junho 16, 2015

[Resenha] A vez da minha Vida – Cecelia Ahern

Certo dia, quando Lucy Silchester volta do trabalho, há um envelope de ouro no tapete. E um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua vida. Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. De qualquer forma, ela não pode ir ao encontro: está muito ocupada desprezando seu emprego, fugindo de seus amigos e evitando sua família. Mas a vida de Lucy não é o que parece. Algumas das escolhas que fez — e histórias que contou — também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua vida, suas meias-verdades são reveladas totalmente — a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa. Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida — e ela terá de cumpri-lo.

Romance | 384 Páginas | Novo Conceito | Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraiva
| Resenha da Kamila Mendes

Sempre
quis ler algo de Cecelia Ahern, mas nunca tinha tido a oportunidade. Então, um
dia, entrando na livraria, me deparei com a pergunta “
E se você tivesse a chance de mudar sua vida?”. Comprei o livro
imediatamente, mas demorei dois anos para lê-lo (não me orgulho disso).
Entretanto, é fato que depois que comecei não consegui mais parar.


Lucy
Silchester é uma jovem que segue uma vida oculta. Não, ela não tem uma segunda
identidade ou coisa parecida. Mas sua vida realmente é oculta. Por alguns anos,
Lucy manteve seus amigos e familiares o mais longe possível. Inventando
mentiras, saindo de eventos apressadamente, evitando perguntas íntimas; a jovem
se afastou de todos e manteve uma rotina confortável: acordar, trabalhar,
chegar em casa, e assistir ao programa televisivo de seu ex (isso só aos
domingos). Mas tudo muda quando ela passa a receber envelopes de ouro com um
convite para encontrar com sua Vida. A jovem os ignora o quanto pode até que
chega o momento em que todos recebem o convite para entregar a ela (todos
mesmo, desde seus pais até a sua chefe!). Quando cheguei nessa parte do livro
pensei “pronto, vai perder toda a graça e se tornar um livro de autoajuda”. Mas
estava felizmente enganada.
Quando
Lucy se encontra com sua Vida, ela toma um susto. Sua Vida não é nada do que eu
esperava e me surpreendi com isso. Primeiro, é um homem (isso mesmo, uma
pessoa) chamado Vida. Ele é mal humorado, tem pele úmida e está visivelmente
doente. A conversa entre eles é tensa e Lucy prefere esquecer tudo até que,
depois de uma quase tragédia, ela decide se encontrar novamente com Vida e sua
“vida” sofre uma grande reviravolta.
Fiquei
encantada com o livro. Apesar do tema claramente clichê, o livro é leve, cheio
de momentos hilários e personagens complexos e comuns, como eu e você. A
personagem central, Lucy, vive uma obsessão por seu ex, já que um assunto
inacabado de seu passado amoroso a forçou a mudar sua própria personalidade.
Blake, o ex de Lucy, é aquele palerma por quem “a gente” já foi apaixonada
(sim, todas nós já tivemos um Blake em nossas vidas): bonito, atlético,
sedutor, mas de mente pequena e egoísta. Já Vida é outro nível. É ele quem
sofre as consequências das atitudes de Lucy. Você já pensou que, cada vez que
você toma uma atitude, certa ou errada, desde uma mentirinha boba, outra pessoa
sofre as consequências? Então, esse é Vida. O estado de saúde e humor dele é
consequência direta de todas as decisões que Lucy já tomou na vida. Por isso,
entre outros motivos, ele é o meu personagem predileto. Cheio de humor
sarcástico, às vezes negro, ele sofre as maiores mudanças enquanto Lucy
permanece a mesma e no final acabei apaixonada por ele.

“Como você acha que a vida acontece? Uma
série de coincidências e ocorrências tem que acontecer de alguma forma. Todas
as nossas vidas se chocam e se batem de frente e você acha que não nenhuma
razão e rima para isso?”.

O livro
fez com que eu parasse pra pensar: Afinal, quem te ama se interessa pela sua
vida e não só com seu corpo e estética. Não é um livro chato ou maçante. A
leitura é leve e ao mesmo tempo em que diverte também traz inúmeras reflexões.
Muito fofo, rico em detalhes, só peca por alguns errinhos de orotgrafia, mas
isso é perdoável. Super indico!
Beijos,

Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe uma resposta para Brenda AmorimCancelar resposta

23 Comentários

  • Ju M
    02 julho, 2015

    Não li nenhum livro da autora ainda, mas fiquei bem curiosa por ele. Não achei muito clichê, achei bem diferente. Adorei a premissa do livro, e ver "a vida" materializada numa pessoa, que sofre as consequências dos seus atos, achei muito legal. É ate uma forma de nos fazer refletir que o nosso modo de vida traz muitas consequências, é um exercício pensar como seria o senhor Vida da nossa vida.

  • Brenda Amorim
    29 junho, 2015

    Até hoje não li nenhum livro da autora e sinceramente por ser cliche não é um que me interessaria em ler, a menos que eu ganhasse

  • DeebAmorim
    28 junho, 2015

    Bem diferente a premissa! Deve ser bem reflexivo. Todos os livros que já li da Cecelia eu amei e tenho certeza que com esse não será diferente.

  • Míriam Laís Elert
    28 junho, 2015

    Não vi nada de clichê sabia?! Ainda mais por ter um homem chamado Vida, até fioquei meio confusa, acho que só lendo o livro pra entender de verdade 🙂

  • Anônimo
    26 junho, 2015

    Ai que top, eu fiquei me perguntando tipo assim: como assim o nome dele é vida?! Vida logo kkkkk acho que isso pegou você desprevenida hein kkkk e só por isso ja fiquei bem curiosa e saber que ele é sarcástico e cara eu sou apaixonada por personagens sarcásticos, me motivou ainda mais. E fiquei super aliviada por não ser estilo auto ajuda.

