Destaques

Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

junho 28, 2013

[Resenha] O Futuro de Nós Dois - Jay Asher, Carolyn Mackler

Por Paola Aleksandra

É 1996, e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio nos Estados Unidos já tinham usado a internet. Emma acaba de ganhar o primeiro computador e um CD-ROM da America Online de Josh, seu melhor amigo. E ao instalar o programa, logo no primeiro acesso, descobrem que acabam de entrar no Facebook, dali a quinze anos. Todos se perguntam como será o futuro. Josh e Emma estão prestes a descobrir...
Jovem Adulto|| 384 Páginas || Cortesia Galera Record || Skoob || Compare & Compre|| Classificação: 5/5
Já imaginou poder ver (e até mesmo mudar) o futuro?
O Futuro de Nós Dois transporta o leitor para o ano de 1996, relembrando-o (pelo menos para quem é dessa época) da popularização dos computadores e de seus derivados, como por exemplo: o melhor da internet discada, a eficiência e necessidade dos CDs de instalação, e o design inovador dos primeiros monitores comercializados em massa. Além disso, o livro é um tributo cultural à geração anos 90, descrevendo com riqueza o perfil dos jovens dessa década e deleitando o leitor com citações musicais e sociais próprios desse período. Porém, essa história vai muito além da nostalgia de reapresentar o passado. Com uma perspectiva futurista os autores proporcionam a dois jovens, Emma e Josh, a oportunidade inimaginável de ver pequenos vislumbres do futuro; contudo, e se eles não gostarem do que irão ver? E pior, como saberão que o que parece ruim no presente, pode ser bom quando eles estiverem no futuro? Quando se tem dezesseis anos (ou um pouco mais que isso) é difícil decidir o que queremos para o futuro, então como esses dois jovens poderiam decidir se gostam ou não do futuro que possuem? Entre encontros e desencontros, aprendizagem, amadurecimento, romance e várias lições de vida, mergulhamos em uma história bem humorada, leve e esclarecedora, que divaga sobre a importância de darmos ouvidos ao nosso coração.
“Sim, é ótimo planejar a vida, quando você acha que tudo vai dar certo. Mas, e quando mostram para você, uma vez após a outra, que você não tem quase controle nenhum sobre nada?”.

junho 27, 2013

Fuxicando Sobre Chick-Lits: Desafio de Junho - Azar O Seu! - Carol Sabar

Por Aione Simões


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.




Oi  queridos!

O post chegou tarde, mas chegou!
Sendo hoje a última quinta do mês, vamos prestar contas sobre o Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits de junho?
Nesse mês, a proposta era ler um chick-lit que, em sua capa, tivesse alguma referência a se estar apaixonado - um simples coração já estava valendo -, já que é nesse mês em que celebramos o Dia dos Namorados.
Minha ideia inicial era reler Lembra de Mim, da Sophie Kinsella, mas acabei lendo Azar O Seu!, da Carol Sabar.

Lembrando que essa resenha já foi postada em meu blog, o Minha Vida Literária, então caso vocês já a tenham lido, não achem que é plágio, hein?

junho 26, 2013

Atualizando o Kobo #2

Por Paola Aleksandra

Atualizando o Kobo é uma coluna feita para que eu possa compartilhar minhas últimas leituras realizadas no Kobo, priorizando os livros que ainda não foram (ou que não serão) resenhados no blog.
Mais um mês que vai chegando ao fim, hora de avaliar nossa meta de leitura, certo?  
Em junho eu evitei me render aos encantos do Kobo, até porque eu estava (na realidade ainda estou) repleta de livros de parceria para ler. Assim, para não atrasar com essas resenhas, fugi das minhas fofas e desejadas leituras pelo leitor digital (o que não quer dizer que eu consegui)O fato é que eu li menos e-books esse mês, mas mesmo assim, consegui dar uma escapadinha para ler um ou outro livro pelo Kobo. 
Vamos conferir quais foram minhas poucas e ultimas leituras digitais? 

junho 25, 2013

[Resenha + Promoção] Simplesmente Ana – Marina Carvalho

Por Paola Aleksandra

Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.
Romance || 304 Páginas || Cortesia Novo Conceito || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || Classificação: 5/5
Aquele momento em que você termina um livro e bate a solidão... Foi o que aconteceu ao virar a última página desse delicioso romance. A paixão foi à primeira lida. Li a primeira página e fui devorando a história de Ana Carina Bernardes Markov; um conto de fadas fofo, sem muita água com açúcar, que ganhou pontos comigo só por não apelar ao melodrama clássico. 
Simplesmente Ana é um livro leve e encantador, que te faz rir, suspirar e claro, ficar na vontade de espancar a princesa algumas vezes (mas pensando bem, eu teria feito mesmas escolhas que ela). O grande ponto da história é que ela te faz viver as experiências de Ana; cada detalhe que ela conta, cada momento do dia dela como garota comum ou como princesa... é como se nós estivéssemos vivendo esse sonho, e vai, quem nunca sonhou em ser uma princesa?
“... Mas aquele contato inesperado mexeu com meus hormônios, ah, mexeu. Afinal, sou mulher, sou humana e tenho hormônios. Ninguém em meu lugar ficaria indiferente àquele modelo de testosterona, tão másculo, tão charmoso e lindo. Ele podia ser o cara mais irritante do mundo, mas ainda assim sabia ser gostoso.”

junho 24, 2013

[Fuxico] Enganada por uma capa #6

Por Paola Aleksandra

“Coluna em que mostro diferentes livros pelo mundo que utilizam imagens iguais (ou semelhantes), com o intuito de divertir e surpreender o leitor com tais paridades. Veja mais AQUI”.
Olá galera, tudo bem? Como está a segunda-feira de vocês? Para a minha alegria (já que eu adoro essa coluna) hoje é dia de ‘Enganada por uma capa’! É de praxe, toda vez que dou um giro online pelas redes sociais internacionais encontro várias capas parecidas. Sejam elas extremamente idênticas ou até mesmo minimamente semelhantes, o fato é que nosso cérebro primeiro codifica a imagem principal da capa para só depois interpretar as informações que ela gera. Sendo assim, como poderíamos não nos enganar com livros diferentes que utilizam a mesma imagem em suas capas? Ultimamente tenho encontrado cada vez mais casos assim, porém ao invés do meu cérebro “experiente” se acostumar com isso, ele tem ficado cada vez mais confuso, o que me leva a questionar, será que só eu que me surpreendo com tais capas? Confiram as imagens desse post e me digam se elas são capazes de gerar confusão, caso contrário, vou precisar de um recondicionamento – os seria tratamento? – mental (risos).  
 

junho 21, 2013

[Resenha] Laços de Sangue - Richelle Mead

Por Paola Aleksandra

O trabalho de Sydney Sage não é nada fácil: ela e seus colegas alquimistas são os únicos no mundo todo que sabem que vampiros existem para além das telas de cinema - e são uma ameaça real à humanidade. Para manter a ordem, eles devem impedir, a qualquer custo, que esse segredo vaze e que os reles mortais se aproximem desses seres perigosíssimos. Mas agora a paz que os alquimistas vêm garantindo há tempos está prestes a desabar, e Sydney, para o bem de todos os humanos, terá de passar a proteger vinte e quatro horas por dia a princesa vampira Dragomir, ou uma guerra pelo trono eclodirá no mundo dos vampiros, trazendo consequências avassaladoras para os homens. E defender alguém que até então era alvo de seu desprezo será mais difícil do que Sydney imaginava...
Jovem Adulto; Sobrenatural || 440 Páginas || Cortesia Editora Seguinte || Skoob || Compare & Compre|| Classificação: 5/5 Favorito
Laços de Sangue é o primeiro volume da série Bloodlines, que segundo a autora contará com seis livros no total – sendo que entre esses, três já foram lançados nos EUA. Após o final de Vampire Academy (♥) e da tão aguardada conclusão da história da dampira Rose Hathaway, muitas questões a respeito do mundo criado pela Richelle Mead ficaram pendentes. Ávidos por mais detalhes, queríamos saber como o governo dos vampiros iria se reestruturar ou ainda, como os amigos de Rose seguiriam em frente após tantas perdas e desilusões; e então, eis que surge Bloodlines, uma nova série, com uma nova perspectiva a respeito desse mundo de dampiros, vampiros e alquimistas, porém, uma trama tão interligada com os acontecimentos de Vampire Academy que, em alguns momentos, é quase impossível lembrar que estamos lendo outra série. Sendo eu uma fã assumida de Vampire Academy, digo sem medo que não estava me aguentando de curiosidade para ler Bloodlines; foram tantas expectativas criadas, e para o meu deleite, todas altamente superadas. Como digno da autora o livro é repleto de aventura, mistério, luta e um romance inesperado e exatamente por isso, muito envolvente. Na visão dessa humilde fangirl, esta é mais uma série perfeita para cairmos de amor.
“(...) – Que eu até sou legal... para um vampiro – ele explicou. Eu sacudi a cabeça, sem parar de sorrir. – Vai ser difícil fazer com que um alquimista confesse isso. Mas posso dizer que você até que é legal para um baladeiro irreverente com momentos ocasionais de brilhantismo”.

junho 20, 2013

Minha Caixinha de Correio #51

Por Paola Aleksandra

Boa Tarde galera, tudo bem? Hoje tem vídeo novo no blog! Como sempre, divaguei um monte ao me referir aos livros, então, me desculpem os que não gostam da minha ‘afetação’ literária (risos).

junho 19, 2013

[Fuxicos e Vícios #2] Meu gênero literário favorito

Por Paola Aleksandra

Coluna na qual conhecemos os melhores vícios – literários ou não – da colunista May.
Hey peeps, tudo bem com vocês? Quero, antes de tudo, agradecer o carinho de vocês na minha estreia como colunista aqui no blog Livros e Fuxicos. Muito obrigada mesmo. Espero que continuem me acompanhando por aqui, que gostem da coluna, das minhas divagações, vícios e que comentem sempre.
Então vamos ao que interessa?! Eu tenho uma grande paixão por certo gênero da literatura que está bombando no universo literário faz um tempinho já. Eu simplesmente amo este gênero. Sou viciada. Quero ler todos os livros que encontro com esta temática. Sou gamadona mesmo. E hoje vou compartilhar com vocês deste meu amor e vício pelas *rufem os tambores* distopias, e eu aposto que muitos de vocês compartilham comigo este vício, confessa ai vai... rs 
Mas o que é, de fato, uma distopia?!

junho 18, 2013

[Promoção] Príncipe Mecânico – Cassandra Clare

Por Paola Aleksandra

Quem gosta dos livros da Cassandra Clare levanta a mão! (\o/). Em parceria com a Editora Galera Record o blog vai sortear um exemplar do livro Príncipe Mecânico, segundo volume da trilogia As Peças Infernais, e um dos MELHORES livros que li esse ano; confira a resenha AQUI.
(...) Por que o amor sempre remete ao sacrifício? Ou ainda, por que o amor (seja ele familiar, romântico ou entre amigos) é um sentimento tão complexo e assustador? O romance não é o foco do livro, mas o amor é. Um amor de sacrifícios, de doação e de esperança. Não temos como escolher quem amar, então depois desse livro, é impossível não ficar com o coração partido. Escolhas, dúvidas, medo e um futuro incerto. Ah, Cassandra Clare, aqui estou eu, mais uma vez, ansiosa por um livro seu.
“Não posso continuar assim, (...), esperança infinita, decepção infinita. Cada alvorecer é mais negro que o do dia anterior...”.
Ficou curioso? Então corre participar do sorteio! Para concorrer basta:

junho 17, 2013

[Resenha + Promoção] Só Tenho Olhos Para Você - Bella Andre

Por Paola Aleksandra

Sophie Sullivan, uma bibliotecária de São Francisco, tinha cinco anos de idade quando se apaixonou por Jake McCann. Vinte anos depois, estava convencida de que o bad boy ainda a via como a gêmea Sullivan boazinha. Isso quando ele se dava ao trabalho de olhar para ela. Ao se envolver na magia do primeiro casamento dos Sullivan, Sophie sente que já passou da hora de fazer o que quer que seja preciso para que Jake a veja como a mulher que realmente é. No entanto, ela terá dificuldade em mostrar a Jake que pode ser uma mulher forte e decidida, capaz de amá-lo para sempre. E não só porque ela é a inacessível irmã de seus melhores amigos, mas porque ele tem medo de tê-la perto demais. Na verdade, ele desconfia que seu segredo mais vergonhoso poderá ser desvendado.
Romance Adulto || 304 Páginas || Skoob || Cortesia Editora Novo Conceito || Compare & Compre || Classificação 4/5  
Só tenho olhos para Você é o quarto volume da série The Sullivans, que até o momento conta com oito livros publicados nos EUA – um livro para cada membro dessa tempestuosa e apaixonante família. Após conhecermos as histórias de Chase, Marcus e Gabe, finalmente temos uma das mulheres da família como protagonista: a meiga bibliotecária Sophie, a irmã caçula e boazinha entre os Sullivans. Ela sempre foi conhecida entre os irmãos por sua personalidade calma e discreta, e cansada da fama de menininha dócil, deixa-se guiar por seus desejos mais profundos e parte para o ataque na esperança de conquistar o homem dos seus sonhos. Afinal, são vinte anos de sentimentos reprimidos, tempo suficiente para provar a força do seu amor, não é mesmo? Entre idas e vindas do destino vemos Sophie lutar pelo que quer e provar para todos que não é mais a menininha da família, e muito menos, que é uma garota boazinha. Com uma carga intensa de paixão e romance, Bella Andre encanta e envolve o leitor com sua história previsível, porém adocicada na medida certa. 
"Preparem-se ela pensou, Sophie Sullivan está prestes a soltar asas. E, se tudo der certo, Jake McCann não faria ideia do que o teria atingido."

junho 14, 2013

[Vem por aí] Novidades Literárias #53

Por Paola Aleksandra

Olá galera, tudo bem? Meio de mês e as livrarias já estão repletas de lançamentos. É tanto livro bom que fica difícil acompanhar o ritmo de leitura. Vamos conferir? Mas antes, preparem as carteiras, pois esse post é altamente prejudicial a nossa saúde financeira (risos):
Novidades Nacionais

Os lançamentos nacionais do mês de Junho estão no ponto certo para quem gosta de livros juvenis e/ou no estilo jovem adulto; só dessa classe (isso dos que listei) são mais de dez livros ótimos! Preciso desesperadamente de Cidade das Almas Perdidas (Jace ♥), e não vou deixar o mês passar sem ler Will & Will, 10 Coisas que nós fizemos (e provavelmente não deveríamos), O Palácio da Meia-Noite e Laços de Sangue (SIM, finalmente! E sabe o que é melhor? Já estou com esse livro em mãos...#FazendoInveja).

 

junho 13, 2013

Fuxicando Sobre Chick-Lits: Casais Marcantes

Por Aione Simões



"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.





Oi queridos!

Que tal aproveitar o embalo do clima do Dia dos Namorados para conferir alguns casais de chick-lits que me marcaram?

junho 12, 2013

[TAG Literária em Vídeo] 10 Livros que definem o Amor

Por Paola Aleksandra

12 de Junho, dia dos namorados, data mais que propícia para se falar de amor. Quando pensamos sobre o sentimento que nos motiva a celebrar essa data várias palavras passam por nossa mente, e cada uma delas determina de forma particular o que o amor significa para nós. No íntimo compreendemos o quão intenso e infinito esse sentimento é, de forma que é impossível defini-lo com precisão, e muito menos explicá-lo de forma objetiva como fazemos com uma fórmula matemática. O fato é que cada um define e sente o amor de uma forma única, e é isso que torna esse sentimento tão especial.
‘Amor não é a ausência de lógica, mas a lógica examinada e recalculada aquecida e curvada para caber dentro dos contornos do coração’ (Easy, Tammara Webber).
E claro que para os amantes de livros essa data pode sim, ser uma ótima motivação (ou seria uma desculpa?) para escolher histórias ligadas com o dia de hoje e o que ele representa; afinal os livros podem fazer parte dessa data de diversas formas, ajudando a levantar o astral, relembrando, contagiando e emocionando com narrativas intensas e tocantes sobre o verdadeiro amor, ou ainda nos ajudando a presentear alguém que amamos.
Sendo assim, me diz, para você, o que é o amor? E que tal tentar definir esse sentimento em 10 livros?

junho 11, 2013

[Resenha Dupla] As Peças Infernais – Cassandra Clare

Por Paola Aleksandra

As Peças Infernais é uma trilogia steampunk situada na charmosa Londres vitoriana, e que como antecessora da série Os Instrumentos Mortais, nos apresenta o submundo e seus integrantes (caçadores de sombras, feiticeiros, demônios, fadas, entre outros) sob um olhar particular e inusitado. A trilogia é composta pelos livros: Clockwork Angel (Anjo Mecânico); Clockwork Prince (Príncipe Mecânico); e Clockwork Princess (Princesa Mecânica, que segundo a editora Galera Record, vai ser lançado no Brasil ainda em outubro de 2013), e  apesar de estar diretamente ligada com os outros livros escritos pela autora Cassandra Clare, possui começo, meio e fim, e por esse motivo, pode ser lida separadamente.
Como o próprio gênero literário prevê, a trilogia apresenta o que a classe steampunk tem de melhor: um cenário histórico atrativo e exuberante, com seus bailes, vestidos rodados e convenções sociais tipicamente inglesas; um nível de pesquisa científica elevado para época e forte o suficiente para encantar o leitor com suas particularidades e exuberâncias; personagens de tirar o fôlego; e um romance digno de suspiros, que abocanha, divide e aflige (e muito) o coração do leitor. Entretanto, o grande aspecto da trama é sua sinuosa ligação com a saga Os instrumentos Mortais, para os fãs cada detalhe que liga essas duas séries é responsável por uma euforia sem tamanho, é como se tivéssemos mergulhados em um grande e desafiante quebra cabeça, para o qual cada pequena peça, seja ela um sobrenome em comum, um personagem onipresente e até mesmo um segredo familiar, faz toda a diferença na compreensão total de ambas as séries. Sendo assim, é claro que elas podem ser lidas de forma paralela, entretanto, lê-las em conjunto é, no mínimo, instigante.

junho 10, 2013

[Resenha] A Queda dos Reinos - Morgan Rhodes

Por Paola Aleksandra

Numa terra em que a magia havia sido esquecida e a paz reinara durante séculos, uma agitação perigosa ganha forma quando três reinos começam a lutar pelo poder. Entre traições, negociações e batalhas, quatro jovens terão seus destinos entrelaçados para sempre: Cleo, a filha mais nova do rei de Auranos; Magnus, o primogênito do rei de Limeros; Jonas, um camponês rebelde de Paelsia; e Lucia, uma garota adotada pela família real de Limeros que busca a verdade sobre seu passado. E, A Queda dos Reinos, Morgan Rhodes constrói uma mitologia complexa e fascinante, que mistura amor proibido, intrigas políticas e profecias milenares. Narrado pelos pontos de vista de quatro protagonistas, este é o primeiro volume da série.
Literatura Fantástica || 408 Páginas || Cortesia Editora Paralela || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || Classificação: 5/5
"Até mesmo dentro da pessoa mais sombria e cruel ainda há uma ponta de bondade. E dentro do virtuoso mais perfeito também existem trevas. A questão é: a pessoa cederá às trevas ou à luz? É algo que decidimos com cada escolha que fazemos, todos os dias de nossa existência. O que pode não ser maldade para você, pode ser para outro. Saber disso nos torna poderosos mesmo sem magia"

junho 05, 2013

[Fuxicos e Vícios #1] Vício que virou ritual

Por Paola Aleksandra

Coluna na qual conhecemos os melhores vícios – literários ou não – da colunista May.
Hey peeps, tudo bem com vocês?
Aqui quem fala é a Mayara, a nova colunista do blog Livros e Fuxicos, mas podem me chamar de May. Tenho 19 anos, moro no estado de Santa Catarina, sou filha única, aquariana, nerd, viciada em seriados americanos e bookaholic assumida. Conheci a Paola há algum tempo e vivemos trocando figurinhas pelo twitter e facebook sobre livros e afins, hoje já a considero uma grande amiga e quando ela me convidou para fazer parte do L&F nem pensei duas vezes e aqui estou.
Minha coluna se chamará Fuxicos e Vícios, pelo simples fato de que vou compartilhar com vocês todos os meus vícios, seja um livro que li e ‘OMG viciei’, um gênero literário que me conquistou, um filme que vi e gostei tanto que preciso compartilhar com todo mundo, uma nova serie que descobri... São tantos vícios, rs. A coluna será quinzenal e espero de todo o meu coração que vocês gostem.

junho 04, 2013

[Livros diferentes, histórias semelhantes #2] Cinquenta Tons de Cinza, E. L. James

Por Paola Aleksandra

... Para quem procura por mais livros como Cinquenta Tons de Cinza.
No primeiro post sobre livros semelhantes (Especial Belo Desastre, confira aqui), perguntei se vocês gostariam que eu repetisse a dose dessa coluna só que com o popular Cinquenta Tons de Cinza em foco, e diante de algumas manifestações positivas, eis mês aqui com uma matéria recheada de livros adultos, com mocinhos dominantes e bilionários, heroínas inseguras e frágeis, relacionamentos puramente sexuais e... Ei, nem todos os livros nesse estilo são assim! Sabemos o quanto esse gênero tem feito sucesso por aqui, e que depois do fenômeno de vendas gerado por essa trilogia muitas editoras nacionais, e até mesmo autores internacionais, resolveram seguir a fórmula do sucesso criada pela escritora E L James, publicando e desenvolvendo tramas semelhantes a protagonizada por Anastasia e Christian Grey.
Se fossemos citar as principais características do romance Cinquenta Tons de Cinza, quais seriam elas?
  • Mocinho dominante, multibilionário, repleto de traumas e arisco a relacionamentos (Sem mencionar sua beleza, seu olhar matador e o efeito causado na população feminina);
  • Mocinha submissa, insegura, que precisa se auto firmar emocionalmente, financeiramente e sexualmente;
  • Paixão explosiva instantânea (Te vi e quero você pra mim, simples assim);
  • Acordos Sexuais e relações de Submissão (Só em livros mesmo, SÓ EM LIVROS...);
  • Relacionamento conturbado, proibido e/ou “imoral” perante alguns padrões sociais. 

Sendo assim, levando em conta tais características da obra, listei os livros semelhantes em categorias. Vamos conferir?

junho 03, 2013

[Resenha] O Carrasco do Amor - Irvin D. Yalom

Por Paola Aleksandra

Solidão, desprezo, obsessões amorosas, depressão... Este livro traz a história de dez pacientes que procuraram soluções para seus problemas cotidianos, buscaram terapia e que se depararam com as raízes das próprias dores da maneira mais crua. Um livro que mostra como é possível enfrentar as verdades da existência e aproveitar tal poder para mudar e crescer em nível pessoal.
288 Páginas || Editora Ediouro || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || Classificação: 5/5
Ao contrário do que o título aparenta, não estamos falando de um romance dramático com traições ou coisa parecida. O Carrasco do Amor pode ser descrito como um conjunto de crônicas escritas por Dr. Yalom, psicoterapeuta renomado nos E.U.A e ao redor do mundo; seu livro mais famoso é o aclamado Quando Nietzsche Chorou.
 “O amor é um modo de ser, um ‘dar a’, não um ‘enamorar-se’; um modo de se relacionar como um todo, não um ato limitado a uma única pessoa. Embora tentemos arduamente seguir pela vida dois a dois, ou em grupos, há momentos, especialmente quando a morte se aproxima, em que a verdade – de que nós nascemos sozinhos e devemos morrer sozinhos – irrompe com fria clareza.”

Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir