janeiro 14, 2013

[Resenha] Sempre – Maggie Stiefvater

Sempre é o final da
amável trilogia de Maggie Stiefvater, Os Lobos de Mercy Falls. Desta vez, os
riscos estão maiores do que nunca: enquanto o pai de Isabel planeja acabar com
todos os lobos de uma vez por todas, Sam e Isabel procuram por maneiras de
salvar a matilha, e Cole corre em busca de uma cura para Grace. Porém a peça
central da série é o romance — entre Sam e Grace, claro, e entre Cole e Isabel
— e a escrita brilhante e pungente de Maggie não desaponta. Sam e Grace roubam
momentos doces e de tirar o fôlego juntos, durante o período das imprevisíveis
transformações de Grace, e Cole e Isabel lutam para derreter o interior frio um
do outro. Os leitores irão se derreter também, e encontrarão um satisfatório,
porém não tão perfeito, final.
Jovem Adulto|| 376 Páginas || Skoob || Resenha da Kamila Mendes
Essa é
mais uma resenha na qual optei por não escrever muito a fim de evitar o risco
de spoilers. Para quem não sabe, ‘Sempre
se trata do último livro da minha amada série Os lobos de Mercy Falls e como fã da saga, posso dizer que a espera
de anos por esse livro valeu a pena. (Saiba mais sobre a série AQUI,
na resenha do primeiro livro da mesma).
*Pule esse parágrafo se você
ainda não leu os outros livros da trilogia*.
‘Sempre’ responde algumas questões que ficaram rondando a cabeça dos fãs sobre o
casal Grace e Sam. Em ‘Espera’,
segundo livro da saga, vemos a agonia de Grace, e em ‘Sempre’ essa agonia é presente nos conflitos de Sam. O pai de
Isabel consegue um mandado judicial para caçar e eliminar os lobos, fazendo com
que Izabel, Cole e Sam tentem arranjar uma forma de impedir essa caçada. Tudo
isso enquanto Grace luta para se manter consciente e para estabelecer uma
relação pacífica com seus pais.

A
narrativa do último livro da trilogia firmou minha admiração pela escrita
suave, descritiva, e pessoal de Maggie Stiefvater. A autora me conquistou com o
primeiro livro da saga, Calafrio, que
apresenta um romance simples, sem melodramas e com um baita desafio. A saga não é focada em seres sobrenaturais. Maggie
criou um universo em que se tornar lobo é uma doença transmitida pela saliva e
em ‘Sempre’ entendemos como funciona essa enfermidade e acompanhamos a luta de
Cole, roqueiro conhecido, mas com sérias tendências suicidas que escondem um
coração sensível e uma inteligência brutal, em busca de uma cura.
Maggie
fecha um ciclo amarrando todas as pontas. Firmando Sam e Grace como um casal
fora do comum no mundo literário, onde estamos acostumados com amores
avassaladores. O romance deles é calmo e flui como um rio. Há respeito entre
eles, de forma que não impõem sua vontade um ao outro, muito ao contrário, eles
se completam. Izabel continua confusa, mas dessa vez conseguimos entender seus
motivos: patricinha, filha de um mega advogado, mimada e cheia de vontades, a
única coisa que realmente deseja é ser amada e ser uma pessoa melhor. É dela e
de Cole os momentos mais marcantes e cheios de uma sinceridade cruel presentes
no livro.
Na
realidade, no meu ponto de vista extremamente suspeito, ‘Sempre’ aborda mais sobre as relações humanas, do que sobre algo
sobrenatural. Descrevendo sobre o desenrolar da relação dos pais de Grace com
Sam, e a aceitação dos pais de Grace com a nova vida da filha (como adulta). Sem
comentar sobre as descobertas pessoais que envolvem Cole e Izabel. No geral, ‘Sempre’ é um final digno para uma série
amável.
Capas
pelo mundo:
  


confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

9 Comentários

  • Aline Romaneli
    14 junho, 2013

    Essa série é fora de série !! um livro muito bem narrado, sem muita melação, muito pelo contrario, nos incita a ler mais e mais até descobrir o mistério que ronda Mercy Falls. E no fim do segundo livro o desejo de ler o ultimo é crucial!! por se tratar de uma literatura adolescente concluo que essa trilogia é muito melhor que Crepúsculo. (na minha opinião)

  • Flavia Oliveira
    18 março, 2013

    Essa Série é ótima .. já chorei muito lendo é lindo, recomendo muito!

  • Luciana Curvello
    16 janeiro, 2013

    Olá,

    Parece uma série bem bacana.
    Gostei bastante da resenha.
    Espero sua visita.

    http://vergostarler.blogspot.com.br/

    Bjos
    Lu

  • Anônimo
    16 janeiro, 2013

    Acho tão linda as capas dessa série…quem sabe um dia eu não compre todas e confira. 🙂

  • VANESSAANGELQ
    15 janeiro, 2013

    Adoro a série Os lobos de Mercy Falls.Ainda não li este último livro,na expectativa para ler.
    Nossa as capas são bonitas e criativas!

  • Mirelle Candeloro
    15 janeiro, 2013

    Amei a resenha, não conhecia essa série.. fiquei louca de vontade de ler.
    Bjs, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Kamila Mendes
    14 janeiro, 2013

    Oi Rayme, oi Lú…nossa capa é linda mesmo, mas concordo com a Rayme, a terceira capa é linda de morrer…e a saga é muito fofa…eu gosto mais do primeiro (Calafrio) e do terceiro livro (Sempre)…o segundo é um pouco tedioso pra mim, mas a série é perfeita ^^

    Obrigada pelo elogio Lú *-*

  • Lú Miranda
    14 janeiro, 2013

    Essa série deve ser ótima, a capa é invejável, e como sempre, sua resenha está perfeita.

    clicandolivros.blogspot.com

  • Rayme
    14 janeiro, 2013

    conheci a serie através de você, e tenho muita vontade de ler ela… parece ser incrível *-*
    a nossa capa é linda, mas gostei mais ainda da 3°, por ser mais colorida 😛