Então eu – finalmente – li “Como eu era antes de Você”.

Hoje vou contar um pouco da minha experiência com a leitura de Como eu era antes de Você. Vem conferir:


Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits: Casório - Marian Keyes


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Oi queridos!

Para cumprir minha sétima meta do Desafio, li Casório, da Marian Keyes, aproveitando as férias de julho para riscar da lista o item nº 11: Ler um chick-lit com no mínimo 600 páginas.


5 Livros para Rir

Olá, galera! Tudo bem com vocês? Hoje vou indicar cinco – ou talvez um pouquinho mais de cinco – livros que prometem muita diversão! Vem conferir:

Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Resenha] Rush sem Limites – Abbi Glines

Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan. Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos. Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto. Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.
New Adult | 192 Páginas | Cortesia Editora Arqueiro | Skoob | Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 3,5/5
Não dá para negar que está cada vez mais comum encontrarmos romances narrados pelo herói da história. Talvez seja só comigo, mas acho instigante acompanhar as particularidades da visão masculina, principalmente quando o assunto é tão complexo e abstrato quanto o amor. Assim, Rush sem Limites é, antes de qualquer coisa, um presente aos fãs da história de Blaire e Rush. São para eles que a autora escreveu esse livro; usando-o para revelar os segredos por trás da personalidade de Rush e as minúcias que fizeram ele se apaixonar pela doce Blaire. Portanto, a obra reconta a história de Paixão sem Limites, mas dessa vez sob a ótica do Rush, personagem repleto de máscaras e segredos.

[Fuxicos e Vícios # 29] Leituras das férias

Férias, ah como é bom pegar uns dias de descanso e fugir da rotina do trabalho e da faculdade, poder dormir até tarde e ficar acordada até de madrugada lendo sem compromisso, passear, matar a saudade da família, renovar as energias e retomar os antigos vícios, que a rotina e correria do dia a dia não permitem cultivar. Nestas tão sonhadas férias eu voltei pro interior, para a casa da minha mãe e meu antigo quarto. Aproveitei para descansar e dormir até tarde e, claro, ler muito. E são sobre estas experiências de leitura que hoje venho conversar com vocês. 


Algo que foi atípico para mim, é que das nove leituras que fiz, sete foram em formato digital, isso que esqueci meu kindle em casa, pra você ver que não há desculpa para deixar de ler, aplicativos de celulares estão aí pra isso galera! E o mais bacana de tudo isso é que tive leituras bem ecléticas, variando das minhas queridas distopias para romances históricos que estão conquistando cada dia mais um cantinho especial dentro do meu coração. Bora conferir?

[Arquitetando Ideias] Estilo Industrial

Fala galera, tudo certo?  Para quem ainda não me conhece meu nome é Manoel e sou o futuro marido da Pah. Sou Arquiteto e Urbanista e estarei dividindo com vocês dicas, novidades, conceitos e tudo o que mais amo na arquitetura. Nesse primeiro post vou falar sobre o estilo industrial. Vem comigo?

[Resumo do Mês] Leituras de Junho (Parte II)

Olá galera, tudo bem? Hoje vou terminar de contar quais foram as minhas leituras de Junho. Vem conferir:




Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Vem por aí] Novidades Literárias de Julho

Olá galera, tudo bem? Hoje é dia de pirarmos com as novidades do mês. Como de costume, temos inúmeros lançamentos especiais. Vem conferir: 

Novidades Nacionais
Tenho a leve impressão de que, quando comparado com o resto do ano, o mês de julho é sempre o com o menor número de lançamentos literários – sinceramente, acho que as editoras guardam boa parte das novidades para Agosto, mês que precede a Bienal do Livro. Ainda assim, entre os lançamentos nacionais, não abrirei mão de três obras. Entre elas, duas são romances incríveis de autoras que amo: Segredos de uma noite de Verão (livro perfeito para os amantes de romances históricos) e Feitiço da Sombra (mistura contagiante de paixão, amizade e magia). 


[Resenha] Apenas um Ano – Gayle Forman

Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro. Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.
New Adult | 352 Páginas | Cortesia Novo Conceito| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 4/5
Apenas um ano reconta a história de seu precursor, Apenas um dia, pelo ponto de vista do protagonista, o Willem. Como a maioria dos livros da Gayle Forman a trama é repleta de drama, emoção, paixão, encontros e desencontros. Além disso, a obra foca no processo de amadurecimento do mocinho, na dor que ele carrega, e nas dúvidas que giram em torno do seu futuro. Após perder o pai, Willem parte para uma viagem sem rumo e passagem de volta, buscando preencher o vazio que domina seu peito com os prazeres superficiais e temporários da vida. Entretanto, em um instante tudo muda; em um único dia ao lado de Allyson, a garota que ele acabou de conhecer, Willem encontra o que tanto procurava: alguém capaz de enxergá-lo exatamente como ele é, sem máscaras e meias verdades. Assim, entre idas e vindas do destino, fui sugada por essa bela e tocante história de amor, embarcando com Willem em uma viagem repleta de lugares e lições inesquecíveis.

[Resenha] Plutão – R.J Palacio

Em Plutão, R. J. Palacio traz a história de Christopher, o melhor amigo de infância de August Pullman, um garoto de feições incomuns que encantou leitores do mundo inteiro no romance Extraordinário. Exclusivo em e-book, o livro alterna entre o presente e flashbacks de quando os dois meninos eram vizinhos. Plutão acompanha Chris ao longo de um dia especialmente complicado. Os pais estão se divorciando e ele está com dificuldades na escola, mas mesmo afastado do velho amigo, é relembrando alguns desafios e aprendizados que teve ao lado de Auggie que Chris encontra algum conforto. Uma linda história sobre o valor da amizade na vida das crianças, uma vivência intensa e marcante.

90 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Venda exclusiva em E-book: AmazonLivraria Cultura | Classificação: 5/5

Depois do sucesso de Extraordinário a autora J. R. Palacio lançou histórias complementares à trama: O Capítulo de Julian, 365 dias Extraordinários, e Plutão. Todas falam sobre as dificuldades do dia a dia infanto-juvenil, abordando temas polêmicos como perda, drama familiar, bullying e o preconceito em sua forma mais brutal. Sendo assim, em Plutão conhecemos a história do melhor amigo de Auggie, o Christopher, jovem que aos dez anos tem que lidar com a possível separação dos pais e com a distância – meio proposital – do seu melhor amigo.

[Resumo do Mês] Leituras de Junho (Parte I)

Hoje vou contar quais foram as minhas leituras de Junho, ou melhor, a primeira parte delas! Vem conferir:


Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] 10 coisas que você (talvez) não sabe sobre Meg Cabot


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 



Não dá pra negar: Meg Cabot é um dos maiores nomes do universo dos chick-lits. Que tal conhecê-la um pouco mais?

Livros & Chocolates?!

Olá galera, tudo bem? Hoje vou responder um Tag bem bacana que une livros e chocolates – duas das minhas maiores paixões! Vem conferir:

Ou veja direto no Youtube: 
aqui.

[Guarda-roupa] 5 Itens Desejados


Duas coisas com as quais nunca estou satisfeita: minha estante de livros e meu guarda-roupa. Não faço o estilo consumista ao extremo, mas não nego que gosto de gastar com roupas e livros. Mas quem é que não gosta, não é mesmo? Risos. Tenho o costume de manter uma lista de desejos, e como mulher adora falar dos seus sonhos de consumo, decidi mostrar quais sãos meus itens mais cobiçados no momento. Curiosos? Então vem conferir:

Como eu leio tanto? | Dicas para ler mais

Olá galera, tudo bem? No vídeo de hoje falo sobre a minha rotina de leitura e ainda dou cinco dicas para lermos muito mais! Vem conferir:



Ou veja direto no Youtube (aqui).

[Resenha] A Playlist de Hayden – Michelle Falkoff

Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.
288 Páginas | Novo Conceito | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 3,5/5 | Escute as musicas citadas no livro aqui
A Playlist de Hayden une duas coisas que adoro na literatura: dramas reais e boas indicações musicais. A obra gira em torno do suicídio de Hayden e de como seu melhor amigo, o Sam, ficou depois de encontrá-lo morto. Para a construção da narrativa a autora tomou como base dois aspectos principais: os motivos que levaram Hayden a tirar a própria vida, e os conflitos que essa decisão desencadeia em Sam e em todos os outros jovens indiretamente ligados a essa história. Achei interessante a abordagem da Michelle Falkoff, até porque ela fala sobre suicídio pelo ponto de vista de quem fica, aproveitando para descrever a culpa, a solidão e o medo que assombram as pessoas envolvidas com a decisão de Hayden. Afinal, se seu melhor amigo cometesse suicídio você não se sentiria traído ou até mesmo culpado? Porque é assim que Sam está, vagando entre a dor da perda e a culpa de não ter feito nada para impedir a morte do amigo. Desta forma, a história é um emaranhado de dor, descobertas, recomeços, perdão, bullying e mistério. Ou seja, são páginas e mais páginas de emoção e reflexão.

[Resenha] A Cidade Murada – Ryan Graudin

A Cidade Murada é um terreno com ruas estreitas e sujas, onde vivem traficantes, assassinos e prostitutas. É também onde mora Dai, um garoto com um passado que o assombra. Para alcançar sua liberdade, ele terá de se envolver com a principal gangue e formar uma dupla com alguém que consiga fazer entregas de drogas muito rápido. Alguém como Jin, uma garota ágil e esperta que finge ser um menino para permanecer em segurança e procurar sua irmã. Mei Yee está mais perto do que ela imagina: presa num bordel, sonhando em fugir… até que Dai cruza seu caminho. Inspirado num lugar que existiu, este romance cheio de adrenalina acompanha três jovens unidos pelo destino numa tentativa desesperada de escapar desse labirinto.
Jovem Adulto | 400 Páginas | Cortesia Editora Seguinte| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 4/5
A Cidade Murada é uma obra que surpreende por ir além dos estereótipos tão comuns na literatura juvenil. Como esperado a trama traz ação, fantasia e romance, entretanto, ela encanta por também abordar temas extremamente reais e reflexivos. Os três personagens principais são imaturos em muitos sentidos, contudo eles passaram por tantas provações que refletem no olhar o peso da solidão, da pobreza, da fome – tanto por carinho quanto de alimento –, e dos anos de abuso físico, moral e sexual. Sendo assim, a história que era para ser uma fantasia juvenil repleta de aventura e mistério, tornou-se um jovem adulto maduro marcado pela dor dos protagonistas. Por isso é impossível não se deixar levar pelas emoções descritas por cada um desses jovens; torci enlouquecidamente para que eles conseguissem fugir dos sentimentos de medo, indignação e raiva causados pelo ambiente sombrio da Cidade Murada, mas antes disso almejei que eles superassem toda a tragédia e a mágoa que os levaram a morar em um lugar sem leis e sem esperança. Portanto, em uma mescla de emoções e revelações, me deixei levar por essa história tão rica e inteligente.

[Minha Caixinha de Correio] Aquisições de Junho

Boa tarde, galera! Como vocês estão? Hoje vou mostrar tudo o que recebi no mês de Junho. Como sempre, o vídeo está repleto de livros incríveis! Vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

Atualizando o Kobo: Lidos em Junho

Atualizando o Kobo é uma coluna feita para que eu possa compartilhar minhas últimas leituras realizadas no Kobo, priorizando os livros que ainda não foram (ou que não serão) resenhados no blog.

Entre as minhas onze leituras de Maio, SETE foram em formato digital! Os e-books salvaram o mês, sem eles eu teria lido muito pouco. Curiosos para saber o que li de bom? Então vêm conferir:

Como conheci meu noivo, gosto musical, nova graduação... Respondendo os leitores! (Parte II)

Olá galera, tudo bem? No vídeo de hoje termino de responder as perguntas que vocês me fizeram – e dessa vez o papo é mais pessoal! Vem conferir:

Ou veja direto no Youtube: 
aqui.

[Resultado] Top Comentarista de Junho

Boa tarde galera, tudo bem? Segue o resultado do Top Comentarista de Junho! Agradeço a todos que participaram dessa ação – como sempre, fiquei muito contente com os comentários de vocês.
No total tivemos 69 inscrições, dentre as quais 21 participantes comentaram em todos os posts. Entre eles, como combinado, foi feito um sorteio para definir os vencedores. Confiram:

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Jojo Moyes entrevista Sophie Kinsella


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 




Oi queridos!

Recentemente, Jojo Moyes, renomada autora de Como eu era antes de você, entrevistou a diva Sophie Kinsella por conta do lançamento de Finding Audrey, que chega na segunda quinzena desse mês no Brasil pela editora Galera Record com o título À Procura de Audrey. A entrevista aconteceu no canal do YouTube da revista Glamour Magazine UK e decidi traduzir parte dela para vocês! Como a entrevista, ao todo, tem cerca de 14 minutos, seria impossível transcrevê-la inteira aqui, então selecionei alguns trechos! Deixarei o vídeo original aqui para vocês, mas já adianto que, infelizmente, ele não tem legendas em português disponíveis.


5 Livros para Chorar

Olá, galera! Tudo bem com vocês? Hoje vou indicar cinco livros que prometem muito chororô! Preparem os lencinhos e vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

Top Comentarista de Julho

Quem está ansioso para o Top comentarista de Julho? Os prêmios desse mês estão bem especiais – tem até livro de colorir! Vem conferir e participar:
Gostou? Para se inscrever você deve: