Fuxicando sobre Chick-lits: Sex and the City

"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.





Oi gente!

Acredito que não haja quem nunca tenha ouvido falar de "Sex and the City"
O livro, que originou um seriado de TV produzido pela HBO, além de dois filmes como continuação, foi baseado em uma coluna de um jornal nova-iorquino intitulada "Sex and the City", escrita pela colunista e autora Candance Bushnell
Candance começou sua coluna no New Yorker Observer em 1994, para o qual escreveu até 1996. Depois, em 1997, lançou seu primeiro romance com o mesmo nome da sua coluna, já que foi nela em que se baseou para escrevê-lo.
Em 1998, a HBO lançou o seriado protagonizado por Sarah Jessica-Parker, no papel de Carrie Bradshaw, uma colunista em um jornal nova iorquino cuja coluna é intitulada - adivinhem - "Sex and the City". Até onde as semelhanças entre Carie e Candance vão, eu não sei responder, mas é verdade que a coluna da autora era baseada em suas experiências pessoais em relacionamentos e nas de seus amigos.
O seriado teve seu fim no ano de 2004, na sexta temporada. Porém, em 2008, Sarah Jessica-Parker, acompanhada de Kristin Davis, Cynthia Nixon e Kim Catrall (Charlotte, Miranda e Samantha, respectivamente), retorna às telonas com o primeiro filme, dando continuidade à série. Em 2010, "Sex and the City 2" foi lançado para fechar (acredito eu) as adaptações iniciadas 12 anos antes.


Livros

Sex and the City

Li há pelo menos dois anos e, portanto, não me lembro dos detalhes.  Mas lembro-me de que esse não foi um chick-lit que me agradou.
A narrativa é diferente, uma vez que se assemelha muito mais a diferentes contos do que a um romance contínuo. A história principal é a de Carrie e Mr. Big, mas é entremeada por outras histórias e casos, como se fossem vários contos que se entrelaçam ao redor de uma mesma temática: relacionamentos.
Por ter achado a narrativa um pouco confusa, acabei não me prendendo ao livro e o li muito superficialmente, somente algumas partes me prendiam mais a atenção. 
Entretanto, devemos lembrar que o livro é baseado na coluna de Candance, portanto não duvido que esses "contos" sejam um apanhado geral do muito que ela já havia contado no jornal e que serviram de base para a criação de seu primeiro romance.



Os Diários de Carrie

Como não li o livro, não tenho comentários sobre a minha opinião para fazer. 
Mas sei que se trata de uma história que antecede "Sex and the City". Aqui, a história contada é a de Carrie em seu último ano do High School e seus primeiros anos como escritora nos anos 80, tudo através de seu diário!




Summer and the City

É a continuação de "Os Diários de Carrie", lançada em abril desse ano nos EUA. Entretanto, o livro ainda não foi publicado no Brasil.







Série e Filme

Se o livro não me agradou muito, não posso dizer o mesmo da série e dos filmes.
Acredito que ambos estejam entre meus favoritos! São divertidos, emocionantes (pelo menos para mim, que sou uma manteiga derretida) e muito reflexivos. As divagações e questionamentos de Carrie sempre me colocam para pensar, além das muitas risadas que já dei enquanto os assistia.
Porém, se você tiver menos de 15 anos, talvez não sejam os mais recomendados.
A palavra "sexo" do título não fica presente apenas no título e, muitas vezes, é exageradamente explícita. Portanto, vamos com calma! Se você for muito nova (ou novo), acredito que valha a pena esperar alguns anos para assisti-los, garanto que será muito mais proveitoso, até mesmo pela temática dos relacionamentos, que pode ser melhor assimilada. 
Não estou dizendo que pessoas menores de 15 anos não sejam capazes de compreender a série, apenas que alguns dos conflitos lá colocados só costumam aparecer depois de alguns anos de vida e, assim, a identificação que muitas vezes aconteceu comigo, ao assistir, pode não acontecer com quem não viveu algo ali presente, e digo de uma maneira geral sobre relacionamentos e sobre próprios fatos do quotidiano.
Recomendo tanto as 6 temporadas (na verdade, a única que não assisti foi a última) quanto os outros dois filmes, principalmente o primeiro! 
Romance, risadas, lágrimas, cenas calientes, reflexões, entretenimento: é o que você encontra aqui!



