[Resenha] Por Isso a Gente Acabou - Daniel Handler, Maira Kalman

Sinopse: Por isso a gente acabou trata, com a comicidade típica do autor, de uma situação difícil pela qual todos um dia irão passar: o fim de uma relação amorosa e toda a angústia, tristeza e incerteza que essa vivência pode gerar. Min Green e Ed Slarteron estudam na mesma escola e, depois de apenas algumas semanas de convívio intenso e apaixonado, acabam o namoro. Depois de sofrer muito, Min resolve, como marco da ruptura definitiva, entregar ao garoto uma caixa repleta de objetos significativos para o casal junto com uma carta falando sobre cada um desses objetos e do episódio que ele representou, sempre acrescentando, ao final, uma nova razão para o rompimento. Essa carta é o texto de Por isso a gente acabou, que é, assim, carregado de um tom informal e tragicômico - características da personagem - e traduz com um misto de simplicidade e profundidade a história de uma separação. Imerso neste universo adolescente, o leitor conhecerá a divertida personalidade de Min, uma garota apaixonada por filmes cujo sonho é ser diretora de cinema, e as idas e vindas deste romance, desde o dia em que os dois conversaram pela primeira vez até o instante em que tudo acabou. A artista Maira Kalman, autora de diversas capas da revista The New Yorker, ilustrou cada um dos objetos da narrativa, trazendo cor e descontração a esta história dolorida.
Cia das Letras - 368 Páginas - Skoob - Compare & Compre
______
“Caro Ed, eu confiei em você, porque você fez isso comigo, ou melhor, com a Min?”
Vocês já devem ter lido inúmeras resenhas do livro “Por isso a gente acabou”, e sem dúvidas pouquíssimas delas foram negativas, o livro se tornou o queridinho de muitos blogueiros por aí e eu, antes de lê-lo, me perguntava o motivo de tantos elogios, sem entender ou sequer imaginar a força real dessa história. Anteriormente, de forma errônea, julguei o livro, imaginando que ele seria apenas mais um texto juvenil narrando a triste história de uma garota que teve seu coração partido e bem, tecnicamente esse é o contexto da narrativa, mas o fato é que ela foge dos clichês aos quais estamos acostumados ao tomar um rumo diferente sob uma trama que é límpida e simples, é como se autor tivesse em suas mãos apenas uma cor de lápis colorido, e mesmo assim, fosse capaz de pintar um arco-íris completo.
Quando digo que a trama é simples é por que já sabemos como ela começa e como ela tende a terminar. Min teve seu coração despedaçado, se apaixonou pelo cara que todos consideravam errado - Ed Slarteron, o cocapitão do time de basquete da sua escola, popular por suas conquistas dentro e fora da quadra. O relacionamento dos dois foge dos padrões, eles não possuem muitas coisas em comum, mas independente da desaprovação das pessoas ao redor eles optam por ficar juntos, por enfrentar as dificuldades de tal romance, aprendendo a conviver um com o outro. Contudo, algo sai errado e eles terminam, e com o coração machucado Min resolve entregar uma caixa para o Ed com todas as lembranças do curto tempo que passaram juntos, escrevendo uma carta para ele narrando todos os motivos que os levaram a terminar o namoro, e é por meio de tal carta que conhecemos a história do casal, fato que torna o livro real e palpável, pois Min não escreve seus sentimentos ou narra os momentos que passou com Ed com palavras bonitas ou sentimentalistas, ela é jovem como nós, fala como nós e sofre como nós sofremos, fazendo assim com que mergulhemos em sua história e compartilhemos de sua experiência relembrando de nossas próprias desilusões amorosas - Afinal, quem nunca sofreu de amor?
Nos primeiros capítulos do livro, conhecemos Min e Ed, vemos como eles se apaixonam e nos assustamos com a dureza dos sentimentos de Min, o fato é que nós sabemos que eles terminaram o namoro, sabemos que algo deu muito errado, mas ao ver a narrativa dela é difícil entender o que realmente aconteceu, compartilhamos a tristeza dela, mas mesmo assim, a cada nova página nos apaixonamos ainda mais pelo casal, torcemos para que eles superem todas as dificuldades e fiquem juntos, e então, nos perguntamos - Como estamos torcendo por algo que já sabemos que não vai dar certo? - E é exatamente essa a magnitude do livro, nos fazer esperar por um final diferente, mesmo com as perspicazes indiretas de Min, que agora, ao descrever os momentos que passou com Ed vê todos os sinais de que ia se machucar bem na sua frente, sinais os quais, no momento, entregue a paixão, ela não percebeu, ou fingiu não perceber. O pior é que, nada no livro é uma surpresa, como já disse, tudo é tão claro, entretanto queremos que seja diferente, torcemos por uma reviravolta, e a culpa disso é toda do Ed.
É possível se “encantar” por um personagem mesmo sabendo que você não deveria? O Ed é como uma barra de chocolate em um mês de dieta, você sabe que não deve, você sabe que pode se dar mal no futuro se não resistir,  mas mesmo assim, você se entrega, porque no momento realmente acredita que vale a pena. Ele me fez chorar quando revelou seus sentimentos pra a Min, me fez defendê-lo, quase me fez se apaixonar por ele, e então, assim como a Min, percebi que fui enganada. E esse talvez, seja o único e pequeno mistério do livro, quem realmente é o Ed.
Já Min é incrivelmente jovem, erra como todo mundo, mas é forte o suficiente para aprender com suas falhas. Com sua personalidade marcante e seu amor por cinema ela nos ganha logo no início do livro. Personagens paralelos como seu melhor amigo Al, por exemplo, também nos encantam com sua extrema juventude e ao mesmo tempo, intensa maturidade. E o positivo é que a contradição dos personagens colabora para relembrar o leitor de nossa juventude, de nossos medos, anseios e planos que traçamos, mas nunca cumprimos.
O autor me surpreendeu, pois além de narrar com destreza os sentimentos de uma jovem ao terminar um namoro, também causa grande impacto ao mostrar o outro lado do romance, o do seu fim. Talvez isso não seja positivo ou encantador, mas é real e verdadeiro. Também devo salientar que, o trabalho do autor foi enriquecido pelas imagens presente no livro, figuras de objetos que marcaram o relacionamento de Min e Ed que enchem os olhos de quem lê. No geral, só posso concluir dizendo que me surpreendi com o livro, com sua visão diferenciada diante da previsibilidade de tal história de amor.
Quotes preferidos:
 “Estou contanto por que a gente acabou, Ed. Estou escrevendo, nesta carta, toda a verdade sobre o que aconteceu. E a verdade é que, porra, eu te amei demais.”
“... a gente acabou de gastar cinquenta e cinco dólares num livro. [...] – Mas você não sabe por quê? Você ainda estava me olhando, as suas mãos tremendo por causa do café. – Para deixar você feliz – você disse, bem simples, e de repente eu perdi o fôlego, Ed, com o que você disse. As minhas mãos ficaram sobre o livro, que eu estava doida para abrir, agora congelada com a alegria de te ouvir e não querer que você parasse.’’
‘‘- Eles vão ficar falando, né? Sei que vão, claro que vão. [...] – Vamos ficar juntos, nós dois, eu quero ficar com você. Vamos. Sim?’’
Capa original, imagens internas do livro e curiosidade:

   


Para quem curte adaptações, o livro vai virar filme! Já até escolheram a atriz que vai interpretar a Min, que é a Hailee Steinfield.Curtiu?

10 comentários:

  1. Oi Pah :) Que saudades....

    Nossaaaaaaaa, eu achei esse kit MUITO LINDO! *-*
    Fiquei com super vontade de ler....parece ser lindo, a história parece ser LINDA! *-*
    A Editora fez um kit muito show! *------* quero muiro leeeer :)
    Adorei a resenha e os quotes *-*

    Beijos pah :D
    http://divertletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi! Levei um susto quando vi a última postagem do blog. Estou louca pra ler esse livro. Já pedi pros meus pais na tentativa de não precisar gastar meu dinheiro (o que, aparentemente, valeria muito a pena) e estou esperando ansiosamente por ele. Quero muito muito ler! Adorei.

    ResponderExcluir
  3. Gêmea, adoro como você é poética pra resenhar!
    Adorei a resenha e esse é outro livro da minha lista de desejados!
    Beijão e bom final de semana :D

    ResponderExcluir
  4. Esse e um dos livros que preciso ler esse ano,nossa que legal que vai virar filme tem certos livros que ficar bom nos filmes e tem outros que não,gostei da atriz que vai interpretar a Min,já vi um filme com ela é ela e super talentosa.

    ResponderExcluir
  5. Carolina Durães7 de julho de 2012 07:35

    Oi Pah, tudo bem? Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas sim, tenho lido resenhas bem positivas quanto a ele. Adorei a parte do "chocolate em mês de dieta " rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho muita curiosidade de ler esse livro. O título faz meu coração bater mais forte. E tua resenha fez ele disparar.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Estou com muita vontade de ler esse livro. Como você cita na resenha, várias pessoas já leram e se encantaram com a história. A resenha está linda!

    Abs, Iza :)

    Caderno de Resenhas

    ResponderExcluir
  8. Pah, você me fez descobrir o mundo agora que falou que o livro vai virar filme :O E com a Hailee? Acho que ela é muito meiga, e vai se sair ótima no papel de Min. Já foi até indicada ao Oscar com "Bravura Indômita", se não me falha a memória. Ahhhhhhhh, fiquei contente com isso. Quem será o Ed?
    Agora, sobre a sua resenha que, aliás, ficou ótima, tenho a impressão de que todos os bons sentimentos do livro também te impregnaram. Como você falou muitas vezes, sabemos tudo o que está por vir e, da mesma forma, esperamos que algo melhor e diferente aconteça com o romance deles. E a narrativa do Daniel Handler é tão, tão envolvente, que fica impossível não se deixar cativar e adorar cada fragmento, torcendo por um outro final. Outra coisa que adorei, de todo o meu coração, foi a sagaz ironia. Uma pitada de ironia, e temos aí outro livro.
    Adoro as metáforas que você usa nas suas resenhas, dá um ar todo próprio a elas. A do arco-íris e a do chocolate foram as melhores!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Oi Pah, sabe que eu babo nesse livro desde a primeira resenha que eu li? E desde essa mesma resenha, já comecei a me apaixonar aos pouquinhos por esses personagens. Tenho até medo de me decepcionar quando tiver a oportunidade da leitura, mas é impossível não criar expectativas. E os quotes que você escolheu, nossa... Já me fez pirar por essa história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá....li sua resenha de ponta a ponta e me apaixonei pelo livro. Confesso que li outras resenhas mas a maioria não tinha a riqueza de detalhes sem ao mesmo tempo revelar a história como você fez. Adorei!!!!

    ResponderExcluir