[Resenha] Sem Esperança – Colleen Hoover


Sem Esperança - Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

New Adult | 320 Páginas | Galera Record | Skoob | Compare& Compre | Classificação: 5/5
Não nego que sou apaixonada pela narrativa da Colleen Hoover, até porque é fato que tudo o que ela escreve me encanta e emociona. Entretanto, depois de Um caso Perdido virar um dos meus livros favoritos, confesso que estava receosa em ler sua continuação – que nada mais é do que a recontagem da história sob a perspectiva do mocinho. Eu duvidava que um segundo livro seria capaz de acrescentar mais emoção à história de Holder e Sky. Contudo, como era de se esperar, eu estava errada. Mais uma vez, a Colleen mostrou a força do seu talento, me levando às lágrimas e inundando meu coração de amor e esperança. Tenho orgulho de dizer que a leitura de Sem Esperança é tão boa quanto à do seu antecessor. E mais, que a obra reserva inúmeras emoções, surpresas e reflexões. Preparem os lencinhos!
Um dos diferenciais do livro é que ele é todo narrado pelo ponto de vista do mocinho. Ainda criança ele viu sua melhor amiga ser tirada dele bruscamente – marco que transformou completamente a vida da sua família – e agora, anos depois, assistiu sua confidente e irmã gêmea, a Less, tirar a própria vida. Traumatizado e sem perspectivas para o futuro, Holder carrega no peito o sentimento de ter falhado com as pessoas que mais amava, usando a raiva e a solidão como alívio para a culpa que o assombra. Entretanto, seu coração encontra esperança na presença de Sky, jovem que mexe com seus sentimentos e o ajuda a curar as feridas do passado. Mas isso, quem leu Um caso perdido já está cansado de saber, portanto, o que será que o livro traz de diferente?

A grande surpresa da obra é a intensidade com a qual ela narra os sentimentos de Holder. Sua infância foi difícil e ele ainda carrega nos ombros a culpa pelo passado, contudo é a recente morte de sua irmã que guia suas ações: brigas sem sentido, surtos de violência, afastamento da família e dos amigos... Perdido em sua dor, ele se sente culpado por não ter percebido o apelo silencioso nos olhos da irmã. – Ela precisava dele e ele, cego para a dor que ela não revelava, não foi capaz de salvá-la. Sendo assim, o romance, o drama, os segredos de Sky, e até mesmo as grandes revelações do primeiro livro, ficam em segundo plano. Tudo o que conta e importa é o tamanho da dor e da culpa que esse jovem carrega nos ombros. É desconsolador, torturante e emocionante. Fiquei impressionada com o fato de eu não ter mensurado antes o quanto Holder precisava curar seu coração. Por isso, é como se pela perspectiva do mocinho fossemos capazes de ler uma nova história, uma nova saga de perda, dor e superação.
Além de focar no trauma de Holder, e não no de Sky como o primeiro livro faz, outro ponto positivo da obra é a construção da narrativa. Para fazer valer todos os sentimentos conflitantes do protagonista a autora usa cartas. Holder, precisando desabafar com alguém, resolve escrever para Less, sua irmã morta, falando para ela sobre seu dia, sobre como ele está se sentindo, e culpando-a por tudo o que ela deixou de viver ao lado dele. Tais mensagens são incrivelmente tocantes; adorei cada carta e a emoção crua e verdadeira que elas transmitiram. Fora que ainda temos a revelação de grandes segredos, a descrição de momentos difíceis da infância de Holder, o demorado processo de cura enfrentado por ele e sua família, e a importante participação de personagens secundários para lá de cativantes.
Em linhas gerais, o livro é um complemento perfeito para o seu antecessor. Ao falar de suicídio, perdas e recomeços, a autora emociona, encanta, e faz o leitor refletir. Chorei, ri, suspirei, e torci enlouquecidamente por Holder e seu final feliz. Amei cada detalhe da obra. Não canso de me surpreender com o talento da Colleen Hoover.
Sobre a Série •
Sem Esperança é o segundo volume da saga Hopeless, composta pelos livros Um Caso Perdido, Sem Esperança e Finding Cinderella (que conta a história de Six, melhor amiga da protagonista dos primeiros livros da série).
Beijos,



Participe Aqui

31 comentários:

  1. Sinceramente as vezes acho que sou o único ser que ainda não leu UM CASO PERDIDO , snif snif snif , mas o livro é top da minha lista haha . Amei a resenha pah me fez ficar com mais vontade de ler o livro .

    ResponderExcluir
  2. Eu amei! *_* Sua resenha está perfeita! Sério ..
    Não sentia vontade de iniciar essa série e agora já quero ler o segundo. rs
    O título do terceiro chamou bastante minha atenção também. Quando será que vai ser publicado?
    Beijos,
    Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei, Carol! Esse terceiro livro é menor, sabe? Foca em um casal de amigos dos protagonistas de Um caso Perdido. Mas acho que não demora. Beijos

      Excluir
  3. Nem li Um caso perdido e já quero ler Sem esperança, hehe!! Acho que vou gostar da narrativa intercalada, é bom ouvir "os outros lados da história". Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Oi oi :)
    Eu quero muito ler Um Caso Perdido e depois, é claro, poder ler esse também. Leio muito boas críticas e como ele foi lançado cá em Portugal em Dezembro, eu fiquei muito curiosa. Infelizmente até agora ainda não tive a oportunidade :S
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. Eu simplesmente estou louca para ler o primeiro livro da série, parece ser um livro muito bom <3
    http://lecry.blogspot.com/2015/02/video-book-haul-especial-farol-literario.html

    ResponderExcluir
  6. Eu estou doidinha para ler "um caso perdido"!!!!. Depois de Métrica, praticamente virei fã de carteirinha de Collen Hoover!!
    Ela tem uma escrita tão inteligente e bonita, que eu não conseguia parar de ler seus livros.
    Um caso perdido está na minha meta para leitura deste ano!!!.
    Alias, este livro, ele consegue ser surpreendentemente arrebatador? Como Métrica?

    ResponderExcluir
  7. Oi, Pah! Tudo bem?

    Nunca li nada da autora... Pela descrição feita do livro, eu também seria cética quanto a recontagem da história ser tão boa quanto a "original". Fico feliz que tenha gostado da leitura! É tão bom quando isso acontece, não é mesmo? :) Adoro sua escrita! Posso nem sempre comentar por aqui, mas sempre leio os posts e acompanho os vídeos. <3 Admiro muito seu trabalho.

    Beijos,

    Juliana Garcez |Livros e Flores

    ResponderExcluir
  8. Oi Pah,
    Acho que é inevitável ficar com receio de ler a continuação de um livro que nos marcou. A leitura de Um Caso Perdido me surpreendeu, mas não sei o que esperar da narrativa do Holder. Acredito que este livro deva ser mais intenso que o primeiro, afinal Sky só desvendou os mistérios no final, já o mocinho carrega essa pesada carga de sofrimento desde a infância...
    Agora é esperar pela história da Six! *-*
    Beijos,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Pah,
    Quero muito ler um caso perdido esse ano, adorei a resenha, fiquei com mais vontade de ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Oi Pah,
    eu só li da autora até hoje Um Caso Perdido, mas me apaixonei pela escrita dela e quero todos os livros dela logo!
    diferente de você, eu estou bem empolgada e ansiosa para ler este segundo livro ahahahah
    vou adorar conhecer a história pela perspectiva dele! *-*

    ResponderExcluir
  11. Ooi, tudo bem?
    Tenho uma pergunta, será que consigo ler este livro sem chorar? Pela sua resenha acho que vou chorar lagrimas e lagrimas e eu estou com um pouco de medo de ler esta série.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ray. Tudo sim e com você?

      Sinceramente? Acho difícil. A trama aborda temas muito complexos e a escrita da autora é bem sentimental. Mas, ainda assim, vale a pena ler!

      Beijos

      Excluir
  12. Sou mais uma que ainda não li Collen Hoover, um caso perfeito é um livro tão convidativo (pela capa) e pela resenha também... Será que também vou chegar às lágrimas, tô ficando uma manteiga derretida. Valeu a dica.

    ResponderExcluir
  13. Amei a resenha!
    Que muito ler Um caso perdido e agora com Sem esperanca, e que eu ja estou ficando louca.
    a historia parece increvel e a capa e maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah..
    Adoro esse diferencial, quando o livro é narrado pelo mocinho. Imagino sua expectativa e ao mesmo tempo receio em ler o segundo livro. Mas que bom que não te decepcionou.
    Eu ainda quero ler o primeiro livro, de tanto que falam da narrativa da autora.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Pah!
    Tenho lido por aí muitas séries que usam do artifício do primeiro livro de um dos protagonista e o segundo abordar o mesmo enredo, porém com o ponto de vista do outro. E gosto dessa estratagema porque os livros escritos em primeira pessoa ficam apenas com uma visão e assim podemos apreciar outro ponte de vista.
    Queria acompanhar a visão de Holder.
    Aproveite o feriadão com moderação e amor no coração!
    Carnaval com leitura!!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Se tem uma coisa que eu gosto é ler uma mesma história sob a perspectiva de outra pessoa. Só o fato desse livro se tratar disso, eu já quero pra mim. E depois, por toda a história emocionante e dura que ele deve ter passado... Até conhecer a mocinha que ajuda ele. Não li o primeiro ainda, mas já me encantei só pela resenha! Vou separar uma caixa de lenços pra quando eu ler, heh.

    ResponderExcluir
  17. Nossa, super ansiosa para ler este livro, eu demorei tanto para ler o primeiro com medo de entrar na onda e acabar não gostando, que quando li me apaixonei. E esse não parece ser diferente.
    Adorei a sua resenha, sempre mostrando os reais sentimento que um livro pode nos passar. Não sei porque mas toda vez que leio livros em que reconta a história narrada por mocinhos, eu geralmente gosto mais, acho que é por ser mais objetivo e claro, sem rodeios, e sempre mostra o turbilhão de sentimentos que um homem pode carregar, que na maioria das vezes fica escondido, creio que me emociona mais.

    Bjkas :)
    Marina
    afinsdaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Colleen Hoover é uma autora super comentada, mas tenho lá os meus receios em ler seus livros. Sempre é bom se aventurar em novos gêneros, mas não tenho tanta certeza assim. De qualquer maneira, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  19. Oi amiga, saudades. Deixa te dizer, não gostei muito de Um caso perdido. Fui com muita sede ao pote e me decepcionei demais, e não fui com a cara de Sky, definitivamente. Tanto é que fiz questão de nem querer ler a continuação, porque achava que seria mais um monte de mimimi dela. Não sabia se tratar de uma narrativa do Holder, algo que já me interessou. Quem sabe eu dê uma chance? O que gostei de saber foi que existe um livro sobre Six, uma personagem que sempre achei ter potencial, mas que foi esquecida na trama. Adorei a resenha. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  20. Depois de um tempo longe da blogosfera volto.. e com essa surpresa... não conhecia essa série...vou procurar saber mais.

    ResponderExcluir
  21. Olá Páh,
    Um Caso Perdido destroçou meu coração em um milhão de pedaços e, ao me deparar com sua resenha, sei que Sem Esperança o destroçará ainda mais! Não sabia como agir ou o que fazer assim que terminei o primeiro livro e, quando soube que o segundo seria lançado, fiquei desesperada para lê-lo, mas estou com medo da minha dor.
    Espero ter o mesmo sentimento que você e amar a história.
    Vou ter que burlar minha meta e comprar esse livro!
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Páh eu já falei em um comentário o quanto eu amo a escrita da Colleen, ela é de longe a minha escritora preferida de New Adults (o que não são muitas, já que não sou muito chegada nas histórias do gênero). Eu preciso ler Um Caso Perdido, porque a curiosidade de saber sobre o que causa tanto sofrimento me instiga, e em Sem Esperança a o lance da irmã do Holder, como você comentou na resenha, e é realmente um drama comovente, e tenho certeza que vou passar uns dias perturbada depois de ler esse livro kkkkkk

    ResponderExcluir
  23. Será que só eu acho confundo esse cara da capa com o Richard Gere? hahaha
    Eu tenho muita, muita vontade de ler essa série!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Eu li o primeiro livro e é simplesmente EMOCIONATE.

    Agora, poder conhecer um pouco mais Holder é muito bom. Saber como foi sua infância, quando sua irmã morreu e quando Sky desapareceu era necessário.

    Amei ter essa oportunidade.

    ResponderExcluir
  25. Leitura obrigatória pra mim que li e AMEI hopeless, mal posso esperar por essa leitura!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. Pah! Ai, como estou louca para ler Sem Esperança! Amo livros narrados pelos mocinhos, especialmente quando relemos a história anterior, mas do ponto de vista deles. Com sua resenha, minha vontade só fez aumentar, e ainda mais agora que li uma prévia do livro nas primeiras páginas. A Colleen é a única escritora de new adult que gosto, sempre consegue me arrebatar de um modo incrível pela forma como descreve os traumas dos personagens e como eles lutam para superá-los. Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Costumo dizer que a Colleen Hoover é o demônio da escrita! É impossível não se apaixonar pelos livros dela. Sempre que vejo um lançamento corro para economizar para comprar os livros pois sei que todos os seus livros acabam se tornando meus favoritos de todos os tempos.
    Um Caso Perdido foi um dos melhores livros dela e estou louca para conhecer o ponto de vista do Holder, afinal de contas é impossível não se apaixonar por ele. Gosto de livros que abordam o suicídio de parentes, pois tenho duas amigas que passaram por isso na vida real e sempre acabo aprendendo alguma lição para poder ajudá-las a seguir em frente mesmo com o coração estilhaçado com a perda do ente querido e suas decisões de dar um fim em suas vidas.
    Também imagino que ter a visão de Holder sobre os acontecimentos é tão doloroso quando a visão de Sky, então só me resta economizar novamente para completar a minha coleção da diva Colleen Hoover.

    Parabéns pela resenha e pelo blog! Amo esse cantinho!
    Beijos!

    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  28. Eu ja li o primeiro e é PERFEITO!! Eu me apaixonei totalmente pela Six (melhor amiga da Hope/Sky) e pela Sky! Estou doida para ler o segundo, mas eu não consigo acha-lo!! :'(
    Amando o blog!!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir