agosto 12, 2015

[Resenha] À Flor da Pele – Helena Hunting

Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril… E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas. Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo. Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.

New Adult | 336
Páginas
 | Cortesia Suma de Letras | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 3,5/5
À Flor da Pele é um new adult completamente envolvente; logo
nas primeiras páginas fui sugada pela história e pelos dramas dos personagens
principais. Confesso que iniciei a leitura com baixas expectativas, então foi
surpreendente perceber o quão hipnotizante é a narrativa da autora. Não posso
dizer que a obra é inusitada, afinal já li muitos livros parecidos com esse,
entretanto os clichês são bem trabalhados, os personagens muito bem
construídos, e o romance escrito de uma forma tão gostosa que é impossível não
torcer pelo casal. De fato, só sei que assim que peguei o livro quis devorá-lo.
E foi exatamente isso que fiz: não parei a leitura até chegar na última página!
O problema é que em determinado momento passei a esperar demais do livro;
queria uma protagonista mais forte e um final inusitado e, exatamente por isso,
acabei me decepcionando. Só que ainda assim, dividida entre o amor e o ódio,
não deixei de aproveitar a leitura e me render a ela.

Tenley carrega nos ombros o peso de um grande trauma. Depois
da tragédia que destruiu sua vida a jovem decidiu mudar de cidade e ir viver
sozinha enquanto faz seu mestrado. Ela trabalha em frente à empresa de
tatuagens do Hayden – e é assim, ao acaso, que o destino deles é entrelaçado.
Hayden, marcado na alma e no corpo (através de suas tatuagens) pelos erros do
passado, lutou contra tudo de ruim que viveu e, além de ter seu próprio
negócio, leva uma vida distante de todos os vícios que um dia mancharam e
guiaram seus caminhos. Quando ele conhece Tenley vê nela um mistério, uma jovem
linda e atraente que faz ele se sentir louco: de paixão, de curiosidade e de
vontade de protegê-la. Já Tenley vê em Hayden um homem capaz de fazê-la
esquecer do passado, seu único medo é que ele descubra o quanto ela está
quebrada e perceba que, por mais que ambos tentem, seu coração estará partido
para sempre. Tenley acha que fazer uma tatuagem ajudará a diminuir a dor do
passado, mas ela só confia em Hayden para executar essa tarefa. O problema é
que nesse processo de tatuagem eles vão abrir seus corações, expor suas mágoas,
abandonar as máscaras, e ficar vulneráveis para enfrentar as provações da vida.
E assim, baqueados pelo desejo de um novo futuro e pela sombra dos erros dos
passados, eles vão trilhar caminhos incertos entre um forte lado de amizade, o
belo florescer da paixão e a temida insegurança.


Adorei como Tenley e Hayden se envolvem. É
previsível esse lance do casal quebrado que precisa de apoio. Mas, seus traumas
e suas personalidades são tão especiais que a previsibilidade passa a ser algo
insignificante. Além disso, é gostoso ver que com o tempo eles ficam amigos e
passam a confiar um no outro. Fora que a paquera entre eles é divertidíssima.
Não consegui deixar de sorrir com a leveza dos flertes e com a realidade por
trás da forma como eles se envolvem; até parece que estávamos lá presenciando
tudo de camarote, convivendo e torcendo pelo casal. Porém, o lado dramático
também é um chamariz para o leitor. A curiosidade de saber o que Tenley e
Hayden viveram cativa-nos, da mesma forma que a emoção por trás da revelação
marca nossos corações. Realmente me envolvi com o trauma deles. É triste e
doloroso, mas também é reflexivo já que a partir disso a autora aborda temais
reais e comuns de nossa sociedade. Exploração sexual, tráfego de drogas,
perdas, solidão, abuso de poder, preconceito… são apenas alguns dos temas
trabalhados pela autora. E, como a maioria de vocês já sabe, amo histórias que
vão além do romance e que acrescentam um pouco de reflexão em nossas leituras.
E Helena Hunting soube exatamente como fazer isso.

Gostei da narrativa, dos personagens, da sensualidade da
trama, dos traumas descritos pela autora e do romance, só não gostei mesmo é do
final da obra. Li o livro sem saber que ele teria continuação. Na realidade
sabia que era uma série, mas esperava que cada livro tratasse de um casal
diferente – ledo engano. A obra possui uma continuação direta e só descobri
isso na última página, quando fiquei inconformada com seu desfecho. Não que eu
não ache necessário uma continuação, até gostaria de ler mais obre essa casal,
mas não aceito como terminou, como se um momento de fraqueza definisse tudo o
que o casal havia construído até ali. E o ponto é: estou cansada de livros que
terminam exatamente assim. Na hora que conclui a leitura até decidi que não
leria a continuação, mas é claro que vou. Gostei demais do casal para não saber
como a história deles termina. Mas ainda deixo meu apelo: autoras e mocinhas,
por favor, vocês são bem melhores que isso.
• Sobre a Série •


À Flor da Pele é
o primeiro volume da trilogia Clipped Wings, composta pelos livros: À Flor da
Pele, Inked Armour e Fractures in Ink. Vale salientar que o terceiro volume é
protagonizado por um casal diferente do dos dois primeiros livros.
Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

18 Comentários

  • Camila Carrião
    12 agosto, 2016

    Ahhh, li a sinopse desse livro e achei tão familiar à uma fanfic de mesmo nome (Clipped Wings and Inked Armour) que tinha lido anos atrás, baseada na série Crepúsculo, e eis que é a mesma coisa! Achei bem legal na época, vou ler para ver se continuo achando isso! rs

  • Becca Martins
    02 setembro, 2015

    Oi Pah!
    EU tenho o mesmo problema que você: Sempre espero demais dos personagens e por isto acabo me decepcionando.
    Só que eu sou louca com New Adult, falou que é New Adult eu estou lendo <3
    Mas sei lá, me desanimei tanto deste livro lendo a resenha, acho que vou deixar passar.
    Beijos!!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

  • Fernanda Mendonça
    28 agosto, 2015

    Eu não estou muito ansiosa pra ler, pois estou cansada de séries e trilogias… Ainda mais sendo do jeito q você falou. Porém, devo dizer que o tatuador me cativou bastante, pelo que pude ler… Então ficou uma vontadexinha de ler, mesmo q não seja meu genero favorito

  • Ycaro Brito
    28 agosto, 2015

    Não sabia que esse livro pertencia a série Clipped Wings. Eu não estava animado com sua estória, é curioso pertencer um protagonista tatuador, o que nunca li antes, mas a estória ao todo não me surpreendeu. Me desanimei mais ainda ao descobrir que o final não é interessante.

  • sara sem h
    27 agosto, 2015

    Eu vi esse livro em algum lugar, e não me interessei tanto. Li a tua resenha, e achei a história legal, e talvez eu leria esse livro, mas sem tantas expectativas. Apesar da história parecer boa, mas não me chamou tanto a atenção.

  • Rayme
    20 agosto, 2015

    por isso que odeio séries. normalmente os livros acabam assim, e isso me irrita demais!
    não li nada da autora ainda, mas conheci ela aqui pelo seu blog hahaha
    adoro livros assim, apesar de serem clichês sempre kkkkk
    adoro este gênero e é claro que eu estou mega curiosa para ler *—*

  • Veronica Vieira
    19 agosto, 2015

    new adult, já quero ler…

  • Barbarah
    19 agosto, 2015

    Bom,a resenha me fez ficar curiosa sobre o livro, mas não estou muito animada.

  • Evellyn Mendonça
    17 agosto, 2015

    Ooi Pah,
    não gosto muito do gênero.
    Achei interessante, e parece que essa historia tem bastante drama o que eu amo, fiquei com vontade de ler.
    Bjs

  • Larissa Belmok
    14 agosto, 2015

    Amo esse livro!!
    A história é muitoooo boa!!
    Super indico para quem ainda não leu.E estou muito ansiosa pelas outras duas histórias quem compõem o resto da trilogia.
    Beijinhos!!1
    http://obcecadapeloslivros.blogspot.com.br/

  • Julia Duarte
    14 agosto, 2015

    Ok, vou falar de uma vez, New Adult não é meu gênero, sou uma pessoa extremamente romântica, e por algum motivo que desconheço as cenas eróticas me desanimam na leitura, talvez não tenha pego o livro certo para ler ainda, por isso não estou tão animada para ler esse, apesar de parecer ter uma história bem bacana, quem sabe em um futuro, quando eu conseguir tomar gosto pelo gênero, eu leia.

  • Mariele Antonello
    13 agosto, 2015

    Quero muito ler esse livro, além da capa linda, a história é super interessante.
    Adorei sua resenha e fiquei mais curiosa ainda para ler esse livro, parece ser bem envolvente e como curto romances fiquei interessada.

  • Curtindo os Livros Adoidada
    13 agosto, 2015

    Eu amo clichês bem elaborados, que te sugam pro livro e só deixam vc sair, depois que o livro termina. Eu confesso que já tinha me encantado pela capa desse livro, e agora amei a história. É um livro que eu leria, com certeza.

  • Leticia
    13 agosto, 2015

    Oi Pah…
    Ainda estou pensando se quero ler este livro. Acho que esperaria bastante dos personagens também.
    Já estou até imaginando como pode ter sido esse desfecho rs Eu já sabia que a continuação era direta, por isso ainda estou pensando. Mas quem sabe eu ainda leia.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

  • RUDYNALVA
    13 agosto, 2015

    Pah!
    Fiquei também encantada com a história através da sua análise e bem interessada na leitura.
    Amei a capa com essa tatuagem de asas de anjo.
    Se tivesse coragem, faria nas minhas costas também.
    “Quando vires um homem bom, tenta imitá-lo; quando vires um homem mau, examina-te a ti mesmo.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

  • Sammy Dantas
    13 agosto, 2015

    me interessei bastante pelo livro, amo livros new adult.
    E a capa do livro é maravilhosa.
    Não tenho duvida que irei ler esse livro

  • Crika Regina
    12 agosto, 2015

    Ai ai ai, quero muito ler e agora estou preocupada com esse final hahahaha
    Bom saber que o livro vai além do romance, já que possui muitos outros temas importantes abordados na história. É bom que não cai na mesmice. Já li muitos elogios pro livro, vou ler sim!

  • Aline Stroeher
    12 agosto, 2015

    Olá Pah! Tudo bem?
    Ansiosa pro casamento? Hehe!

    Quanto ao livro resenhado hoje, realmente lendo a sinopse a gente pensa que vai encontrar mais um livro que conta mais do mesmo. Que bom que isso parece não acontecer.
    Mas confesso que não fiquei interessada em ler.
    Esse gênero não chama muito a minha atenção, já li alguns livros assim e não amei nem nada.
    Enfim, quem sabe eu não mude de ideia alguma dia?
    Suas resenhas são ótimas, como sempre! 🙂
    Beijinhos!!!