[Resumo do Mês] Leituras de Agosto

Oi galera! Hoje vou contar quais foram as minhas leituras de Agosto; preparem-se que tem muita coisa boa

Ou veja direto no Youtube: 
aqui.

[Resenha] A Voz do Arqueiro – Mia Sheridan

Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde. Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.
New adult| 336 Páginas | Cortesia Editora Arqueiro | Skoob | Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 5/5
A voz do Arqueiro é uma história sútil que surpreende o leitor com sua densa carga de drama e superação. Assim como acontece nos outros livros do gênero, já era de se esperar que a obra abordasse temas mais profundos ou que trouxesse personagens traumatizados. Contudo, essa história é singular por contar com reflexões raramente trabalhadas na literatura atual; diferindo da grande maioria dos livros ao focar em temas que incitam no leitor não apenas a compaixão, mas também a vontade de repensar suas atitudes. De fato, fazia tempo que não lia um livro assim: capaz de me transportar para as páginas da história. Enquanto lia eu só queria saber como tudo terminaria e quando a angústia, o medo, a culpa e, principalmente, a solidão deixariam de afligir Archer e Bree, os protagonistas desse belo romance. Entre encontros e desencontros, segredos e descobertas, preconceitos e aprendizagens, a autora leva-nos a experimentar o que o amor tem de melhor: o poder de curar e transformar até o mais ferido e maltratado dos corações.

[Dicas para Blogs] Por onde começar?


Não é raro eu receber e-mails solicitando dicas de como ter um blog de sucesso. Na maioria dos casos o questionamento chega a ser incisivo, como se existisse uma fórmula que determinasse o sucesso de um blogueiro; ou pior, como se eu realmente tivesse ideia da existência dela! No meu íntimo, bem lá no fundo da minha alma sonhadora, confesso que gostaria de responder tal questão com um resumido passo a passo do sucesso. Afinal, não seria bem mais simples se só precisássemos seguir algumas diretrizes pré-estabelecidas? Contudo, não existe tal fórmula secreta, apenas um punhado de emoções, motivações e situações que podem ou não colaborar para o crescimento de um blog. Experiências e lições que eu – que não tenho a pretensão de ser uma especialista no assunto – aprendi ao longo dos meus quatro anos como blogueira e resolvi compartilhar com vocês.

Espero criar uma série de posts a respeito da blogosfera – tudo dependerá da intensidade da curiosidade de vocês –, portanto hoje vamos conversar sobre o início de tudo, sobre os primeiros passos para a criação de um blog. Animados? Então vêm conferir:

[Minha Caixinha de Correio] Aquisições de Agosto

Bom dia, galera! Como vocês estão? Hoje é dia de caixinha de correio! Finalmente vou mostrar tudo o que recebi no mês de Agosto. Vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits: Alta Sociedade - Sarah Mason


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Oi queridos!

Para cumprir minha nona meta do Desafio, li Alta Sociedade, de Sarah Mason, autora de Um amor de detetive - um dos meus chick-lits favoritos! Além de ter matado minha curiosidade, eliminei da lista o item nº 10: Ler um chick-lit publicado no Brasil entre 2005 e 2010 (o livro foi publicado em 2005).


Vídeo do nosso Pré-Wedding ♥


Cansaram de me ver falar de casamento? Se ainda não, vem conferir o vídeo do nosso Pré-Wedding. Nele vocês acompanham como foi divertido o dia em que tiramos as fotos e as mensagens que gravamos um para outro – mas que só vimos na festa de casamento! Vem ver:

Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Arquitetando] Parede de Quadros

Fala galera, tudo bem com vocês? Primeiramente gostaria de agradecer a todos pelos votos de felicidades do meu casamento com a Pah, ficamos muito felizes com a demonstração de carinho da parte vocês, então de coração: muito obrigado!
Agora vamos falar de arquitetura? Esse post demorou um pouquinho pelo fato das mudanças que aconteceram na minha vida esses últimos dias – mas disso vocês sabem né? Risos. Dessa vez preparei um texto a respeito de um assunto que muita gente tem dúvidas de como executar. E a dúvida é: Como fazer uma composição de quadros na parede?

[Vem por aí] Novidades Literárias de Setembro

Olá galera, tudo bem? Hoje é dia de conferirmos as novidades literárias do mês de Setembro. Como já esperávamos esse mês está repleto de lançamentos incríveis – reflexo da Bienal do livro. Vem ver:
Novidades Nacionais
São tantos livros maravilhosos que é difícil definir quais são minhas prioridades de leitura, entretanto, entre as novidades nacionais estou ansiosíssima para ler: Destinado e Bela Redenção. Ambos os livros fazem parte de séries que adoro, então eles – sem dúvida – estão no topo da minha lista de desejados.


Pré-Wedding Pah & Manu


Eu sei que já faz mais de quinze dias que casei, mas por aqui ainda teremos posts sobre esse tema – alguns, pelo que vi nos comentários, bem aguardados por vocês!  Portanto, hoje vou mostrar nosso pré-wedding (que, para quem não sabe, é um ensaio que o casal faz antes do casamento). O nosso foi no Castelo Eldorado, uma construção de meados do século XX que é linda de morrer. Vem conferir um pouquinho do nosso dia:

[Resenha] Amor fora do Ar – Jessica Park

Ele era alto, pelo menos 1,80, com cabelos loiros sujos que pendiam sobre os olhos. Sua camiseta dizia “Nietzsche é o meu garoto”. Então, esse era Matt. De quem Julie Seagle gosta. Muito. Mas há também Finn. Que ela ama. Complicado? Estranho? Completamente. Mas, realmente, como esta recém-transferida estudante de Boston e caloura da faculdade deveria saber que ela acabaria vivendo com a família de uma velha amiga de sua mãe? Isso tudo deveria ser temporário. Não estava previsto Julie ser tão importante para os Watkins, nem se apaixonar pelos irmãos Matt e Finn. Especialmente Finn, que ela nunca viu pessoalmente. Mas isso realmente importa? Finn a entende como ninguém nunca o fez antes. Eles têm uma conexão. Mas esse é o caminho do amor, em todas as suas estranhas mudanças, ele sempre coloca algumas curvas. E ninguém escapa ileso.
New adult | 368 Páginas | Cortesia Pandorga| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 5/5
Eis um livro que me surpreendeu de várias maneiras: primeiro por ser diferente de boa parte dos new adults que já li (o que definitivamente é uma grande coisa) e segundo por ser uma história tão fofa quanto emocionante. Como boa parte dos livros do gênero a trama descreve o período conflituoso que acompanha o ingresso à faculdade, entretanto em Amor fora do Ar o enfoque não está no cenário universitário mas sim no drama familiar vivenciado pelos protagonistas da história. Em nenhum momento a obra enfatiza exclusivamente o romance, muito pelo contrário, ele surge como reflexo das relações familiares exploradas pela autora. Portanto, enquanto esperamos a descrição de um relacionamento amoroso que surge na faculdade e que muda a vida da heroína, nos deparamos com um enlace inesperado e com temas complexos como perda, abandono familiar, depressão e transtornos psicológicos. E sabe o que é melhor? Tais temas são descritos com uma sutileza inexplicável, deixando a história ainda mais natural e real. O livro me fez rir, chorar, vibrar e torcer pela felicidade do casal e de seus familiares. E essa é a graça, você não ama apenas a mocinha e o mocinho, mas também seus irmãos, pais e amigos – ou seja, todos os envolvidos nas relações conflituosas e verdadeiras descritas pela talentosa Jessica Park.

[Fuxicos e Vícios #31] Top Five: A Promessa da Rosa, by Babi A. Sette


Eu já comentei por aqui sobre livros que nos encantam, livros que surpreendem e colocam aquele sorriso bobo em nosso rosto, livros que nos fazem ficar apaixonados. É algo inexplicável e que para cada leitor ocorre de maneira distinta, mas é fato que, vez ou outra, somos arrebatados por determinadas histórias que nos deixam sem palavras. São livros que se enquadram naqueles gêneros que sempre lemos e que, justamente por isso, por estarmos acostumados, nos surpreendem e dão o maior prazer quando trazem aquele algo a mais e entram para nossos favoritos de forma que nem percebemos. Dia desses quem me arrebatou para o seu universo único e encantados, cheio de paixão e mistura de sentimentos, foi A Promessa da Rosa, da talentosa Babi A. Sette.  

[Resultado] Top Comentarista de Agosto

Boa tarde galera, tudo bem? Segue o resultado do Top Comentarista de Agosto! Agradeço a todos que participaram dessa ação – como sempre, fiquei muito contente com os comentários de vocês.

No total tivemos 144 inscrições – UAU! – dentre as quais 30 participantes comentaram em todos os posts. Entre eles, como combinado, foi feito um sorteio para definir os vencedores. Confiram:

Minhas escolhas na Sottile



Olá galera, tudo bem com vocês? Quem acompanha o Instagram do blog já sabe: A Sottile é a nova parceira do Livros & Fuxicos! A loja é referência em moda feminina, portanto sempre está recheada de novidades incríveis. Já fui dar uma olhada na coleção de verão e fiquei encantada – tanto é que, claro, já escolhi umas peças para mim! Risos. Vem dar uma olhadinha na nova coleção:

[Top 5] Livros com Casamentos

Boa tarde, galera! Como vocês estão? Ainda no clima de casamento gravei um top 5 (com cara de top 10) com dicas de livros com o tema casamento. Curiosos? Então vem conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Wedding Lits - Lidos em 2015


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. 


Nem preciso dizer que o Livros & Fuxicos está transpirando "casamento" esse mês, não é?
Já que é assim, resolvi, novamente, falar dos Wedding Lits - o subgênero dos chick-lits que tem como temática os casamentos. Como já fiz um post só sobre o assunto aqui em 2013, hoje resolvi trazer, apenas, os últimos Wedding Lits que li esse ano!

[Resenha] A Rainha Vermelha – Victoria Aveyard

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.
Distopia (+ fantasia) | 424 Páginas | Cortesia Editora Seguinte| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 5/5
A Rainha Vermelha é um livro difícil de definir em palavras. A sensação que tenho é que ao mesclar inúmeros clichês da literatura juvenil a autora conseguiu criar algo surpreendentemente inovador. A história tem aventura, triângulo amoroso (entre dois irmãos e uma heroína dividida), uma personagem principal forte e decidida, e uma trama repleta de reflexões sociais: abuso de poder, segregação racial, exibições políticas que colaboram para manter a população sob as garras dos soberanos, e a ameaça constante de uma revolução populacional... Ou seja, tudo o que comumente vemos nas distopias atuais. Entretanto, o diferencial da obra está na escrita da autora – que é eletrizante ao ponto de fazer o leitor devorar o livro – e nas pequenas surpresas que o decorrer da leitura reserva. Sendo assim, talvez o mistério por trás do sucesso do livro seja que a autora conseguiu, mesmo rodeada de elementos previsíveis, criar um universo instigante, personagens envolventes, um romance fofo com cara de impossível, e uma trama política inteligente e desafiante. E eu até sei que isso parece impossível, mas o fato é que essa mistura de influências literárias deu tão certo que não consegui desgrudar do livro.

Top Comentarista de Setembro

Olá, galera! Tudo bem com vocês? Mais um mês começando e com ele o Top Comentarista. Dessa vez as regras foram alteradas, então muita atenção nas novas instruções. Vem conferir os prêmios e participar!


Para se inscrever você deve: