[Resenha] A Educação de Sebastian - Jane Harvey-Berrick

Presa num casamento frio e sem paixão, Caroline Wilson, de 30 anos, muda-se para San Diego depois que seu marido militar é promovido. Sentindo-se perdida e sozinha, Caroline reencontra uma antiga amizade: Sebastian, que ela conhecera ainda menino, um jovem inteligente e sensível, com pais alcoólatras e violentos. Sebastian, agora com 17 anos, tem mais do que apenas amizade em sua mente. Juntos, experimentam o despertar de uma paixão intensa e arrebatadora. Mas esse romance proibido pode ameaçar a vida de ambos.
Romance | 382 Páginas | Cortesia Novo Século| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 3,5/5
Eis um fato: nenhum livro que aborde temas tabus é fácil de ser digerido. Em A Educação de Sebastian meus conceitos de certo e errado foram constantemente questionados pela autora Jane Harvey-Berrick. Talvez para alguns seja fácil encarar o livro apenas como um belo romance sobre descobertas e crescimento, mas no meu caso a história foi mais complexa, e não por tratar de um relacionamento entre uma mulher de trinta anos e um rapaz de dezessete, mas por falar sobre traição e amadurecimento. A obra é reflexiva, dolorosa e impactante. A escrita da autora, pelo menos em alguns momentos, é superficial e demasiadamente sensual, porém é impossível negar o encanto que essa obra tem, principalmente quando percebemos a complexidade do tema abordado. Portanto, o que prende o leitor é o constante questionamento de: se estivesse no lugar da protagonista, quais decisões você tomaria? Você ficaria em um casamento sem amor e repleto de dor, ou se entregaria a um romance proibido com um rapaz bem mais jovem?

A obra gira em torno da história de Caroline e é narrada em primeira pessoa como se a personagem lembrasse e descrevesse o verão em que sua vida mudou completamente. E o ponto é que a forma atemporal da narrativa nos leva a crer que as coisas não terminaram bem para Caroline – e isso, por si só, é o que precisamos para devorar a obra. No geral, a narrativa foca no aparecimento de Sebastian na vida de Caroline. Ela o conhece desde pequeno, mas só voltou a encontrá-lo quando ele já era um rapaz com quase dezoito anos. A vida de Caroline é medíocre: ela casou-se para fugir de casa e do relacionamento conturbado que tinha com a mãe, seu relacionamento com o marido não poderia ser pior (ele a trata como empregada, como uma esposa de aparência que tem o dever de fazer tudo o que ele manda, e ainda é machista, preconceituoso, dominador e agressivo), e ela é completamente dependente do dinheiro e do humor do esposo. Aos trinta anos Caroline não tem nada seu, e a única coisa que conquistou – e isso depois de vários anos – foi o inicio de uma profissão como jornalista. Porém, tudo muda quando Sebastian aparece. O rapaz sempre foi apaixonado por Caroline, desde pequeno ela foi a luz que ele precisava em sua vida, aquela que apagava a dor e a mágoa que seus pais plantaram em seu coração. Então quando ela volta para a cidade e eles se reencontram, Sebastian quer uma chance de demonstrar seu amor – um amor que Caroline nunca tinha experimentado ou vivido. Ao lado dele, Caroline vai descobrir o que é paixão, amor e injustiça. Graças a Sebastian ela decide lutar por uma vida diferente ao lado dele, mesmo que isso custe caro, afinal ele só tem dezessete anos – o que, por lei, determina que eles não podem se envolver. Entre leis, um casamento fracassado, a diferença de idade, o medo, a insegurança, o preconceito e uma paixão arrebatadora, Caroline e Sebastian terão que descobrir como viver com o sentimento que domina seus corações.    

Inicialmente me incomodou a forma como Caroline e Sebastian se envolvem. Pensei que o relacionamento seria mais gradual, porém tudo acontece rápido demais. Entendo que a narrativa gira em torno do romance de verão que mudou Caroline, mas esperava que a obra focasse mais no amor entre eles do que na paixão que os consome – o livro é um bombardeio de cenas de paixão entre o casal, de momentos em que Caroline ensina Sebastian a amá-la com seu corpo ao mesmo tempo em que ele a ensina a confiar novamente no amor ao experimentar sensações até então desconhecidas. Não me incomodo com livros sensuais, mas nesse caso em particular fiquei preocupada com a construção do amor embasada no sexo. Senti que, por abordar um tema tão complexo, a autora deveria ter dado menos destaque as descobertas físicas protagonizadas por Sebastian e Caroline. Também me incomodou um pouco a personalidade imatura do mocinho e a traição cometida por Caroline (não importa o quão ruim seja seu casamento, apenas que ela ainda está casada). E é aqui que entra uma das partes reflexivas da obra: foi muito difícil para mim aceitar o envolvimento de uma mulher mais velha com um rapaz mais novo, principalmente pelo fato do relacionamento ter começado como um ato de traição. Sendo o mais sincera possível, não conseguia aceitar um futuro para Caroline e Sebastian, pois sabia que um não era capaz de ser o que o outro precisava naquele momento. A diferença de idade conta sim, são dez anos de experiências que ela tem e ele não, fora que o fato dela estar casada tira a magia do romance vivenciado entre os protagonistas – todas as escapadas noturnas, as mentiras e os riscos da traição, me deixaram frutada. A partir do momento em que Sebastian entra na vida de Caroline e a faz enxergar que está em um relacionamento frustrado, ela deveria ter sido capaz de ao menos sair de casa. Sei que são meus valores influenciando e nublando a forma como o romance é desenvolvido, mas não consigo tirar a parte de mim que odeia qualquer tipo de mentira ou traição conjugal.
Sei que até agora parece que não gostei do livro, mas existe um ponto que me prendeu à história do começo ao fim: a jornada de amadurecimento de Caroline. Sebastian a fez ver o que queria para o futuro, fez com que ela enxergasse o quão perdida estava, e o relacionamento abusivo ao qual estava presa durante anos. Foi por esse motivo que aprendi a aceitar o romance descrito na história, pois senti que Caroline precisava disso, precisava de alguém que visse quem ela realmente é, que enxergasse nela seus sonhos e medos, que a ensinasse a amar e ser amada.  Ela precisava de Sebastian para mostrar tudo o que ela podia ter. Odiei o fato de Caroline ter ficado presa em um casamento abusivo durante anos, mas amei o fato dela ter sido corajosa o suficiente para almejar mais, para perceber que estava levando uma vida miserável e que, ao lado do homem errado, só estava perdendo tempo. Como disse, não é fácil aceitar toda a complexidade da trama, mas a leitura vale a pena por mostrar o quanto o amor é capaz de nos mudar e encorajar. Graças a Sebastian, Caroline amadurece e aprende a ser dona de si mesma. E isso me fez crer nesse romance e na beleza desse amor tão perigoso e tortuoso.
No geral o livro é repleto de pontos negativos e positivos. Porém, é inegável o poder de crescimento que existe nessa história. Não amei o livro como imaginei que amaria, mas fui sugada por ele e terminei a obra tão confusa que tive que começar a leitura de sua continuação imediatamente. Acho que quem gosta de romances sensuais e dramáticos adorará o enlace de Sebastian e Caroline, e para aqueles que, como eu, apreciam boas histórias de recomeços e amadurecimento, vale a pena dar uma chance e descobrir por si mesmo o que esse livro tem de melhor.
• Sobre a Série •

A Educação de Sebastian é o primeiro volume da trilogia “A Educação”. Os dois primeiros livros são sequenciais, já o terceiro é a recontagem do segundo livro só que na visão do mocinho da história.
Beijos,




Participe Aqui

31 comentários:

  1. Nunca li um livro com tema de romance sobre essa diferença de idade, me interessei e vou dar uma chance pra essa leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pah, não conheço esse livro, mas posso dizer que concordo com você na parte de mesmo em um casamento horrível que ela tinha, ter traído o marido foi uma coisa feia, primeiro que ela se separasse dele pra depois resolver a questão da idade com Sebastian, até porque pra mim amor não tem idade, e outra coisa que me chamou a atenção foi sobre a atração entre eles, que uma coisa é está apaixonada e se entregar uma ao outro construindo um relacionamento, outra é atração física que muitas vezes acaba em sofrimento. Mais pelo que eu li o amor era verdadeiro onde cada um aprendia um pouco com o outro.

    ResponderExcluir
  3. wow que livro diferente. devo confessar que nao gosto de new adults. e assim como vc nao gosto mto quando acontece uma traição mesmo que o casamento seja ruim. o melhor é terminar..

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paola, tudo bem?

    A diferença de idade entre eles não me incomodaria. Sebastian tem quase dezoito anos, né? Acho que a falta de experiência de Sebastian é algo muito relativo. Se ela tive 40 anos e ele 30? Ainda seriam 10 anos a mais de experiência que ela teria e ele não...tudo vai da cabeça da pessoa. Se eles fossem maduros o bastante pra encarar isso eu acho que poderia dar certo.
    O que de fato me incomodaria seria a rapidez do romance. Não costumo me conectar com livros que tem romances quase instantâneos! O fato dela não ter pedido divórcio logo de cara também não achei legal...
    Sabe que eu não estava com vontade de ler esse livro? Depois da sua resenha até fiquei! hahahah

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  5. Oi Pah!
    Comecei a ler esse livro, ainda to no início, mas fiquei tentada a abandonar =T. Também achei que o envolvimento entre eles foi muito rápido, porém o que mais tem me incomodado é a forma como a Caroline se "comporta", ela de forma alguma aparenta ter a idade que tem, eu a acho muito imatura, principalmente por conta dos diálogos e das situações em que se envolve. Vou tentar dar continuidade à leitura e talvez com o avançar da leitura perceba esse amadurecimento... espero. O livro Na ilha da Tracey Garvis Graves, tem essa mesma temática e é muito bom, principalmente a forma como a autora cria o envolvimento das personagens, de forma bem gradual e ver o amadurecimento do mocinho é tão lindo <3, acho que por isso criei muita expectativa, kkk.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não gosto de ler romance onde os protagonistas se envolvem rápido demais. Na minha opinião, temos que acompanhar a evolução do romance e ver o amadurecimento dos personagens. Também não gostei da capa, não gosto de capas nesse estilo. O livro não chamou tanto a minha atenção, apesar de ter um tema tabu de romance entre um adolescente e uma mulher de 30 anos.

    ResponderExcluir
  7. Não tenho preconceito quando se fala de amor... não importa a idade, desde que seja verdadeiro e traga a felicidade. Me incomoda ele ser menor, por causa da lei.
    Em relação a traição, daí já fico com um pé atrás... Ela realmente deveria ter terminado o casamento primeiro, para depois se envolver, o que para mim, demonstra uma certa insegurança, porque ela não queria ficar sozinha.
    De qualquer forma, gostaria muito de acompanhar todo drama envolvendo o livro.

    ResponderExcluir
  8. sou meio careta, não deu vontade de ler o livro. acho que vou continuar nos chick lits da vida. E a capa também não foi atrativa.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Na busca de blogs sobre livros, encontrei o seu e achei demais! Também sou amante da leitura e estou iniciando meu blog. Ainda estou engatinhando mas espero que um dia ele seja tão legal quanto este! Se puder, dê uma passada lá: http://amo-os-livros.blogspot.com.br

    O livro em referência neste post me interessou bastante, parece ser bem dramático por se tratar de uma relação em que os envolvidos possuem uma grande diferença de idade. Vai entrar para as minha ambições!!

    Obrigada e desculpe o incômodo!

    ResponderExcluir
  10. Resenha perfeita! em poucas palavras vc falou praticamente tudo que falei na minha, realmente é um tema difícil, me incomoda o lance da idade e me incomoda a traição, não importa o contexto, a questão não é julgar ou não, cada um faz o que quer da sua vida, só não me sinto bem lendo sobre o assunto mesmo, gosto de romances com outra temática e não gosto de ficar analisando o personagem, quero mais é me desligar do mundo durante a leitura e com estes temas é meio complicado fazer isso. bjs

    ResponderExcluir
  11. Eu estou muito ansiosa para ler esse livro, solicitei ele na editora, mas nada ainda. Gosto muito de relacionamentos intensos que acontecem num piscar de olhos, me fascina! Quero muito ler a história de Caroline e Sebastian.

    ResponderExcluir
  12. Paola,li esse livro e fiquei dividida e em conflito da mesma forma,realmente os temas traição e amadurecimento é difícil de ser digerido.Concordo que a obra é reflexiva,dolorosa e impactante.Me incomodou um pouco também a principio a forma como Caroline e Sebastian se envolvem.Também não gosto quando o amor é construído embasado no sexo.Achei Sebastian imaturo e apesar dos motivos de Caroline a sua traição me incomodava,,mas me vi também presa a jornada de amadurecimento de Caroline,pois também gosto de ver como o amor é capaz de nos mudar e encorajar.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro um romance água com acuçar. Então não sei sei me interessaria por esse livro, mas eu também acho que ela devia ter terminado com o marido, apesar de tudo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah!
    Acho legal um livro abordar um tema que evitado na nossa sociedade atualmente, mas depois de ler a sua resenha e pré julgar com base nas conclusões que eu tive acho que eu nao gostaria da obra. A diferença de idade é algo que eu poderia me acostumar com base no envolvimento dos personagens, mas a falta de maturidade de Caroline com relação ao romance que ela tem com o Sebastian me incomodaria, além das cenas hot que eu particularmente não gosto, não aproveitaria nada da leitura.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Pah
    Eu não tenho também problemas com livros sensuais, mas dependendo do que aparentava o livro, acho que ficaria frustada também com esses bombardeio de cenas assim, e um foco menor no amor entre o casal. E acho que a questão da traição também me influenciaria na avaliação do livro. Não tem como!
    Valeu as dicas, Pah. Acho que não leria. Vou esperar e ver o que achou do segundo livro.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Pah, gostei de um livro q aborda o tema da diferença de idade entre um casal, mas após ler tua resenha acho q fiquei com um pé atrás por esse relacionamento ser construído em cima de uma traição e sexo. Gosto de new adults, mas muitos livros pecam por sexo demasiado e um amor que chega ser sem sentido sem qlq desenvolvimento... Não sei se vou ler esta trilogia, masque bom que na historia tenha um amadurecimento da personagem.

    ResponderExcluir
  17. Nossa, acho que o fato da traição é um fato que vai me incomodar, o fato de ser extremamente sensual também, gosto de cenas assim, mas acho que quando o livro gira muito entorno disso, perde um pouco da magia do romance. mas só lendo mesmo para tirar minhas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  18. Eu não sei se é bem o meu estilo de livro também, mas confesso que deve prender bastante pelo fato de querermos saber o que vai acontecer com os dois...

    ResponderExcluir
  19. Oii PAH! Concordo com a sua opinião acerca da traição, para mim, sendo totalmente sincera é algo imperdoável, mas no caso de Caroline temos todo um drama e uma complexidade por trás, contudo, ainda concordo com vc, pois ela poderia ter saído de casa, com certeza isso tb me incomodaria no livro. Gostei da história como um todo, penso que é bom quando lemos algo que mexe com aquilo que temos como certo e errado, além de parecer ser um livro romântico e emocionante. Bj Pah!

    ResponderExcluir
  20. Outro livro que nunca tinha ouvido falar, confesso não ficar muito interessada nele. Mas caso tenha a oportunidade de ler, farei isso e vamos ver o jeito que vou tratar o livro, por achar traição o cumulo. Beijos.


    www.potato-purple.blogspot.com
    www.youtube.com/potatopurpleblog

    ResponderExcluir
  21. Não sabia nada desse livro ainda, e essa sua resenha me deixou muito sem saber se quero ler ou não. kkkkkk Mas acho que vou dar uma chance.

    ResponderExcluir
  22. Olá Pah,
    Apesar de ter muitos pontos negativos ainda pretendo ler esse livro. Concordo com você na questão da traição, isso é imperdoável, e que pena que autora não criou uma história com a evolução do romance e sim com um relacionamento rápido demais, baseado em sexo. O que mais contribuiu para esse livro ainda continuar na lista de uma futura leitura é acompanhar o amadurecimento da protagonista, um fator que me prende na leitura, e também tenho curiosidade de acompanhar a drama que envolve o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Eu já não ia com a cara desse livro, e a resenha foi bem semelhante ao que eu e imaginei que ele seria. A traição não me incomoda por si só, mas deu pra sacar como a trama foi tratada e nem curto muito esses livros mais sensuais. Muito bom ler opiniões verdadeiras como as dessa resenha!

    ResponderExcluir
  24. Achei a Caroline muito sem vergonha e calculista, por isso abandonei o livro!

    ResponderExcluir
  25. História de amadurecimento e desenvolvimento dos personagens me atraem bastante, mas passo essa leitura por não curtir esse gênero literário. Abraços

    ResponderExcluir
  26. Ooi Pah, não gosto muito do gênero então acho que vou passar.
    Concordo com você por mais que ela estivesse em um casamento ruim, não devia trair o marido.
    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Pah, já tive vontade de ler esse livro bem antes da sua resenha mas fiquei na dúvida e decidi deixar pra depois. Agora fiquei mais indecisa ainda se devo ler ou não, mas estou achando que vale a pena pelo menos pra ver os pontos positivos sobre o crescimento da Caroline, etc. Vou esperar um pouco ainda, acho! Beijos

    ResponderExcluir
  28. Oie,
    Amei a resenha, já tinha visto falar do livro, e confesso que não me interessei muito por ele, parece sim ser uma leitura bem impactante e que nos faz questionar, Carolina não me agradou muito, pois eu acredito que ninguém é obrigado a ficar em um relacionamento sem amor e eu não concordo com a traição, por mais difícil que se esteja, acredito que se deveria terminar o relacionamento antes de se envolver com outra.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  29. Oi!
    Uma das coisas que me chamou atenção nesse livro foi o amadurecimento e essa jornada de descoberta da Caroline, ainda não sei se vou ler esse livro pois vi alguns pontos negativos que também não gostei, mas tem uma historia interessante !!

    ResponderExcluir
  30. Eu fiquei bem curiosa pra ler o livro, embora tenha achado meio louco kkkk
    deu muuitaaaa dó da Caroline, por causa desse marido dela, porém, não concordo com a traiçao, acho que ela merece uma vida melhor.
    A diferença de idade acho que não importa tanto, acredito que depois dos 20 todo mundo tem maturidade pra saber o que quer da vida, então não acho exagerado num relacionamento, não.
    Como eu gostei bastante da resenha do segundo volume, talvez eu inicie a trilogia, mas ainda to pensando kkkkk
    bjãooo

    ResponderExcluir
  31. Acho que se eu lêsse esse livro iria pensar da mesma maneira que você descreveu, isso também vai contra os meus princípios! Não sei se saberia apreciar a leitura..

    ResponderExcluir