 setembro, 2011

    Oi Pah, ótima postagem.
    Sou super fã de romances históricos, meu primeiro Luxo, adorei deste livro em diante foi sá maravilha, meu livro histórico preferido não é segredo para ninguém, Muito Mais que uma Princesa.
    Gosto muito dos romances de banca históricos. Comprei um monte, culpa sua por causa do seu vídeo! menina má.
    Beijokas enormes.
    Brih