[Resenha] A Vida do Livreiro A.J. Fikry - Gabrielle Zevin

Uma carta de amor para o mundo dos livros “Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.
Romance || 192 Páginas || Cortesia Editora Paralela|| Skoob || Compare & Compre|| Classificação: 5/5
Na vida de A. J. Fikry, um livreiro de quarenta anos, os livros representam os melhores anos de sua vida: uma paixão de juventude, o doutorado interrompido, a ideia precoce de abrir uma livraria, e um casamento feliz feito para durar a vida toda. Contudo, existem coisas que estão além do controle de qualquer ser humano, por isso quando ele perde sua esposa – o grande amor de sua vida – perde também o encanto pelo trabalho e por tudo que um dia amou. O luto fez de A.J. um homem carrancudo e solitário, isolado em uma realidade inalcançável tanto pelos livros quanto pelas pessoas ao seu redor. Com o negócio ruindo e a pequena população de Alice Island se afastando do humor negro do único livreiro da cidade, A.J. estava prestes a se aposentar quando, mais uma vez, o destino decide interferir e mudar o rumo de sua vida. Livros transformam pessoas, e é exatamente isso que vão fazer com A.J., vão dar a ele uma segunda chance de viver e de ser feliz – E, confesso, vão usar histórias extremamente inusitadas para isso.
“Às vezes os livros só nos encontram no momento certo.”

De início não consegui compreender o livro e a escrita da autora; são memórias desconexas, passado e presente que se misturam, e personagens secundários que constantemente mudam o rumo da história. Suspense? Ficção policial? Memórias de um livreiro solitário? O que exatamente a autora queria proporcionar aos leitores? Confusa, fui pega de surpresa quando parte do mistério do livro foi desvendado, quando – ainda nos primeiros capítulos – fui capaz de compreender a beleza e a simplicidade por trás dessa obra. Independente de suas idas e vindas o objetivo da narrativa é mostrar como o amor é capaz de transformar e curar corações, divagar sobre como graças ao acaso a vida une aqueles que compartilham de uma mesma paixão. O que nesse caso é ainda mais belo, pois estamos falando de uma união gerada pelo amor aos livros.
Sendo assim, o livro tem dois pontos fundamentais: a beleza por trás da vida de A.J. (em como ele supera seus medos e encontra o amor onde menos espera) e a magnitude de sua paixão literária. São belas lições sobre a vida e sobre os livros, citações que enchem os olhos de qualquer fã literário, e mensagens verdadeiras o suficiente para encantar todos os tipos de leitores, até mesmo os que não são fanáticos por livros. E o que quero dizer é que, para o leitor que não vive sem um bom livro a vida de A.J. é um espelho de sua própria vida, de forma que é fácil compreender os anseios desse personagem e a maneira como ele se entrega aos seus livros favoritos. Já para o leitor que lê sem tal ânsia, ou que espera apenas um belo romance, a vida do protagonista é tão real que é fácil aceitar os conflitos e as emoções narradas, fato que obriga o leitor a mergulhar na história de vida desse protagonista antissocial e de coração mole.

Além das mensagens literárias e das lições de vida trazidas pelo livro, outro ponto bacana é a escrita da autora. Ela segue um ciclo e um ritmo só seu, dando um significado diferente à palavra recomeço. Gostei da conectividade trabalhada, em como os detalhes fazem toda a diferença, e em como o tempo passa de acordo com os livros favoritos do personagem principal, de forma que cada grande acontecimento da vida de A.J. está ligado a uma história diferente, uma história lida e a uma história vivida. Assim, com tanta riqueza de detalhes, é simplesmente impossível não amar esse livro ou se deixar tocar pela mensagem trazida. Belo, rápido de se ler, divertido, real, e um prato cheio para os amantes literários. Eis uma obra rica em palavras e emoções. Adorei e indico de olhos fechados. 
As pessoas contam mentiras chatas sobre política, Deus e amor. Você descobre tudo que precisa saber sobre uma pessoa com a resposta dessa pergunta: Qual é o seu livro preferido?


Participe Aqui

42 comentários:

  1. Oi Pah*

    Menina agora você me deixou mais curiosa. Eu quase comprei ele sábado, mas não tinha na livraria que eu fui, que pena. Mas logo o comprarei, pois só de ler sua resenha eu tenho certeza que irei gostar.

    Esse livro me fez lembrar de dois livros que eu li "Ler, viver e amar" e " O Ano da leitura mágica". São ótimos, no mesmo estilo e que com certeza eu os relerei um dia.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  2. A resenha me deixou curiosa...
    Mais um livro para minha lista.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pah!

    Algumas pessoas já me indicaram esse livro, por diversos motivos. E depois de ler algumas resenhas ele entrou para a minha lista. E a sua resenha só me deixou mais curiosa para lê-lo!

    Beijos!!

    http://melaniearaujo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi !
    Parece ser loucura , mais eu meio que nao compreendi a sua resenha , sei lá fiquei sem entender , Como é o Nome do protagonista , A. J. Fikry ? nao consegui decifrar o nome ! odeio quando isso acontece cmg ! mais eu meio q comecei a ficar interessada , porque , como assim ele perdeu a sua paixão por livros , isso é loucura , estou angustiada aq kkkkkkkkkkkkkkkk , ta eu sei q a mulher dele morreu , mais e o amor literário ? Omg ! eu preciso ler esse livro !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, a resenha tá tão confusa assim? rsrs O nome dele é A.J sim :)

      Excluir
    2. nao kkkk , so nao consigo decifrar o nome , A.J sao letras iniciais ou o nome dele mesmo porque nao consigo ler livros assim sem saber direito o nome do protagonista , af nossa como sou lerda !kk

      Excluir
    3. Haha, é estranho mesmo, mas o nome dele é A.J, rsrs

      Excluir
    4. PS. Não é abreviação, pelo que entendi, é nome mesmo, rsrs

      Excluir
  5. Esse livro parece ser genial!
    E emocionante deve ser com certeza. Sua resenha só aumentou minha vontade de ler.

    ResponderExcluir
  6. Olá Pah,
    Linda resenha, este parece ser um daqueles livros que ficam na memória e rendem boas reflexões.
    Espero lê-lo em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oii paah , eu acho q foi vc que tava falando q os leitores que deveriam ler ai ja fiquei curiosa kkk bom gostei da hostoria a capa é simples mas bem fofa , ele ta na minha listinha nunca li nada desse autor .. !

    ResponderExcluir
  8. odeio livros que misturam passado e presente dessa forma, sem nos dar qualquer explicação para continuarmos intendendo a trama...
    acho que se eu começasse a ler esta obra e me deparasse com isso iria abandonar ela ;x
    rápido de ler? sério? :O
    apesar de já ter visto o livro por ai, não tinha lido nenhuma resenha dele ai. realmente, parece ser ótimo, mas com um começo meio parado assim não sei se iria me agradar muito não =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayme, só o comecinho do livro é confuso, e acho que faz parte do mistério da obra. E é rápido sim, o livro é super fininho e tem um quê de memórias, o que o deixa bem gostoso de ler :)

      Excluir
  9. Sua resenha está ótima, mas não sei se esse livro me agradaria, pelo menos por enquanto não sinto vontade de ler...mas quem sabe um dia!
    Beijos!! :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Pah!
    Adorei a sua resenha! Já tinha ouvido vc falar sobre esse livro antes e já tinha me despertado aquela vontade de ler.
    Coloquei aqui na minha wishlist e espero tê-lo em breve *-*

    Bjos.

    ResponderExcluir
  11. O livro parece ser ótimo, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  12. Oi Pah!
    Quando vi o lançamento desse livro um tempinho atrás logo coloquei na minha lista de leitura. Estava muito ansiosa para lê-lo e, depois de sua resenha, a vontade de ler só aumentou. Gostei de saber que o personagem principal tem uma paixão por livros e acho que só por este fato a leitura já vale a pena. Adorei a resenha!
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Nossa, pela resenha o livro já me conquistou! Adoro essas premissas diferentes dos romances que eu estou tão habituada em ler! Com certeza entrou pra minha lista

    ResponderExcluir
  14. A resenha me deixou curiosa. Não parece clichê e parece uma leitura gostosa apesar da "meia confusão" que parece ser o início. Tbm na lista

    ResponderExcluir
  15. Achei a história muito boa, parece ser um livro incrível de superação depois da perda da esposa.
    Só achei meio estranho ser tão fininho com esse história e tanto, mas talvez isso não quer dizer nada! Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oiee ^^
    Vi esse livro em promoção no submarino há alguns dias e quase o comprei, fiquei encantada com a sinopse e ele foi para a listinha de desejados, mas acabei encontrando outros livros que me pareceram mais interessantes e deixei "Aj" para trás *-*

    ResponderExcluir
  17. Que livro lindo *-*
    Linda a capa, linda a sinopse, e ao que parece, uma linda leitura.
    Acho que não tem como um amante literário não se apaixonar por essa premissa, por esse drama que ele passa. É muito triste observar alguém que não consegue mais encontrar apoio nos livros e nas pessoas. Afinal, ninguém consegue viver sozinho.
    Ainda não tinha lido nada a respeito desse livro. Adorei, entrou para minha lista de desejados. Obrigada pela linda resenha, Pah.

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Tenho visto tantos comentários lindos sobre esse livro que com certeza já vai pra minha lista de desejos! Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  19. Oi Pah tudo bem? Nada melhor do que livros que falam de livros não é mesmo! Estou louca para ler o livro depois de ler algumas resenha positivas a sua deu a martelada final ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  20. Oieee
    Quanto vi o livro assim só com cento e tantas páginas achei que a história fosse ruim
    e bem mal desenvolvida.Estava errada.
    Adorei o personagem principal A.J. e sua maravilhosa paixão pelos livros,eu me sentiria um pouco confusa no começo da história mas de jeito algum abandonaria o livro.A capa está uma fofura e eu nunca havia reparado no A.J e sua filha na parte de baixo.
    beijos

    ResponderExcluir
  21. Não dava nada nesse livro, mais com sua resenha ele me conquistou. Adorei os cotes dele. Adoro livros que tenha alguma mensagem e nesse certamente tem!

    ResponderExcluir
  22. Adorei a sua resenha. Já me apaixonei pelo personagem A.J., só por ele gostar de livros. Esse livro parece ser muito tocante, uma linda história de recomeços. Com certeza, quero ler.

    ResponderExcluir
  23. Oi Pah!
    Achei a capa tão linda *-*
    Não gostei da sinopse, mas sua resenha foi bem esclarecedora.
    Entrando para a lista!
    Beijos,

    minhavelhaestante1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Esse livro não me chamou a atenção à primeira vista, mas quando li a sinopse fiquei maravilhada, isso se confirmou quando li a sua resenha. Parece ser o tipo de livro que me faz querer ler não uma, mas muitas vezes, que são profundos e me faz sentir mais do que satisfação ao lê-lo, esse parece ser um livro desse tipo. Esse livro parece trazer uma mensagem bonita, já coloquei na minha listinha dos próximos livros!

    ResponderExcluir
  25. Eu quero muito ler esse livro a um tempinho, a capa dele é tão fofinha que eu preciso dela na minha estante uahauhaua

    ResponderExcluir
  26. Oi Pah!
    Em primeiro lugar eu amei a capa desse livro, segundo ele fala sobre um dono de um livraria, terceiro fala sobre recomeços. Tem como não ficar curiosa sobre a estória?!!?! Já esta na minha listinha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Fascinante, Pah. Fiquei encantada com a obra. Gente, e essa última citação? Realmente, conhecemos as pessoas pelo que elas lêem e, principalmente, pelo seu livro favorito.
    Adorei!

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  28. Apesar das resenhas indicando o livro e você parece ter adorado, eu não tenho vontade de ler, ele não chama minha atenção, acho que ando numa onda de ler muito romance e distopias...eu sei preciso variar mais rs,
    Mas eu gostei da ideia de ter citações de livrose a forma que ele supera seus problemas parece linda, quem sabe quando esta onda romantica que estou eu me interesse por ele, beijos.

    ResponderExcluir
  29. "Livros transformam pessoas" (E como!). O livro parece ser bem interessante apesar de não causar tanta curiosidade. Pretendo lê-lo na próxima oportunidade que tiver. Quero muito ler as citações que o livro aborda.
    Beijo :)

    ResponderExcluir
  30. Oi Pah!
    Sou muito de julgar um livro pela capa, mas apenas de não curtir tanto assim essa capa, a história parece ser bem interessante (porém não me causando curiosidade em lê-lo). Gostei das citações.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  31. Já tinha ouvido falar desse livro mas nc fui atrás de saber mais sobre ele..fiquei bem curiosa sobre ele agora :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Confesso que essa capa me deixou apaixonada , mais a historia não me interessou muito , é uma pena porque escuto falarem muito bem do livro , acho que esse eu passo , não gostei muito da historia , nem um pouquinho :/

    ResponderExcluir
  33. Oie...
    Gosto bastante de livros que falem sobre livros ou leitores. E a capa é muito bonita mesmo sendo simples e adorei a resenha. Me fez querer ainda mais ler este livro.

    ResponderExcluir
  34. Ja dejesei o livro só pelo titulo... hahaahha
    mas agora desejei mais ainda, parece uma historia linda e com certeza eu quero conhecer

    ResponderExcluir
  35. Interessante. O livro me parece ter um sentido de mostrar em que as vezes só porque já fizemos uma escolha, não quer dizer que com o passar do tempo essas escolhas possas ser renovadas e fazerem mais sentido ao tempo em que estamos. A capa quando vi não tinha entendido o desenho, depois vi que eram livros abertos, mas mesmo assim não me chamou atenção diferente do nome. Acredito que seja uma história que mereça ser lida.

    Bjsss Pah

    ResponderExcluir
  36. Oi Paola!
    Já li esse livro também, a história é bonita mesmo! Só não gostei do ritmo da autora, muito morninho..! Mas com certeza é uma leitura que vale a pena!
    Bjo!
    Karen
    http://www.bookadvisor.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Pah, que surpresa agradável foi essa sua resenha. Eu imaginava esse livro totalmente diferente. :D...Foi muito bom saber sobre o que ele trata, seus encantos e surpresas. Adorei aber que a autora nos presenteia com com uma escrita do jeitinho dela e que a leitura nos prende. Sem contar que etou loica pra saber sobre o significado diferente que a AJ deu À palavra recomeço. Arrasou na resenha, parabéns e obrigada pela indicação.bjs

    ResponderExcluir