[Moda & Beleza] 5 Apostas para o Outono/Inverno


Por aí o outono já chegou? Aqui as manhãs e as noites estão mais frias, caracterizando essa estação do ano que adoro (sou do tipo que ama a combinação: casaco, cachecol e bota !). Levando em conta que os dias mais frios logo chegarão, separei algumas dicas para montarmos looks bonitos, confortáveis e que estão super em alta nessa temporada. Curiosos? Então bora conferir algumas das minhas tendências preferidas para esse o outono/inverno:

[Resenha] Selva de Gafanhotos – Andrew Smith

Selva de Gafanhotos - Na pequena cidade de Ealing, Iowa, Austin e seu melhor amigo, Robby, libertam acidentalmente um exército incontrolável. São louva-a-deus de um metro e oitenta de altura, completamente tarados e famintos. Essa é a verdade. Essa é a história. É o fim do mundo e ninguém sabe o que fazer. Com todos os elementos obrigatórios de um romance apocalíptico, Selva de gafanhotos mistura insetos gigantes, um cientista louco, um fabuloso bunker subterrâneo, um mal resolvido triângulo amoroso-sexual e muita, muita confusão, e está longe de tratar apenas do fim do mundo. Engraçado, intenso e complexo, o livro fala de um jeito inovador de adolescência, relacionamentos, amizade e, claro, de temas um tanto mais inusitados, como testículos dissolvidos e milho modificado geneticamente. Um romance surpreendente sobre a odisseia hormonal, amorosa e intelectual que é essa fase da vida.
Jovem Adulto; Ficção | 352 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Compare & Compre:  SaraivaAmazonCultura | Classificação: 3,5/5
Selva de Gafanhotos é totalmente diferente de tudo o que já li. O livro começa como um típico romance jovem adulto maduro, trabalhando temas complexos e reais da vida dos adolescentes. Contudo, com uma dose certeira de ficção o autor muda o rumo da história, transformando-a na batalha de dois jovens que precisam se descobrir enquanto lutam contra um bando de gafanhotos de quase dois metros de altura. Improvável? Não na pequena cidade de Ealing, em Iowa. Local onde o fim do mundo acabou de começar.

[Resumo do Mês] Leituras de Março - Parte II

Olá galera, tudo bem? Hoje vou terminar de contar quais foram as minhas leituras de Março. Li muitos livros, dividi o vídeo em duas partes, mas ainda assim fiquei com um vídeo gigante! Mesmo assim espero que gostem. Vêm conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Resenha] Fingindo – Cora Carmack

Fingindo - Por quanto tempo você consegue prender alguém? Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la. Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.
New Adult| 336 Páginas | Novo Conceito | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 5/5
Vocês olham essa capa e pensam “poxa, deve ser um romance adulto”, por isso já começo essa resenha dizendo o quanto esse livro é fofo e emocionante. A história não é a mais inusitada do mundo, entretanto ela traz bons pontos de reflexão, como por exemplo, as perdas que assombram os protagonistas, o preconceito dos pais da mocinha (que não são capazes de aceitar o que ela quer para o futuro), e o medo que o mocinho tem de correr atrás dos seus sonhos. Eu sempre digo que os new adults são livros que falam da realidade de ser um novo adulto, que retratam um dos períodos mais complicados de nossas vidas: o momento em que precisamos adentrar a vida real e decidir o que realmente queremos para o futuro. E é exatamente sobre isso que Fingindo fala, sobre as dificuldades do primeiro emprego, as inseguranças de terminar a faculdade e não saber qual caminho trilhar, e da necessidade de lidar com as expectativas da sociedade contrabalanceadas com seus próprios sonhos. Mas não só isso, somando-se a essas reflexões temos a descrição de um dos romances mais bonitos que já vi na literatura new adult. Sabe o tipo de casal que cura as feridas e impulsiona os sonhos? Pois bem, é disso que estou falando. E por isso adorei a leitura do início ao fim.
Eu aprendi mais sobre mim mesma ao ver como ele me olhava. Cade acabava com as dúvidas, medos e raivas. Ele fazia com que eu me sentisse como a melodia, e não o acompanhamento.

[Resenha] O Sorriso das Mulheres – Nicolas Barreau

O Sorriso das Mulheres - Aurélie Bredin é a jovem e sensível proprietária do restaurante Le Temps des Cerises, no coração de Paris. Foi ali, no pequeno e romântico restaurante, que seu pai conquistou o coração de sua mãe, graças ao famoso menu d'amour. E foi ali, rodeada pelo aroma de chocolate e canela, que Aurélie cresceu e encontrou consolo nos momentos difíceis da vida. Mas agora, depois de uma decepção amorosa, nem sequer a calidez acolhedora da cozinha é capaz de confortá-la. Uma tarde, mais triste do que nunca, Aurélie se refugia numa livraria, onde se depara com um romance intitulado O sorriso das mulheres. Intrigada, ela começa a ler o livro e percebe que a protagonista é inspirada nela e que seu restaurante é um dos cenários principais. Surpresa, Aurélie decide entrar em contato com o autor – um misterioso e recluso inglês –, mas essa não é uma tarefa fácil. Ela não desiste e, quando finalmente consegue conhecer o escritor, esse encontro se revela bem diferente daquele que ela havia imaginado... Com sua escrita original, leve e apaixonada, Nicolas Barreau mistura neste livro amor, mistério, o charme de Paris e os sabores da cozinha, para levar até os leitores uma história que encanta e aquece o coração.
Romance | 238 Páginas | Editora Verus | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Resenha da Kamila Mendes | Classificação: 5/5

O Sorriso das Mulheres gira em torno da jovem Aurélie Bredin, dona de um charmoso restaurante chamado Le Temps des Cerises, situado no coração de Paris, próximo do Boulevard Saint-Germain. A jovem, após sofrer com um abrupto término de namoro, vai a uma pequena livraria e se depara com o livro O sorriso das mulheres, claramente inspirado nela e em seu restaurante. Aurélie não é do tipo leitora/devoradora de livros, mas ao virar a primeira página desse romance – escrito pelo inglês Robert Miller – ela sabe que só conseguirá parar de lê-lo quando virar a última página. Aurélie simplesmente se apaixona pelo romance E pelo autor que escrevera sobre ela de forma tão tocante.
Em novembro do ano passado, um livro salvou minha vida. Eu sei, agora parece muito improvável. Alguns podem até considerar exagerado ou melodramático eu dizer algo do gênero. Só que foi exatamente o que aconteceu.


[Resenha] Sombras Prateadas – Richelle Mead

Sydney Sage arriscou tudo. Ainda infiltrada na organização, trabalhava contra os alquimistas e vivia um romance secreto com o vampiro Adrian Ivashkov. Qualquer deslize poderia trazer tudo por água abaixo, e foi exatamente o que aconteceu: sua própria irmã descobriu seu relacionamento proibido e a denunciou, fazendo com que Sydney fosse capturada pelos seus pares e mandada para a terrível reeducação. Cercada de inimigos e sem saber onde estava ou como sairia dali, Sydney luta para manter sua identidade, sua capacidade de pensar por si mesma e, principalmente, a esperança de que encontrará Adrian novamente.
Jovem Adulto Sobrenatural | 368 Páginas | Cortesia Editora Seguinte| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 5/5

Sombras Prateadas é uma leitura completamente eletrizante! Sempre me surpreendo com o talento da Richelle Mead, mas dessa vez ela foi além e me deixou boquiaberta. Por ser o quinto e penúltimo livro da série Bloodlines, a obra é pura ação do início ao fim (além de contar também com altas doses de suspense, romance e emoção). De fato, é impossível não ficar com o coração apertado durante a leitura, ou até mesmo ignorar a sensação de que algo muito ruim está prestes a acontecer. O final da saga está chegando e não sei se estou completamente preparada para ele. – Aguenta coração!

[Resenha] O Desafio – Rachel Van Dyken

“- Como vai? Quer dizer, faz tanto tempo!” Na verdade, fazia onze meses, uma semana e cinco dias. Mas quem é que estava contando? Não ela. Jake Titus é rico demais, bonito demais e arrogante demais: qualidades que, anos antes, fizeram Char Lynn viver com ele a melhor noite de sua vida — e em seguida a pior manhã, quando ele a dispensou. Agora terão que se reencontrar no casamento de Kacey, a melhor amiga dos dois. Seria uma situação estranha, mas suportável... Se vovó Nadine não tivesse sido desafiada a uni-los. Como padrinho e dama de honra dos noivos, Jake e Char têm que passar cada vez mais tempo juntos. Ele é um galinha mimado, e ela é uma garota maluca. Então por que não conseguem resistir um ao outro? Quando Jake para de se comportar como um babaca e começa a agir como o homem que Char sempre teve esperança de que ele pudesse ser, fica cada vez mais difícil lembrar que ele já a magoou. E agora Jake vê nela tudo que sempre quis — só precisa fazer Char acreditar nisso. O desafio é a continuação de A aposta, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken.
Romance Contemporâneo | 360 Páginas | Cortesia Suma de Letras| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 5/5
Que livro divertido! Eu sei que a capa e a sinopse vendem uma história previsível e sensual, mas não se enganem, o que prevalece nessa leitura é o quão bem-humorada ela é. Assim como seu volume antecessor (A Aposta, que foi resenhado aqui), a leitura de O Desafio é fluída, romântica e clichê sem demasia. Sabe quando você não consegue parar de ler? Pois bem, isso é típico das histórias da Rachel Van Dyken; é como se nos perdêssemos entre as confusões hilárias de seus personagens. E o que mais me surpreende nesses livros é que, com uma mistura certeira de flerte e diversão, a narrativa da autora sempre supera nossas expectativas, dando vida a romances inusitados à sua própria maneira. Afinal, quem é que esperaria que a personagem principal desses livros fosse uma vovó casamenteira?

[Resumo do Mês] Leituras de Março

Olá galera, tudo bem? Hoje – finalmente! – vou contar quais foram as minhas leituras de Março. Como li muitos livros, dividi o vídeo em duas partes. Vem conferir a primeira delas:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits: Drinques para três - Madeleine Wickham


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Oi queridos!

Para cumprir minha quarta meta do Desafio, li Drinques para três, de Madeleine Wickham que, para quem não sabe, é o verdadeiro nome de Sophie diva Kinsella! Dessa vez, o item cumprido foi o nº 4: Ler um chick-lit em cuja capa haja, no mínimo, 4 cores diferentes.


[Resenha] Bruxa da Noite – Nora Roberts

De uma das autoras mais queridas do mundo chega uma trilogia sobre a terra a que nos conectamos, a família que guardamos no coração e as pessoas que desejamos amar... Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda. Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera. Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar. Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote. Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado. Agora parentes e amigos vão brigar uns com os outros – e uns pelos outros – para manter viva a chama da esperança e do amor.
Romance Mágico| 320 Páginas|  Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 4/5
Uma das coisas que mais admiro na escrita da Nora Roberts é que ela é perfeitamente capaz de inserir elementos mágicos em seus romances sem deixá-los extremamente fantasiosos. Tanto é que a magia, por mais essencial que seja no desenvolvimento de suas histórias, nunca diminui a importância das relações familiares tão bem construídas pela autora. E Bruxa na Noite é exatamente assim: a união perfeita entre realidade e fantasia. Ao mesmo tempo em que acompanhamos a jornada da protagonista em busca de suas raízes mágicas – e dos segredos de seu passado – também seguimos seus passos rumo ao amadurecimento espiritual, familiar e romântico. Tudo o que mocinha quer é encontrar seu lugar no mundo, é se sentir amada e especial. Assim, antes mesmo de ser uma história de magia, a obra é um tributo à importância das relações que construímos ao longo da vida. E eu, como já era de se esperar, adorei isso.

[Resenha] Desafio - C. J. Redwine

No interior das muralhas de Baalboden, à sombra do brutal Comandante da cidade, Rachel Adams guarda um segredo. Enquanto as outras garotas fazem vestidos e obedecem a seus Protetores, Rachel é capaz de sobreviver nas florestas e de manejar uma espada com destreza. Quando seu pai, Jared, é declarado morto em uma missão, o Comandante designa para Rachel um novo Protetor: Logan, o aprendiz de seu pai, o mesmo rapaz a quem Rachel declarou o seu amor há dois anos, e o mesmo que a rejeitou. Com nada além da forte convicção de que seu pai está vivo, Rachel decide fugir e encontrá-lo por conta própria. Mas uma traição contra o Comandante tem um preço alto, e o destino que a aguarda nas Terras Ermas pode destruí-la. Aos 19 anos, Logan McEntire possui várias faces. Órfão. Rebelde. Inventor. Aprendiz do principal mensageiro da cidade, Logan se concentra em aperfeiçoar seus conhecimentos para escapar da tirania de Baalboden. Mas seus planos não incluíam tornar-se responsável pela impulsiva filha do seu mentor. Logan está determinado a protegê-la, mas, quando seu plano de fuga fracassa e Rachel é obrigada a suportar as consequências, ele percebe que há mais sentimentos em jogo do que a simples decepção de Jared. Enquanto Rachel e Logan lutam para atravessar as Terras Ermas, perseguidos por um monstro que ninguém pode matar e por um batalhão de assassinos com sede de sangue, eles descobrem o romance, a decepção e a verdade que pode desencadear uma guerra latente há vários anos e cada vez mais perto de explodir.”
Fantasia | Cortesia Editora Novo Conceito | Skoob Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 4.5/5 + Favorito

Desde o seu lançamento lá na gringa eu sabia que tinha que ler Desafio. Com uma capa chamativa e um misto de distopia com medieval (ou ficção científica com fantasia), C. J. Redwine criou um mundo singular, onde após a exploração em escavações desenfreadas o homem desperta o Maldito, um monstro que cospe fogo e destrói tudo o que vê pela frente, e que agora ameaça a sobrevivência de toda a população. 
"A tristeza é um abismo escuro que me suga para as suas profundezas, e eu me encolho no piso frio e úmido. Eu tinha algo que não queria perder. Agora que tudo se foi, agora que eles se foram, estou percebendo que a vida solitária que sempre achei que queria não é tão boa quanto eu pensava."

[Vem por aí] Novidades Literárias de Abril

Mais um mês repleto de novidades incríveis! Abril trouxe ótimos livros e continuações eletrizantes. Ansiosos? Então vêm conferir: 
Novidades Nacionais
Na lista de lançamentos nacionais, como sempre, temos livros de vários estilos literários. Entretanto, só consigo pensar em duas palavras: new adult! Esse mês está repleto de lançamentos do gênero, entre eles duas obras que quero muito ler: Sempre (que dizem ser PERFEITO) e O Descompasso infinito do Coração (da talentosa Bianca Briones).

5 Fatos estranhos sobre mim!

Bom dia galera, tudo bem? Hoje vou responder uma Tag pessoal bem divertida. Vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Resenha] A Mais pura Verdade – Dan Gemeinhart

A Mais Pura Verdade - Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.
224 Páginas | Novo Conceito | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 4/5
Composta por doses certeiras de lamento, conflito interno, aventura, amizade e amor incondicional, A Mais pura Verdade é o tipo de história que discorre sobre as inconstâncias da vida. A mensagem por trás da obra é real e tocante, contudo a narrativa é fluída e simples, comovendo o leitor da maneira certa. O fato é que o grande diferencial do livro é que ele fala sobre o câncer com autenticidade, emocionando o leitor sem a necessidade de exagerar no drama. Com essa leitura nós rimos, sentimos os medos e as angústias de um portador de câncer, e aprendemos valiosas lições sobre felicidade e amor verdadeiro. E tudo isso enquanto acompanhamos a busca de um garotinho de doze e anos (e de seu grande companheiro, um cachorro incrível) pela realização de seu maior sonho: chegar no topo do Monte Rainier. Ele quer provar a todos, e principalmente ao câncer, do que é capaz.
“O mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, ás vezes, nós as encontramos. E seguimos em frente”.

[Resultado] Top Comentarista de Março

Bom dia galera, tudo bem? Novamente, desculpem-me pela demora em liberar o resultado, fiz uma cirurgia e me afastei um pouquinho do blog. Mas, sem delongas, segue o resultado do Top Comentarista de Março. Agradeço a todos que participaram dessa ação – fiquei muito contente com os comentários de vocês.
No total tivemos 56 inscrições, dentre as quais 19 participantes comentaram em todos os posts. Entre eles, como combinado, foi feito um sorteio para definir os vencedores. Confiram: (Novamente não contei o número “um”. Alguns de vocês reclamaram que esse número é “café com leite” nos sorteios, então o deixei de bônus e, como de costume, segui a ordem de inscrição dos participantes).

[Resenha] Paradoxo – Vanessa Aguiare

Paradoxo - Sofia Strause é uma jovem comum de dezoito anos. Exceto pelo fato de que seus pais estão mortos, o céu agora é vermelho, e a temperatura não passa de 5o C. Sammy não é humana. Criada pela Worldeavor Dymanic, é uma inteligência artificial que substituiu a velha internet. Mas, contrariando todas as expectativas, ela evoluiu. E, o que começou como o maior avanço da tecnologia, acabou no maior pesadelo da humanidade. São tempos difíceis para os homens agora, em 2078 - oito anos após perderem a Guerra de Occam, Controlado pelo Red Dawn - o exército robótico de Sammy-, eles só têm duas alternativas: ou se tornam pacificadores, aliados às máquinas, ou vivem escravizados, como sobreviventes. Sofia não é nenhum dos dois, e tudo indica que ela é a peça que falta nesse quebra- cabeças. Com revelações surpreendentes, traições e amizades inesperadas, Paradoxo nos convida a responder: O que nos tona humanos? Enquanto nos leva a um futuro incerto, onde o amor luta todos os dias para sobreviver.
Distopia | 351 Páginas | Cortesia Novo Século | Skoob | Compre na Saraiva | Classificação: 4,5/5 | Resenha da Day Farias
 O meu maior “projeto” em relação ao mundo literário esse ano é, definitivamente, dar bem mais atenção aos autores nacionais. E é isso que tenho tentado fazer, buscando parcerias em meu próprio blog (o Letras Eternas) além de, sempre que houver a oportunidade, apostar minhas fichas em um livro nacional. Foi através desse plano que Paradoxo chegou até mim e eu não poderia estar mais feliz em tê-lo escolhido!

[Resenha] Para Sir Phillip, Com Amor – Julia Quinn

Para Sir Phillip, Com Amor - Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.
Romance de Época| 288 Páginas|  Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 4/5
Mais uma vez, por trás de um romance doce e previsível, Julia Quinn aborda temas essenciais para a construção de qualquer sociedade (tanto a histórica quanto a contemporânea, afinal as lições dessa leitura são atemporais). Ao unir dois personagens completamente diferentes em suas experiências familiares, a autora fala de uma maneira tocante e reflexiva sobre abuso, desilusão, medos e recomeços. Enquanto Eloise é uma jovem sonhadora que almeja romance, Phillip é um homem racional e reservado. Sendo assim, ela espera ser cortejada e viver uma torrente de paixão e amor, entretanto tudo o que Phillip quer em um relacionamento é encontrar a madrasta ideal para os seus filhos. O fato é que ele, diferentemente dela, não acredita em amor, apenas em obrigação e respeito. Dessa forma, será que duas pessoas tão diferentes podem acabar juntas? Ou melhor, será que o convívio é capaz de provar do que amor é capaz?

[Minha Caixinha de Correio] Aquisições de Março

Olá galera, tudo bem? Hoje vou mostrar tudo o que recebi no mês de Março – Tem muita coisa boa! Vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Fuxicando Sobre-Chick Lits] Dicas para o desafio: Itens 4, 5 e 6


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Oi pessoal!

Dando continuidade às dicas para o desafio, hoje exemplificarei os itens 4, 5 e 6! Vamos conferir?


[Promoção] Aniversário Mais que Livros

Hoje o Blog Mais Que Livros está em festa! Fazem 2 anos que o primeiro post foi ao ar e depois desses 730 dias, cá estamos nós, reunidos com vários blogs amigos para presentear você, nosso leitor! Afinal de contas, não estaríamos aqui se não fossem vocês. Aproveitem a festa, serão 4 ganhadores. 


Bookshelf Tour | Tour pela estante - 1ª Edição (Parte Final)

Bom dia galera, tudo bem? Hoje termino de mostrar minha estante (espero que tenham gostado dos vídeos!). Vem conferir:




Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Resenha] Amor ao pé da Letra – Melissa Pimentel

Amor Ao Pé da Letra - Achar o homem perfeito não é fácil e foi isso que a agente literária Melissa Pimentel, assim como sua personagem, Lauren, descobriu quando se mudou para Londres de um dia para o outro. Infelizmente, Melissa logo viu que conquistar um homem era mais difícil do que parecia, mesmo quando ela jurava não querer nada sério. Foi aí que surgiu a solução: decidiu seguir os conselhos dos mais populares livros de autoajuda para conquistar homens e criou um blog para narrar suas experiências. Nasceram daí os encontros de Lauren, que em Amor ao pé da letra, receberam toques de ficção, como uma legítima comédia romântica.
Chick-Lit | 298 Páginas | Cortesia Editora Paralela | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Resenha da Kamila Mendes | Classificação: 5/5
Amor ao pé da letra é uma obra que faz jus ao título. O livro de Melissa Pimentel conta às desventuras amorosas da americana Lauren Cunnigham em Londres. Lauren é uma personagem encantadora. Meio controversa, mas acho que essa é a graça dela. A jovem de 28 anos abandonou uma vida estável em Portland para arriscar uma nova carreira no Museu de Ciências de Londres. Lou, como é chamada pelos mais íntimos, é uma espécie de esteriótipo da mulher atual (ou o que ela deveria ser). Solteira, ela vive em busca de novos encontros e não entende porque os homens não a levam a sério quando afirma que “não quer compromisso”. A partir desse momento, a personagem deicide fazer de sua vida um experimento científico. A cada mês testa um manual de autoajuda para mulheres solteiras e coloca em prática as teorias dos autores.
“Fico tão envolvida com o drama de um novo encontro, que não paro para pensar se aquilo é algo no qual quero me envolver, e daí termino estragando tudo” (pg. 54)


[Resenha] Querido John – Nicholas Sparks

“Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre. Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.
Romance Contemporâneo | 288 Páginas | Novo Conceito | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 5/5
Não é segredo para ninguém que a minha relação com os livros do Nicholas Sparks não é das melhores. Na maioria das vezes não consigo me envolver com suas histórias que, exatamente por esse motivo, tornam-se leituras arrastadas e pouco atraentes. Entretanto, resolvi tentar mais uma vez e ler Querido John, livro que superou minhas expectativas e finalmente me fez compreender o motivo do autor ser tão aclamado pelos fãs. A obra, que para muitos não é a melhor do Sparks, foi uma das leituras mais especiais que fiz esse ano, afinal ela foi capaz de me proporcionar uma ampla variedade de emoções e aprendizados. De fato, adorei a leitura desde o início e com seu belo final aprendi a amá-la. – Que bom que resolvi dar mais uma chance ao autor!

[Top 5] Séries Inacabadas

Bom dia galera, tudo bem? Hoje vou mostrar para vocês algumas das séries inacabadas da minha estante! Vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Promoção] Aniversário Palavras Radioativas


Em celebração ao aniversário do Palavras Radioativas, reunimos alguns blogs amigos para sortear livros e marcadores incríveis. Não vai perder a oportunidade, certo?

Tudo o que você precisa fazer é:

[Resenha] Objetos Cortantes – Gillian Flynn


Objetos Cortantes - Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida. Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.

Thriller Psicológico | 256 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 5/5
Mais uma vez a Gillian Flynn me deixou sem palavras. Fui completamente arrebatada pela narrativa de Objetos Cortantes, portanto é difícil descrever o quão conflitante e instigante foi o desenrolar dessa leitura. Desde o início eu sabia que ia me apaixonar pelo livro, contudo não fazia ideia de como ele me afetaria – até porque essa é a obra de estreia da autora, ou seja, não era para ela ser tão boa assim. A história, como era de se esperar (pelo menos por quem já teve contato com a escrita da autora), é um tributo à complexidade da mente humana. Nós somos falhos, fracos, e estamos suscetíveis a distúrbios psicológicos que afetam completamente a nossa vida e a dos que estão ao nosso redor, e de certa maneira são essas características que dão sentido para a narrativa. Ao falar sobre traumas familiares, automutilação, assassinado, solidão, e os estigmas de beleza e perfeição impostos pela sociedade, Gillian cria uma história que penetra a pele do leitor, fazendo-o experimentar uma dolorosa mescla de emoções. Fazendo-nos ansiar por uma libertação que sou incapaz de nominar.