Fuxicando Sobre Chick-Lits: Mesmo título, histórias diferentes


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.




Oi gente!

Já aconteceu de vocês verem um filme e depois encontrarem um livro com o mesmo título, ficarem super empolgadas por terem descoberto a obra que originou o filme e, ao lerem a sinopse, se dão conta de que um não tem absolutamente nada a ver com o outro?
(O contrário também é válido, mas como filmes costumam serem mais conhecidos do que livros, já que há um público maior para o primeiro, resolvi usar o exemplo dessa maneira).
Pensando nisso, resolvi montar um post com alguns desses casos.
Quero agradecer à Flavinha, do blog Dezessete Invernos, por ter sugerido a ideia pra mim inconscientemente ao me perguntar se um dos meus livros era o mesmo do filme!


Atenção! As sinopses dos filmes foram retiradas do site CinePop; as dos livros, do Skoob e do Goodreads.


Quando Em Roma


Esse foi o primeiro caso que me acometeu dessa situação. 
Quando encontrei no Skoob, há alguns anos, o livro de Gemma Townley, fiquei super feliz por ter descoberto que a irmã de Sophie Kinsella tinha escrito um livro que virara filme. Só depois é que fui perceber que eles não estavam relacionados entre si. Também, foi esse o livro que a Flavinha me perguntou se era o mesmo do filme!
Já fiz resenha dele aqui, mas deixarei abaixo as sinopses para vocês! Posso não ter gostado do livro, mas o filme é bem gostoso de ser assistido, além de ter cenas bem divertidas.




Encontrar o ex-namorado é uma das ocasiões mais delicadas na vida de uma mulher. Ainda mais se o bofe estiver mais deslumbrante que o Brad Pitt em noite de Oscar e pilotando um BMW último tipo. Depois de fantasiar centenas de vezes a situação, com um desfecho sempre favorável para si mesma, Georgie Beauchamp não podia imaginar que a data fatídica coincidiria com um dia daqueles: cabelo errado, roupa velha e um trilho de cortina embaixo do braço. Nada adequado para esfregar a própria felicidade na cara do ex, um bon vivant que a largou por outra. Mais magra, alta e milionária.


Quando em Roma acompanha uma agente imobiliária bem-sucedida, mas que não consegue se dar bem no amor. Quando sua irmã mais nova revela que irá se casar, em Roma, ela viaja para comparacer à cerimônia e pegar moedas em uma famosa fonte do amor. Quando volta, começa a receber visitas de homens apaixonados, como um magnata (Danny DeVito), um mágico (Jon Heder), um pintor (Will Arnett) e um modelo (Dax Shepard)







Dizem Por Aí


Quando vi o lançamento da Novo Conceito, em junho, na hora pensei no filme protagonizado por Jennifer Anniston. Entretanto, logo vi que nada tinham em comum.
Ainda não li, e nunca consegui assistir ao filme completamente. Entretanto, gostei muito das partes que vi!



O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno.



 A vida de Sarah Huttinger (Jennifer Aniston) está uma confusão. Ela finalmente concordou em se casar com o namorado Jeff (Mark Ruffalo), mas não sabe se o casamento é o que quer realmente. Na verdade, ela não sabe o que quer genericamente falando. Além de estar em dúvida quanto à vida amorosa, sua vida profissional também não está muito melhor – aspirante a jornalista, está empacada escrevendo os obituários do New York Times. Para piorar tudo, está indo para casa, para assistir ao casamento da irmã, o que significa ter de passar bastante tempo com sua família obcecada por tênis. Uma espécie de ovelha negra, Sarah sempre se sentiu deslocada entre seus parentes. Mas quando conhece o milionário da Internet Beau Burroughs (Kevin Costner), o encontro inesperadamente traz à tona segredos bem guardados que podem ajudá-la a descobrir a verdade sobre sua família e finalmente descobrir quem ela é realmente.



Bridesmaids


Nesse caso, o título em português não é igual, mas, ainda assim, pode gerar confusão, já que "Damas de Honra" e "Madrinhas de Casamento" estão inseridas em um mesmo contexto.  De qualquer maneira, o título de ambos, em inglês, é o mesmo. 
Ainda não li e nem assisti, mas quero fazer os dois!




Quando Evie Hart aceita ser dama de honra de sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto que conseguirá chegar do altar. Até hoje, aos 27 anos, Evie nunca viveu um grande amor. E, por ironia do destino, todos a seu redor, inclusive sua própria mãe, estão com os dias de solteiro contados. Ela treme só de pensar nos inúmeros casamentos que tem pela frente! Mas sua fobia de relacionamentos pode ter cura. Um convidado especial, que está sempre presente nas cerimônias, é capaz de fazer com que ela queira ser um pouco mais do que dama de honra. 


 Kristen Wiig lidera o elenco como Annie, uma madrinha de casamento cuja vida desmorona quando ela lidera sua melhor amiga, Lillian (Maya Rudolph) e um grupo de animadas damas de honra (Rose Byrne, Melissa McCarthy, Wendi McLendon-Covey e Ellie Kemper) numa corrida maluca até o matrimônio.
A vida de Annie está uma bagunça. Mas quando ela descobre que a melhor amiga de toda sua vida está noiva, ela simplesmente tem que ser a madrinha de Lillian. Apesar de estar apaixonada e sem dinheiro, Annie segue fingindo durante rituais caros e bizarros. Com uma única chance de conseguir que tudo seja perfeito, ela irá mostrar para Lillian e para suas damas de honra o quão longe se pode ir por alguém que se ama. 









Os próximos livros não foram lançados no Brasil. Dessa maneira, não li nenhum deles, porém assisti a todos os filmes e adorei!
Minha ideia era a de encontrar  apenas livros com títulos em português, mas não consegui lembrar de mais nenhum além desses já colocados aqui. Assim, para deixar o post mais completo, achei que seria interessante, também, colocar alguns livros em inglês!




Just My Luck

Sorte no Amor, estrelado por Lindsay Lohan e Chris Pine é ótimo! Além de ser apaixonada pelo mocinho, o filme é realmente hilário, a ponto de ter feito meu irmão quatro anos mais velho do que eu ter assistido comigo, não ter morrido de tédio e, ainda por cima, ter achado o filme divertido.
Quanto ao livro, apesar da capa divertida, acredito que seja um drama e não um chick-lit. Porém, como há um filme do gênero homônimo, achei que valeria a pena colocá-lo aqui. Não coloquei a sinopse completa, porque ela era muito longa. Deixarei o link para quem quiser conferi-la!
Há, também, um livro feito baseado no filme! 




Hoje não é um dia qualquer para Lanita Lightfoot, de 38 anos. Hoje representa a culminação dos anos de esforço e sacrifício. Hoje ela se forma na faculdade. Mas, primeiro, o marido de Lanita a presenteia com um dia de princesa em um salão de beleza em Los Angeles, onde ela divide sua história com a equipe e outros clientes - e que história...
Autora do best-seller "The Night Before Thirty", Tajuana "TJ" Butler nos oferece um de seus personagens mais ricamente imaginados, complexos e amados, e mergulha no vazio em que muitas mulheres passam sua vida tentando preencer: aquele deixado pela ausência de um pai.

Confira a sinopse completa em inglês aqui.


 Ashley Allbright (Lindsay Lohan) é a mulher mais sortuda do mundo, uma pessoa para quem todas as coisas boas da vida vieram de modo muito fácil. Ela pode escolher um bilhete de loteria por acaso e conseguir ganhar o prêmio. Em Nova York, a cidade mais agitada do mundo, Ashley nunca tem que esperar por um táxi. E ela tem um emprego excelente como a responsável por contas de uma firma de relações públicas de prestígio. Tudo acontece do jeito que Ashley quer. E agora, ela acaba de receber uma grande chance de avançar em sua carreira: ela deve planejar um baile de máscaras no centro de Manhattan para o magnata da indústria fonográfica Damon Philips (Faizon Love) e para a empresa dele.


Livro baseado no filme





Love Happens


Nesse caso, o livro é um chick-lit, enquanto O Amor Acontece é um romance, não uma comédia romântica.
É um filme bonito, mas que considero mediano. Bom para se passar o tempo!







No terceiro aniversário de casamento de Ruth e Emerson, ela espera que seu marido produtor de filmes esteja sozinho. Quando ela decide surpreendê-lo no set de filmages, ela o encontra com Selma Rodriguez, a diretora de arte, efetivamente acabando com seu casamento.
Ao voltar para a Irlanda para juntar os pedaços de seu coração, ela faz amizade com Kevin, seu vizinho, pai solteiro, gentil, confiável, mas - ah -, tão maçante na cama...


Confira a sinopse em inglês aqui.



 O viúvo Burke Ryan (Eckhart) escreveu um livro sobre como lidar com perdas e como se tornou um Best-seller, ele se transformou num guru da autoajuda. Numa viagem de negócios a Seattle, ele conhece Eloise (Aniston) e se apaixona por ela. Eloise assiste ao seminário de Ryan e consegue compreender que na verdade ele não conseguiu ainda enfrentar a morte da esposa.










Serendipity


Sou totalmente apaixonada por Escrito nas Estrelas! Assistam!!
O livro me pareceu engraçado, porém, fiquei um pouco confusa quanto à sinopse. Recomendo a vocês que leiam a versão original porque não estou confiando muito em minha tradução...









Uma história quente e divertida sobre a luta de uma corajosa mulher para evitar o amor.
Melhores amigos, Hero e Sunday estão passando o feriado em Nova York quando Sunday convence o, geralmente, conservador Hero a vestir uma peruca vermelha e transformar-se em Lola, uma trapezista.



Confira a sinopse em inglês aqui.


 Em um apressado dia de compras no inverno de 1990, Jonathan Trager (John Cusack) conhece Sara Thomas (Kate Beckinsale). Dois estranhos no meio da massa em NY, seus caminhos se cruzam em um feriado, sendo que logo sentem entre eles uma atração mútua. Apesar do fato de ambos estarem envolvidos em outras relações, Jonathan e Sara passam a noite andando por Manhattan. Quando a noite chega ao fim, os dois são forçados a determinar algo como seu próximo passo. Quando Jonathan sugere uma troca de telefones, Sara rejeita e propõe uma idéia que dará ao destino o controle de seu futuro. Se eles tiverem que ficar juntos, ela diz a ele, eles encontrarão o caminho de volta para a vida um do outro.





Friends With Benefits


Dos casos em inglês, o único no qual tanto o filme quanto o livro são comédias românticas.
Esse é mais um dos filmes que recomendo fortemente! Extremamente fofo e hilário!









Natalie York está cansada de relacionamentos. C-A-N-S-A-D-A. Depois de seu último amor dar em cima de sua melhor amiga, ela se cansou de fazer os jogos amorosos e ter seu coração partido. De agora em diante, ela manterá, apenas, relacionamentos casuais.
Quando Nat encontra seu sexy vizinho, Aidan Hart, ela decide que a proposta dele de serem "amigos com benefícios" é perfeita. Porém, a perfeição se acaba quando seu ex se revela, aos poucos, ser um perseguidor insano e, ainda pior, que seu plano de manter seu coração trancado não está funcionando exatamente como ela planejara...
De qualquer forma, ela está certa de que essa não será um jornada fácil.





Confira a sinopse em inglês aqui.



'Amizade Colorida' acompanha uma caça-talentos e um jovem talentoso, que começam a trabalhar juntos e acabam se tornando ótimos amigos. Quando o relacionamento avança e começa a ficar mais íntimo, as coisas se complicam. Eles tentam amenizar a situação impondo uma regra: tudo não passa de atração física e qualquer emoção deverá ser deixada de lado. Mas, será que funciona impor regras ao coração?






Portanto, se encontrarem alguns dos livros por ai, não se enganem: infelizmente, não foram eles que basearam esses filmes.


Beijos a todos!









10 comentários:

  1. Oi Mi*
    Sabe, quando saiu o livro "Dizem por aí" eu fiquei louk para ler, ainda não comprei e nem o li.
    Um certo dia eu estava zapiando entre os canais da net e me deparo com o filme no comecinho "Dizem por aí" e eu achei que era o do livro, conforme o filme foi se desenrolando eu vi que não combinava com a sinopse e ni fim acabei não assistindo até o fim!
    Adorei a ideia do pot!!

    Bjinhs Meninas Pah e Mi*

    ResponderExcluir
  2. Confuso, imagina se ver o filme e ir fazer a resenha do livro, como alguns fazem?!

    Amei a postagem!

    beijos
    Bacci!
    Blanc - Modaeeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o post amei!
    boa ideia!
    eu já vi muitos filmes dos quais citou mas nem tinha percebido que existia livros de mesmo nome. O unico que aprestei atenção e fui bem sucedida foi Orgulho e preconceito
    bjs
    http://leituradeouro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Amei a ideia Mi.
    Dos que estão aí, o que realmente não consigo condicionar o cérebro é o "Dizem por aí.." a capa me remete um pouco ao filme, não sei porque.

    Sobre Missão Madrinha de Casamento, eu particularmente não curti não. Achei bobo e muito forçado. Não que não ri, mas teria passado sem ver. Não entendi porque tanta gente gostou. Meu noivo disse o mesmo.


    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Meninas, eu já tinha reparado em livros/filmes assim, mas não sabia que eram tantos!
    Adorei o post, a maioria dos filmes eu já assisti, mas não posso dizer o mesmo dos livros ;x

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. adorei o post! já aconteceu isto comigo várias vezes! :(

    ResponderExcluir
  7. Pior que isso acontece mesmo... Eu já me confundi com "Quando em Roma". Assisti ao finalzinho do filme e estava crente de que a história era a mesma do livro. Pelo que eu me lembro, foi até você, Mi, quem me deu um toque amigo de que não eram iguais. hahaha
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Me senti tão útil por ter ajudado sem saber! rsrs. Ficou super legal o post Mi *-*
    O filme Quando em Roma é bem legalzinho mesmo, o livro eu nunca tinha visto por isso achei que era o mesmo!
    Dizem por ai eu já assisti o filme, mas não lembro direito, rsrs. E o livro eu tenho mas ainda não li!
    Eu adoro o filme Sorte no Amor, ia ser legal se tivesse o livro! haha. E Amizade Colorida também, muito bom!

    Beeijos,
    Flávia. { http://pequenascoisaas.blogspot.com.br/ }

    ResponderExcluir
  9. Eu achei esse post um dos mais interessantes que li esses tempos, porque eu já me confundi milhares de vezes com os nomes, ainda mais quando o livro tem o mesmo nome de um filme, porque dai dá aquele nó na cabeça e é necessário pra pesquisar e saber qual que é qual e se realmente tem alguma coisa a ver. Parabéns pela criatividade dos posts e os assuntos que aborda.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  10. Acho só que o primeiro que imagina ser o mesma historia filme e livro,legal tb conhecer os filmes e livros com o mesmo titulo mas com historias diferente.

    ResponderExcluir