Destaques

Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

março 30, 2013

Minha Caixinha de Correio #48

Por Paola Aleksandra

Boa Tarde galera, tudo bem? Demorou, mas saiu: Hoje é dia de caixinha de correio! Confiram:

março 28, 2013

Fuxicando Sobre Chick-Lits: Desafio de Março - Do Seu Lado, Fernanda Saads

Por Aione Simões


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.




Oi gente linda que por aqui passa!

Hoje é dia de prestar contas sobre o Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits de março!
Sendo esse o mês da mulher (aliás, parabéns para todas as leitoras e para a equipe linda do Livros & Fuxicos!), propus como tema para o desafio do mês escolher um livro cuja protagonista fosse uma mulher independente.
Dizendo isso, praticamente deixei o tema livre para que fosse escolhido qualquer chick-lit, já que a maioria de suas protagonistas assim são. Com "independente", quis dizer uma mulher dona de sua própria vida e de suas escolhas, tomando as rédeas de sua situação. Ou seja, como a maioria das protagonistas dos chick-lits!

Assim, optei pela leitura do nacional Do Seu Lado, de Fernanda Saads, no qual conhecemos a arquiteta Sarah!
Confiram abaixo a minha opinião!

março 27, 2013

[Fuxico do Mês] O tal do New Adult

Por Paola Aleksandra


'Fuxico do Mês’ é uma coluna mensal voltada para um gênero literário específico. Nela, divagamos sobre o conceito de tal classe, os futuros lançamentos que ela engloba, e recomendamos leituras para aqueles que querem conhecer mais sobre essa subclasse.  

Sem dúvidas você já leu em algum lugar o termo ‘New Adult’. Até mesmo aqui no blog, por exemplo, vocês acompanharam várias resenhas de livros dessa classe literária nos últimos dois meses, e o fato é que atualmente esse gênero literário está em ascensão, popularizando-se entre os leitores de todo o mundo, principalmente entre o público jovem norte-americano, que caiu de amores por essa classe literária. No Brasil ainda estamos acompanhando uma sinuosa disseminação da categoria, contudo, levando-se em conta os futuros lançamentos editoriais que teremos por aqui, não demorará muito para que a classe se difunda entre os leitores brasileiros.  
 O que é New Adult?

New Adult’ é uma terminologia proposta pela primeira vez em 2009 pela editora  St. Martin's Press, que a utilizou para definir uma nova categoria de ficção para jovens adultos. O interesse da editora era abordar o período da ‘maior idade’, buscando histórias sobre jovens que são legalmente adultos, mas que ainda estão encontrando seu caminho na construção de uma vida adulta, ou seja, que procuram descobrir o real significado de ser um adulto.

março 26, 2013

[Resenha] Ler, Viver e Amar - Jennifer Kaufman, Karen Mack

Por Paola Aleksandra

Dora cura a sua tristeza lendo - às vezes por dias consecutivos. Separada pela segunda vez, sua vida se resume a ficar na banheira com vinho e livros - de Tolstoi a Mark Twain, de Flaubert a Jane Austen. Best-seller e livro cult na Costa Oeste americana mostra como a boa literatura pode ser reconfortante e um chave contra os momentos mais difíceis da vida. Tudo isso tendo como cenário a luxuosa Los Angeles, suas lojas, paisagens e ruas que moram no imaginário dos amantes de cinema e dos seriados de TV. “O telefone tocou. - Já pode falar? - Era o Fred. Ele é lindo. Engraçado. Fácil de levar. Eu rio. Ele ri. Ele quer me ver... Hoje à noite. Um encontro de verdade em uma espelunca onde se toca jazz com, espero, algum tipo de bebida alcoólica. Parece divertido. Bem, como disse uma vez Edith Wharton, "se apenas parássemos de tentar ser felizes, nós poderíamos nos divertir um bocado".”
Chick-Lit (Com conteúdo adulto) || 320 Páginas || Casa das Palavras|| Skoob || Compare & Compre || Classificação: 4/5
É fato que para os amantes de livros toda a obra que envolve o universo literário é um deleite para os olhos. Só de imaginar a união de duas grandes paixões, a leitura e a mágica existente em cada página de um livro, ficamos entorpecidos pela curiosidade, ansiosos por mergulhar em um mundo novo que traduza em palavras, ou pelo menos tente, o amor que nutrimos pelos livros. Foi esse encanto que me levou a ler o romance ‘Ler, viver e Amar’; como uma leitora assídua é assim que levo a minha vida, vivendo cada dia a base de fé, amor e livros, então, como não se identificar com uma mulher apaixonada pela literatura, que além de apreciar cada obra de forma única, encontra nos livros um consolo e abrigo conhecido e utilizado apenas pelos mais apaixonados leitores?  
"Tenho essa fantasia sobre um clube do livro em minha mente, onde outras pessoas se sentem tão apaixonadas como eu me sinto com relação à leitura. Como se fosse um beijo realmente bom. O prazer diáfano e a intimidade de ter um relacionamento com um romancista e todas as personagens é transcendental - até mesmo sensual. Determinadas passagens continuam repercutindo em minha cabeça muito tempo depois que já fechei o livro, e muitas vezes mal consigo esperar para voltar à história, como se fosse um amante secreto."

