maio 15, 2014

[Resenha] Uma Razão Para Respirar – Rebecca Donovan

Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está. Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde. O livro “Uma razão para respirar” é eletrizante da primeira à última página; uma história ímpar sobre mudança, crueldade inesperada e uma garota se agarrando à frágil esperança. Uma Razão para respirar não é só um romance é um livro que aborda a violência doméstica e todos os dilemas que as crianças e adolescentes que passam por isso precisam enfrentar. A personagem principal vive esta realidade e tenta tornar-se invisível para que as pessoas a sua volta não a percebam. E por meio da amizade e amor ela tenta superar cada dia doloroso até que consiga escapar desta rotina. Uma história forte, emocionante, dura, real, meiga, triste e doce ao mesmo tempo, que vai mexer com os sentimentos do leitor. Uma leitura envolvente do inicio ao fim.

New Adult || 496 Páginas || Editora Pandorga||
Skoob ||
Compare & Compre || Classificação: 4,5/5 || Resenha
da
Day Farias
Se você
observasse Emma Thomas atravessar os corredores do seu colégio seria isso o que
você veria: uma garota bonita, talvez tímida e quieta demais, mas que sorria ao
lado da sua melhor amiga, Sara. Uma ótima esportista, totalmente focada em seus
estudos e com nenhuma vida amorosa sobre a qual comentar. Você não notaria a
dor nos olhos dela, a qual ela aprendera a esconder, e não veria as manchas
roxas cobrindo várias partes da sua pele sob suas roupas…e ela também não
permitiria que você chegasse perto o suficiente para ver. A menos que você
fosse Evan Mathews e não tivesse nenhuma intenção de desistir dela.

“Ninguém nunca
tentou se envolver comigo e me mantive sozinha. E assim as coisas deveriam se
manter: seguras e simples. Como Evan Mathews conseguiu revirar completamente
minha plana existência em apenas um dia?”

Sobreviver
era tudo o que Emma queria. Sobreviver não só ao ano escolar decisivo em sua
vida, como também a ter que voltar todos os dias para a casa de seus tios em
uma rotina de dor física e emocional que ia além da completa humilhação… isso
até seu caminho se cruzar com o de Evan, fazendo-a rever todas as suas
prioridades; de repente sobreviver já não é o suficiente, ela quer
viver. Viver ao lado dele que continua
insistindo em conhecê-la melhor do que qualquer um e ter um vislumbre do que
existe atrás dos muros que ela tão fortemente construiu. Mas será que algo tão
puro quanto o amor pode realmente existir em um mundo tão obscuro quanto o
dela?

O
pensamento que prevalece ao fechar Uma
Razão para Respirar
é a possibilidade assustadora de que você pode conhecer
ou ter conhecido alguma “Emma”. Ela poderia ter sido aquela garota quietinha do
seu colégio em quem ninguém prestava atenção e ela parecia preferir que assim
fosse. Ela poderia ser sua vizinha ou talvez, mais próxima, alguém da sua
família… ela poderia ser alguém que você ama. Poderia ser você. Acredito que, todos aqueles que
foram agraciados por Deus com uma família saudável, podem lamentar e até mesmo
tomar um momento de seu tempo para pensar sobre o assunto ao ver um caso desse
tipo de violência no noticiário, mas nunca compreender de forma completa
a profundidade do trauma, do terror e da dor que pessoas que sofrem
violência doméstica enfrentam.
Particularmente, eu só pude realmente compreender a dor causada por esse
tipo de violência através dessa ‘janela’ aberta por Rebecca, que nos dá um
vislumbre do que pode estar acontecendo atrás de portas fechadas e da aparente
normalidade. Foi uma experiência incrivelmente real imaginar o lugar onde você
deveria se sentir mais segura, sua casa, ser também o lugar onde você é
torturada física e mentalmente.
E a autora nos faz ver/sentir isso tão
claramente, nos ‘transporta’ para a pele de Emma de uma maneira tão verdadeira
que você não consegue se limitar a ser um telespectador. Por muitas vezes
enquanto lia, percebi meu próprio punho cerrado ao compartilhar a ira, a dor de
Emma e a minha própria impossibilidade de intervir… de salvá-la. Mas, eu não
precisei, porque Evan esta lá

“Eu sabia, naquele
momento, eu nunca iria amar alguém na minha vida do jeito que eu amava Evan
Mathews”.

Uma Razão para
Respirar
 é um
livro completamente incrível, real e bem escrito, mas, mesmo assim, não
consigo dizer que ele é para todo tipo de leitor. O abuso que Emma passa é
tratado de uma maneira que inevitavelmente toca o leitor, fazendo-o refletir e
sentir na pele tudo pelo qual a personagem passa; assim sendo, pode não ser
adequado para quem não está acostumado a isso – no meu caso, o livro Os
13 Porquês
 meio que já me preparou para todas as emoções nessa vida
literária!– risos. No geral, digo que esse é um livro muito intenso cuja
leitura me absorveu por completo e que, mesmo fazendo algum tempo que a
terminei, minha mente ainda está nela. Minha vontade de salvar todas as
“Emma’s” que existem permanece aqui, e sinto que permanecerá pra sempre.
Um livro que te faz sentir e
refletir de forma tão verdadeira… preciso mesmo dizer o quanto o indico?!
• Sobre a Série •
A Trilogia Breathing é composta por Uma Razão para Respirar
(lançado em março, pela editora Pandorga) e, os dois últimos ainda não lançados
no Brasil: Barely Breathing e Out of Breath e, como o final do primeiro livro
foi completamente enlouquecedor – risos –
já deu pra perceber que estou esperando mais do que ansiosa pelas continuações,
certo?
• Para ler ao som de •
Foi
impossível não associar esse livro com várias músicas quando terminei a leitura
como Demons do Imagine Dragons (sim, novamente! Rs’) e She Will Be Loved de
Maroon 5… Talvez porque essa leitura tenha me despertado tantos
sentimentos únicos que só mesmo uma canção poderia expressá-los adequadamente. Então,
minha escolhida da vez foi:

Você é o mais próximo do paraíso que
chegarei
E
eu não quero ir para casa agora (…)
E
eu não quero que o mundo me veja
Porque
eu não acho que eles entenderiam
Quando
tudo estiver destruído
Eu
só quero que você saiba quem eu sou”.







Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe uma resposta para Sika Gennargh PelegrinoCancelar resposta

34 Comentários

  • Anônimo
    22 junho, 2017

    Um ótimo livro para adolescentes de até 18 anos. No máximo.

  • Anônimo
    23 novembro, 2014

    a historia é boa mas nao desenvolve, ta ficando chato…acho que vou desistir!! 🙁

  • Douglas Fernandes
    30 maio, 2014

    Mais um livro com um tema forte, eu ja li Os 13 porques,pela resenha esse parece ser mais "pesado" esse é um outro assunto que eu desejaria que só existisse em livros e filmes, mas que infelizmente está crescendo muito, gostei da dica e vou adicionar na minha lista de desejados.

  • Karina B.
    29 maio, 2014

    Olá!
    O livro já me ganhou com a sinopse! E a resenha me convenceu de vez!
    Entrou na meta de leitura e lista de desejados!
    Beijos!

  • Karolyne K.
    28 maio, 2014

    Olha, sinceramente…. deve ser uma leitura muito intensa.
    Eu estava na dúvida se eu deveria ou não comprar o livro, mas depois dessa resenha, eu preciso sim! Parece ser um ótimo livro e espero ler em breve.

  • Dreeh Leal
    27 maio, 2014

    A capa me enganou, mas você acabou de abrir os meus olhos! Só posso dizer: UAU! Que resenha foi essa.. A Pah acertou em cheio ao escolher novas resenhistas para o blog. Todas vocês conseguem escrever da mesma forma intensa e envolvente que tanto me conquistou por aqui. Eu não tinha a menor vontade de ler esse livro, mas agora estou avida por ele. Mas com certeza irei preparada para as fortes emoções que sentirei durante a leitura =)

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

  • leticia costa
    26 maio, 2014

    Nossa quando li a sinopse não coloquei muita fé no livro, por mais que falasse sobre violencia domestica e tals, não fiquei com vontade de ler. Mais quando li a resenha me interessei um pouco mais, amo livros que falam sobre problemas reias, e que acontecem o tenmpo todo, e que infelizmente não damos muita importancia. Amei a resenha, Bjoos!

  • Thalita Sousa
    25 maio, 2014

    Adorei sua resenha, já tinha visto a capa desse livro e pensei que era só mais um livro hot que estava por vir. Nunca li nenhum livro que trata-se de violência doméstica, e acabei me interessando esse já vai para minha listinha ou listona. haha
    bjs

  • Jany Mantovan
    24 maio, 2014

    Ele já está na minha listinha e com essa resenha ele passou na frente de alguns 😉
    adoro os "new adult" e com certeza vou amar esse!

  • Thatiane Martins
    23 maio, 2014

    Nossa, pela capa nunca imaginei que a história fosse sobre algo tão denso e pesado quanto a violência doméstica. Gostei muito da sua resenha e como adoro livros com temas fortes, "uma razão para respirar" já está no topo da minha listinha de próximas leituras!

  • Sika Gennargh Pelegrino
    21 maio, 2014

    Primeiro pensamento: que triste!
    Não sei nem o que falar sobre a resenha, a não ser que ficou ótima.
    Mas não acho que no momento a leitura me faria bem, por ser bem forte mesmo. Algum dia no futuro próximo até poder ser…
    Obs: que puta sacanagem! Kkkk. Sempre choro com Iris do Goo Goo Dolls!

  • Leonardo Ribeiro
    20 maio, 2014

    Olá Day!
    Esse New Adult tem uma capa maravilhosa. A pouco tempo deixei de ler esses tipos de livros (então vai demorar para eu ler esse daí. rsrs) Mas ultimamente estou adorando ler os livros da Pandorga! Essa resenha me deixou curioso com o livro. Esse mistério todo … kkk um pouco assustador.
    Bjs

  • Vanessa Grandin
    20 maio, 2014

    Vi esse livro na livraria e me interessei logo que li o título e vi a capa…… essa é a primeira resenha que leio dele e deu mais vontade ainda de lê-lo..
    Só desanimei um pouco pelo fato de ser uma série!

  • Raissa Lohayne
    19 maio, 2014

    Acho que to procurando um livro desse tipo por agora. Fiquei apaixonada, sua resenha ficou incrível e a história parece ser melhor ainda. Vou procurar já pra comprar <3

  • Camila Silva
    19 maio, 2014

    Uaauu!!! Um livro forte néh, como você mesma disse, não é para qualquer. Acho que não estou preparada para lê-lo ainda, mas confesso que fiquei muito instigada pela temática. Quem sabe eu não o adquira futuramente?!

  • Mirelle Candeloro
    19 maio, 2014

    Nossa Day, que resenha intensa. Chegou a me arrepiar. Nunca diria que por trás de uma capa dessas contivesse uma história triste e cheia de sentimentos. Adorei a dica de leitura e fiquei louca de vontade de ler. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Franciele Ferreira Silva
    19 maio, 2014

    Day, conforme fui lendo, era como se eu estivesse vivendo a história da Emma….
    Amei o livro.
    Iris de Goo Goo Dolls é sensacional…… perfeita escolha…
    Bom, só vou adquirir o livro quando os outros 2 livros já estiverem no Brasil, não posso ficar aguçando minha curiosidade de tal forma……
    Já faço isso sem querer kkk..

    Bjssss Day

  • Rayane
    17 maio, 2014

    Bem eu comprei esse livro, mas ela ainda não chegou. Comprei principalmente porque pelas resenhas que li, parece ser uma história muito bem contada não só a respeito da violência ou de amor, mas também da amizade e do valor que ela tem em momentos difíceis.

  • Jéssica Maria
    17 maio, 2014

    Olha vou ser bem sincera comecei a leitura achando o livro chato ,pois já vi uma resenha dele e era negativa ,mas eu simplesmente amei sua resenha ,e para ler ao som de Demons , me apaixonei pelo livro<3

  • Ana Carolina
    16 maio, 2014

    Oi Day!
    Só de ler a sinopse o livro já me ganhou, então fui lendo a resenha e estou totalmente enlouquecida para ler Uma razão para respirar. É um absurdo que haja tantas Emmas no mundo, é uma situação muito triste.

  • Bárbara
    16 maio, 2014

    Nossa, que forte! Muito bom a sua colocação ao dizer que não é um livro pra qualquer tipo de leitor.. realmente tem que estar preparado pra ler esse tipo de livro!
    Eu particularmente me impressiono com algumas coisas e passo dias e dias pensando sobre, mas fiquei completamente instigada a ler esse livro! Quero muito!
    Abs

  • Pati Peña
    16 maio, 2014

    Olá!

    Eu simplesmente amei o livro, fiquei muito tempo pensando nele e estou louca pela continuação, espero que a editora lance logo 😉

    Bjs,

    Pati

  • Pati Peña
    16 maio, 2014

    Olá!

    Eu simplesmente amei o livro, fiquei muito tempo pensando nele e estou louca pela continuação, espero que a editora lance logo 😉

    Bjs,

    Pati

  • Rayme
    16 maio, 2014

    não conhecia esta série ainda, mas adoro este tipo de trama, então acredito que vou gostar desta. vou pesquisar sobre ele pois achei a história incrível e fiquei muito curiosa!!!

  • Érika Rufo
    16 maio, 2014

    Esse livro está na minha lista de desejados. A capa está muito linda e o tema abordado é muito triste e atual. É uma pena que existam tantas Emmas na vida real… e às vezes bem mais perto do que a gente imagina.

    Beijos!!

  • Rita Cruz
    16 maio, 2014

    Uau.
    Realmente existem tantas "Emmas" por aí, e tão próximas a nós e simplesmente tapamos os olhos para não ver, ou ignoramos esse fato por estarmos ocupados demais preocupados com nós mesmos.
    É difícil não me identificar com alguns dos dramas da Emma quando eu mesma passei anos construindo um muro em volta do meu coração para não me permitir ser amada e amar. E quando vi essas barreiras ruírem, foi medonho e ainda me sinto insegura quanto a isso.
    Enfim, adorei o enredo do livro, e como não me canso de dizer: Tenho um fraco por dramas, então esse é outro livro que vou procurar nas livrarias em minhas próximas visitas.

  • jennifer luna
    15 maio, 2014

    Nossa esse livro para ser muito interessante , nunca tinha lifo nada dessa autora , talvez esse livro eu queira ler *-*

  • Raquel Pereira
    15 maio, 2014

    Ótima resenha. O tema abordado no livro é bem complicado né? Acho que a grande maioria das pessoas que sofrem violência doméstica tem medo de fazer uma denuncia e as violências aumentarem. E provavelmente por isso tentam passar a maior parte do tempo despercebidas. Fiquei muito curiosa pra ler o livro e ver como a autora passa isso pros leitores.

    Bjok

  • Anônimo
    15 maio, 2014

    Adoro este blog deste o momento que o descobri! Resenhas super bem escritas! E o design do blog tá super fixe, moderno, bonito e acessível para procurarmos o que quisermos! De uma viciada em livros de Portugal, com vontade de ler este livro!

  • Vih Gonçalves
    15 maio, 2014

    Oi, adorei a resenha. Já tinha lido a sinopse e fiquei realmente curiosa sobre esse livro, mas essa é a primeira resenha que leio.
    Parece ser uma ótima história – principalmente pelo tema que aborda.
    No momento estou evitando livros assim, mas ele está entre minhas próximas leituras.

  • Vih Gonçalves
    15 maio, 2014

    Oi, adorei a resenha. Já tinha lido a sinopse e fiquei realmente curiosa sobre esse livro, mas essa é a primeira resenha que leio.
    Parece ser uma ótima história – principalmente pelo tema que aborda.
    No momento estou evitando livros assim, mas ele está entre minhas próximas leituras.

  • Ana Paula Justen
    15 maio, 2014

    Gostei da resenha. E é triste saber que isso acontece com muita gente na "vida real". Gostei do livro!

  • Monica Navarro
    15 maio, 2014

    Oi, Day
    Gostei muito da sua resenha. Comprei esse livro recentemente, mas ainda não li. Confesso que comprei mais pela capa, pois não li a sinopse. Agora sei que fiz uma ótima compra.
    Adorei o assunto que a autora explora, muito sério. Com certeza, vai ser minha próxima leitura.