[Resenha] Tempo de Mudanças – Lisa Jewell

Em um hospital em Bury St Edmunds, Daniel Blanchard está morrendo. A amiga Maggie May é sua companheira nesta jornada até o fim: senta-se ao seu lado todos os dias, segurando-lhe a mão e ouvindo histórias de sua vida, seus arrependimentos e seus segredos: os filhos que nunca conheceu e que, provavelmente, nunca conhecerá. Lydia, Dean e Robyn não conhecem o pai e também não se conhecem. Ainda... Todos eles estão passando por uma fase de mudanças e de dificuldades: Lydia carrega as cicatrizes de uma infância traumática e, embora seja rica e bem-sucedida, sua vida é solitária e confusa. Dean é um jovem sobrecarregado por uma responsabilidade imprevista, cuja vida está indo para lugar nenhum. E Robyn começou a faculdade de medicina, mas sente que alguma coisa não está certa. Três jovens com histórias muito diferentes, mas que se sentem igualmente perdidos e à procura de alguma coisa, como se faltasse um elo para dar sentido às suas vidas. E então, quando eles percebem que seus caminhos estão se cruzando, tudo começa a mudar...

Romance Contemporâneo || 352 Páginas|| Cortesia Editora Novo Conceito|| Skoob || Compare & Compre||Classificação: 4/5|| Resenha da Priscilla Gonçalves
Tempo de mudanças é um livro totalmente fora da minha zona de conforto literária. Geralmente eu prefiro leituras leves, rápidas, que apenas me distraiam nos momentos de lazer, no entanto, estou me policiando para mudar meus hábitos. O que me chamou atenção a princípio foi à premissa contida no título, pois ela retrata uma fase que estou passando, mas foi depois de ler a sinopse – e perceber a carga emocional que a mesma prometia – que eu decidir que o livro seria minha leitura da vez. Eu já comentei isso em alguma resenha anterior, mas acho que o momento da nossa vida em que a leitura é realizada é fundamental para gostarmos ou não do enredo. Talvez se eu tivesse feito a leitura em outro momento eu não teria gostado tanto, porque eu acho que esta é uma obra que requer uma certa maturidade para ser apreciada.
“Todo mundo tem segredos, mas alguns podem mudar sua vida para sempre”.
Lydia perdeu a mãe quando ela tinha 4 anos e nunca foi próxima do pai por motivos que se encontravam no passado e que ela desconhecia. Agora, aos 29 anos, ela é uma cientista bem sucedida e uma mulher de negócios com a vida financeira muito confortável, no entanto carrega consigo os traumas de sua infância. Recentemente ela recebe em sua casa um envelope contendo uma papelada de uma clínica de fertilidade que revelava que ela havia sido concebida por meio de inseminação artificial. Esta notícia abalou e mudou sua vida.
"A melancolia que sentia não era tanto pelo bebê que um dia tinha sido, mas pela vida que lhe tinha sido prometida naqueles dias auspiciosos e inocentes. A promessa de vozes gentis, abraços calorosos e de um lugar seguro. (...) mas poucos tinham sido apartados delas de modo tão doloroso e repentino”.
Robyn é uma jovem de 18 anos que trabalha em uma loja e é muito bonita e inteligente, mas com nenhuma modéstia. Todos ao seu redor sempre souberam que ela nasceu através de inseminação artificial. Após o seu aniversário sua mãe lhe entrega uma pasta com toda a documentação do processo referente à inseminação. Ela prefere ignorar, pois não pretende conhecer seu pai biológico, mas por insistência de sua mãe, ela guarda a papelada.
Dean é um problemático rapaz de 21 anos que não leva a vida a sério. Após uma séria discussão com sua namorada, ele a leva para o hospital pois ela entrou em trabalho de parto. A criança nasceu, no entanto a mãe não sobreviveu. Sem emprego, sem apartamento, ele volta para a casa da mãe, que assume também as responsabilidades de cuidar da neta. Desde os 18 anos ele sabe que foi concebido através de inseminação artificial, mas nunca teve curiosidade quanto a isso.
Daniel é um francês de idade avançada que está prestes a morrer no hospital. Sua única companhia é sua grande amiga Maggie, a quem passa a contar sua história e revelar seus segredos. É nesta oportunidade que ele confessa ter sido doador de esperma. Sua amiga, comovida por sua história, não mede esforços para ajudar o amigo.
A narrativa acontece em terceira pessoa, alternando entre os pontos de vista de Robyn, Lydia, Dean e Daniel. No decorrer da narração vamos descobrindo mais sobre a vida de cada personagem, sobre suas dificuldades e relacionamentos (de amizade, familiares e amorosos). Particularmente a história que mais me identifiquei foi com a da Lydia, por ela ser uma mulher de personalidade forte, com uma história de vida muito bonita. Vou limitar os elogios para não me empolgar e acabar soltando algum spoiler importante. Apesar de ter gostado mais da Lydia, todos os outros personagens tem histórias bem reais e envolventes.
 No início devo confessar que achei a leitura um pouco confusa e tive certa dificuldade para continuar. No entanto, após alguns capítulos, comecei a me familiarizar com a história e a narrativa ficou mais ágil, descontraída e agradável. Aprovei a diagramação e não achei nenhum erro grotesco que prejudicasse a edição. Minhas expectativas foram supridas. A narrativa não tem nada de leve, a história não é nem um pouco clichê e está bem longe de tudo o que eu estou acostumada a ler. Mas eu achei que foi muito bem escrito, com um enredo que nos leva a refletir a cada momento e que valeu muito a pena.





Participe Aqui

25 comentários:

  1. Oi, Priscilla
    Gostei muito da sua resenha. Ainda não conhecia esse livro, mas ele deve ser muito bom. Trata de um assunto interessante, inseminação artificial. Com certeza, quero ler esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha , a historia é bem interessante ,eu gosto desse tipo de leitura ;) , a capa e bem misteriosa

    ResponderExcluir
  3. É a primeira vez vejo o livro, não o conhecia. Gosto desse tipo de livro, com várias histórias em um livro dá impressão de contos. A sinopse já tinha chamado minha atenção, somando isso a sua resenha, que deixa o leitor bem consciente do que irá encontrar ao ler este livro, fiquei ainda mais curiosa para lê-lo. Apesar de achar que a capa não combina tanto com a história, esse livro entrou para minha lista de prioridades!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas a sinopse e sua resenha chamaram minha atenção. Também prefiro leituras leves, mas o tema do livro é interessante. Vou lê-lo assim que possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. estou muito curiosa para ler este livro!
    das resenhas que li dele, nenhuma foi negativa, e estou com as expectativas bem altas para ele *-*
    essa capa é tão linda que é dificil olhar para ela e não ter vontade de ler né! hahaha

    ResponderExcluir
  6. Oi Pri, apesar de eu ter adorado a capa, esta também não é a minha leitura favorita. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  7. Conhecia o livro e já estava com vontade comprar, depois de ler a resenha estou muito mais ansiosa !! Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Esse livro será uma leitura de maio e eu estou curiosa por ele.
    Sua resenha me deu uma ideia melhor da leitura.
    Beijos e até mais,
    Ana Carolina.
    http://www.umlivroenadamais.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá Priscilla!
    Primeiramente tenho que comentar dessa fabulosa capa! OMG! Muito bonita!
    Gente, parece ser uma bela história! Não é um clichê (possa ser que seja um pouco), é uma história original e bem diferente!
    Você falou que se enrolou um pouco no começo, e lendo a resenha eu quase conseguir me enrolar! rsrs
    Certamente vou comprar esse livro!
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto esse livro mas ele não tinha me chamado a atenção.Mas depois de ler sua resenha percebi que o livro tem conflitos interessantes e personagens fortes! Também prefiro leituras leves e rápidas, mas é sempre bom sair da nossa zona de conforto e fazer leituras diferentes "Tempo de Mudanças" foi pra minha lista de desejados!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Priscilla!

    Gostei muito da resenha e esse livro me chamou muito a atenção. Ainda não li nada parecido e ele me atraiu por eu ser adotada. Não acredito que sejam os mesmos sentimentos, mas sempre rola um susto e gostaria muito de saber os sentimentos que estão no livro! Gostei muito de saber que ele existe e já vou adicioná-lo ao meu skoob!

    Parabéns pelo blog! Ele é lindo!!

    Beijinhos
    Mirelle - meumundoemtonspasteis.com

    ResponderExcluir
  12. Confesso que não tive vontade de ler o livro. Não me interessei pela história e a capa fez com que eu me afastasse ainda mais dele, mas pela sua resenha, posso ver que parece ser uma leitura interessante... De qualquer forma, concordo com o que você disse e sei que precisamos estar preparados para cada livro. Com certeza, não me sinto preparada para este.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Este livro é bem diferente do que costumo ler também, mas achei bem interessante. Nunca li nada que abordasse o tema de inseminação artificial e fiquei curiosa, parece que a vida dos personagens estão todas ligadas e gosto muito disso na leitura. Parece ser uma boa leitura, me deixou interessada. :)

    ResponderExcluir
  14. Nossa que interessante. Tbém nunca li nenhuma resenha de nenhum outro livro com enredo parecido. Me instigou a ler, assim que tiver oportunidade de comprar ou pegar emprestado de alguma colega com certeza farei a leitura :)
    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Olá Priscilla. Adorei sua resenha, me fez muito querer ler este livro.
    Iniciei hoje um blog sobre livros, se quiser, passa lá e dá sua opinião. Quem sabe, poderemos manter contato e discutir a respeito do assunto: http://afugaatravesdoslivros.wordpress.com/
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Nossa, parece ser muito interessante esse livro, me deu uma vontade imensa de ler ele. E você ter falado que a história não é clichê nem nada, me fez gostar mais ainda. Nunca nem ouvi falar de um livro com uma história como essa. Amei a resenha, o livro mais ainda!
    Bjoos

    ResponderExcluir
  17. Concordo em dize que em cada fase da vida, a história marca mais a gente. Curti seu blog :)

    ResponderExcluir
  18. Entendo, tem livros que dependendo do momento apreciamos mais, ja aconteceu comigo tbm... :D
    achei um pouco confuso tbm de começo... hahahahaha
    Tbm prefiro uma leitura mais leve, mas de vez em quando é bom ler um livro diferente do tipo que a gente é acostumado né verdade...
    Fiquei muito interessado em ler o livro... *-*

    ResponderExcluir
  19. A cada é muito bonita, mas a premissa, infelizmente, não chamou a minha atenção. Apesar de curtir mesmo história que são narradas por vários personagens, essa não conseguiu me deixar interessada para lê-la.

    ResponderExcluir
  20. Concordo com você. Tem livros que lemos em determinados momentos e amamos e depois elas parecem muito sem sentido. O contrário também acontece.
    O livro parece ser um pouco denso e eu gostei da premissa. Acho que o leria.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Abril

    ResponderExcluir
  21. Olá Priscilla, eu também acho fundamental fazer leituras conforme o nosso estado no momento. E acho que este livro também se encaixa um pouco no meu estado atual, o que me faz ter muita vontade de ler este livro e logo.
    E essa capa é linda, fiquei encantada! =)

    ResponderExcluir
  22. Não esperava isso do livro e só pela sua resenha me surpreendi, nunca li um livro com esse tema, focado na vida de personagens que foram concebidos por inseminação artificial e a maneira que cada um lida com isso, deve ser emocionante e reflexivo, mas ainda não é o momento para que eu leia esse livro.

    ResponderExcluir
  23. Achei a capa bem triste. E lendo a sinopse, tive a mesma impressão. Enfim.
    O livro também sai um pouco da minha zona de conforto momentânea. Mais pra frente é certo que eu já poderia ler algo desse tipo.
    Que rolo danado! Provavelmente também vou achar a leitura confusa, até porque olha quanta gente problemática, haha. Mas pretendo ler a obra, pois fiquei beeem curiosa de como as coisas vão se desenrolar.

    ResponderExcluir
  24. Não fiquei muito animada, mas a resenha é muito boa. Como falaram, a capa parece bem triste, o que me dá uma ideia de que o livro tbm é, e não no bom sentido kkk. Acho que esse fica fora da minha lista

    ResponderExcluir
  25. Sua resenha está otima ,mas infelizmente não tenho vontade de ler o livro ,não gosto do gênero ,e não gostei da sinopse.

    ResponderExcluir