[Resenha] Sedutor, Selvagem Irresistível – Christina Lauren

Christina Hobbs e Lauren Billings, conhecidas pelo pseudônimo de Christina Lauren, causaram grande impacto com seu Cretino irresistível. A série entrou nas listas de mais vendidos no Brasil e é best-seller do USA Today e do The New York Times. Agora, elas estão de volta com Sedutor, primeiro volume de uma série que não promete menos: Selvagem Irresistível. Mia Holland, depois de comemorar sua formatura em um louco final de semana em Las Vegas, fica aterrorizada com as escolhas que terá de fazer nessa nova etapa da vida. Ela toma, então, uma decisão selvagem: partir para a França seguindo os passos de Ansel Guillaume, um homem envolvente e extremamente sedutor. Por trás de todas as brincadeiras sensuais de Mia e Ansel, sentimentos começam a surgir. Nesse momento, ela precisa decidir se retorna para a vida que deixou ou se entra de cabeça nessa aventura ardente e arrebatadora que acabou de descobrir...
Romance Contemporâneo | 379 Páginas | Cortesia Universo dos Livros | Skoob | Compare & Compre | Classificação: 4/5

Desde que li Cretino Irresistível me encantei pelo trabalho das autoras Christina Hobbs e Lauren Billings (que assinam suas obras com o pseudônimo de Christina Lauren). A escrita delas é irônica, romântica, divertida e, principalmente, fluída o suficiente para prender completamente a atenção do leitor. Entretanto tais elementos não estão presentes – pelo menos não em totalidade – na narrativa de Sedutor, o que me surpreendeu de diversas maneiras. De início eu queria uma leitura rápida, clichê e instantaneamente apaixonante, contudo mergulhei em um romance denso repleto de superação e drama. Além disso, esperava uma história previsível e superficial, mas encontrei uma narrativa que dá vida as dúvidas que assombram os personagens principais e não apenas ao desejo físico que os consome. Portanto a grande surpresa é que a imprevisibilidade e o bom-humor cederam lugar à insegurança e ao recomeço; o que significa que Sedutor é um livro completamente diferente do que já foi escrito por Christina Lauren, mas um diferente bom.

A história começa com as amigas Mia, Harlow e Lola indo para Las Vegas comemorar a formatura da faculdade. Em um final de semana repleto de diversão e bebidas elas conhecem os charmosos: Ansel (parisiense); Finn (canadense); e Oliver (australiano). E, como já era de se esperar, tal encontro resulta em um livro para cada casal formado em Vegas, em um embarque para inusitados romances internacionais. Sendo assim, em Sedutor o foco está em Mia, Ansel e Paris

Mia é uma jovem pressionada pelos pais, desacreditada no futuro, e acostumada a omitir sua opinião e seus pensamentos – ela não escolhe viver, apenas deixa que escolham por ela. Já Ansel é um homem impulsivo, um amante apaixonante, um observador atento a tudo que Mia esconde, e alguém que necessita urgentemente aliviar o peso de suas responsabilidades. O final de semana que passam juntos faz com que eles encontrem um no outro a válvula de escape de que tanto precisam: ela ganha um pretexto para fugir do passado e dos pais, e ele um motivo para alegrar e renovar o sentido de sua vida. Para que esse sentimento de alívio não fique em Vegas, porque para eles o que aconteceu em Vegas não deve ficar em Vegas, a solução que encontram é ir juntos para Paris, a cidade do romance, dos amantes e, quem sabe, dos recomeços.



O mais legal da história é que ela não caminha por linhas previsíveis com relação ao romance.  Tanto é que, por mais que o relacionamento de Mia e Ansel seja carnal, a trama não foca puramente no sexo, muito pelo contrário, as autoras dão ênfase à necessidade de fuga de seus personagens e a maneira – ás vezes conversando, outras jogando, algumas se amando – que eles encontram para enfrentar seus maiores medos. Outro ponto que gostei foi à viagem para Paris. Assim como Mia, que passa muito tempo andando pela cidade e apreciando suas riquezas, o leitor é capaz de sentir as experiências descritas, deliciando-se com cada detalhe apresentado (desde o sabor dos deliciosos croissants até a beleza do Jardim das Plantas). Outro ponto positivo é a caminhada de amadurecimento que Mia e Ansel fazem – e não como casal, mas como indivíduos que precisam fazer escolhas importantes sobre suas carreiras, suas famílias e, principalmente, sobre seus verdadeiros planos para o futuro. Nesse aspecto fui capaz de me identificar com a narrativa, compartilhando dos medos e das inseguranças profissionais da protagonista. Afinal, quem foi que disse que depois da faculdade tudo ficaria mais fácil?

A narrativa é gostosa, o cenário incrível, o mocinho (e seu sotaque francês) encantador, o romance digno dos filmes de sessão da tarde de que tanto gostamos, e o final devidamente gracioso. A única coisa que me incomodou foi o ritmo da história que, como já disse, é bem diferente do que as autoras costumam apresentar: aquela narrativa demasiadamente rápida e irônica. Não nego que foi bom ler algo diferente e mais focado no drama do casal, porém senti falta do relacionamento cão e gato de Cretino Irresistível. Sei que Sedutor não deveria ser comparado com outras obras, apenas avaliado por si mesmo, mas sou humana e admito minha falha de avaliação. Talvez o problema tenha sido eu amar tanto a saga dos Cretinos. Ainda assim, gostei do resultado da obra. Ela não causou aquele frenesi gostoso ou me marcou profundamente, mas foi agradável de ler, apresentou os encantos de Paris, e me deixou com gostinho de quero mais.

• Sobre a Série 

Sedutor é o primeiro volume da série Wild Seasons, que no Brasil ganhou o título de Selvagem Irresistível. A saga contará com quatro livros e cada um deles narrará à história de um casal diferente.

Beijos, 



Participe Aqui

34 comentários:

  1. Oi Pah...
    Você gostou bastante da leitura. É dificil ver alguem que não gosta desses livros.Eu tinha muita vontade de ler, mas aos poucos fui deixando de ser prioridade, de tanto livro que quero ler.
    Adorei a resenha..quem sabe mais pra frente.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro delas, mais tenho vontade de ler dos cretinos. Esse parece ser um livro bom. Realmente depois da faculdade nada é fácil eu me formei, mais nem trabalho na área.
    Gostei da sua resenha, boa como sempre.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Pah!
    Se foi surpreendida de maneira positiva, melhor!
    E o bom de leituras que nos surpreendem é que podemos analisar outros pontos além do romance clichê em si, tem algo mais na personalidade dos protagonista, em seu crescimento e claro o amor em si e aqui mais uma vez na bela Paris.
    Totalmente irresistível!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. dessas autoras eu li só Cretina Irressistível. não sei a ordem certa dos livros, mas li só ele porque ganhei hahaha
    adorei a trama dele, e achei a escrita delas ótima mesmo.
    já li várias resenhas dos livros e todos os mocinhos parecem ser ótimos ;~~
    pretendo ainda um dia comprar tooooodos os livros delas! :P

    ResponderExcluir
  5. Como não sou muito fã de livros com uma pegada hot, esse livro ganha pontos para mim por causa do romance desenvolvido de uma maneira não previsível e pelo enfoque menor nas cenas de sexo. E claro, uma narrativa boa é sempre bem-vinda.
    Não sei se leria agora, Pah, mas sua resenha me convenceu a dar uma chance ao livro mais para frente.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
  6. Gostei do fato desse livro não ter um foco mais pra diversão e o desejo físico do casal, e sim para o amadurecimento e no drama.
    Ótima resenha! Bjs, Pah <3

    ResponderExcluir
  7. Oi Pah.
    Nunca li nenhum dos livros de Cretino então não sei opinar muito sobre a diferença da escrita de lá pra esse, mas parece ser uma boa coisa as autoras conseguirem mudar o estilo da sua narrativa pra uma coisa mais profunda, mostra que elas são bem versáteis.

    ResponderExcluir
  8. Além de 'sedutor' ainda é 'selvagem', só poderia ser irresistível mesmo, kkk.
    Eu ainda não posso opinar sobre a escrita da autora pois, nunca li nada dela, mas gostei de uma coisa que você falou, que neste o romance não é tão previssível, eu gosto de surpresas.

    Dica anotada flor.

    beijo, Vanessa Meiser.

    ResponderExcluir
  9. Estou com este livro para ler aqui em casa eu gostei da primeira série das autoras agora vamos conhecer mais sobre a segunda série! Espero adorar! Pelo que li em sua resenha vou adorar!!!! Ahh e adoro o estilo de capas delas!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  10. Oi Pah.
    Não li nenhum desses livros. "A narrativa é gostosa, o cenário incrível, o mocinho (e seu sotaque francês) encantador, o romance digno dos filmes de sessão da tarde de que tanto gostamos, e o final devidamente gracioso." Uauuu!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Pah, confesso que nunca tive curiosidade para ler os livros de "cretino", mas depois de saber que eles se tratam de um romance mais voltado pro "cão e gato" creio eu que vá gostar.. Então graças a essa sua resenha, vou ver se leio alguns e ai te falo o que achei.
    Beijo :3

    ResponderExcluir
  12. nunca tive vontade de ler cretino irresistível e não achei muita graça nessa série, achei falta de criatividade a série chamar selvagem irresistível kk muito parecido. A unica coisa interessante foi que eu não sabia que a autora na verdade são duas autoras kk

    ResponderExcluir
  13. Oi Pah,
    Não conheço a escrita da autora, então acho que eu não sentira a diferença na narrativa que você mencionou. Bom saber que o romance segue mostrando os medos dos personagens, pois acho que nos envolvemos mais com a história desse jeito. Além disso, achei ótima a escolha do cenário!!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah
    Infelizmente nunca li nenhum livros delas, sempre que vi nas livrarias o livro Cretino Irresistível pensava que era mais um livro açucarado.
    Como sempre sua resenha me ajudou a ver que é um livro fantástico apesar da aparência. Estou me coçando pra ler essa série principalmente pelos cenários e pelos sedutores galãs francês, australiano, e canadense... Meu Deus ein! Kkk
    Depois de post mal posso esperar pra ler parece ser muito cativante e gostoso de ler
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Nunca li os livros mas sua resenha me agradou bastante e estou pensando em ler.Gostei muito de saber que tem uma leitura irônica e divertida,adoro livros assim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Essa série de Cretino Irresistivel é algo que ficou muito bem famoso, já propriamente dito pela capa : "é mais quente que 50 tons de cinza". E já adianto que, se for da mesma tematica que 50 tons, eu me recuso a ler esta série.
    Gosto de livros que tem amor, comedia, sexo, amizade, superação, fantasia, aventura, ação, drama. Quase tudo.
    Mas também não gosto de homens que fazem "contratos" para transar com mulheres e ser submissa a eles. ( eis minha opinião).
    A história deste livro é boa, só não sei se vale a pena comprar a série.

    ResponderExcluir
  17. A capa é bem familiar, já a vi algumas vezes, mas não me despertou vontade de ler...porém minha opinião passa a mudar quando li sua resenha, até porque não podemos julgar o livro pela capa não é mesmo? Mas talvez eu lê ele algum dia...

    Ótima resenha!

    beijos

    www.gemices.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Ja li os primeiros livros dessa serie, e confesso que não me agradou muito ;/

    ResponderExcluir
  19. Nunca li nenhum livro das escritoras, não curto muito o gênero new adult, mas como já ouvi recomendações muito boas talvez eu dê um chance.Ótima resenha
    Beijoss,
    Natasha

    ResponderExcluir
  20. Não sou muito fã de livros mais voltados ao sexo, mas li cretino irresistível e foi como você disse, a escrita é irônica e acabei amando, fora que há algum teor. O que me fez gostar da escrita da autora, e quero ler essa série também.

    ResponderExcluir
  21. Eu só li Cretino Irresistível até agora mais não gostei muito não. Já esse Sedutor conseguiu chamar minha atenção só pelo simples fato do sotaque do mocinho e de um momento da estória eles estarem em Paris ...

    ResponderExcluir
  22. Nossa, parece ser muito bom, me apaixonei pela história só de ler a sinopse!
    www.s2nopiquedamoda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Nossa, a história parece ser muito boa. Amei ler a sua resenha, me deixou com uma vontade de ler o livro, embora minha lista á esteja cheia. Gostaria de saber se os livros são independentes ou precisam ser lidos em uma ordem?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, para ser sincera não tenho certeza. Mas acho que eles podem ser lidos de forma independente. Beijos

      Excluir
  24. Ainda não li os livros das autoras, mas tenho bastante vontade de lê-los, adoro esse gênero então acho que vou gostar do livro. Espero poder ler logo!!

    ResponderExcluir
  25. Li Cretino e Cretina Irresistível, mas não curti muito. Não é um dos meus gêneros favoritos, mas quando tenho algum livro aqui para ler não consigo deixá-lo mofando e acabo lendo *-*

    ResponderExcluir
  26. Já fiz a leitura dos seis livros anteriores dessa série , realmente é muito bom, me apaixonei pelo casal SARA E MAX, as histórias dos casais no qual a autora narra é muito engraçada e apaixonante, faz o leitor se empolgar do começo ao vim, esse livro ainda não tenho, infelizmente coloquei ele na lista do amigo secreto e não ganhei, agora terei que compra-lo...

    ResponderExcluir
  27. Não li nada das autoras até o momento, embora tenha ouvido e lido muitos comentários positivos. Entendo sua comparação com a primeira série, é impossível desvincular alguns escritores de suas obras, mas acredito que é justamente a mudança existente entre uma série e outra que demonstre como realmente estamos lidando com escritoras de calibre, de sagacidade e inteligencia, seria mais fácil continuar na linha do sucesso e escrever algo parecido, mas não, elas preferiram inovar, causar estranheza e surpreender.
    Ainda lerei as duas series, mesmo, já sabendo que não irei gostar tanto. hehehe, romance não é o meu tipo favorito de livro.

    Julielton Souza - Dialética Proposital

    ResponderExcluir
  28. Oi Paola, tudo bem? Não tenho muita vontade de ler os livros dessa série não, mas fiquei curiosa porque você disse que não foca apenas no sexo, mas tem uma história e que os personagens são bem construídos e se envolvem. Além disso, Paris é linda e deve ser ótimo imaginar cada local em que os personagens estão passando. Que bom que você se surpreendeu positivamente com o livro, mesmo não sendo a escrita tão engraçada e irônica quanto o anterior.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  29. Nunca lir livros desse autor Porém ,Depois de ter lindo esse resumo estou cada vez mas curiosa para ler estes livros ,Afinal amo romance e neste livro tem.

    ResponderExcluir
  30. Já os dois livros da série Selvagem Irresistível (sedutor e indecente), são MARAVILHOSOS!!! Por favor quando saírem os próximos, avise ;)

    ResponderExcluir
  31. Ainda não sai do segundo livro������ fiquei atrapalhada na sequência,,

    ResponderExcluir
  32. Adorei todos os livros e a selvagem são bons tambem, mas o Playboy irresistível é ótimo. O sedutor nos deixa apaixonada por Ansel francês lindo.

    ResponderExcluir
  33. Adorei todos os livros e a selvagem são bons tambem, mas o Playboy irresistível é ótimo. O sedutor nos deixa apaixonada por Ansel francês lindo.

    ResponderExcluir