Para finalizar, quero compartilhar com vocês algumas curiosidades que encontrei no Wikipedia sobre a série e os filmes:

  • A primeira palavra falada no primeiro episódio da série foi “Once upon a time, a British journalist who came to New York” dita por Carrie (pt: Era uma vez, uma jornalista inglesa que veio a Nova York).
  • A última palavra falada no último episódio da série foi “Fabulous” (pt: Fabuloso).
  • Kim Cattrall recusou a personagem Samantha Jones duas vezes até ser convencida pelo diretor/produtor da série Darren Star a gravar o episódio piloto.
  • A fantasia de bailarina que Sarah Jessica Parker usa na abertura da série custou apenas $5 em um brechó.
  • A 5ª temporada tem apenas 8 episódios, por causa da gravidez de Sarah Jessica Parker.
  • Cynthia Nixon é loira natural e teve que virar ruiva para interpretar Miranda.
  • O verdadeiro nome do Mr. Big é John, que só foi revelado no último episódio da série.
  • Carrie é a única personagem que nunca apareceu nua na série, pois Sarah Jessica Parker exigiu em contrato que não fizesse cenas de nudez.
  • Todos os episódios da 1 ª Temporada foram filmado em película 16mm. É a única das seis temporadas a ser filmado nesta película.
  • A partir da primeira temporada até o episódio 12 da 4 ª temporada, nos créditos de abertura, Sarah Jessica Parker nome foi mostrada com as torres do World Trade Center para trás o seu nome. Após os ataques terroristas nos EUA de 11 de Setembro de 2001 e do queda das torres, o nome dela, em seguida, apareceu com o Empire State Building ao fundo. A mesma coisa aconteceu com o título principal da série.
  • Os primeiros episódios da séria tinha personagens olhando diretamente para a lente da câmera e comentando sobre os acontecimentos na história. Este elemento foi abandonada em episódios posteriores.
  • Durante toda a série, todos os personagens se mudaram para apartamentos novos com exceção de Carrie.



Beijos e até a próxima coluna!




6 comentários:

  1. Eu ja vi o 1° filme e lembro vagamente da série (mas eu gostava -).
    Realmente, pessoas muito novinhas não são indicadas pra assistir, ja que tem cena meio 'hot'.rs (Lembro que a mãe de uma amiga não deixou ela assistir! E olha que ela tinha 16 anos na época! )

    Não tenho vontade de ler o livro ( uma raridade).
    Mas , Os Diários de Carrie tem as capas tão fofinhas!! *-* Que da vontade de ler!! =P


    Beeijo =*

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi!
    Amei a coluna hj, pois esta falando sobre um livro que tenho o sonho de ter! Os diários de carrie! E faz tempo!!
    Nunca tinha visto nada sobre ele, mas parece ser bom! As capas são lindas e brilham!!
    Tenho vontade de ler tbm o primeiro livro que mostra.
    Já assisti o filme, adorei!!

    Bjinhos Mi e Pah!!

    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/2011/11/dicas-de-moda-paula-velani_24.html

    ResponderExcluir
  3. Ainda não vi a série nem li os livros...
    Eu já li alguns Chick-lit, mas nada ainda que eu tenha amado, sei lá, acho que não faz muito meu tipo... massssss espero ainda achar um Chick-lit que eu adore!

    Bjus
    Gisele

    ResponderExcluir
  4. Só vir o 1 e o segundo filme,nunca vir a serie por falta de tempo e por dificuldade de baixa-lá.

    ResponderExcluir
  5. A Mi sempre arrasa!
    Eu nunca li o livro, mas achei a série divertidíssima! Ainda não assisti ao filme, não imaginei que fosse tão bom. Vi péssimas críticas do segundo filme...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Eu so assiti o 1º filme, nunca tive a chance de ver o 2º, nem as series, nem os livros, mas eu achei um tipo de file bem divertido e feito p se assistir com as amigas :) um programas de garotas ^^

    bju
    letracomasa.blogspot.com

    ResponderExcluir