fevereiro 10, 2012

[Resenha] Príncipe Sombrio – Christine Feehan

Título: Príncipe Sombrio – Os Cárpatos -Livro 1
Autor: Christine Feehan
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 461
Skoob (AQUI 
Sinopse: Mikhail Dubrinksy é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinksy gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão – cárpato e humano construir um futuro juntos?
_______________
“Ele era alto, moreno, musculoso, mas eram os olhos, flamejando de energia, escuridão, com mil segredos, que chamavam a atenção imediatamente. Aqueles olhos podiam fascinar, hipnotizar, assim como o poder de sua voz”.
Com um enredo sedutor e misterioso, Príncipe Sombrio é o tipo de livro que nos conquista aos poucos. A cada novo capítulo, descobrimos mais sobre os Cárpatos, suas habilidades, sentimentos e forma única de ver a vida. A autora nos apresenta a uma raça forte e dominadora, que ameaçada pelas crenças e mitos que iludem os humanos – que muitas vezes com sede de sangue iniciam guerras contra os Cárpatos por confundi-los com os sanguinários vampiros – lutam pela sobrevivência de sua espécie. Entretanto, a luta de um Cárpato vai além das batalhas corpo a corpo, seus maiores inimigos são os sentimentos de solidão e escuridão presentes em seu próprio ser, elementos esses que tendem a dominar um Cárpato levando-o para caminhos de sangue e dor.
É por meio de Mikhail, líder dos Cárpatos que descobrimos os segredos que envolvem essa raça. No inicio, as duvidas sobre as características desses seres misteriosos e sobrenaturais me atormentaram, senti falta de uma apresentação sobre eles, antes do desenvolver da narrativa precisava saber mais, contudo, minhas dúvidas foram sanadas aos poucos, como já disse, de capítulo em capítulo a autora introduz novos fatores, o que nos envolve cada vez mais nesse mundo sobrenatural e alimenta uma leve curiosidade sobre as peculiaridades desses guerreiros.
Mikhail é um Cárpato com muitos anos de existência e depois de tanto tempo, vê a solidão apossar-se de seu ser.  O fato é que os Cárpatos precisam de uma companheira para amenizar a escuridão que os envolve – só uma companheira é capaz de fazer um Cárpato voltar a sentir, a viver uma felicidade até então, desconhecida. Porém, as guerras e batalhas enfrentadas por essa raça enfraqueceram seu povo, e as mulheres Cárpato são cada vez mais raras de se encontrar. Os homens perderam a esperança, e a dor da solidão está os afastando da vida.
Raven é uma humana com poderes telepáticos, os quais são por ela usados para encontrar e caçar homens com mentes perturbadas. Em busca de descanso, ela viaja para as montanhas dos Cárpatos, crente que lá irá encontrar paz e conforto, contudo, nesse lugar misterioso ela se conecta a uma alma sofredora e solitária – Ela encontra a mente de Mikhail, e ciente de sua dor, passa a compartilhar com ele um vinculo de cumplicidade e afeto.
“Ninguém, até aquela mortal miúda e frágil, havia sequer pensado no preço que ele pagava constantemente. Uma humana. Ela tinha tido a coragem de enfrentá-lo, e Mikhail não podia fazer nada além de respeitá-la por isso”.
O encontro de Mikhail e Raven é arrebatador, os dois juntos podem ser extremamente irritantes – Sim, bem irritantes. Ele, pela primeira vez desde muito tempo, volta a sentir, a enxergar a beleza de viver e por isso, não quer deixar Raven escapar de sua vida, dominando-a com sua autoridade e poder. Ela, por outro lado, sente-se ligada a ele, mas tem a impressão de que lhe falta opção sobre escolher ou não, ficar ao lado de Mikhail. Assim, a primeira parte do livro resume-se a descoberta do sentimento que os envolve – Seria amor? Ou dominação?
O engraçado é que ambos querem se sobressair, Mikhail quer fazer Raven aceitá-lo, ele precisa que ela o aceite como ele realmente é. Já Raven tem medo de ceder porque sabe que o que sente por Mikhail é forte demais e por isso, quer que ele a compreenda. O impasse dos dois me incomodou, eu pensava – “Cara, assim você não vai fazer que ela aceite o amor que sente por você. Acorda!”.  E logo depois falava – “Mulher, ele te ama, desperta para vida, por favor?”. Eu confesso que achei que o livro ia permanecer nesse contexto, e por isso os personagens não haviam me conquistado, o cenário era bom, mas esses dois não. Contudo, para minha surpresa a trama evoluiu, tanto Mikhail como Raven deixaram transparecer lados novos – Ele mostrou que além de forte e dominador é carinhoso e amoroso, e ela, fez-se forte para enfrentar o mundo novo ao qual estava passando a fazer parte.
“-Ótimo! – ela virou e olhou para ele. – Isso é ótimo! Excelente, Mikhail. Chame os lobos para me comerem Ivã. É típico de você. Tão lógico. Ele mostrou os dentes brancos e brilhosos para ela como um predador faminto e rui discretamente, em uma provocação. – Não são os lobos que iriam achar você deliciosa”.
Quando a amor deles se torna palpável, estamos completamente envolvidos na trama, e então, a autora nos surpreende acrescentando muita ação. Novos Cárpatos aparecem, e nosso coração vai a mil com o turbilhão de sentimentos que nos assalta. O final é tão incrível que mal posso esperar pelos próximos livros, cito que existem três Cárpatos em particular que se destacam no final do livro que me ganharam logo de cara, não vejo a hora de descobrir mais sobre suas próprias histórias.
Além do cenário, da evolução da trama, dos personagens e do clima de ação, outro ponto forte é o amor – emoção que se torna mais forte a cada nova página do livro, fato que nos encanta por completo. É bonito ver o sentimento crescer e amadurecer, o desejo se tornar um amor puro e verdadeiro, em que Mikhail e Raven, deixam de lado o aspecto individual para tornarem-se apenas um, se completando em suas diferenças. Contudo, já aviso que esse amor é regado a cenas bem sensuais, repletas de paixão e sensualidade.
“Ela era um milagre de beleza, uma mistura de fragilidades humanas, coragem e compaixão. A mão de Mikhail segurou um monte de cabelo, mantendo a cabeça de Raven parada. A boca era como uma chama sedosa movendo-se no peito dele, aumentando o calor e o fogo até transformar sua mente em uma nuvem vermelha de urgência. – Isso é perigoso, pequenina”.
No geral foi a surpresa que me fez adorar esse livro. A evolução da narrativa é perceptível, nunca mudei tanto de opinião sobre uma obra e por isso estou totalmente entregue a essa nova série. Hoje entendo o porquê de tanto sucesso, e claro, os motivos que levaram a autora a escrever tantos livros, o cenário é tão rico e misterioso que é obvio existe muito conteúdo a ser explorado. Preciso citar também, que não pude deixar de notar as semelhanças existentes entre Os Cárpatos com a Irmandade da Adaga Negra e até mesmo, com a série Sookie Stackhous, da autora Charlaine Harris. O curioso é que ambas surgiram após o lançamento do primeiro livro da série Os Cárpatos, o que me fez admirar a série ainda mais.
Só existe um ponto que me incomodou até o final do livro – a revisão da obra. No decorrer da narrativa existem vários erros de digitação, troca de nomes de personagens e erros de concordância, acredito que a pressão para o lançamento da mesma tenha colaborado para isso, mas fiquei um tanto decepcionada com esses detalhes.
Porém, no geral, a narrativa da autora com seu cenário sensual e misterioso, supera esse fator e com certeza, nos faz querer mais.
Confiram as capas do livro pelo mundo:

 

 
Agradeço a editora Universo dos Livros pela cortesia! E fico na espera do próximo volume da série!


confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe uma resposta para AnaCancelar resposta

33 Comentários

  • caroline
    20 julho, 2013

    Eu tb reparei em muitos erros de digitação…
    Gostei mais ou menos desse livro,ADOREI a capa,achei ela muito sexy e faz com que as leitoras fiquem atraídas pelo livro para ler.
    Acho q a única coisa q eu não gostei é q o Mikhail era muito ciumento e grudento.
    Espero que os outros Carpátos não sejam assim.

  • Sabrina Piano
    14 janeiro, 2013

    Oi Pah, eu amo suas resenhas porque você fala bastante dos livros, sem soltar spoilers. Amei a resenha, ainda não tinha parado para ler nenhuma resenha desse livro, embora soubesse que ele é muito bom, ele vai imediatamente para minha listinha de desejados.
    Beijos

  • Cássia Drobev
    18 fevereiro, 2012

    Aí PHÁ to louca por esse livro mais dizem que é uma série grande nossa vou pirar enquanto não sair todos aqui no brasil…

    Leituras apaixonantes

  • Sheylla
    15 fevereiro, 2012

    Não gostei das outras capas…

    Ahh, então, a primeira parte não gostei muito, achei meio ''enrolado'', e esse impasse dos personagens me pareceu ser meio cansativo.
    E por ser uma série gigantesca fiquei meio com pé atrás…rsrs

    Eu fico desanimada quando vou ler um livro e ele está repleto de erros…

    Gostei da resenha Pah!

    Beeijo

  • Caline
    15 fevereiro, 2012

    Só essa capa já é o suficiente para atrair minha atenção, rsrsrs. Mas série??: Sobrenatural?? Não sei se estou afim de encarar leituras assim agora, não descarto, mas por agora deixo passar.

    Beijos, Caline
    Mundo de Papel

  • Blog Acordei com Vontade de ler
    14 fevereiro, 2012

    Ai meu Deus, quero ler agora o/ Tá eu tenho um pequeno problema em querer ler tudo que eu vejo na minha frente srrs Mais pela sua resenha este livro é otimo.

    Já anotei na minha lista de desejados srrs

    Bjsks
    Ká Guimaraes

  • Leandro de Lira
    13 fevereiro, 2012

    Amei a resenha!
    Estou super curioso para ler este livro!
    Parabéns pela resenha!

    "Palavras ao Vento…"
    http://www.leandro-delira.blogspot.com

  • Gisele Cirolini
    13 fevereiro, 2012

    Pois é, eu tenho curiosidade pra ler esse livro, mas sabe que estou com 1º de IAN em casa e ainda não li, essas séries são muito grandes, tenho medo de começar… quero ler IAN, e quem sabe leio esse Príncipe Sombrio, que apesar dos erros parece ser bem bom!
    E vamos ver se eu gostar se eu acompanho os lançamentos das séries certinhos… de IAN já estou bem atrasada, nem li o 1º…

    Bjus
    Gisele
    http://www.dicasdelivrosefilmes.com.br/

  • Sora Seishin
    13 fevereiro, 2012

    Oi Pah!
    Esse livro parece ser muito bom! Realmente me lembrou IAN quando vi a capa, mas é outra história, outra mitologia. Quero ler!
    Esses erros de revisão/tradução irritam mesmo! Já abaixei a nota que dou aos livros por causa disso 🙁

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

  • Anônimo
    13 fevereiro, 2012

    Oi flor, tudo bom? Você sempre arrasa né?
    Escrevo pra pessoas como você.
    E tenho um tutorial CHAMADO HORA DO BLUSH se quiser da uma olhada é só entrar nesse post.
    http://flashesd.blogspot.com/2012/02/primeiro-contato.html leia ou assista o vídeo!
    Você é 10 viu? Sempre que der passarei por aqui.
    Beijão! Da Lari ♥

  • Anônimo
    13 fevereiro, 2012

    Oi Pah!

    Ouvi falar muito dos erros de digitação na obra e incomoda mesmo, espero que a narrativa e o livro empolgue mais hehehe

    Bjs

    Thaís ♥

  • jayane
    13 fevereiro, 2012

    A nossa capa e bem mais bonita,super leria esse livro quem sabe depois de eu conseguir ler a serie da irmandade da adaga negra.

  • Thaís Varine
    12 fevereiro, 2012

    Eu tenho curiosidade para ler o livro, mas com algumas críticas negativas que vi a respeito da obra meio que desanimei e desisti de comprar =/
    Mas sua resenha me animou de novo ;D

    Beijos
    http://osbastidoresdoamor.blogspot.com/

  • Camilla Sardela
    12 fevereiro, 2012

    Oiie Pah!
    Adorei a resenha e a capa do livro me seduziu um pouco, haha. Mas fiquei bastante interessado no livro parece ser bem legal (:

    Beijos,
    http://wakeupthe-world.blogspot.com>

  • Mari ♥
    11 fevereiro, 2012

    Oi Pah,

    Ah já estou ouvindo e lendo tantas resenha que confesso estou com vontade de ler esse livro viu, agora que li a sua estou doidinha não vejo a hora de compra-lo *-*
    Já coloquei na minha listinha

    Beijo
    http://marifriend.blogspot.com/
    @Storieandadvic

  • Vanessa
    11 fevereiro, 2012

    Pah, o protagonista é alto, moreno e musculoso??? E ainda por cima tem olhos misteriosos….eu preciso ler algo desta série urgentemente por que até agora não tenho nenhum destes livros…

    Van – Balaio

  • Luara Cardoso
    11 fevereiro, 2012

    Uma pena que a revisão tenha pecado. :/ Poxa, tudo bem que a pressão para o lançamento era muita, mas se são tantos erros assim… enfim, espero que lancem novas edições com novas revisões.
    Como você disse, acho que essa série é muito parecida com IAN, e como eu to lendo IAN agora, não quero misturar duas séries parecidíssimas.
    Daqui a alguns meses, vou tentar ler esse livro. 😀

    Um beijo,
    Luara – Estante Vertical

  • Marcelo Lima
    11 fevereiro, 2012

    Não sei se teria paciencia pah , acho que só J.R. Ward já basta ! rs , otima resenha ")

  • Thais Priscilla
    11 fevereiro, 2012

    Estou com esse livro aqui pra ler mas estava desanimada devido às resenhas negativas que vinha lendo. Mas agora com seus elogios fiquei um pouco mais aliviada. Agora, com relação à revisão e tal, tem muitas críticas mesmo .-.

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

  • ­Nanda
    11 fevereiro, 2012

    Oii Pah!
    Caramba…. *-* Eu recebi esse livro por engano da Universo dos Livros e eles falaram pra eu ficar e sortear… Mas, CARAMBA… O.O Agora eu quero ler! HAUHAUAHUAHAUHAUHA' Quero MUIIITO, parece muito boa mesmo 😀 Me conquistou, HDOASHDASE *000*
    Vou ler, haha;

    Beijos, Nanda
    http://www.julguepelacapa.blogspot.com

  • Kel Costa
    11 fevereiro, 2012

    Todo mundo que conheço que já leu esse livro fala da semelhança com IAN e acho que é esse fato que me deixa cada dia mais louca por ele *-*
    Nem sei quando terei a oportunidade de ler, sinceramente, mas ele está no TOP da minha lista de desejados rs

    Bjs,
    Kel
    http://www.itcultura.com

  • danamartins
    11 fevereiro, 2012

    Eu fico com mil pés atrás de séries assim, mas eu já tinha visto sobre esse em um outro blog e realmente tinha me interessado *se dá conta de que poderia ter pego esse livro e perdeu a chance – droga -.-*. Também me lembrou muito de Wolfsbane, que eu to lendo agora. Deu vontade de voltar correndo. HUAHA

  • Gabriela Wegner
    10 fevereiro, 2012

    Oi Pah!
    Apesar de váaarias resenhas positivas e váaaaarias meninas apaixonadas por esse livro, NADA consegue me convencer! :/
    Essas cenas mais 'calientes' acho que não são muito boas para eu ler né. rs
    O livro não faz o meu estilo e não é um gênero que eu gosto.
    Beijos!

  • Ana
    10 fevereiro, 2012

    Quero este livroooooooooo!
    Beijocas. *-*

  • Aione Simoes
    Aione Simoes
    10 fevereiro, 2012

    Pah, você com certeza amou o livro e, considerando que nossos gostos são parecidos, acho que eu também adoraria.
    Mas olha, eu não tenho coragem de ler essa série pelo tamanho dela, muito grande :S
    Boa sorte pra acompanhá-la hehe! Espero que os próximos sejam ainda melhores!
    Uma pena isso da revisão =/
    Beijão!

  • CamyTom
    10 fevereiro, 2012

    Minha primeira vez no site.
    Nossa que resenha grande, mas gostei muito. Geralmente leio só o inicio da resenha pra saber se me interessarei pelo livro ou não, mas a sua li ate o fim. Muitos detalhes e já amei os peonagens somente pela personalidade. Posso arriscar a dizer que a personalidade da Raven se parece com a minha.
    Mas o the best destes post foi a capa do livro… AiMeuDeusMeAbana.
    Parabéns pela resenha. Gostei muito do layout do site também.

  • Amanda Cristina
    10 fevereiro, 2012

    Essa série me chama tanto a atenção quanto IAN, porém, já me avisaram que ela tem essas cenas mais calientes e tal, rs…
    Então acredito que não seja algo que queira ler agora, mas talvez quando estiver um pouco maior, haha! 🙂
    De qualquer maneira, adorei sua resenha! Vamps sedutores são tudo, né? 😛

    Beijinhos, Amanda Cristina.
    http://www.primeiro-livro.com

  • Lucas Martins
    10 fevereiro, 2012

    Olha, Pah, esse livro não faz meu estilo, então realmente não tinha vontade de lê-lo.
    Ainda mais agora, com esses erros que você citou. Eu não gosto de encontrar erros, muito menos que mudem os nomes dos personagens.
    Enfim, não tenho vontade mesmo… Rsrsrs
    Bjão, Pah!

  • Alinne
    10 fevereiro, 2012

    Oi Pah.
    Estou lendo esse livro e tive a mesma impressão que você, achei que os Cárpatos não foram bem desenvolvidos no principio, mas já posso perceber com o decorrer da leitura que isto está mudando! Bom espero me encantar com a leitura tanto quanto você.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.
    http://booksedesenhos.blogspot.com

  • ✿ Nessa✿
    10 fevereiro, 2012

    Olá!
    Tenho muita curiosidade em ler este livro, ele parece ser bom de ler!
    Bem, nem preciso falar na capa né, já me conquistou!
    Entre as capas que vc mostrou ainda prefiro a nossa!!
    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

  • Pollyanna
    10 fevereiro, 2012

    Oi! Não conhecia, mais sua resenha ficou ótima, me deixando super curiosa. Bela resenha. Abraços…

  • Julia G
    10 fevereiro, 2012

    Nossa, a primeira resenha que eu li desse livro era desanimadora. Com essa já tive que rever aquela primeira impressão, fiquei muito mais curiosa para ler agora. Acho que quero ler sim, mesmo com esse romance meio enrolado, eu gosto desse tipo de leitura.

    Beijos

  • Pati Peña
    10 fevereiro, 2012

    Pah!
    Mais uma série que vou seguir até o fim! E o legal como você falou é que esta série foi escrita antes de IAN e Sookie 😉
    Que coisa boa né? Quero um Cárpato para mim rsrsrs
    Uma pena a revisão ou falta de revisão sei lá, mas mesmo com esses erros, na minha opinião, não afetou a leitura, eu consegui entender direitinho;)

    Beijos e boa leitura!

    @PatriciaADavis