Destaques

Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

novembro 30, 2011

Pipocas & Fuxicos #12

Por Paola Aleksandra



Olá queridos, tudo bem? O Pipocas & Fuxicos” de hoje está mais que especial, afinal, por aqui, hoje é Dia de Amanhecer, bebê {rs}. Como vocês já sabem, Amanhecer parte 1 estreou semana retrasada (Dia 18) nos cinemas pelo mundo, sendo que no Brasil, já alcançou recordes de bilheteria. 

Os livros da série Crepúsculo marcaram minha vida como leitora, foi por eles que eu retomei o habito da leitura, iniciando assim, o blog. Por mais que existam controvérsias quanto o universo criado pela autora Stephenie Meyer, temos que admitir seu talento, ela transformou o mundo literário dando espaço para a popularização dos Young Adults (gênero literário juvenil), encantando os leitores com os ares sobrenaturais de seu romance. Hoje eu vejo pontos que não me agradam da série, como a personalidade da Bella, por exemplo, mas ainda assim, gosto dos livros.
Por esse motivo, sempre me decepcionei ao assistir os filmes da saga, em todas as adaptações sentia que faltava algo, que os filmes não transmitiam os verdadeiros sentimentos descritos nos livros. Assim, fui assistir Amanhecer com uma ansiedade contida. O fato é que, não esperava muito do filme, pois já estava acostumada com as adaptações medianas. Mas nesse caso não foi bem assim, me surpreendi, realmente, gostei muito de Amanhecer.  
Ao assistir o filme, percebemos que tudo foi feito com muito cuidado. O trabalho gráfico é incrível, os efeitos, a fotografia, o cenário, de forma que por esse motivo, o filme foi capaz de reproduzir de uma forma surpreendente os detalhes principais do livro.  Uma das cenas mais lindas, sem dúvida é a do casamento, só de lembrar fico emocionada.


As dificuldades da gravidez da Bella foram bem representadas e o Taylor, roubou a cena, sua forma de atuar evoluiu muito, assim como a da Kristen, que de forma impressionante me convenceu como Bella.


Outro ponto de destaque é a trilha sonora, realmente as músicas selecionadas são incríveis, escolhi duas para mostrar para vocês:



Lindas, fofas e perfeitas não é mesmo? Veja a trilha sonora completa AQUI
Só posso dizer que, ao contrário do que eu imaginava o filme é bom, muito bem feito. Estou mega curiosa para a continuação, tenho certeza que o movimento “Volturi” do último filme vai bombar {rs}.
E vocês, já assistiram? Vão assistir? Eu super indico!

novembro 29, 2011

Fuxicos & Futricos #15

Por Paulinha (Louca por Romance)



Olá, pessoas! Tudo certo com vocês?!
Sejam bem-vindos a mais um Fuxicos&Futricos

Hoje, trouxe indicações assustadoras pra vocês! Espero que gostem!


Música
Já quero começar pedindo desculpas pra Camila - do blog Sonho entre Pontinhos - que está sempre vendo o post, mas que comenta no trabalho (certo, Camila?!) e não pode ver logo os vídeos. Ela deu uma sugestão me dizendo pra colocar sempre o nome das músicas que escolho, então, a partir de hoje eu colocarei! Desculpa a falta de atenção, xu!

O som que embalou minha leitura da vez não faz parte da trilha sonora do livro, mesmo ele (livro) falando de algumas bandas e músicas.
A música que indico é uma das minhas preferidas de uma banda que AMO loucamente.
Closer – Kings of Leon


“Você pensa em mim?
Onde estou agora?
Ou onde eu durmo?
Parece tão bom mas eu estou velho
Dois mil anos de perseguição assumindo o seu poder”


Livro

Essa foi a primeira vez que li um livro de suspense e até agora não entendi porque demorei tanto tempo pra fazer isso! Simplesmente A-M-E-I!!!

Em A Estrada da Noite iremos conhecer Judas Coyne, uma lenda do rock pesado. O cara coleciona as coisas mais bizarras que se podem imaginar, coisas assustadoras, tipo, uma fita com cenas reais de assassinato, um laço usado em um enforcamento, etc.
É graças a essa sua coleção que o cinquentão se interessa por um leilão na internet no qual a pessoa  quer vender nada mais do que o fantasma de seu padrasto. Jude não pensa duas vezes e dá o lance final de 1.000 dólares por ele. É, ele só não contava que o fantasma fosse assim, tão real...

Passados alguns dias Jude recebe em sua casa uma caixa em formato de coração e na cor preta que contém o paletó do morto. Esta feito, ele agora é o dono do fantasma.
Logo o rockeiro descobre que caiu em uma armadilha e que esse espírito entrou mesmo em sua vida para se vingar. O morto é Craddock McDermott, padrasto de uma fã e ex-namorada de Jude, que cometeu suicídio algum tempo depois que ele a abandonou.
Esse não é o único fantasma na vida de Judas Coyne, seu passado o assombra - um pai violento, um casamento desfeito, traiu amigos e ex-colegas de banda...
O fantasma quer vingança, ele quer a morte da lenda do rock, nem que pra isso tenha que arrastar também aqueles que ficam ao lado de Jude.
É, mas nem tudo é o que parece...

Ah, gente, fiquei super tensa lendo o livro! São muuuitas emoções e eu não conseguia parar de ler, pois tudo é muito envolvente. Tudo que acontece faz Jude refletir bastante sobre quem ele foi e quem ele se tornou. Devo confessar que eu advinhei um certo ponto do livro e isso me deixou um um pouco chateada (sempre gosto de ser surpreendida).
O final... meu Deus!!! Foi um dos finais de livro mais tensos que já li. Eu ficava sem saber o que ia acontecer...
Como eu já disse, amei o livro e vale muuuuuuuuuuito a pena ler. Quem ainda não leu um suspense essa é uma ótima leitura para começar! Já tinha lido muitas resenhas positivas sobre o livro e muito amigos blogueiros o indicaram... Não me arrependi!

Vamos dar uma volta, Jude, dizia o fantasma. Vamos dar uma volta na estrada da noite.


Filme
Gente, sou uma viciada em filmes de suspense! Sou a pessoa mais assutada do mundo, sério mesmo, um espirro pode me assustar (ainda bem que tenho um coração forte), mas sou apaixonada por suspenses. O problema é que os suspenses atuais, em sua maioria, são bobos demais, aí... tenho assistido outras coisas ultimamente.
Bom, tentande fazer alguma ligação entre livro e filme, resolvi indicar 13 Fantasmas.

Aqui conheceremos Arthur, que acabou de se tornar herdeiro de uma mansão, pois seu tio, Dr. Cyrus Zorba, acaba de falecer e, sem mais família, deixa tudo para o sobrinho. Ele se muda com toda a família para a nova casa, porém, eles não contavam com companhias nada agradáveis...
Na mansão, o Dr. Zorba aprisionou 12 fantasmas de pessoas que sofreram mortes trágicas. Eles não conseguem abandonar o local que estão e só podem ser visto com a ajuda de óculos especiais.
O porque de Cyrus ter aprisionado esses fantasmas?! Bem, aí vocês terá que assistir!

Gente, eu nunca tive medo desse tipo de filme e serei bem sincera... esse não é um dos melhores que já vi! Assisti no começo da minha adolescência e o que me marcou foram alguns fantasmas que são bem... assustadores (o Chacal é o pior!).
Minha indicação se baseia no fato de ser um filme sobre fantasmas e, assim, eu faço ligação com o livro!
Para os que AMAM suspense, bem, eu não indico, acho fraquinho! Mas se vocês é daqueles que se arrepiam por qualquer coisa... fiquem a vontade! ;)


Ano: 2001
Direção:Steve Beck
Elenco:
- Tony Shalhoub
- Matthew Lillard
- Embeth Davidtz









novembro 28, 2011

Minha Caixa de Correio #23

Por Paola Aleksandra




Hoje é dia de Caixinha de Correio, bebê \o/ Tem muita coisa boa gente, então me desculpem se o vídeo ficou muito extenso, tive que dividir a filmagem em duas partes. Vamos conferir? 


1ª Parte





Citados:

Lendo & Comentando; Mari; Mi

Promoção 1.000 Seguidores 

Até a próxima Caixinha de Correio!






[Fuxico] O Preço de Uma Lição – Evento em Curitiba

Por Paola Aleksandra



Olá galera, tudo bem? No dia 01/12, às 19h30, Federico Devito e Gutti Mendonça vão encontrar pessoalmente com seus fãs e seguidores para lançamento de seu primeiro livro, O preço de uma lição, pela Editora Novo Conceito. O evento acontecerá na Livrarias Curitiba do Shopping Palladium, em Curitiba – Paraná.


Quem for da região, não pode perder o evento! (Poxa, bem que eles podiam dar um pulo em Maringá né, é tão pertinho....)


Gincana Literária: Prova 2

Por Paola Aleksandra





Olá, pessoal! Estão gostando da nossa gincana? Hoje daremos início a uma nova prova. Preparados?


Relembrando: a Gincana será constituída de provas em que o importante será a pontuação acumulada pelos participantes, ou seja, não é sorteio! Por isso, o importante é fazer as provas da maneira correta, cumprindo as regras, para que você ganhe os pontos! A cada semana, os blogs lançarão tarefas que deverão ser realizadas dentro do prazo estipulado e com pontuação própria!

Prova 2


A segunda prova ocorrerá de hoje, 28/11, até Domingo, 04/12. O desafio desta semana é sobre quotes de alguns livros que nós já resenhamos. Exige um pouquinho da memória (e da paciência) dos competidores.

A prova dos quotes é simples. Trazemos uma lista de trechos de alguns livros e vocês deverão descobrir de onde foi que tiramos estes quotes (é necessário colocar o nome do livro e o nome do autor na resposta). Cada resposta correta valerá 50 pontos! Respondendo corretamente, terá conquistado 500 pontos!

Regras obrigatórias nesta prova:

- Ter endereço de entrega no Brasil;
- Ser seguidor dos 5 blogs a seguir:


- Preencher o formulário com as respostas corretas.

Chances Extras:

- Divulgar a promoção em redes sociais (10 pontos por divulgação). Exemplos: Skoob, Facebook, Banner fixo em Blogs…
- Divulgar frase da promoção no Twitter (10 pontos por frase; Máximo de 3 tweets por dia com intervalo de, no mínimo, 2 horas entre eles):

"Quando 19 blogs se reúnem, o resultado é uma #GincanaLiterária que presenteará 6 sortudos nesse Natal! Participe: http://migre.me/6g0ER"


- Encontrar a figura surpresa da semana!



Nesta semana, a figura é a “moeda da sorte”. Cada blog que promove a promoção tem, escondido aleatoriamente em seus posts, 5 moedas da sorte. O participante que encontrar alguma moeda da sorte, deve encaminhar o link do post no formulário.
Cada moeda da sorte vale 10 pontos.

Quotes:


1. “Duvido que valha a pena lutar pelos amantes. Já vi muitas almas gêmeas irem parar na escuridão por acreditarem que o amor conquista tudo. Duvido que meus esforços valerão a pena. (...) Duvido que eu seja realmente um Embaixador. Prometi servir a Deus e à luz, mas meu coração está cheio de ódio".

2. "- Abaixa aqui um minutinho – pede ele. – Preciso te dizer uma coisa. – Inclino-me e ponho o ouvido bom na sua boca, que faz cócegas quando ele sussurra. – Lembre-se, nós somos loucamente apaixonados um pelo outro, então não há problema em você me beijar quando tiver vontade."

3. "Aperfeiçoaram a arte de nos dar só a liberdade suficiente. Suficiente para que, quando estamos a ponto de morder, nos ofereçam um ossinho e então rolemos, de barriga pra cima, à vontade e saciados, como um cão... Embora sinta vergonha de mim mesma, aceito o osso."

4. "Eu tinha acabado de olhar no relógio, mas não me lembrava mais das horas. Eu só sabia que queria que o tempo congelasse naquele minuto. E aquela música não terminasse nunca mais. O que senti foi uma sensação pela qual eu nunca tinha passado na vida. Um tremor dos pés a cabeça, mas um tremor que me aquecia... e ao mesmo tempo aquele frio na barriga que não ia embora."

5. "O tempo e a memória, a história e a ficção se fundiam como aquarelas na chuva naquela cidade feiticeira. Foi ali, sob o eco de ruas que já não existem, que catedrais e edifícios fugidos de alguma fábula, tramaram o cenário dessa história."

6. “Tinha percebido isso agora e ia continuar percebendo pelos anos que viriam: não importa se eu for a garota que faz sexo, a garota que tem o retrato na parede da biblioteca, a garota que entra na melhor faculdade, a garota que conta tudo para os pais ou a garota adorada pelos professores. Só preciso ficar bem com todas as garotas que são como eu.”

7. “Não entendo como ela pôde ter feito isso comigo, deixando-me aqui sozinha.
Especialmente porque me prometeu a vida toda que nunca, jamais, iria desaparecer como a mamãe fez, que sempre teríamos uma à outra, sempre, sempre, sempre."

8. "Ele parecia um anjo. Sexy demais para ter vindo do céu. Só podia ter sido mesmo enviado diretamente pelo diabo para me enlouquecer.”

9. “Seus lábios interromperam minha face. O beijo me deixou ainda mais tonta e cravei as unhas nos seus ombros. – Você disse que não queria que a deixasse em paz. – Sua língua me atiçou no rosto. – Esse sou eu, perturbando você.”

10. "- Desta vez, milorde, não estou aqui por causa da caridade.- Ela tossiu para limpar o nó que se formara na garganta. Não seria tão fácil como imaginara. Em seus planos, ela se esquecera do olhar do conde,  que era cor de avelã e que mudava de tom, do mais dourado ao verde-escuro, dependendo da luz. Independentemente da cor, os olhos eram sempre penetrantes... e por vezes duros ou insensíveis."

Divirtam-se e boa sorte!


novembro 25, 2011

[Resenha] Água para Elefantes – Sara Gruen

Por Paola Aleksandra


Título: Água para Elefantes
Autor: Sara Gruen
Editora: Arqueiro

Páginas: 272
ISBN: 978-85-99296-15-8

Sinopse: Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora. Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra. Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais. É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo. "Água para Elefantes" é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase possível respirar sua atmosfera.

__________

Água para elefantes foi uma leitura surpreendente. Já havia lido comentários positivos sobre o livro, mas também, muitas críticas sobre a construção da narrativa, contudo, a meu ver, o livro é digno de elogios, como uma montanha russa de emoções a autora nos transporta há tempos e cenários diferenciados, instigando nossa imaginação e prendendo-nos a trama.
A história é contada por Jacob, que com 93 anos, vive em uma casa para pessoas de idade. Sentindo-se só e cansado de ser tratado como um inválido, ele passa a relembrar os bons tempos de sua juventude. Assim, a narrativa mescla fatos do passado com elementos do presente, apresentando a dura realidade de Jacob, que nos comove com sua solidão e tristeza, ao mesmo tempo em que nos encanta com os elementos surpreendentes de seu passado. Desta forma, por meio das lembranças de Jacob descobrimos como ele iniciou sua trajetória no circo, o exato momento em que ele se encantou com a carreira circense, quando e como ele conheceu o amor de sua vida e também, como ele sofreu em meio das dificuldades dessa profissão na época de sua juventude.
O contexto criado pela autora é extremamente envolvente, por semanas fiquei louca de vontade de ir ao circo, tudo para poder experimentar um pouco da magia narrada no livro, os espetáculos de malabarismo, a grande lona, os animais, os refrescos e brindes, a música, cada detalhe da trama é tão rico que é fácil se perder na beleza da história. Mas por trás das aparências, a autora também abordada os pontos negativos que eram comumente presenciados nos circos, como o maltrato aos animais, a racionalização de alimento para os mesmos, a discriminação entre as classes de trabalhadores do circo, entre outros elementos.
“É tudo ilusão, Jacob, e não há nada de errado nisso. É o que as pessoas querem de nós. É o que elas esperam.”
O fato é que o livro é rico em detalhes, muitos deles capazes de nos emocionar de uma forma inexplicável, por exemplo, sempre que Jacob fala sobre seu presente, sobre sua solidão e como gostaria de reviver o passado, sentimos um aperto no peito, uma dorzinha causada pela consciência sobre as marcas que o tempo é capaz de deixar no coração das pessoas, os sentimentos são tão fortes que facilmente nos emocionamos.
“Eu achava que preferia envelhecer à outra opção, mas agora já não tenho tanta certeza. (...) Mas não há nada que eu possa fazer em relação a isso. Só me resta passar o tempo esperando o inevitável, observando os fantasmas do meu passado se agitarem em volta do meu presente insignificante”.
Em contrapartida, Jacob é um senhor muito bem humorado, fazendo o estilo durão, ele não admite as limitações da idade, por isso, nos divertimos muito com suas teimosias. Além do drama e do humor, o livro também possui uma dose de paixão, em meio a um caso de amor proibido, torcemos pela felicidade de Jacob, mesmo que, no meu caso, eu não tenha sentindo a intensidade do amor narrado pelo personagem. Entretanto, longe dos resquícios de amor, drama e comédia presentes na narrativa, o ápice da história se concentra na chegada de Rosie, a elefanta mais querida e linda do mundo.   Ela muda o rumo do livro, fortalecendo laços de amor e destruindo relações de egoísmo e dor. Esperta, carinhosa, companheira, Rosie rouba a cena, cativando qualquer leitor.


Gostei muito do livro, a autora escreve de uma forma direta e simples, emocionando-nos com os fatos e não com suas palavras. Fiquei surpresa com a informalidade do texto, que conta até mesmo com palavreado chulo, mas claro, nada que desmereça a obra, muito pelo contrário. Outro ponto positivo, como já citei, é o contexto, o circo definitivamente me ganhou. Já como ponto negativo, saliento o final, de certa forma o achei muito irreal, ao contrário do resto da narrativa, a conclusão é muito romântica, algo que para mim, não caberia a real situação de Jacob, contudo, isso não me fez gostar menos do livro.


Assim, só posso dizer que recomendo o livro. Para quem procura um livro emocionante e ao mesmo tempo divertido, Água para elefantes é uma ótima opção. Aproveito para agradecer a Editora Arqueiro por ceder o livro para resenha.
E quem gostou, corre participar da promoção dos 1.000 seguidores aqui do blog, quem sabe você não ganha o livro e o DVD do filme?

 

novembro 24, 2011

Fuxicando sobre Chick-lits: Sex and the City

Por Aione Simões

"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.





Oi gente!

Acredito que não haja quem nunca tenha ouvido falar de "Sex and the City"
O livro, que originou um seriado de TV produzido pela HBO, além de dois filmes como continuação, foi baseado em uma coluna de um jornal nova-iorquino intitulada "Sex and the City", escrita pela colunista e autora Candance Bushnell
Candance começou sua coluna no New Yorker Observer em 1994, para o qual escreveu até 1996. Depois, em 1997, lançou seu primeiro romance com o mesmo nome da sua coluna, já que foi nela em que se baseou para escrevê-lo.
Em 1998, a HBO lançou o seriado protagonizado por Sarah Jessica-Parker, no papel de Carrie Bradshaw, uma colunista em um jornal nova iorquino cuja coluna é intitulada - adivinhem - "Sex and the City". Até onde as semelhanças entre Carie e Candance vão, eu não sei responder, mas é verdade que a coluna da autora era baseada em suas experiências pessoais em relacionamentos e nas de seus amigos.
O seriado teve seu fim no ano de 2004, na sexta temporada. Porém, em 2008, Sarah Jessica-Parker, acompanhada de Kristin Davis, Cynthia Nixon e Kim Catrall (Charlotte, Miranda e Samantha, respectivamente), retorna às telonas com o primeiro filme, dando continuidade à série. Em 2010, "Sex and the City 2" foi lançado para fechar (acredito eu) as adaptações iniciadas 12 anos antes.


Livros

Sex and the City

Li há pelo menos dois anos e, portanto, não me lembro dos detalhes.  Mas lembro-me de que esse não foi um chick-lit que me agradou.
A narrativa é diferente, uma vez que se assemelha muito mais a diferentes contos do que a um romance contínuo. A história principal é a de Carrie e Mr. Big, mas é entremeada por outras histórias e casos, como se fossem vários contos que se entrelaçam ao redor de uma mesma temática: relacionamentos.
Por ter achado a narrativa um pouco confusa, acabei não me prendendo ao livro e o li muito superficialmente, somente algumas partes me prendiam mais a atenção. 
Entretanto, devemos lembrar que o livro é baseado na coluna de Candance, portanto não duvido que esses "contos" sejam um apanhado geral do muito que ela já havia contado no jornal e que serviram de base para a criação de seu primeiro romance.



Os Diários de Carrie

Como não li o livro, não tenho comentários sobre a minha opinião para fazer. 
Mas sei que se trata de uma história que antecede "Sex and the City". Aqui, a história contada é a de Carrie em seu último ano do High School e seus primeiros anos como escritora nos anos 80, tudo através de seu diário!




Summer and the City

É a continuação de "Os Diários de Carrie", lançada em abril desse ano nos EUA. Entretanto, o livro ainda não foi publicado no Brasil.







Série e Filme

Se o livro não me agradou muito, não posso dizer o mesmo da série e dos filmes.
Acredito que ambos estejam entre meus favoritos! São divertidos, emocionantes (pelo menos para mim, que sou uma manteiga derretida) e muito reflexivos. As divagações e questionamentos de Carrie sempre me colocam para pensar, além das muitas risadas que já dei enquanto os assistia.
Porém, se você tiver menos de 15 anos, talvez não sejam os mais recomendados.
A palavra "sexo" do título não fica presente apenas no título e, muitas vezes, é exageradamente explícita. Portanto, vamos com calma! Se você for muito nova (ou novo), acredito que valha a pena esperar alguns anos para assisti-los, garanto que será muito mais proveitoso, até mesmo pela temática dos relacionamentos, que pode ser melhor assimilada. 
Não estou dizendo que pessoas menores de 15 anos não sejam capazes de compreender a série, apenas que alguns dos conflitos lá colocados só costumam aparecer depois de alguns anos de vida e, assim, a identificação que muitas vezes aconteceu comigo, ao assistir, pode não acontecer com quem não viveu algo ali presente, e digo de uma maneira geral sobre relacionamentos e sobre próprios fatos do quotidiano.
Recomendo tanto as 6 temporadas (na verdade, a única que não assisti foi a última) quanto os outros dois filmes, principalmente o primeiro! 
Romance, risadas, lágrimas, cenas calientes, reflexões, entretenimento: é o que você encontra aqui!



Para finalizar, quero compartilhar com vocês algumas curiosidades que encontrei no Wikipedia sobre a série e os filmes:

  • A primeira palavra falada no primeiro episódio da série foi “Once upon a time, a British journalist who came to New York” dita por Carrie (pt: Era uma vez, uma jornalista inglesa que veio a Nova York).
  • A última palavra falada no último episódio da série foi “Fabulous” (pt: Fabuloso).
  • Kim Cattrall recusou a personagem Samantha Jones duas vezes até ser convencida pelo diretor/produtor da série Darren Star a gravar o episódio piloto.
  • A fantasia de bailarina que Sarah Jessica Parker usa na abertura da série custou apenas $5 em um brechó.
  • A 5ª temporada tem apenas 8 episódios, por causa da gravidez de Sarah Jessica Parker.
  • Cynthia Nixon é loira natural e teve que virar ruiva para interpretar Miranda.
  • O verdadeiro nome do Mr. Big é John, que só foi revelado no último episódio da série.
  • Carrie é a única personagem que nunca apareceu nua na série, pois Sarah Jessica Parker exigiu em contrato que não fizesse cenas de nudez.
  • Todos os episódios da 1 ª Temporada foram filmado em película 16mm. É a única das seis temporadas a ser filmado nesta película.
  • A partir da primeira temporada até o episódio 12 da 4 ª temporada, nos créditos de abertura, Sarah Jessica Parker nome foi mostrada com as torres do World Trade Center para trás o seu nome. Após os ataques terroristas nos EUA de 11 de Setembro de 2001 e do queda das torres, o nome dela, em seguida, apareceu com o Empire State Building ao fundo. A mesma coisa aconteceu com o título principal da série.
  • Os primeiros episódios da séria tinha personagens olhando diretamente para a lente da câmera e comentando sobre os acontecimentos na história. Este elemento foi abandonada em episódios posteriores.
  • Durante toda a série, todos os personagens se mudaram para apartamentos novos com exceção de Carrie.



Beijos e até a próxima coluna!




novembro 23, 2011

[Resultado] Promoção “O Coração dos Heróis”

Por Paola Aleksandra




Olá galera, tudo bem?

Hoje vou postar o resultado da promoção “O Coração dos Heróis” que rolou aqui no Livros & Fuxicos em parceria com o blog “Livros só mudam pessoas”. Desde já agradeço a todos que participaram da promoção. Bem, sem mais delongas vamos ao vencedor:


Parabéns Sheylla. Me mande um e-mail com seus dados (paolaaleksandra@gmail.com) para que eu possa encaminhá-los para o blog “Livros só mudam pessoas”, responsável pelo envio do livro. Espero que você goste do prêmio!

E para quem não ganhou, não fique triste, tem muita promoção boa rolando no blog! (Veja AQUI)


Fuxico de Vitrine: Blazer

Por Sabrina

Oie meninas, como vocês estão?
Hoje vou falar de uma peça  do vestuário masculino que toda garota devia ter, o Blazer. Como o blazer tem um design mais sério e masculino (apesar que encontra-se blazer's bem variados ultimamente, alguns modelos bem femininos, tipo os acinturados) devemos combiná-los com peças mais femininas, como vestidos floridos ou cores alegres. O blazer deve ser a peça central do look, o coringa.


E aí meninas, gostaram dos looks que separei de inspiração pra vocês?









[Vem por aí] Editora Dracaena anuncia novos lançamentos de Novembro

Por Paola Aleksandra


Olá galera, tudo bem? Hoje é dia de novidades literárias e o post vai ser especial sobre os lançamentos da Editora Dracaena, vamos conferir? 


A Arte da Invisibilidade 
"Área 51? Matrix? Iluminatis? A Editora Dracaena resolveu apostar no livro ultra polêmico ‘Pop filosófico’ A Arte da Invisibilidade, do autor carioca Allan Pitz, que realmente promete mexer com imaginário Nerd popular. O livro não só confirma (dando exemplos cabíveis) a existência de uma ‘matrix ilusória’, criada para nutrir-se de nossa sociedade privada de evolução, mas, também, apresenta formas interessantes de nos tornarmos invisíveis a esta prisão hipnótica. Para que, por fim, a Terra possa se reunir de uma vez com os representantes intergalácticos de outros povos (interessados em nossa evolução, e prontos para o desembarque em solo terrestre). Uma viagem daquelas!Segundo o autor, a obra suscita aspectos evolutivos decadentes na filosofia humana atual, empurrando as mentes para soluções simples e libertárias. Trazendo de volta poderes adormecidos da raça humana. Tudo isto à base muito vinho tinto e irreverência, já que Pitz se auto intitula PhD em Patavina, e grande nerd orgulhoso da boa geração Atari.Imperdível para quem curte as histórias de conspiração e segredos governamentais."
Pré-venda (AQUI)  Skoob (AQUI)
Conheça o autor:


O escritor carioca Allan Pitz é, além de diretor teatral − o que confere à sua escrita uma dramaticidade extra, inerente às artes cênicas −, um pensador do asfalto, um peregrino das ebulições da vida, filósofo urbano, romancista original. Autodenomina-se com humor: “Escritor por maioria de votos, contador de histórias, visceral, humano, PhD nas próprias reflexões e estudos solitários sobre tudo”. Tem compulsão pela vida, que registra em jorros, nas incontáveis cenas de absurdo criadas a partir de sua observação do cotidiano. Tudo pode ser subsídio para se transformar em uma cena, um conto, uma ideia para um livro.


Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos

"Meigan é um mundo diferente do nosso, morada de seres especiais e poderosos que se denominam magis. Na aparência são exatamente como nós, mas as diferenças não podem ser ignoradas por muito tempo. Os magis tem uma relação especial com a natureza e seus elementos, moldando-os a sua vontade e apoderando-se de sua força. Esses elementos, chamados mantares, não se limitam apenas aos conhecidos fogo, terra, ar e água. Existem muitos outros, como as sombras, o tempo e até mesmo o controle sobre o próprio corpo. Ter a capacidade de decifrar, entender e interagir com a natureza é um dos principais requisitos para a evolução de um magi. Para tanto, deve-se, primeiramente, entender que tudo faz parte da mesma manifestação natural e que toda matéria e energia estão inseridas em um processo dinâmico e universal."
Pré-venda (AQUI)  Skoob (AQUI)

Conheça as autoras:

Roberta Spindler nasceu em Belém do Pará, em 1985. Graduada em publicidade, trabalha como editora de vídeos. Escreve desde a adolescência e é apaixonada por literatura fantástica.




Oriana Comesanha tem 25 anos, nasceu em Belém do Pará. É formada em psicologia pela Universidade Federal do Pará e trabalha na área de psicologia jurídica. Começou a escrever ainda jovem, atividade que originou o livro Contos de Meigan – A fúria dos Cártagos, e atualmente divide seu tempo entre a paixão pela profissão e pela literatura. Tem alguns contos ainda não publicados, além de publicações em sua área de interesse profissional. 

Demoníaco - Saga Asa Negra - Vol. 1

Diablo Ader é filha de uma relação entre Lilith e Lúcifer, que resolve sair do Inferno para trabalhar na Terra como caçadora de demônios. Conhecida por sempre obter sucesso, os Anjos colocam nas suas mãos uma tarefa que, ao seu ver, era a mesma das outras: matar um demônio. Este, porém, seguia uma linha de terrorismo completamente diferente dos outros: ele estuprava e espancava adolescentes até a morte, porém, não deixava rastro algum. Durante dias ela procura por ele e não obtém sucesso, até certo dia, em que ele deixa um forte rastro. Mas ela nunca imaginou que simplesmente correr atrás dele e matá-lo seria uma tarefa tão complicada... Ainda mais quando um resquício de paixão se coloca entre eles.


Pré-venda (AQUI)  Skoob (AQUI)
Conheça a autora:


Pandora Fairel é brasileira, natural de Santa Catarina e tem dezessete anos. Está cursando o último ano do Ensino Médio e pretende cursar Cosmetologia e Estética, Artes Cênicas e Letras futuramente. É apaixonada por livros, teatro e sua paixão é a escrita. Demoníaco é a sua estréia literária.






Legal as novidades não é mesmo? Fiquei encantada com a capa de Demoníaco, aposto também no livro do Allan Pitz, já um livro dele e sei que ele escreve muito bem. 




 

Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir