Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

agosto 31, 2015

Chá da Pah!

Por Paola Aleksandra

Olá galera, tudo bem com vocês? Já disse que essa semana vai estar recheada de postagens sobre o casamento, não é mesmo? Então para começar com o pé direito vou mostrar para vocês um pouquinho do meu chá de cozinha


agosto 28, 2015

Hoje é o grande dia!

Por Paola Aleksandra


Quem acompanha o blog sabe que hoje é um dia muito especial: o dia do meu casamento! Foram meses de preparação, empenho e muita dedicação para dar vida a esse sonho – não o de casar, mas o de celebrar o amor que sentimos e receber sobre ele a benção de Deus. Então nem acredito que o grande dia finalmente chegou. Quando noivamos casar parecia um sonho tão distante que chega a ser surreal pensar que agora estamos a um passo de torná-lo realidade.


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Oi queridos!

Para cumprir minha oitava meta do Desafio, li Encontrada, da Carina Rissi, e, assim, eliminei da lista o item nº 3: Ler um chick-lit que tenha um relógio na capa. Para quem quiser conferir, tem resenha da Pah de Perdida, primeiro livro da série, aqui.

Século XIX: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado. Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites. Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.
Romance Histórico | 432 Páginas | Cortesia Novo Século| Skoob | Compare & Compre: SaraivaAmazon| Classificação: 5/5
Não vai ser fácil descrever o quão envolvente e emocionante foi a leitura de A Promessa da Rosa. A história gira em torno de algo comumente abordado nos romances históricos: mocinhas à frente do seu tempo. Entretanto, indo muito além da previsibilidade que envolve tal assunto, a autora criou uma história rica em emoção, superação e, principalmente, reflexão. Sei que é muito sonhador imaginar que, em pleno século XIX, as mulheres mais independentes seriam facilmente aceitas pela sociedade, que elas encontrariam bons maridos e que até seriam conhecidas por suas personalidades marcantes. Mas, por mais que eu esperasse uma história repleta de desafios e imposições sociais, não estava preparada para a avalanche de emoções criada pela autora Babi A. Sette. Nunca tinha lido algo assim: com uma protagonista que realmente sofresse as consequências de ser diferente, ou melhor, de simplesmente ser quem ela é. A leitura foi impactante, dolorosa, romântica, emocionante e demasiadamente cruel. Eis um livro que deixou meu coração apertado, que me arrancou lágrimas, e que entrou para a minha lista de romances preferidos.

No último ano, Allie Sheridan viu sua família se dissolver e foi presa três vezes. Ir para um colégio interno parecia um pesadelo, mas a Academia Cimmeria acabou se tornando um lar. No entanto, os salões da escola eram mais perigosos do que Allie poderia imaginar. Um grupo misterioso está disposto a destruir a Escola Noturna. Agora, os estudantes correm perigos que ainda não compreendem. E, para piorar, a família de Allie — especialmente sua poderosa avó e seu irmão desaparecido — está bem no meio de tudo isso.
Jovem Adulto (+ Mistério) | 296 Páginas | Cortesia Suma de Letras | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 4,5/5 | Resenha da Day Farias

Como falar de uma série que tem me cativado tanto? Cuja história, mesmo não tendo caído nas graças dos blogs literários como tantos outros livros, tem pra mim todos os componentes necessários para ser uma grande série cheia de mistério, ação e personagens para lembrar e amar? Depois de ter lido e me apaixonado pelo primeiro livro – que eu já resenhei aqui – foi impossível não ficar ansiosa por esse lançamento. Com o último livro terminando com grandes revelações e mudanças na vida de Allie, tudo o que eu queria era continuar a acompanhar essa deliciosa história .

agosto 24, 2015

[Arquitetando Ideias] Estantes de Livros

Por Paola Aleksandra

Fala galera, tudo bem com vocês? Hoje é dia de Arquitetar ideias e, seguindo a sugestão de alguns leitores, vamos nos inspirar em um tema muito propício para o blog: Estante de livros. Gostaram? Então vamos lá!
Que as estantes nos ajudam a deixar a casa em ordem ninguém dúvida. Elas ganham um papel ainda mais especial quando expõem aquilo que há de mais precioso para seus donos: lembranças de viagens, obras de arte, CDs, DVDs e muitos, mas muitos livros. Quase todos que estão lendo esse post são leitores ávidos, não? Então pra você que tem vontade de montar sua biblioteca particular – seja no escritório, na sala ou no quarto – separei uma seleção com estantes de diversos estilos e materiais. Espero que inspirem vocês a lerem e comprarem muito mais livros, risos.

agosto 21, 2015

[Resumo do Mês] Leituras de Julho

Por Paola Aleksandra


Olá galera, tudo bem? Hoje vou contar quais foram as minhas leituras de Julho. Vem conferir:



Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Resenha] Recomeço – Simone Salgado

Por Paola Aleksandra

Em Recomeço, Simone Salgado compartilha de peito aberto sua história de superação. A forma como conseguiu romper barreiras emocionais é surpreendente e estimulante, além das válidas referências abordadas de grandes autores brasileiros. Uma delícia descobrir pessoas que, apesar do aparente fracasso total, refazem-se como que das cinzas. “Conhecer a Simone já é um presente maravilhoso, dadas a sua alegria e generosidade, mas receber esse aconselhamento em forma de livro é uma dádiva maior ainda.”
112 Páginas | Cortesia Novo Século| Skoob | Compare & Compre: SaraivaLivraria da TravessaExtra |
Recomeço, assim como o título diz, descreve a luta da empresária Simone Salgado para retomar ás rédeas da sua vida. Depois de um período difícil ela se reergueu e, ao escrever o livro, conta sobre as provações que passou e as técnicas que a ajudaram a sair vitoriosa. Sendo assim, repleta de frases de efeito e lições de moral, a obra é um apanhado de verdades que nos fazem refletir sobre os verdadeiros valores da vida.

Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar. Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle. No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso. No primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Annabelle sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar.
Romance Histórico | 288 Páginas | Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 4/5
Os livros da Lisa Kleypas sempre são uma grata surpresa. Mesmo quando eles não me conquistam logo de cara, como foi o caso de Segredos de uma noite de Verão, no final a autora prova seu talento e me deixa sonhando acordada com suas belas e tocantes histórias de amor. Estava com as expectativas altíssimas para ler o primeiro volume da saga “As quatro estações do amor” – para muitos, uma das melhores séries da autora. Entretanto, confesso que mesmo depois de ler metade do primeiro volume da série ainda não havia sido conquistada por ela. A trama tem tudo de que mais gosto: é intensa, vai além do esperado ao abordar temas reais, e o casal faz o estilo cão e gato (fingem que não se suportam mas no fundo são loucos um pelo outro). Porém, faltou carisma por parte dos protagonistas; os achei frios e insensíveis, principalmente a mocinha, e estava desanimada imaginando que esse seria o primeiro livro da autora que não me agradaria. Ledo engano. Para a minha alegria, depois da metade da história consegui entender os personagens, sofrer ao lado deles e torcer, enlouquecidamente, para que o amor superasse todas as barreiras impostas. Porque por mais fofo e previsível que o romance seja, o foco está nas convenções tão enrizadas na sociedade inglesa do século XIX. Para a nobreza, Annabelle e Simon nunca poderiam ficar juntos. Seria inadmissível uma dama casar com um simples comerciante. Mas, quem é que disse que o coração liga para as leis da sociedade?

Boa tarde, galera! Tudo bem com vocês? Hoje vou contar um pouco da minha experiência com a leitura de A Lista Negra. Vem conferir:


Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Promoção] Feliz aniversário Paradise Books!

Por Paola Aleksandra

Olá pessoal! Tudo bem! O mês de agosto, é o mês do Paradise Books. Estamos completando 2 anos no ar, e é com muita alegria e com o apoio de blogs amigos e parceiros, iremos realizar alguns sorteios, com livros que com certeza você quer na sua estante. Confiram o regulamento, preencham os formulários corretamente, e boa sorte!


Existem séries que habitam em um cantinho especial dentro do nosso coração. Que nos conquistam assim que são lançadas, ou que aos poucos vão se tornando queridas em nossa vida de leitor. E hoje quero falar sobre uma série viciante, que conquistou o meu coração aos pouquinhos, com o passar dos anos e dos livros, que relutei em me deixar conquistar, mas que hoje é, sem dúvida, uma das minhas séries preferidas de todas, uma série simplesmente viciante e que todo mundo deveria dar uma chance de se viciar, bora conhecer?


Olá galera, tudo bem? Hoje é dia de conferirmos as novidades literárias do mês de agosto. Como de costume, temos inúmeros lançamentos especiais. Vem ver: 
Novidades Nacionais
Com a promessa de uma Bienal do Livro repleta de lançamentos incríveis, e também de autores muito especiais, as editoras deixaram para publicar suas grandes apostas entre os meses de agosto e setembro – o que significa que nesse período gastaremos bem mais do que podemos, risos. Entre as novidades nacionais estou desesperada por vários livros, entre eles a versão física do meu queridinho O lado feio do Amor (que é um dos meus romances contemporâneos preferidos da vida ) e, claro, O Conde Enfeitiçado da minha diva Julia Quinn.

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.
Jovem adulto | 320 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 5/5
Desde o começo eu sabia que iria amar esse livro. Sou fã assumida da escrita da Jenny Han; os livros dela sempre são capazes de me fazer sentir as emoções descritas. Já passei da fase escolar faz tempo, mas cada vez que leio um livro da autora é como se estivesse no ensino médio novamente. As típicas dúvidas juvenis voltam para me lembrar do quanto amadureci, fazendo com que eu torça com mais afinco pelas protagonistas de suas histórias. Assim, a leitura de Para todos os garotos que já amei foi envolvente, divertida, jovem, emocionante e extremamente reflexiva – exatamente como eu imaginei que seria! Ao falar de temas reais e atuais, Jenny Han dá vida a uma trama que, além de ser gostosa de ler, traz belas mensagens de amor, aceitação, perdão e recomeços. Definitivamente estou apaixonada por essa história.


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Está procurando por um chick-lit para conhecer o gênero, mas não sabe qual a melhor escolha para você? Adora chick-lits e quer conferir qual tem mais a sua cara? Faça o teste então e divirta-se! 

[Resultado] Top Comentarista de Julho

Por Paola Aleksandra

Boa tarde galera, tudo bem? Segue o resultado do Top Comentarista de Julho! Agradeço a todos que participaram dessa ação – como sempre, fiquei muito contente com os comentários de vocês.
No total tivemos 73 inscrições, dentre as quais 35 (dessa vez fui bem boazinha na hora de conferir os comentários, risos) participantes comentaram em todos os posts. Entre eles, como combinado, foi feito um sorteio para definir os vencedores. Confiram:

Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril... E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas. Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo. Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.
New Adult | 336 Páginas | Cortesia Suma de Letras | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 3,5/5
À Flor da Pele é um new adult completamente envolvente; logo nas primeiras páginas fui sugada pela história e pelos dramas dos personagens principais. Confesso que iniciei a leitura com baixas expectativas, então foi surpreendente perceber o quão hipnotizante é a narrativa da autora. Não posso dizer que a obra é inusitada, afinal já li muitos livros parecidos com esse, entretanto os clichês são bem trabalhados, os personagens muito bem construídos, e o romance escrito de uma forma tão gostosa que é impossível não torcer pelo casal. De fato, só sei que assim que peguei o livro quis devorá-lo. E foi exatamente isso que fiz: não parei a leitura até chegar na última página! O problema é que em determinado momento passei a esperar demais do livro; queria uma protagonista mais forte e um final inusitado e, exatamente por isso, acabei me decepcionando. Só que ainda assim, dividida entre o amor e o ódio, não deixei de aproveitar a leitura e me render a ela.


Em 1806, a maioria da população britânica acreditava que a magia estava perdida há muito tempo - até que o sábio Mr. Norrell revela seus poderes, tornando-se célebre e influente. Ele abandona a reclusão e parte para Londres, onde colabora com o governo no combate a Napoleão Bonaparte e coloca em prática seu plano de controlar todo o conhecimento mágico do país. Tudo corre bem até que Jonathan Strange, um jovem nobre e impetuoso, descobre que também possui talentos mágicos. Ele é recebido por Norrell como seu discípulo, mas logo os dois começam a se desentender… e essa rixa pode colocar em risco toda a Inglaterra. Misturando ficção e fatos históricos, Jonathan Strange & Mr. Norrell levou dez anos para ser escrito e foi baseado em uma extensa pesquisa da autora sobre a história da magia inglesa. O livro combina a mitologia fantástica de J.R.R. Tolkien com a comédia de costumes de Jane Austen, de quem Clarke é admiradora confessa, e ainda acena ao romantismo, à observação social de Charles Dickens e à literatura gótica de Anne Radcliffe. Recebeu o Hugo Award, um dos prêmios mais importantes no gênero fantástico, além de ter sido indicado ao Man Booker Prize e eleito o melhor livro do ano pela revista Time. Agora adaptado para a TV pela BBC, o livro recebe nova edição, com introdução do escritor Neil Gaiman.
Fantasia | 824 Páginas | Cortesia Editora Seguinte | Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon| Resenha da Kamila Mendes | Classificação: 5/5

Um livro de magia que se passa na Inglaterra... Mas não, não estamos falando de Harry Potter – e se você pegar esse livro esperando encontrar um mundo fantástico tal qual o do bruxinho, então, já pode tirar seu cavalinho da chuva. Susanna Clarke criou um universo recheado de magia e seres mitológicos na Inglaterra da Era Napoleônica. O melhor desse cenário é que em momento algum o leitor sente que está lendo uma fantasia. A história é tão bem ambientada que seria completamente plausível que ela fizesse parte do nosso passado. E esse é só parte do encanto da história.

Fala galera, como vocês estão? Não é que eu voltei mesmo, risos! Adianto que terei dois posts por mês, então se preparem para muitas dicas e inspirações de arquitetura e decoração. Bom, chega de enrolação e vamos lá.
Para quem não sabe os arquitetos, além da graduação de urbanistas, também possuem habilidades paisagistas. Portanto, hoje vou falar de um conceito muito interessante dentro paisagismo, os jardins verticais – mais conhecidos como paredes verdes.

Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito. Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes. Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens mais do que queridos pelo público apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, um desfecho que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.
Jovem adulto maduro | 304 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 5/5
Não é à toa que a Stephanie Perkins é uma das minhas escritoras preferidas. A autora sempre me surpreende com sua narrativa envolvente e emocionante – mesmo quando espero que seus livros sejam ótimos, ou até mesmo quando minhas expectativas estão altíssimas, sou pega desprevenida pelas histórias incríveis que ela escreve. E foi exatamente assim com a leitura de Isla e o Final Feliz: o esperado não chegou nem perto da realidade. Imaginei que o livro seria jovem, divertido, emocionante e romântico, entretanto a história foi além por também ser dramática, reflexiva e real. Ou seja, uma mistura certeira de tudo o que mais gosto em romances voltados para o publico jovem adulto. Fui sugada pela leitura, me transportei para o último ano do ensino médio e revivi os dilemas típicos desse período. Junto com Isla sonhei e almejei o final feliz, torcendo para que ela descobrisse quais caminhos seguir para garantir um futuro alegre e plenamente realizado.

Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.

Jovem adulto maduro| 240 Páginas | Cortesia Editora Arqueiro | Skoob | Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 4/5
Desde pequenas as amigas Meg e Cody são conhecidas como unha e carne. Para Cody, que vive em um lar escasso de demonstrações de afeto, Meg passou a ser a única família capaz de amá-la e apoiá-la. Além disso, Cody tem certeza de que a amizade delas é forte o suficiente para aguentar qualquer dificuldade – isso até Meg cometer suicídio. Cody não tem dúvida de que Meg, um raio de sol que espalhava calor onde quer que fosse, nunca seria capaz de se matar. E mais, como melhores amigas, Cody sabia que Meg falaria com ela caso algo estivesse errado. Afinal, melhores amigas não possuem segredos, não é mesmo? Mas o fato é que Meg não contou para a amiga sobre a solidão, o medo, a dor mal compreendida, e a vontade enlouquecedora de controlar o fim da própria vida. Assim, confusa e magoada, Cody embarca em uma aventura repleta de dor, segredos, aprendizagens e superação. Ela sairá em busca de respostas que justifiquem a morte da amiga, mas, surpreendentemente, acabará aprendendo mais sobre si mesma e o futuro que tem pela frente.
Supostamente, eu era a melhor amiga dela, e não sabia nada disso, porque ela não me contou. Ela não me contou que achava a vida um sofrimento insuportável. Eu não fazia a menor ideia.

agosto 05, 2015

[Minha Caixinha de Correio] Aquisições de Julho

Por Paola Aleksandra

Boa tarde, galera! Como vocês estão? Hoje é dia de caixinha de correio! Vou mostrar tudo – e olha que tem muita coisa bacana – o que recebi no mês de Julho. Vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

Para Kate Klein, que, meio por acaso, se tornou mãe de três filhos, o subúrbio trouxe algumas surpresas desagradáveis. Seu marido, antes carinhoso e apaixonado, agora raramente está em casa. As supermães do playground insistem em esnobá-la. Os dias se passam entre caronas solidárias e intermináveis jogos de montar. À noite, os melhores orgasmos são do tipo faça você mesma. Quando uma das mães do bairro é assassinada, Kate chega à conclusão de que esse mistério é uma das coisas mais interessantes que já aconteceram em Upchurch, Connecticut, nos últimos tempos. Embora o delegado tenha advertido que a investigação criminal é trabalho para profissionais, Kate se lança em uma apuração paralela dos fatos das 8h45 às 11h30 às segundas, quartas e sextas, enquanto as crianças estão na creche. À medida que Kate mergulha mais e mais fundo no passado da vítima, ela descobre os segredos e mentiras por trás das cercas brancas de Upchurch e começa a repensar as escolhas e compromissos de toda mulher moderna ao oscilar entre obrigações e independência, cidades pequenas e metrópoles, ser mãe e não ser.

Chick-Lit (+Suspense) | 432 Páginas | Cortesia Editora Novo Conceito | Skoob | Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 4/5 | Resenha da Day Farias
Assim que ouvi falar do lançamento, fiquei curiosa a respeito da história de Boa Noite, Estranho. Nunca tinha conferido essa mistura de mistério e bom humor e, como só tinha visto comentários positivos sobre a autora Jennifer Weiner, apostei minhas fichas nessa leitura que me envolveu ao ponto de ser uma grata surpresa.

Atualizando o Kobo é uma coluna feita para que eu possa compartilhar minhas últimas leituras realizadas no Kobo, priorizando os livros que ainda não foram (ou que não serão) resenhados no blog.


Olá galera, tudo bem? Entre as minhas dez leituras de Julho, três foram em formato digital. Curiosos para saber o que li de bom? Então vêm conferir:

Top Comentarista de Agosto

Por Paola Aleksandra

Quem está ansioso para o Top comentarista de Agosto? Os prêmios desse mês estão bem especiais! Vem conferir e participar:
Gostou? Para se inscrever você deve:

Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir