Fuxicando Sobre Chick-Lits: Marian Keyes


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.




Oi gente!

Vamos conhecer hoje um pouco mais sobre um grande nome dos chick-lits?


Marian Keyes nasceu em Limerick, na Irlanda, em 1963 e sempre se perguntou como seria sua vida se ela tivesse nascido no tempo certo e fosse uma dinâmica leonina ao invés de uma perfeccionista virginiana. 
Depois de se formar em Direito, mudou-se para Londres, onde arranjou um emprego como garçonete. Seu emprego seguinte foi em um escritório de contabilidade, mas ela jamais chegou a trabalhar com a profissão de seu diploma.
Com o passar dos anos, o problema de baixa auto-estima de Marian acabou por se transformar em alcoolismo e depressão, culminando com uma tentativa de suicídio aos 30 anos. Porém, nesse meio tempo, Marian também desenvolveu o hábito de escrever contos, tornando-se, aos poucos uma escritora.
Foi após a tentativa de suicídio que Keyes procurou uma reabilitação. Ela conseguiu superar seu vício, permanecer sóbria e, acima de tudo, conseguiu se sentir feliz a respeito de tudo.
Antes mesmo de sair da reabilitação, Marian decidiu enviar seu trabalho para editoras e, ao perceber que estava sendo levada à sério, escreveu uma carta afirmando ter escrito parte de um livro - o qual ela não havia  escrito e não tinha a intenção de escrever; estava mais satisfeita escrevendo contos. 
Para sua surpresa, a editora respondeu, solicitando que ela enviasse o que já havia escrito de seu livro. E, pela primeira vez, Marian não teve uma atitude auto-destrutiva: em uma semana, ela escreveu os primeiros quatro capítulos do que viria a ser o seu primeiro livro, publicado em 1995 - Watermelon; lançado no Brasil como Melancia, em 2003. Enviados os capítulos, Marian conseguiu um contrato de três livros com a editora.
Um ano depois do lançamento de Watermelon, Marian já podia largar seu emprego e ser uma escritora em tempo integral. Mais de 33 milhões de cópias de nove dos seus livros já foram vendidos por todo o mundo.
Apesar de terem histórias diferentes, todos os livros de Keyes têm algo em comum: são um misto de comédia e escuridão. Em todas as histórias, há uma personagem passando por um mal momento em sua vida e que, de alguma maneira, encontra sua redenção. Assim como já aconteceu com Marian.
A autora considera This Charming Man ("Cheio de Charme", no Brasil) sua obra mais ambiciosa, tanto em termos de tamanho quanto de estrutura: é como se fossem três livros em um, segundo ela. 


Obras publicadas:


Ficção
















Não Ficção




Próximo lançamento:

Setembro/2012

Adaptações para TV:


Dois de seus livros já foram adaptados para as telinhas.



Watermelon virou um filme em 2003, mas que não foi para o cinema. Não fazia ideia de que ele existia e fiquei muito curiosa para assistir! Infelizmente, procurando no google, achei poucos links para baixar, não sei sobre a qualidade deles (não pude baixar para testar, ainda), e tenho certeza que será praticamente impossível encontrar legendas. Mas tenho certeza de que será uma ótima oportunidade para treinar meu inglês, faço questão de assistir ao filme, já que amei o livro.
Vocês podem ver mais detalhes aqui.

 

 

Lucy Sullivan Is Getting Married virou uma série de TV de duas temporadas, transmitidas em 1999 e 2000. Acredito que será ainda mais difícil encontrar a série do que o outro filme, mas procurarei arduamente, principalmente depois de fazer A descoberta: Gerard Lindo Maravilhoso Perfeito TudoDeBom Butler está no elenco! Aparentemente, parece que, ao todo, foram transmitidos 16 episódios (acredito que 8 em cada temporada) e o galã está presente em 14 deles!

 

 

 

Não poderia faltar uma foto desse lindo na série, né?

Mais detalhes, aqui.


Curiosidade:

 


Marian Keyes é ativa em diversos movimentos de caridade. Inclusive, já foi à Etiópia com uma organização internacional dedicada à redução do sofrimento e ao fim da pobreza.







E ai, o que acharam?

Além de uma grande escritora, Marian Keyes é, certamente, uma grande mulher.
Infelizmente, só pude ler, até hoje, três de suas obras: Melancia, Férias e Sushi, e recomendo todas!
Há quem não goste da escrita da autora e não veja nada demais nas histórias, mas acho incrível a capacidade de Keyes de misturar humor com temas sérios. Ela escreve sobre o quotiodiano de maneira deliciosa de ser lida, e uma história de superação é sempre bem vinda, não é mesmo?


Beijos a todos e até a próxima!


14 comentários:

  1. Olá..
    adorei o post, nem sabia o que era "Chick-lit", mas agora estou atualizada rs..
    Ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro dessa autora, já li algumas resenhas falando super bem desses livros. espero ler em breve! (minha lista aumenta mais ainda)..

    Beijão lindas!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não acredito que ainda não li nada dela. Ja passei pelo Melancia váárias vezes, mas não sabia se ia gostar ou não, então acabei deixando de lado. Pode deixar que nas proximas comprinhas ele vai estar incluido, primeiro de vários. Ah, eu prefiro as capas nacionais, as originais são sem graça.

    ResponderExcluir
  3. Nsssssssss, que post sensacional!!

    Eu nao havia lido mto sobre a Marian Keye, na vdd so conhecia seus livros, o quais por sinal eu nem li.. Fiquei super curiosa pra ler!
    Adoro o tipo de historias que vc disse que ela escreve, de superação.

    To numa fase meio depre, este post foi uma luz pra mim! Necessito ler algo dela urgente!! *-*

    E que bacana, agora que ela esta bem, ajudar as crianças da Africa!

    Parabens pelo post Aione!

    Beijocas
    Rapha ~Doce Encanto

    ResponderExcluir
  4. Carolina Durães5 de julho de 2012 12:28

    Bom dia Aione! Eu simplesmente adoro os livros da autora... sempre que estou com a cabeça cheia de problemas, os livros dela são uma das opções rs...
    Adorei o post.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Bem legal o post, gostei! Apesar de chick-lit não estar entre meus gêneros favoritos, às vezes é o tipo de leitura que cai muito bem quando quero ler algo mais descontraído. Acredita que nunca li nada da Marian? Eu sei, preciso, preciso dar um jeitinho nisso hehe. Há tempos tenho vontade de ler Melancia, acho que mais pela capa - acho linda demais!

    bjão
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oie Mi!!!
    Eu gosto da Marian, principalmente como faz os personagens darem a volta por cima e como ela escreve assim como você disse, sobre cotidiano, nos faz sentir como se tivéssemos mesma chance dos personagens e criando uma identificação com eles =)

    ;**

    ResponderExcluir
  7. Olá Pa!
    Adoro o humor de Marian nos livros, e eu já tinha algum conhecimento sobre dua vida meio dura a um tempo atrás. Acho incrível como algumas pessoas conseguem transformar algo trágico em algo divertido, e principalmente nos mostrar como podemos sim dar a volta por cima e encontrar alguma coisa boa em cima disso tudo.
    Adorei o post, parabéns!

    Beijos,
    http://bestherapy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Aione...Gostei muito de seu post, Gosto dessa escritora Marian Keye..Já li Melancia e Férias, não é muita coisa mas já deu para conhecer o estilo da escritora..ela é muito divertida, com todos os problemas de suas heroinas ainda tem um toque de humor bem inteligente..vou ler mais livros dela com certeza..obrigada por nos dá a oportundidade de conhecer mais da vida dela....Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oiii..

    Gosto dos livros da Marian Keyes, apesar de ter partes cansativas, mas gostei de todos que li. Que inclui: Melancia,Um Bestseller Pra Chamar de Meu e o melhor Cheio de Charme, que trata de temas importantes, sem perder o humor ela relata assuntos nesta obra de maneira que faz o leitor pensar sobre tudo que ocorre na sociedade em que vivemos.

    Beijos'

    ResponderExcluir
  10. Nossa não imaginava que ela tinha passando por tudo isso na vida,nunca li nenhum livro da Marian ainda,mas com certeza assim que tiver oportunidade e dinheiro vou comprar algum livro dela.

    ResponderExcluir
  11. Vou cortar todos os meus comentários sobre o post só para dizer o mais importante. SIM OBRIGADA POR GERARD TUDO DE MARAVILHOSO NA VIDA BUTLER.

    Quero vê-lo cantando igual a um fantasma e sorrindo maroto igual ao Gerry e fazendo cara de cachorrinho triste em ugly truth. Hehe

    Até esqueci que tenho noivo e que o blog é sobre livros hehe

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Lucy Sullivan is getting married tem no youtube.. os videos estão divididos, mas o seriado está completo por lá! Se estiverem interessados(as)...

    ResponderExcluir
  13. Publiquei o comentário antes de completar : É agora ou nunca também já teve adaptação para filme : Au secours j'ai 30 ans, teve algumas modificações já que o filme é francês, logo, se passa na frança, e alguns nomes também foram modificados. Mas pelo que li por ai a adaptação ficou boa, ainda não assisti esse.

    ResponderExcluir
  14. Oiii! eu amoo a mariannn, ja li quase todos os livros dela e sou apaixonada!
    não sabia q havia saido em filmes e seriados, mas queria muito assistir watermelonnn! alguem sabe algum link ou algo assim? me ajudemmmm!

    ResponderExcluir