  • Suzzy Chiu
    22 junho, 2015

    Olha achei a estória diferente viu?!
    Eu me surpreendi comigo mesmo, pq gostei do que li na resenha.
    Ao ler a sinopse fiquei confusa se Vida seria uma pessoa ou a consciência dela, algo assim.
    Realmente todo mundo já teve um Blake na vida, affff! Mas é com esses Blakes que a gente aprende a superar tanta coisa e ver que no final ainda bem que nos livramos desse mal.
    Achei bem interessante o livro, as reflexões que ele faz certamente irá me ajudar.
    Adorei a dica!
    Bjus

  • Thays Suenaga
    21 junho, 2015

    Fiquei com vontade de ler!! Não sei porque, mas eu acho que vou gostar da Lucy

  • Becca Martins
    21 junho, 2015

    Oi Kamila!
    A única obra que li da Cecilia foi Simplesmente acontece (e eu amei, leia!) e desde lá eu sempre venho pesquisando mais sobre a autora e procurando mais livros dela para ler.
    Confesso que essa capa não me chamou muita atenção, mas sua resenha me despertou certa curiosidade sobre o que acontece quando ela decide reencontrá-lo.
    Beijos!

  • Kemmy Oliveira
    20 junho, 2015

    Ahhhh, que fofura!
    Não conhecia esse livro mas também quero muito ler algo da autora
    Tô pra ler PS eu te amo *-* mas esse vai pra lista também!
    Coitado "do" Vida :/

    Beijos!

  • Crika Regina
    20 junho, 2015

    Geeeente!!! Eu simplesmente amei a resenha!! Já estou louca pra ler esse livro!!! kkkkkkkk
    Detalhe que já tinha visto em algum blog, mas acabei não lendo sobre. Ainda bem que aqui eu sempre leio tudo! hahahaha
    Obrigada pela bela dica 😉

  • mirian kelly
    20 junho, 2015

    Pois bem! Quem não iria se apaixonar por uma pessoa como Vida?! Além de sofrer por Lucy, a Vida mesmo sofrendo deve ser cheio de personalidade (não necessariamente).
    Achei bem levinho, e parece ser uma gostosa leitura.

  • Luis Carlos
    19 junho, 2015

    Dificilmente esse estilo de livro me interresa, mas, após ler essa resenha, me vi bastante interessado pela a obra. O livro parece deixar o leitor muito curioso, fazendo com que o livro se torne ótimo. Além disso, os personagens aparentam ser adoráveis <3 Adorei a resenha!

  • Leticia
    18 junho, 2015

    OI Kamila…
    Nossa, não conhecia este livro da Cecelia. Gosto da escrita dela, e gostei muito desse livro. Com certeza vou querer ler.
    Pelo que você colocou deve ser bem gostosinho de ler, apesar de clichê. Adoro os clichês também.
    Ótima dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

  • Emanoelle Souza
    18 junho, 2015

    o unico livro da autora que eu li foi PS: eu te amo e gostei demais, gostei tambem da resenha e fiquei curiosa pra ler o livro e por experiencia própria ja sei que vou gostar.

  • Rayme
    18 junho, 2015

    Oi Kamila,
    confesso que nunca li nada da autora também, mas dos livros dela, este é o que menos me interessa ;x
    já vi muitas resenhas deste livro, e realmente, parece ser uma trama ótima… maravilhosa… mas não me deixa com vontade de ler ;x
    quem sabe um dia… hehe

  • sara sem h
    18 junho, 2015

    Tô lendo a resenha e: " … Lucy manteve seus amigos e familiares o mais longe possível. Inventando mentiras, saindo de eventos apressadamente, evitando perguntas íntimas; a jovem se afastou de todos e manteve uma rotina confortável: …" MAS GENTE, ESSA LUCY SOU EU!!!1 UHAHAHAHAHHAHA
    Awwn, adorei a história. Deve ser um livro bem reflexivo, já que só ao ler a tua resenha, fiquei pensando na minha vida. Fiquei com vontade de ler e saber o que acontecerá com Lucy e a Vida :333

  • Maisanara F.
    17 junho, 2015

    Oi, gosto de livros que seja levemente engraçado em alguns momentos e de personagens que sejam como nós. Esse livro também nos faz refletir sobre nossa vida, como ela está então com certeza vou ler. Bjus.

  • Evellyn Mendonça
    17 junho, 2015

    Ooi,
    Nunca li nada dessa autora ainda, fiquei muito curiosa sobre esse livro, depois de ler a sua resenha, parece uma historia bem legal.
    Bjs.

  • thaila oliveira
    17 junho, 2015

    ! me peguei chorando em alguns momentos, rindo em outros, mas com certeza é um livro que recomendo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

  • Julia Duarte
    16 junho, 2015

    Quando li a sinopse não me interessei nem um pouco pelo livro, mas depois de ler a resenha e descobrir que Vida é o nome do personagem com meu tipo de personalidade favorita, a sarcásticos, fiquei mega curiosa pra ler.

  • Maria Luiza
    16 junho, 2015

    Eu já li esse livro e também amei muito. O Vida é o meu personagem preferido do livro, também! Amei a resenha!
    Abraços.
    http://www.somaisumapaginamae.blogspot.com.br

  • Tati
    16 junho, 2015

    Confesso que adoro um romance para relaxar..clichê mesmo…rsrsrs…
    Gostei da resenha!
    SUA ESTANTE

  • Dessa Herrera
    16 junho, 2015

    Ualll :0 um homem chamado Vida ??? Kkk é diferente isso .