[Resenha] O Ladrão do Tempo – John Boyne

John Boyne tornou-se um escritor célebre no mundo inteiro depois do estrondoso sucesso de seu romance O menino do pijama listrado, mas agora o leitor brasileiro tem finalmente o privilégio de conhecer O ladrão do tempo, livro que deu início à brilhante carreira do autor irlandês. O ano é 1758 e Matthieu Zela resolve abandonar Paris e fugir de barco para a Inglaterra, depois de ter testemunhado o assassinato brutal da mãe pelo padrasto. Apenas um garoto de quinze anos na época, ele leva consigo o meio-irmão caçula, Tomas, criança que se vê impelido a proteger. Começando com uma morte e sempre em busca de redenção, a vida de Zela é marcada por uma característica incomum: antes que o século XVIII acabe, ele irá descobrir que seu corpo parou de envelhecer. Sua aparência é de um homem de cinquenta anos, mas o tempo passa e seu físico continua imutável. Ele simplesmente não morre e não faz ideia de qual seja a razão para que isso ocorra. Ao final do século XX, ele resolve olhar para o passado e rememorar sua experiência de vida, incomparável à de qualquer outro ser humano. Da Revolução Francesa à Hollywood nos anos 1920, da época das Grandes Exposições à quebra da Bolsa de Nova York, Zela transitou por inúmeros lugares, exerceu diversas profissões e conheceu pessoas notáveis, além de ter se apaixonado por muitas mulheres. Mas, mesmo séculos depois, ele continua certo de que seu verdadeiro amor foi Dominique Sauvet, uma jovem que conheceu no barco que tomou com o irmão para escapar da França. O trio se uniu para começar a nova vida na Inglaterra e Matthieu se viu totalmente encantado por Dominique. Com uma trama absolutamente instigante de amor, morte, traição, oportunidades perdidas e esperança, John Boyne já anunciava neste primeiro romance o seu talento inconfundível de exímio contador de histórias.
568 Páginas || Cortesia Cia de Letras || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || Classificação: 5/5
Esse livro me surpreendeu. Primeiro porque a leitura me pareceu meio tediosa no início e segundo porque quando a narrativa engatou, despretensiosamente ela me pegou de jeito. Parecia que Matthieu Zela (o próprio ladrão) havia me levado pela mão para que eu pudesse, ao seu lado, apreciar sua história. Sendo assim, vale dizer que O Ladrão do Tempo é narrado em primeira pessoa por Matthieu Zela, um homem que tem mais de 250 anos de idade e que não sabe o motivo de ter parado de envelhecer.
Eu não morro. Apenas fico mais e mais e mais velho. Pág. 07
John Boyne apresenta a história mesclando-a em três momentos distintos: Matthieu narrando seu presente (que se passa em 1999), seu passado mais distante (Paris de 1743 – onde viveu sua infância e adolescência com seu meio irmão Tomas e seu primeiro amor Dominique), e o passado que atravessa os séculos XVIII, XIX e XX (o que dá ao leitor um panorama geral dos principais acontecimentos que marcaram a história desse período como: a Revolução Francesa; a decapitação do rei Luís XVI; o ressurgimento das Olimpíadas; e o início da Revolução Industrial). Mas, mesmo entre tantas memórias, sabemos apenas que Matthieu Zela nasceu em Paris no século XVIII e que tinha 15 anos quando viu sua mãe ser brutalmente assassinada por seu padrasto. Além do fato de que, após assistir a execução do assassino, o rapaz decidiu ir embora da França com seu meio irmão, momento em que conheceu Dominique Sauvet e partiu em busca de um novo futuro. 
O mais interessante da narrativa é que o personagem só percebe que parou de envelhecer quando seu primeiro sobrinho Tomas DuMarqué – e o detalhe é que houveram mais oito deles – se envolve com a Revolução Francesa. Nas palavras do próprio Matthieu:
[...] foi apenas no final do século XVII, época em que cheguei naturalmente aos cinquenta anos, que o meu envelhecimento físico se interrompeu. [...] Eu me lembro de ter percebido, em algum momento entre 1793 e 1794, que minha aparência continuava inalterada [...]. Pág. 11
Assim, o que mais gostei nesse personagem é que, ao contrário da maioria dos personagens imortais da literatura e dramaturgia, ele não se autoflagela ou se condena. Na verdade, ele aproveita a vida que lhe foi dada. Matthieu gosta de viver e gosta de fazer coisas úteis com seu tempo, assim como também gosta da ociosidade. No presente, Matthieu é sócio e dono de uma emissora de televisão e acompanha a vida de seu nono sobrinho Tomy DuMarqué – todos os Tomas morrem aos vinte e poucos anos e Matthieu também não sabe a explicação, a não ser pela imprudência deles. Porém, compadecido com seu atual sobrinho Tommy, Matthieu se coloca em uma meta pessoal: impedir que a vida de Tomy seja interrompida por algum acidente bizarro ou atitude estupida. Mas com essa missão, ele não sabe se acabará com sua própria longevidade, afinal, mesmo sem saber ele pode estar se condenando a morte.
Além dessa missão que se impôs, Matthieu tem que lidar com o assassinato de um amigo, com os altos e baixos da gerência da emissora, e com a chegada de uma notícia inesperada, ou seja, o livro não perde em ação, mistério e surpresas. Com uma mescla de aventura e romance, e com pitadas de suspense, O Ladrão do Tempo é o primeiro livro de John Boyne e não deixa nada a desejar. Dou cinco estrelas. Apesar do começo aos trancos e barrancos, é fato que me apaixonei por Matthieu Zela e sua história de dois séculos com seus nove sobrinhos.




Participe Aqui

49 comentários:

  1. Parece ser bem legal... Tenho receio de ler livros com o começo difícil, pois é uma tortura passar pela parte parada... mas gostei da historia acho que vale a pena ler até o fim!! Adorei a resenha!! Bjssss

    ResponderExcluir
  2. Gostei da premissa! Do John Boyne só li o famoso "O minino de pijama listrado", e me decepcionei um pouco. Minhas expectativas estavam altas na época. Por isso, esqueci John Boyne. Agora, esse livro me despertou interesse no autor novamente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante a resenha Kamila.
    Confesso que não li O menino do pijama listrado ainda mas ele está na minha lista há um bom tempo. Morro de vontade de lê-lo e, se der, quem sabe, ler outra obra do autor antes desse grande sucesso.
    No lançamento desse livro eu fiquei interessada, mas passou um bom tempo e não tinha lido muitas resenhas sobre ele.
    Abraços! LivreMente

    ResponderExcluir
  4. Só de saber que passa por tantos momentos importantes da história do mundo já me interessei. Adorei a resenha ;)

    ResponderExcluir
  5. Achei muito legal a premissa desse livro, falando de um personagem que não envelhece.
    Que bom que o Matthieu não fica se lamentando de tudo o que acontece com ele, odeio personagens chorões.
    O livro tem tudo o que eu gosto mesmo: ação, mistérios, surpresas e aventura, tirando o romance tá tudo bem.
    Ótima resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  6. Primeira resenha que leio desse livro e foi muito boa a sua, sou louca para ler esse livro, já li um livro desse autor que é O Garoto no Conves e achei muito bom e gosto de livros que se passam em épocas diferentes.
    Quero conhecer o personagem melhor Matthieu e porque esse titulo me intrigou.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Pra ser bem sincera não me encantei muito com a sinopse.
    E tbm sobre o começo ser meio parado,acho tão difícil passar por essas partes que as vezes acabo até desistindo dos livros.
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. A premissa é muito boa! Estou louca para colocar em mãos mais uma obra do Boyne! (Já leu 'Fique onde está e então corra'? É muito bom, recomendo.)
    Acabei de adicionar 'O Ladrão do Tempo' à wishlist. Amei sua resenha, muito boa.

    Beijos,
    Camila
    chuvadeejaneiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Parece bem diferente esse livro, ainda mais pelo personagem não se martirizar o tempo todo por não envelhecer, e ainda mais por gostar de viver e viver de forma satisfatória. Achei incrível isso. Um livro que gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  10. Parece ser um livro interessante. Gostei muito do livro "O menino do pijama listrado". Vou colocar esse na minha lista de próximas aquisições.

    ResponderExcluir
  11. Kamila!
    O livro já é bom por nos reavivar a memória em relação aos fatos históricos de 3 séculos, apenas por esse fato já merecia a leitura.
    Agora fiquei intrigada: primeiro por não se saber o que acontece com o protagonista para que ele seja imortal; depois o fato de seus sobrinhos morrerem em tão tenra idade e fiquei curiosa em saber: ele não teve filhos? Apenas sobrinhos?
    Quero poder conferir a leitura!

    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  12. Parece ser um livro interessante. Gostei do outro livro desse autor "O menino do pijama listrado". Com certeza esse irá para a minha lista de próximas aquisições.

    ResponderExcluir
  13. Oi Kamila

    Gostei bastante da sua resenha. Do autor li apenas O menino do pijama listrado e apesar de gostado muito nunca mais li nenhum livro dele. Separei alguns no meu Kobo e espero poder ler em breve, O ladrão do tempo é um deles.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  14. Oi, Kamila!
    Eu ainda não li nenhum livro do John Boyne, mas a tua resenha me instigou a curiosidade. Esse livro possui uma premissa diferente das que estou habituada, é esse diferencial que me fez querer lê-lo. Já coloquei nos meus desejados e quero poder lê-lo o quanto antes.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Já ouvi falar de O menino do pijama listrado, mas nunca li nem assisti o filme. Na verdade, tô criando coragem, pq já me falaram que é bem triste. Já esse livro eu não conhecia. Fiquei curiosa agora se ele conseguirá salvar o sobrinho. E tb fiquei curiosa pra saber se ele descobre pq não envelhece. Tem livro que é assim mesmo: começa devagar, mas depois que a gente engata, não quer mais parar. Prefiro esses aos livros que começam com tudo e deixam a deseja no final, hehe!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  16. Oie
    So li O menino do pijama listrado e tenho muita vontade de ler outros livros do autor.
    Gostei da premissa deste, quero ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Kamilla, tudo bom?? Eu gosto muito da forma que o John escreve, porqu el sempre me surpreende com cada livro que leio...estou muito feliz em saber que esse livro é muito bom e que o Matthew vai nos conquistar, pq quando eu li a prmissa fiquei mega dsanimada pra ler essa história...agora etou super curioa pra saber pq ele vive a tanto tempo e como vai impedir de Tommy morrer acidentalmente....Parabéns pela resenha, ficou ótima...bjsssss

    ResponderExcluir
  18. Oi ! Queria te convidar à participar da maratona literária " 4 Semanas de Puro Romance " que eu estou organizando , vai começar dia 12 de setembro e ainda estou adicionando os blogs participantes ao post . Se quiser participar entre em contato pelo e-mail: analopeslima@live.com . Confira mais no post :

    http://dezenove--primaveras.blogspot.com.br/2014/09/4-semanas-de-puro-romance.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo convite Carolina, vou lá conferir :)

      Excluir
  19. Oi , Assisti o Filme o Menino do Pijama listrado e amei , é mt lindo e mt triste tbm quanto a este nao sei se vou gostar mais parece ser bem legal , pois adorei a premissa do livro , !

    ResponderExcluir
  20. do Boyne, o unico livro que me deixa mais curiosa é este. os outros não me agradam muito.
    ainda não li ele, mas parece ser ótimo. e de todas as resenhas que já li dele, todos os leitores comentaram que o começo dele é mais travado mesmo...
    pretendo ler ele em breve. espero não me decepcionar!! ;~~

    ResponderExcluir
  21. O livro parece ser ótimo, uma história interessante que assim como O menino do pijama listrado tem traço do passado. Ótima resenha.
    Beijos

    http://achadosnaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Kamila!
    Nossa o livro parece ser super interessante, adorei a sinopse. Confesso que só vi o filme do OMPL e que nunca li nada de John Boyne, mas gostei bastante dessa resenha e com certeza vou acabar lendo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá tudo bem? quero muito conhecer o autor e nada melhor do que fazer isso com seu primeiro livro né? fiquei bem curiosa com sua resenha e sinceramente? eu não me importo com historias que comecem um pouco lentas desde que sejam bem construídas, felizmente tenho pegado livros assim, tem o começo lento mas do meio para o fim são incríveis!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  24. Oiii Kamila!
    Olha, livros desse gênero não são os meus preferidos não, mas eu confesso que você me ganhou com a sua resenha. Parece um livro extremamente forte e intenso.
    Não li O Menino do Pijama Listrado, mas só vi ótimas críticas sobre ele.
    Talvez eu arrisque ler esse livro.
    Beijos

    http://entrelinhaslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Kamila, tudo bom? É a primeira vez que vejo resenha desse livro, conheço o autor, mas só pelo filme do pijama listrado e não o livro, não sou muito fã de livros sobre ladrões e tal, mas gostei da resenha quando você começou falando que ele não envelhecia e concordo com você quando as pessoas que recebem um dom não precisam ficar se lamuriando por ele e sim aproveita-lo. Esse livro parece a cara da Pam, com um toque de romance histórico pela parte da revolução francesa, fez sentido o que eu disse? kkkkkk espero que sim.Gostei da sua resenha, bem clara e fácil de se ler.
    Beijos
    Poliana Araújo
    Território das Garotas

    ResponderExcluir
  26. Gente que legal! Já vi o filme O Menino do Pijama Listrado e adorei, mas tbm nunca li! Me interessei bastante por esse enredo de O Ladrão do Tempo!

    ResponderExcluir
  27. Gostei muito da resenha e fiquei com muita vontade de ler o livro! Parece uma história interessante, fiquei curiosa. Já tinha lido a sinopse mas pensei ser um livro tedioso, mas parece que me enganei!
    Beijos! :)

    ResponderExcluir
  28. Oi Kamila!

    Amei o livro o menino do pijama listrado, e não conhecia outro livro do autor,
    gostei bastante da história do livro, mas não sei se me agradari pq pelo que parece foge totalmente da proposta do livro que li, mas chamou atenção!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  29. Oi,
    Acredita que eu ainda não li o menino do pijama listrado..rsrs...pois é. Mas achei essa história bem

    interessante, por todo esse mistério da imortalidade e escolhas. Gostei muito da resenha quem sabe eu

    venha a ler.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Não conhecia o livro e nunca tinha visto nenhuma resenha sobre ele..confesso que pela capa não me chamou muito a atenção não,mas depois de ler a resenha mudei completamente de ideia...agora fiquei bem curiosa pra saber pq ele não envelhece,já tá na minha listinha com certeza :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Kah, Boyne tem um jeito de nos cativar que não conseguimos arrancar das mãos o livro enquanto ele não termina.
    Mesmo essa obra sendo grande, a expectativa permanece a mesma e fiquei intrigada com isso. Manter a narrativa em três momentos, de três maneiras parece incrível, uma desenvoltura ótima.
    Adorei

    ResponderExcluir
  32. Amo os livros do John Boyne! me emociono com suas histórias. Esse eu ainda não tinha lido, mas já anotei na lista e muito curisa para ler.

    Beijos

    Jéssica - http://livrosseriesemelodias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. UAU! Adorei! Nunca tive a oportunidade de ler um livro do John Boyne, espero que O Ladrão do Tempo seja minha primeira leitura do autor! Fiquei bem curiosa com a história, não vejo a hora de conhecer e se aventurar com a história de Matthieu Zela! Achei bem curioso o fato dele não envelhecer, deve ser uma leitura e tanto! Parabéns pela resenha!

    Bjss xx

    http://livros-nerdices-tudomais.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. Que livro maravilhoso! eu não conhecia ainda, mas gostei demais.. quero muito saber o que vai acontecer com ele e com seu sobrinho, tenho certeza que vou gostar, pois gosto de historias assim com suspense, mistério.. só teve uma coisa que não gostei nesse livro: a capa. Não suporto amarelo, me da dor de cabeça. :l

    ResponderExcluir
  35. nossa que bacana! não sabia que Boyne tinha outros livros alem do famoso "menino do pijama listrado". me surpreendi ainda mais com o conteudo desse, parece uma verdadeira viagem na historia antiga!

    ResponderExcluir
  36. Oiee ^^
    Já tinha visto esse livro em promoção algumas vezes, mas sempre achei que ele parecia de auto-ajuda, então nem a sinopse li (preciso urgentemente parar de julgar os livros pelas capas *-*), gostei da história, apesar de não ser um dos meus gêneros favoritos. A nota máxima me animou bastante :)

    ResponderExcluir
  37. Oii!
    Confesso que não conhecia o autor, somente "O menino do pijama listrado", do qual eu ainda não li e não tenho vontade, infelizmente.
    Mas quem saiba mais pra frente?

    ResponderExcluir
  38. Heey!

    Nossa, pelo visto o passado do protagonista é riquíssimo! Eu adoraria fazer essa viagem pelo passado, saber sobre tudo o que ele presenciou. Se isso não bastasse, o autor ainda é mega elogiado! Quero ler pra ontem. E agora eu já sei que se estiver chato no início, não posso desistir, que vai melhorar. Foi pra lista de desejados!

    Beijinhos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Oi Kamila!
    Acredita que eu nunca li nada do John? Nem o seu tão famoso O Menino do Pijama Listrado?! Mas todo mundo fala muito bem dele, nunca ouvi uma critica negativa a ele então acho que tenho que admitir mesmo sem ler, que ele é bom. Este livro me pareceu ser excelente, curti essa coisa do personagem não ficar se martirizando e se culpando por ser imortal, tem que curtir a vida mesmo, não é todo mundo que passa dos 100 anos :p gostei bastante da premissa do livro, gostaria de ler um dia. beijos

    ResponderExcluir
  40. Já li o menino do pijama listrado e gostei bastante..
    pela resenha me parece um livro bem interessante..
    fiquei curiosa para saber o mistério por traz disso tudo.
    Não sei porque mas acho que os sobrinhos tem um pouco haver com tudo isso..

    ResponderExcluir
  41. teve um livro tbm que eu achei que nao ia passar do primeiro capitulo, quase desisti, mas como eu tinha comprado dei uma chance... chegou num determinado ponto que tbm desengatei ... nossa, acho que nunca li nada ainda do John Boyne, mto boa sua resenha! bjs
    quatroestacoes.blog.br

    ResponderExcluir
  42. Olá Kamila, tudo bem?
    A narrativa parecer ser interessante com essa questão do envelhecimento constante do personagem. No entanto, não consegui sentir aquela vontade de correr no Skoob para colocá-lo na lista, sabe? Talvez no futuro...
    Um beijo,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  43. O único livro que li do mesmo autor foi O menino do pijama listrado, adorei.
    Gostei muito da capa ter um pouco de semelhança com o outro, espero algum dia lê-lo

    ResponderExcluir
  44. Olha, eu já queria ler esse livro antes, pelo simples fato do autor ser o Boyne. Curiosamente nunca li nenhuma sinopse ou resenha desse livro, porque acho que o melhor da leitura é descobrir por si só o que o livro tem pra te oferecer, sem nenhuma pré concepção ou preconceito. Por isso, quando escolho um livro para ler normalmente não leio nada sobre ele, no máximo uma indicação do tipo "Esse livro é a sua cara!" ou se gosto da capa (péssimo hábito rsrs). Mas as vezes me dá vontade de ler as resenhas, o que me faz querer ainda mais alguns livros e odiar e desistir completamente de outros. Nesse caso, a resenha me fez querer muito muito muito mesmo ler O Ladrão do Tempo! Uma pena o livro ser tão caro e eu estar meio pobre no momento rs. Porém, com toda a certeza o lerei! Não sei quando, mas lerei xD

    ResponderExcluir
  45. Amei a capa, amei a sinopse, amei a resenha, amei o autor, amei a qntdade de páginas, amei ter amado esse livro!!
    Ele parece simplesmente fantástico!
    Vai p a minha lista de desejos agora msmo!
    Qro ser roubada pelo Zela tbm!

    ResponderExcluir
  46. É bem diferente a história, tem uma proposta boa e tal, mas não foi aquilo livro que pensei nossa tenho que ler, mas nunca se sabe os livros que cruzarão nossas vidas né, quem sabe um dia eu leia e diga nossa eu estava totalmente errada.

    ResponderExcluir
  47. Gosto muito dos livros do Boyne, ele está sempre aborda assuntos delicados. Ainda não li "O Ladrão do Tempo", mas estou bastante curiosa, já que li "O Menino do Pijama Listrado" e simplesmente amei.

    ResponderExcluir
  48. Nunca li nenhuma obra deste autor, mais pelos comentários parece que é realmente bom!! Me interessei bastante.

    ResponderExcluir