março 25, 2013

[Resenha] A Marca de uma Lágrima – Pedro Bandeira

Por Paola Aleksandra


Isabel (personagem principal) acaba escrevendo lindos versos para ajudar o namoro de Rosana, sua melhor amiga, com Cristiano, seu grande amor. A morte da diretora da escola vem alterar sua vida e precipitar os acontecimentos. Isabel foi testemunha de uma cena muito suspeita e se sente ameaçada. A ideia da morte começa a tomar conta de seu cérebro, enquanto seu coração se despedaça pelo amor de Cristiano.
Romance || 176 Páginas || Editora Moderna || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || Classificação: 5/5
Isabel é uma menina de 14 anos como outra qualquer passando pelos conflitos adolescentes naturais desse período (insatisfação com seu próprio corpo e problemas familiares). Sua vida seria só mais um na escala de tédio da rotina adolescente se não tivesse sido convidada para participar da festa de aniversário de seu primo, Cristiano. A partir desse momento a vida de Isabel vira de ponta cabeça. A menina se vê encantada por um primo que não via há anos e mergulha em um conflito interno (mais um para ser exata): sua melhor amiga Rosana começa a namorar seu belo primo.
“Ah, tormento que eu não posso confessar...
O que eu escrevo é a verdade, eu não minto,
eu declaro tudo aquilo que eu sinto,
e é a outra que teus lábios vão beijar...

março 22, 2013

Círculo vicioso: Livros que falam de Livros

Por Paola Aleksandra


Todos nós sabemos que a leitura derruba fronteiras, transportando os leitores para mundos, épocas e sociedades distintas. Cada palavra lida é uma revelação não apenas sobre o cenário criado, mas também sobre a alma do escritor, seus gostos, preferências e experiências, fator que nos faz compreender com exatidão que a leitura é um processo continuo de comunicação atemporal. Afinal esse é o charme das palavras, sua imortalidade, graças a elas os livros são, antes de qualquer coisa, fontes genuínas de diálogos culturais, que apresentam emoções, situações e reflexões de um homem, o bem-aventurado escritor, para milhares de leitores espalhados pelos quatro cantos do mundo.
Imagine-se em uma época distinta, absorvendo as diferenças culturais e governamentais, ou até mesmo os detalhes como o vestuário, os alimentos e a fauna exótica ao seu redor. - Antes de falar sobre o que seus olhos veem, é preciso interpretar tal cenário, sentir na pele para onde ele te leva, até onde sua imaginação vai, não é mesmo? Se pensar sobre isso é enriquecedor, imagine então escrever sobre tantos detalhes, o quão gigantesco deve ser absorver o mundo ao seu redor, ou interpretar um universo novo criado por sua imaginação, para então transformá-lo em palavras a fim de compartilhar essas informações com a sociedade. Essa é a mágica de escrever, descodificar imagens aleatórias em palavras, transformando-as em um retrato que não se desbota, não se perde, e muito menos deixa de ter sentido com o tempo. 

março 20, 2013

[Resenha] Alma? - Gail Carriger

Por Paola Aleksandra

Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta. E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido. Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?
Steampunk¹ (Com conteúdo adulto) || 308 Páginas || Cortesia Editora Valentina|| Skoob || Compare & Compre || Classificação: 5/5 (Favorito)
Alma?’ é o primeiro volume da série O Protetorado da Sombrinha, que nos apresenta a protagonista Alexia Tarabotti e suas inusitadas aventuras em um cenário Londrino Steampunk¹. Nos Estados Unidos a saga já conta com cinco livros publicados: Soulless (Parasol Protectorate, #1); Changeless (Parasol Protectorate, #2); Blameless (Parasol Protectorate, #3); Heartless (The Parasol Protectorate, #4); e Timeless (Parasol Protectorate, #5).  E no Brasil, a boa notícia é que a Editora Valentina já divulgou que o próximo volume da série (Changeless), será lançado no segundo semestre desse ano. Definiríamos tal obra como um romance adulto, sobrenatural ou histórico? Ou ainda como uma aventura atemporal? Que tal o considerarmos como um pouco de tudo isso? Graças à capacidade peculiar da autora de unir vários gêneros literários em um único livro, nos deparamos com algo exclusivo, inusitado e incapaz de ser rotulado, o que por si só, dá sentido ao sucesso alcançado pela trama entre leitores de todo o mundo. Imagine vestidos longos e suas anquinhas, convenções sociais tipicamente inglesas regradas a chás e bolos, uma protagonista inteligente e com um senso de humor irônico contagiante, e uma sociedade em que vampiros, lobisomens e fantasmas são totalmente conhecidos pelos humanos; pois bem, esse é o envolvente cenário do romance ‘Alma?’.
“- Não quero me precipitar agora. Você é inexplicavelmente tentadora. Ela anuiu, batendo com suavidade na cabeça dele. – O sentimento é mútuo, (...). Para não dizer inesperado”.

março 19, 2013

[Fuxico] Enganada por uma capa #4

Por Paola Aleksandra

“Coluna em que mostro diferentes livros pelo mundo que utilizam imagens iguais (ou semelhantes), com o intuito de divertir e surpreender o leitor com tais paridades. Veja mais AQUI”. 


Olá galera, tudo bem? Sentiram falta da coluna ‘Enganada por uma capa’? Navegando ao acaso pela internet encontrei – novamente, várias capas que me pregaram uma boa peça. Como bem sabemos antes do nome do autor e até mesmo do título da obra, marcamos a capa do livro; elemento que exatamente por esse motivo nos estimula à compra impulsiva de algumas obras. O fato é que o sentido visual quando associado a memória fotográfica é inteligente o suficiente para unificar a capa de um livro com seu conteúdo, assim sempre que vemos tal ilustração nos recordamos da experiência que tivemos ao desfrutar dessa leitura. Contudo, e quando encontramos obras distintas com a mesma imagem na capa? É nesse momento que nosso cérebro nos prega uma peça, de forma que inicialmente as semelhanças são tão fortes, que é quase impossível acreditar que tratamos de livros distintos. Sendo assim, confiram as últimas artimanhas causadas pelo ‘espertinho do meu cérebro’:
Vocês sabem o quanto AMO romances históricos, não é mesmo? Constantemente fico por aí, navegando pelas livrarias online em busca de novos livros do gênero, e foi em um desses passeios virtuais que me deparei com essa capa linda do romance ‘Ligeiramente Casados’. Ainda não li nada dessa autora, mas já comprei um livro dela e logo pretendo lê-lo, e foi por esse motivo, por já conhecer um pouco sobre o seu trabalho que me dei conta que já havia visto essa capa na edição americana de um romance histórico, uma edição que eu JURAVA que representava a capa original da obra, mas claro, tratava-se de uma obra diferente, um romance histórico também, mas de outra ótima autora do gênero. Acho que nem mesmo as grandes autoras e editoras estão imunes a tais casos de paridade, imagine então meu pobre cérebro? Como não se confundir?

 

março 18, 2013

[Resenha] White Trash Beautiful - Teresa Mummert

Por Paola Aleksandra

“Eu não sou ingênua. Eu sei que não existe o ‘felizes para sempre’. Meu cavaleiro de armadura brilhante pegou o desvio da estrada até parar neste buraco de merda esquecido por Deus. Eu fiz as pazes com isto. Mas não significa que eu vou ser capacho para cada grosseria e arrogância que me fizerem neste buraco”. Cass vive uma vida deprimente em um pequeno parque de trailers em Eddington, Geórgia, com sua mãe e seu namorado abusivo Jackson. Ela trabalha duro para mal sobreviver. Mas tudo muda quando Tucker White, o vocalista da banda Damaged, entra em sua lanchonete. Ele tenta mostrar-lhe que há mais na vida do que a forma com a qual ela foi tratada, mas Cass logo descobre que estar com Tucker vai ter um preço muito alto. (Tradução Livre)
New Adult || 152 Páginas || Auto Publicado || Skoob || Compre na Amazon || Classificação: 4/5 (Favorito)
White Trash Beautiful’ da autora Teresa Mummert é o livro inicial da trilogia White Trash, que terá seu segundo volume, intitulado White Trash Damaged, publicado nos Estados Unidos em Janeiro de 2014. Tal obra chegou a compor a lista dos ‘New Adults’ mais lidos da Amazon, e depois de ver infinitos comentários positivos a respeito da escrita da autora fiquei, no mínimo, extremamente curiosa para conhecer um de seus trabalhos. Como o próprio gênero promete, o livro é carregado de drama social e emocional. Nossa protagonista leva uma vida de dor, abuso e falta de esperança, e consumidos por suas agonias somos tragados para um universo (não tão distante de nossa realidade), em que o consumo de drogas, a falta de perspectiva financeira e a violência física não só macularam todas as lembranças boas da jovem Cass, como também tiraram dela qualquer possibilidade de um futuro melhor.
“Ele me ignorou e apertou o cinto em torno de seu braço. Eu enrolei minhas mãos em punhos apertados e saí do trailer, batendo a frágil porta atrás de mim. Minha mente em todas as outras meninas da minha idade que estavam apenas se formando na faculdade, vivendo uma vida perfeita. Eu não iria permitir-me a olhar por cima do meu ombro para o trailer de novo. Eu não precisava de um lembrete do que eu era”.

março 15, 2013

"O Moderno e Fantástico mundo de Oz"

Por Paola Aleksandra

 

A simples menção do título ‘Oz’ nos faz recordar, quase que imediatamente, do conto The Wonderful Wizard of Oz do autor L. Frank Baum, que narra a aventura da pequena Dorothy pelo mundo fantástico de Oz. Sendo assim, é de se esperar que imaginemos que o filme Oz mágico e poderoso não passe de uma adaptação moderna dessa história clássica. Contudo, para a minha surpresa, nesse longa-metragem não nos reencontramos com Dorothy e seu cãozinho Totó; dessa vez é o mágico Oscar o responsável por livrar a terra de Oz do domínio abusivo da bruxa má, o que seria muito bonito se além de ilusionista, ele realmente fosse o tipo de pessoa que se preocupa com mais do que o seu próprio umbigo.
Focada na busca por semelhanças entre a história original e a adaptação da Disney, percebi que além de manter o enredo básico da trama, os roteiristas também apresentaram pequenas citações de elementos tradicionais do conto, como por exemplo, a aparição discreta de um leão, a pequena participação de homens de lata e espantalhos, e o forte vínculo criado por Oscar e seu mais novo amigo Finley, o ‘macaco alado’. Tais elementos são suficientes para dar ao filme o que a história de L. Frank Baum tem de melhor, o espírito de amizade e de companheirismo, além de um bem vindo clima de ação e aventura. 

março 14, 2013

Fuxicando Sobre Chick-Lits: Gemma Townley

Por Aione Simões


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.




Biografia


Gemma Townley começou sua carreira de escritora aos 16 anos com uma resenha de um livro na revista Harpers & Queen. Frequentou a Reading Univerity, onde também era cantora, violoncelista e baixista, tendo encontrado tempo para gravar dois álbuns com sua banda Blueboy, que chegou a fazer tours pelo Reino Unido, França e Japão.
Ainda em sua vida acadêmica, Gemma ficou chocada com o jornal periódico oficial da universidade, o Spark, e acabou fundando um periódico rival, o Spank (que significa "espancar"), com a intenção de satirizar o oficial. Ela o editou por um ano antes de assumir como editora assistente do próprio Spark e editora de recursos do South-East Student,
Depois de formada, ela trabalhou e contribuiu com diversas revistas, dentre elas Homes and Ideas, Pay Magazine, Expat Investor Company. Futuramente, tornou-se editora na Financial Management.

março 13, 2013

[Autor do Mês] Bella Andre e seus Romances

Por Paola Aleksandra

Coluna do blog Livros & Fuxicos feita para homenagear um autor por mês; Falando de sua história de vida, de suas obras e de curiosidades a respeito de seu trabalho. Interligando o autor escolhido com outros posts no decorrer do mês.

Bella Andre, nascida no estado da Califórnia nos Estados Unidos - região em que vive atualmente com seu marido e filhos -, é formada em Economia pela Universidade de Stanford, já na trabalhou como diretora de marketing e ingressou na carreira de escritora como uma autora autopublicada, ou seja, uma escritora que lançava e distribuía seus romances sem o apoio de nenhuma editora (Mas qual é o autor que não inicia sua carreira dessa forma?). Por aqui é conhecida pela série ‘Os Sullivans’, lançada pela Editora Novo Conceito, mas sua carreira vai além de tal saga familiar,  possuindo ao todo cerca de 20 romances já publicados. Já vendeu mais de 1,5 milhões de livros, teve suas obras traduzidas para diversos idiomas, figurou listas como o Top 5 da Amazon, Apple Barnes & Noble e Kobo, e apareceu na lista de autores Best-seller do New York.
Gosta de: Boas leituras; caminhadas; natação; música (outro fator fortemente presente em seus romances); e passar um tempo em uma cabana de 100 anos no Adirondacks (formação geológica localizada no nordeste de Nova York). Seus romances já publicados são:

março 12, 2013

[Resenha] O Príncipe da Névoa - Carlos Ruiz Zafón

Por Paola Aleksandra

Sinopse: A nova casa dos Carver é cercada por mistério. Ela ainda respira o espírito de Jacob, filho dos ex-proprietários, que se afogou. As estranhas circunstâncias de sua morte só começam a se esclarecer com o aparecimento de um personagem do mal - o Príncipe da Névoa, capaz de conceder qualquer desejo de uma pessoa, a um alto preço.
Romance Juvenil || 184 Páginas || Skoob || Cortesia Suma de Letras|| Compare & Compre || Classificação: 4/5
O Príncipe da Névoa, primeiro romance publicado pelo autor Carlos Ruiz Zafón, faz parte da trilogia da Névoa, composta também pelos livros El Palacio de la Medinoche e  Las Luces de Semptiembre. Para os fãs do autor a boa notícia é que tais obras, segundo informações publicadas pela editora Suma de Letras, logo serão traduzidas e lançadas no Brasil. Ao lado do livro Marina, estes romances compõem a gama de obras de autoria do Zafón que focam o publico ‘jovem adulto’ e que exatamente por esse motivo, dão asas a imaginação do leitor, mesclando em sua narrativa o real com o sobrenatural. Para quem não viu, Zafón foi o autor homenageado do mês de Fevereiro aqui no blog, então clique aqui para conhecer mais sobre suas publicações.
“(...) Estava escondido nas sombras, esperando, sem pressa, que alguma força o trouxesse de volta ao mundo dos vivos. E nada tem tanta força quanto uma promessa...”.

março 11, 2013

[Resenha] A Menina Que Fazia Nevar - Grace McCleen

Por Paola Aleksandra

Todos os dias se parecem na vida que Judith McPherson leva ao lado do pai. Eles têm uma rotina simples e reclusa, numa casa repleta de lembranças da mãe que ela nunca conheceu, e as únicas pessoas com quem convivem são os fiéis da igreja cristã a que pertencem. Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. Basta acreditar que a Terra Gloriosa, como ela chama sua maquete, é realmente o paraíso prometido onde um dia vai viver ao lado da mãe. Aos dez anos, Judith vê o mundo com os olhos da fé, e onde os outros veem mero lixo, ela identifica sinais divinos e uma possibilidade de criar. Assim, constrói bonecos de pano e inventa para eles histórias felizes na Terra Gloriosa. O que nem Judith poderia imaginar é que talvez seu brinquedo seja mais do que uma simples maquete. Pelo menos é o que parece quando ela cobre a Terra Gloriosa de espuma de barbear e a cidade aparece coberta de neve na manhã seguinte. Um pequeno milagre, é assim que ela interpreta esse e outros sinais parecidos. Tão pequeno que muitas pessoas poderiam pensar que não passa de coincidência, mas Judith sabe que milagres nem sempre são grandes, e que reconhecê-los é um dom de poucas pessoas. Longe de ser benéfico, no entanto, esse poder traz consigo uma grande responsabilidade. Afinal, seria certo usar a Terra Gloriosa para se vingar de Neil Lewis, o colega que a maltrata todos os dias na escola? 
Romance || 312 Páginas || Cortesia Editora Paralela || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || 1º Capítulo || Classificação: 5/5
Essa não é uma resenha longa, nem abarrotada de opiniões. Na realidade, é mais um texto apreciativo sobre uma obra que faz o leitor rever alguns conceitos e se questionar no que acredita de fato. De forma que a pergunta que permeia a obra é ‘-você acredita em milagres?’.
"A fé é um salto: você está aqui, a coisa que você quer está lá. Há um espaço entre você e ela. Você só tem que saltar. Andar sobre as águas, mover montanhas e trazer os mortos de volta à vida não é difícil. Você dá o primeiro passo e o pior já passou, você dá o segundo e já está na metade do caminho".

março 08, 2013

[Resenha + Promoção] Não Posso me Apaixonar - Bella Andre

Por Paola Aleksandra

Gabe Sullivan é um bombeiro de São Francisco que arrisca sua vida todos os dias. E sabe, por experiência própria, que não deve se envolver com as vítimas de incêndios. Megan Harris admite que deve tudo ao heroico bombeiro que entrou no prédio em chamas para salvar sua filha de sete anos. Ela lhe deve tudo, exceto seu coração, pois, após perder o marido, cinco anos antes, jurara nunca mais sofrer por amor e pela perda. Contudo, quando Gabe e Megan se reencontram e as chamas incontroláveis do desejo se acendem, como ele poderia ignorar a coragem, a determinação e a beleza dela? E como ela poderia negar não apenas o forte vínculo de Gabe com sua filha, mas também a maneira como seus beijos carinhosamente sensuais a induziam a colocar em risco tudo o que manteve por tanto tempo? A atração entre Gabe e Megan é irresistível, e se ambos não forem cuidadosos, correm o risco de se apaixonar.
Romance Adulto || 304 Páginas || Skoob || Cortesia Editora Novo Conceito || Compare & Compre || Classificação 4/5  
 ‘Não posso me Apaixonar’ é o terceiro volume da série “The Sullivans”, que até o momento conta com praticamente oito livros publicados nos EUA (O oitavo será lançado no dia 25 de Março desse ano). Como já sabemos cada uma dessas obras narra a história de amor de um dos membros dessa grande e complicada família, de forma que no primeiro romance da série, ‘Um olhar de amor, lemos sobre a história de Chase; no segundo, ‘Por um momento apenas’, conhecemos o irmão mais velho entre os Sullivans, o Marcus; e no terceiro, livro supracitado, mergulhamos na história de Gabe. Como característico desse tipo de saga, se analisados particularmente cada um dos livros que compõem a série da Bella Andre possuem início, meio e fim, e por isso, podem ser lidos separadamente. Contudo, existe um encadeado de acontecimentos que interliga estas histórias, tornando a leitura sequencial preferível para o entendimento completo dos livros e, principalmente, para que o leitor não se depare com spoilers referentes aos outros enlaces amorosos da série.
‘-Vocês todos estão perdendo a cabeça’ - o irmão rugiu deitado sobre o gelo, mesmo depois de Gabe ter voltado para a cadeira. ‘-Chase, Marcus. Deveria ter imaginado que você seria o próximo’.

março 06, 2013

[Vem por aí] Novidades Literárias #50

Por Paola Aleksandra

Olá galera, tudo bem? Preparados para as novidades literárias do mês de Março? Tem muita coisa boa vindo por aí, principalmente para aqueles que gostam de literatura ‘jovem adulto’, gênero que prevalece entre os lançamentos nacionais, confiram:
Novidades Nacionais

Garota Exemplar é um livro que promete muito sucesso. Desde o seu lançamento nos EUA só leio comentários positivos a respeito da obra, sem contar que a mesma foi considerada um dos melhores livros do ano de 2012; tantos elogios deixaram minhas expectativas nas alturas, e espero, sinceramente, não me decepcionar com a história. Da Intrínseca também estou de olho no livro O Teorema Katherine, me apaixonei por ‘A culpa é das Estrelas’ e espero me apaixonar da mesma forma por esse lançamento nacional do autor John Green.

março 05, 2013

[Resenha] The Secret of Ella & Micha - Jessica Sorensen

Por Paola Aleksandra

Ella e Micha são melhores amigos desde crianças, mas uma trágica noite acaba com a amizade deles e suas vidas para sempre. Ella costumava quebrar regras. Mas ela deixou tudo para trás quando foi para a faculdade e transformou-se em uma certinha, mantendo tudo em ordem e escondendo todos seus problemas. Mas em suas férias de verão ela retorna para casa. Ella teme que tudo aquilo que trabalhou tão duro para enterrar poderia ressurgir, especialmente com Micha vivendo ao lado. Se Micha tentar seduzir o seu antigo eu, ela sabe que vai ser difícil de resistir. Micha é sexy, inteligente, confiante, e consegue ficar sob a pele de Ella como ninguém pode. Ele sabe tudo sobre ela, inclusive seus segredos mais sombrios. E ele está determinado a trazer sua melhor amiga, e a garota que ele ama de volta, não importa o que custe. (Fonte).
New Adult || 316 Páginas || Hachette Book Group || Skoob || Compre Amazon || Classificação: 5/5 (Favorito)
Ultimamente, a cada nova leitura que faço desse gênero, fico ainda mais apaixonada pelos livros da classe ‘New Adult’. O universo universitário, as dúvidas e medos a respeito do futuro, os questionamentos que giram ao redor de ‘quem ser’ e o ‘que fazer’; é tudo tão envolvente e real que fica difícil não se entregar a esse tipo de história. Compartilhamos os traumas dos personagens, vivenciamos seus medos e dores, e torcemos para que eles encarem o presente com força suficiente para alcançar um final feliz, não no estilo contos de fadas, mas do tipo real e verdadeiro como a vida realmente é. Além disso, esses livros sempre abordam temas polêmicos que nos fazem refletir sobre nossas escolhas, e em “The Secret of Ella & Micha” lemos sobre consumo de drogas, bipolaridade, alcoolismo, tentativas de suicídio, corridas de carro e dramas familiares. Isso tudo sob o ponto de vista de dois jovens que experimentam isso diariamente, e que marcados por tais fatores tentam, cada um a sua maneira, se esconder do mundo.
“— Viu? A velha Ella ainda vive. — Ele sorri arrogante enquanto dirige através do cruzamento. [...]. — Não, ela não vive. Ela se foi para sempre. — Tente tudo o que você quiser, mas eu vou trazê-la de volta. — Ele morde o lábio, focando novamente na rua enquanto ele murmura — Eu não vou deixar que aquela noite destrua você para sempre.”

março 01, 2013

[Resenha em Vídeo] A Seleção - Kiera Cass

Por Paola Aleksandra

Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.
Fantasia Distópica || 368 Páginas || Cortesia Editora Seguinte|| Skoob || Compare & Compre || Classificação: 5/5 (Favorito) ♥ 

“Mas, além das ameaças, eu sentia que só pensar na Seleção já fazia meu coração doer. Não consegui esconder meu sorriso enquanto pensava em todas as razões para permanecer exatamente onde estava.”


Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir