[Resenha] O Presente – Cecelia Ahern

Todos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, tem sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte, e, quando está em casa, com a esposa e os filhos, sua mente está, invariavelmente, em outro lugar. Numa manhã de inverno, Lou encontra Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha. Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça de sapatos Loubotin com o rapaz de sapatos pretos... Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego. Mas logo o executivo arrepende-se de ajudar Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, Gabe lhe fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber... Quando começa a entender quem é realmente Gabe, e o que ele faz em sua vida, o executivo percebe que passará pela mais dura das provações. Esta história é sobre uma pessoa que descobre quem é. Sobre uma pessoa cujo interior é revelado a todos que a estimam. E todos são revelados a ela. No momento certo.
320 Páginas || Cortesia Editora Novo Conceito || Skoob || Compare & Compre|| Classificação: 5/5   Favorito
Nunca um título justificou tão bem uma história. Como um belo presente de natal – daqueles escolhidos a dedo, embrulhados com amor e carinho, e entregue com o mais sincero sorriso nos lábios – a obra da autora Cecelia Ahern encanta, emociona, e marca o leitor de uma maneira única. Desde o início da leitura fica claro que o objetivo da trama é presentear, tanto seus personagens quanto seus leitores, com uma bela lição de vida. Com fatos reais do cotidiano apressado e estressante de nossa atual sociedade, Cecelia Ahern aborda com maestria os verdadeiros valores da vida, nos fazendo refletir sobre prioridades, rotina, ambição, tempo, e principalmente fé: fé no amor, na família, e nos recomeços.  
 “... quando é preciso ter um pouco de fé em alguma coisa, todo mundo fica louco (...). Se milagres tivessem equações químicas, todos acreditariam neles. É decepcionante.”

Sendo o Natal uma época de refletir e se transformar, a história de O Presente não poderia ter melhor pano de fundo: Final de Dezembro, muito próximo do Natal, o grande executivo Lou é tocado pelo espírito natalino e decide perder alguns de seus preciosos minutos para oferecer um café, que já não quer mais, ao mendigo que sempre fica em frente ao prédio em que trabalha. Conversar com esse mendigo e além de tudo se apresentar a ele é algo que não estava nos planos de Lou, porém é como se ele fosse compelido até aquele pedinte de olhar observador chamado Gabe, e em um rompante inexplicável ele decide que dará a ele um emprego, decisão que muda completamente o rumo da vida de Lou. O protagonista dessa história está acostumado a correr de um lugar para outro, a lutar com unhas e dentes por reconhecimento em seu trabalho, em priorizar seu emprego perante sua família, em rodar em suas roupas caras e em seu carro esportivo por aí sem se importar com nada além dos seus planos para o futuro, contudo a chegada de Gabe vai fazê-lo enxergar além de tudo isso, vai fazê-lo olhar para dentro de si mesmo e libertar seus verdadeiros anseios, por mais doloroso que isso seja.
Inusitadamente a obra é escrita como a narração de uma parábola. Existem alguns personagens que não participam diretamente da vida de Lou, mas são eles, por motivos que só vamos compreender tardiamente, que descrevem as experiências do protagonista. Tal forma de conduzir a história é angustiante, pois além de querermos compreender o que aconteceu com Lou, ainda nos preocupamos em fazer a ligação de sua história com o atual narrador da trama. Fora isso, a autora tem uma delicadeza sem tamanho em preparar e tocar o leitor, deixando sempre claro qual foi o seu objetivo ao escrever essa obra e qual a mensagem que ela quis transmitir. Eu sorri, torci e me emocionei com sua forma de escrever, uma maneira tão objetiva e leve, porém nem por isso menos eficaz; no fundo é como se ela nos fizesse encarar a dura realidade da vida munidos da esperança de um mundo melhor.
Fora a escrita inusitada e envolvente, lidamos com uma trama surpreendente. Existem muitos fatos desconhecidos, inúmeras e inúmeras incógnitas, e ainda pormenores que trabalham com a fé do leitor e sua crença naquilo que não somos capazes de compreender. A autora foi tão feliz em confundir e questionar o leitor, muitas vezes parecia que ela falava exclusivamente comigo, levando-me a definir quais são minhas prioridades na vida da mesma forma que Lou é obrigado a fazer. Contudo, por mais flores e arco-íris que essa obra seja ela é realística o suficiente para não passar despercebida, e nesse ponto me emocionei demais (vulgo chorei como uma criancinha). No fundo eu sei que a autora não fala sobre algo extraordinário, sei que sua lição é a mesma dada por inúmeras outras pessoas por aí, entretanto fui incapaz de não me ver dentro dessa história. Todos nós temos um pouco de Lou e com esse livro, com esse presente, talvez possamos descobrir pelo que vale a pena lutar.
Vale dizer também que o livro não é choro e mais choro. Ele é marcante e emocionante, mas tudo na medida, sem apelação em demasia.
NOTA: Afinal, o que tanto eu aprendi com esse livro?  1-Não é malabarismo quando você escolhe a quê dar prioridade; 2- O tempo é nosso maior presente; 3-Você pode SIM ser despedido do seu casamento, namoro ou relacionamento familiar; 4-Dinheiro traz felicidade? Então tente comprar a lembrança da primeira palavra que seu filho disse enquanto você estava trabalhando; 5-Você ainda pode viver verdadeiramente a vida, basta querer; 6,7,8,9... Tenho mais inúmeros tópicos para citar aqui, mas vou comentar apenas mais um: 10-Você sabe o que quer de verdade, você – mais do que ninguém – sabe quais são os verdadeiros valores da vida, basta escutar seu coração.
 ♫ Para ler ao som de
Trecho (s) Marcante (s)
 “O tempo é mais precioso que ouro (...). É o tempo que causa a guerra dentro de nossos corações. Devemos usá-lo com sabedoria.”
“Às vezes é preciso se entregar a alguém para perceber quem você realmente é.”
“Os caminhos ficam muito mais claros quando as pessoas param de dar atenção ao que os outros estão fazendo e concentram-se em si mesmas.”
“... então, chega o momento em que a pessoa precisa cuspir as palavras, arremessar a verdade com força pelos ares e deixa-la se espatifar no mundo. A verdade e o tempo sempre trabalham juntos.”
“... a vida estava lhe dizendo que estava preparada para ensinar. Ele não sabia que não era o caso de apertar alguns botões e, repentinamente, saber de tudo; não sabia que os botões a serem apertados estavam nele mesmo. Lou Suffern achava que sabia de tudo. Mas estava apenas começando a arranhar a superfície.”
Capas pelo mundo (+ aqui):  
  





Top Comentarista: Participe Aqui

39 comentários:

  1. Oi Pah.
    Que resenha linda, parabéns!
    O único livro que li da autora foi A vez da minha vida, e que sinceramente não gostei muito. Foi uma leitura bemmm arrastada pra mim e também confusa.
    Achei a sinopse desse livro bem interessante, E a capa um mimo!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da Cecelia, morro de vontade de ler, estou esperando chegar um livro dela que eu comprei, espero me emocionar tanto quanto esse, curti muito a historia, as vezes a gente s´dar valor as coisas quando perdi, então achei super emocionante essa historia.

    ResponderExcluir
  3. Não gosto muito de personagem principal masculino. Não sei porque, não me pergunte que não sei a resposta. HAHA
    A história em si parece ser bastante interessante, gosto de livros que faz a gente refletir.
    Pela primeira vez, eu gostei mais das outras capas do que a da nossa. Achei mais bonita e mais fofa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Esse livro possui uma capa linda, apaixonei por ele pela capa.
    Com a sua resenha, só me fez ficar com maior vontade de lê-lo. Deve ser muito marcante, como disse e significativo. Tipo de livro que amo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Pah! Que resenha linda! Os tópicos ficaram realmente muito bons, esse livro é da mesma autor do O Livro do Amanhã não é? Quando li a resenha me lembrei de O Vendedor de Sonhos não me pergunte o porque kk!
    Beijos

    pomardoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Primeiro A sinopsia do livro é bem interessante, sua resenha ficou perfeita e me fez ficar com mais vontade de lê-lo, e a capa é linda *-*

    http://thediary-of-myworld.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Fiquei bastante curiosa para ler esse livro. A sinopse é bem chamativa e sua resenha me fez ficar com muita vontade de ler ele.

    Bjus
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Esse livro tem uma capa linda, sinopse legal e a resenha é muito boa :)
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nada da Cecilia mas tenho alguns livros dela e quando vi esse livro me apaixonei na hora..o Natal é o único feriado que eu amo e a NC se superou nessa capa ^^
    e nada melhor do que pertinho dessa data tão especial ler uma estória envolvente com essa do Lou,louca pra ter o meu logo em mãos ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu amei essa capa *.*
    Adoro tudo que envolve o Natal e essa época do ano então só isso já me deixou bem curiosa para ler o livro.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro o trabalho da Cecelia ela consegue me emocionar e fazer da minha leitura um aprendizado!!
    Quando vi que a novo conceito ia lançar esse livro eu fiquei bem empolgada e agora após a sua resenha eu estou ainda mais!!
    Nunca li nada em que se envolve a época natalina mas estou bem curiosa sobre o presente e sei que a autora mais uma vez vai conseguir me emocionar..
    Espero ler em breve!!
    Amei essa capa muito linda!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá.... Primeira vez que entro no Livros & Fuxicos. Confesso que meus olhinhos brilharam ao ler a resenha. Amo leituras inspiradoras, e acho que somado a época de final de ano, é muito estimulante. Com certeza irá fazer parte da minha listinha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. muito bom beijos
    livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Livros que tem como plano de fundo o Natal nunca me chamaram atenção, talvez porquê não é minha data comemorativa preferida e as vezes, chega a ser até muito clichê. Mas, ao ler a resenha fiquei completamente surpresa, não é nada do que eu havia imaginado, e tenho certeza que ao ler vou me surpreender ainda mais. Não gosto de livros que arranque lágrimas, mas que conseguem passar uma bela mensagem sem apelação.

    ResponderExcluir
  15. Ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro dessa autora, mas sempre ouvi falar muito bem! A capa desse livro é linda, me chamou muita atenção! A resenha me deixou super curiosa, aah e adoreei o blog!!!

    ResponderExcluir
  16. Não li nada ainda da autora, acredita?
    Mas achei essa capa tão fofa, parece ser aqueles livros perfeitos para serem lidos em época de natal! Espero lê-lo em breve!
    Beijos
    utopiaincessante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi querida!

    Eu amo, amo amo a autora! Apesar de ter odiado a capa, esse livro foi pro topo dos meus desejados assim que anunciaram o lançamento. E agora lendo sua resenha estou mais ansiosa que nunca pela leitura!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Nunca li nada dela, confesso, estou bem curiosa. A capa é linda e a sinopse me atrai, bom, quem sabe eu dê uma chance a esse livro :) Ah! A resenha ficou completíssima, adorei, bem diferente das resenhas que leio por aí.

    Tenho vontade de ler A vez da minha vida!

    Beijos! Ana.

    ResponderExcluir
  19. Nossa que diferente o livro ter narração tipo parábola O.o Nunca tinha ouvido falar nisso, nem mesmo sabia que era possível hahahaha
    Adorei sua resenha, a capa já tinha me chamado a atenção por ser linda (as outras duas que você postou também sou muito fofas *-*) e agora com sua resenha... Já sei que esse vai ser o primeiro livro da Cecelia que vou ler :D
    Muito obrigada pela dica

    Beijo
    http://heysisteraj.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Amei a resenha, e o que é essa capa?
    Nunca li nada da autora, a vontade é grande, sinto que vou ter a mesma sensação de ler os livros da Cecelia como os da Emily Giffin, emfim, você fez entrar mais um livro na minha infinita lista de desejados!
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Nossa vc já recebeu e já leu e já resenhou este livro! shaushauhsa....
    Primeiramente eu estava ansiosa para ler este livro, mas depois dessa resenha eu fiquei desesperada!! Eu adoro livros que tenham uma boa lição de vida, aposto que esse vai ser aquele tipo de livro que eu vou querer que todo munda leia tbm xD

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Confesso que esse livro já está há algum tempo na minha lista, mas ainda não tinha tido referências suficientes para comprá-lo. Depois de ler sua resenha tenho certeza que valerá a pena! Adorei e espero gostar tanto do livro quanto você!
    xx
    http://d-eepblue.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Bom, quando eu vou escolher um livro em que não tenho em mente ainda, leio resenhas e olho quem é o autor(a) e bem, a Cecelia é, como posso descrever, na minha opinião, o Nicholas Sparks mulher, sempre me fazendo chorar, rs. Fiquei bem curiosa Pah, principalmente na parte que o Lou "sumiu" (ao que me pareceu) e se você classificou como um FAVORITO, esse livro deve ser muito bom! Adorei a resenha, beijo.

    ResponderExcluir
  24. Realmente podemos ser despedidos do nosso namoro, casamento, e relacionamento famíliar. Nunca tinha parado pra pensar nisso. Linda a resenha, Mesmo o livro tendo emoção na medida ceta, tenho certeza que iria chorar muito quando lesse.
    Gostei bastante!!!
    Bjokass

    ResponderExcluir
  25. Ai Pah, que resenha maravilhosa! Preciso ler urgente esse livro. Me tornei fã da Cecelia quando li A Vez da Minha Vida. Achei a escrita da autora cativante e adorei a ousadia da trama da história. Pelo visto isso se repete em O Presente. Acho legal que a Cecelia sempre lida com temas que nos trazem lições de moral e nos fazem ver as coisas de forma diferente. Valeu pela dica. Agora sei que posso comprar sem medo. Beijão, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  26. Eu ainda não li nada dessa autora, mas tenho muita vontade, tenho alguns dela na minha lista de desejado, e depois dessa resenha maravilhosa, vou colocar esse também. Só de ler a resenha já dá para ficar emocionada.

    bjs

    ResponderExcluir
  27. Oi Pah!
    Uauu, este livro parece ser emocionante e nos passar uma bela mensagem. Adoreii sua resenha e os quotes escolhidos.
    Este livro já está na minha lista de desejados!

    Beijos*

    ResponderExcluir
  28. sua resenha ficou ótima, mas essa nota final, com as coisas que você aprendeu com o livro, foi a que me deu maior impacto para ler o livro
    parece ser uma história ótima sim! e com muita lição de moral para dar!
    adoro este tipo de leitura hahaha
    nunca li nada da autora, mesmo já tendo ouvido mil coisas positivas sobre ela...
    quero começar a ler seus livros, e acho que este será o primeiro *-*

    ResponderExcluir
  29. Olá Paola!
    Primeiramente, quero dizer que essa é a primeira resenha que leio sua (sou nova no blog, rs) e me apaixonei! O modo como você descreve o livro, a música, os trechos... Tudo! Não tem como uma resenha ser menos perfeita :)
    Enfim, sobre o livro... Sou apaixonada pela capa! E pela sinopse você já percebe que é um livro marcante, que veio para fazer sucesso.
    Adoro livros que realmente nos ensinam algo, e os ensinamentos desse livro, pelo que você descreveu, são super importantes e valorizados na vida. Lindo!
    Espero conseguir ler esse livro logo, pois é um livro do qual sempre tiramos algo.
    Parabéns pela resenha :)
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oii, adorei a sua resenha parabéns! Eu realmente nunca tive vontade de ler esse livro. Primeiro, eu não gosto muito da capa, ela não me chamou muito a atenção. Segundo que não é o tipo de livro que eu costumo ler, não sei, só não to acostumada a esse tipo de leitura, eu tendo em ler mais os livros que eu já conheço o gênero e sei que tem mais chances de eu gostar. Porém, devo confessar que essa sinopse e a sua resenha me interessaram um pouco. Parece ser uma história bem bonita e bem escrita também. Acabei ficando com vontade de ler o livro. Quem sabe eu não dou uma chance a ele? rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Nossa emocionante sua resenha. Adorei.
    E com certeza quero ter o prazer de conhecer esse livro de perto.

    ResponderExcluir
  32. Meu Deus que capa linda!
    Nunca li nada da Cecelia, tenho PS. Eu te amo, mas como nao gostei do filme, nao tenho pressa de ler. Quanto a esse, adorei a resenha parece ser um livro bem legal, quem sabe eu não o leio mais pra frente.
    beijos

    ResponderExcluir
  33. Reseber a prova de um livro assim deve ser uma honra ainda maior em? Que resenha incrível Pah, você tem realmente o dom de deixar as pessoas ansiosas por um livro haha' Me encantei pela história, já está na lista de desejados!

    Beijos,
    Irradiando

    ResponderExcluir
  34. Se fosse pelo nome e pela capa eu nem pegaria em mãos... Mas como está aqui no blog, não deve ser coisa ruim e decidi saber sobre. Só de ler a sinopse fiquei arrepiada! Imagina o que a resenha fez comigo. E acabei descobrindo que esse livro tem um dos gêneros que mais gosto, e tenho certeza que adoraria a leitura, porque vai me tocar lá no fundo e me ajudar muito na vida.

    ResponderExcluir
  35. Oii Pah!
    Eu adoro histórias com o tema natalino, principalmente agora no final do ano, já estou procurando títulos com esse tema para ler.
    Esse livro parece ter uma história muito emocionante e linda, quem sabe eu leia ele agora no final do ano também :D

    Parabéns pela resenha! Ficou ótima!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Quando vi este livro num post apresentando os lançamentos da Novo Conceito confesso que não dei tanta atenção e à primeira vista a sinopse não me cativou. Mas agora com sua resenha, percebo que julguei o livro pela capa (ou pala sinopse). Amo muito quando consigo me identificar no que leio, pois torna a leitura algo só meu, sabe? Como se o autor conhecesse um pedacinho de mim e o transcrevesse. E ao que tudo indica, esse livro narra algo muito bom, lindo, cativante e inspirador.

    P.S. A capa americana é muito linda! Adorei o formato da imagem que remete a um presente. Muito linda mesmo *-*

    ResponderExcluir
  37. Ain essa capa é tão linda!!!!!!!
    Só li P.S. Eu te Amo da autora, embora tenha O Livro do Amanha e A Vez da Minha Vida aqui comigo, mas acho que se eu tiver esse livro em mãos ele vai furar a fila com certeza! Amei a resenha Pah...

    ResponderExcluir
  38. Adorei a resenha e as capas. Uma história bem diferente da qual estou acostumada. Vou dar uma procurada

    ResponderExcluir
  39. Jà li inúmeras resenhas desse livro, mas a sua me surpreendeu! É tocante, é sensível, é humana! Fiquei com uma vontade doida de conhecer Lou e acompanhar suas mudanças! Adoro as histórias da Cecília, ela sempre usa uma narrativa envolvente e sempre nos traz grandes lições em suas histórias! Amei de paixão sua resenha e preciso desse livro pra ontem! Bjão! :)
    Adriana

    ResponderExcluir