[Resenha] Mil Pedaços de Você – Claudia Gray

Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas. Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Paul, no entanto, não considerou um fator fundamental: Marguerite. A filha do renomado cientista Henry Caine não sabe se é capaz de matar, mas, para vingar a morte de seu pai, está disposta a descobrir. Com a ajuda de outro estudante de física, a garota persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Será que as mesmas dúvidas entre eles estão destinadas a surgirem, de novo e de novo, em todas as vidas dos dois? Em meio a tantas existências drasticamente diferentes — uma grã-duquesa na Rússia czarista, uma órfã baladeira numa Londres futurista, uma refugiada em uma estação no meio do oceano —, Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?
Jovem Adulto; Fantasia | 288 Páginas|  Cortesia Editora Agir Now| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 4,5/5
Anos atrás fui hipnotizada pelo talento nato da Claudia Gray; seus protagonistas destemidos e suas tramas misteriosas marcaram minha juventude como leitora. Entretanto, por não ser mais tão apaixonada por livros juvenis de fantasia, imaginei que não iria ter a mesma experiência com Mil Pedaços de Você – só que é óbvio que me enganei! A leitura do novo livro da autora foi tão incrível quanto à de suas outras histórias. A sensação é de que os anos não passaram, apenas de que a Claudia Gray aprofundou sua escrita para criar uma saga ainda mais cativante e surpreendente. Fora que além de uma escrita envolvente e surpreendente, Mil pedaços de Você também conta com personagens misteriosos e apaixonantes, com uma trama política e tecnológica extremamente instigante, com um romance fofo digno de borboletas na barriga, e com uma protagonista forte e determinada. Ou seja, não só me surpreendi com o livro como acabei a leitura completamente apaixonada por essa história, por seus protagonistas e – mais uma vez – pela escrita envolvente e única da Claudia Gray.

O livro gira em torno de Marguerite, jovem que foi criada por pais amorosos e incomuns, por cientistas famosos que são reesposáveis pela grande invenção do século: o Firebird, uma engenhoca que possibilita a viagem entre dimensões. O fato é que eles descobriram que o mundo é composto por infinitas dimensões, ou seja, que a cada escolha ou possibilidade que surge em nossos caminhos acabamos criando uma nova dimensão com versões diferentes de nós mesmos. Assim, temos uma dimensão em que a Alemanha ganhou a guerra, uma em que a América foi colonizada pelos Chineses, uma em que a Inglaterra permanece como grande potência mundial e tecnológica, e inúmeras outras... todas refletindo um mesmo mundo mas com escolhas individuais diferentes. Por exemplo, eu fiz administração, mas e se tivesse feito medicina? Qual seria meu futuro? Nessa dimensão, em que sou administradora, não tem como sabermos, mas a teoria é de que existe outra dimensão por aí em que fiz essa escolha e fui modificada por ela. Incrível não é mesmo? A criação é tão especial e única que, como já era de se esperar, a ganancia corroeu homens próximos ao investimento, resultando no assassinato do pai de Marguerite. Agora ela quer vingança e, para isso, viajará entre as dimensões ao lado do amigo Theo em busca de Paul, o pupilo responsável pelo roubo do último Firebird e da morte do seu amado pai.

Uma das coisas que mais amei no livro, sem dúvida, foi o cenário criado pela autora. De início é confuso imaginar e assimilar a teoria das dimensões – até porque a autora não faz uma introdução, muito pelo contrário, já começamos a leitura acompanhando Marguerite em sua primeira viagem para outra dimensão. Porém, com o avançar da leitura vamos compreendendo a grandiosidade da invenção dos pais da protagonista ao mesmo tempo em que nos encantamos com cada dimensão que ela visita.  Primeiro temos uma dimensão altamente tecnológica e fria (na qual vivemos mais online do que qualquer outra coisa), depois temos uma dimensão focada na realeza russa em que acompanhamos Marguerite como uma duquesa (e percebemos como nossa vida teria sido sem a invenção de coisas fundamentais como a energia elétrica), e ainda temos uma dimensão em que a vida humana só é possível em casas no fundo do mar (tudo graças ao aquecimento global). Dessa forma, além da descrição de cenários incríveis, também temos momentos de crítica e reflexão à nossa sociedade atual. E eu amei isso: as críticas veladas, os mundos tão distantes (principalmente o da realeza com direito a vestidos rodados e romances proibidos), e o fato da Marguerite ser ela mesma em cada uma dessas dimensões. Tais viagens não servem apenas para Marguerite procurar Paul e vingar seus pais, mas também para aprender com outras versões de si mesma, para amadurecer e lutar para seguir seu coração. É simplesmente incrível mergulhar em cada aventura da jovem e ao mesmo tempo vê-la crescer ao descobrir quem verdadeiramente é.
Além dos cenários descritos, da jornada de crescimento da protagonista e da força dessa mocinha incrível e determinada, também amei o mistério por trás da história. Logo de cara não dá para ter certeza se Paul é ou não culpado pela morte do pai de Marguerite, portanto ficamos curiosos para desvendar o segredo e descobrir quem é Paul: o vilão ou o mocinho. Fora que toda a participação de Paul na trama sofre uma grande reviravolta e dá lugar para o surgimento da verdadeira batalha por trás dessa história. E se tanta aventura e mistério não fossem suficientes, ainda temos a descrição de um belo romance (que me conquistou completamente e me fez entender melhor o título do livro) e o detalhamento de relações familiares que superam até mesmo as mudanças entre as dimensões – Marguerite ama a família de um modo tão lindo; fiquei encantada com a forma com a qual ela luta por aqueles que ama.
Portanto, no geral temos um livro repleto de aventura, mistério, encontros e desencontros, relacionamentos verdadeiros e cativantes, amadurecimento pessoal, e uma protagonista forte e determinada que faz o possível e o impossível pela sua família. Apaixonei-me completamente pela trama criada pela Claudia Gray e não vejo a hora de ler a continuação dessa grande aventura. Recomendo demais o livro para os amantes de aventura.
• Sobre a Série •

Mil Pedaços de Você é o primeiro volume da trilogia Firebird. Por enquanto a editora só lançou o primeiro volume da mesma.
Beijos,




Participe Aqui

23 comentários:

  1. Essa capa é qualquer coisa maravilhosa!A história parece ser bem interessante, pena que as editoras portuguesas ainda não o editaram :(

    http://invisible-books.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Oi Pah! Este livro traz tudo que procuro, mistério, um mundo novo e relacionamentos hahaha, estou lendo um livro da SW da Claudia e estou adorando a narrativa dela, já sei que vou correr para conseguir meu 1000 pedaços de você!

    parabéns e saudades de você ♥

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  3. Uauuuu!! Com certeza daria uma chance pra essa leitura. A forma que você tratou me chamou bastante atenção, o modo que você usou pra explicar as dimensões todo o conceito do livro,acredito que a leitura fica mais fácil.
    Fiquei curiosa pra desvendar esse mistério.Esse livro é tipo '' Vou sair da minha zona de conforto e mergulhar em uma historia totalmente fora do gênero que eu amo (Romance de época) . Gosteiii bastante.

    ResponderExcluir
  4. Arrasou na resenha. Eu não gosto muito deste tipo de livro, principalmente a ideia de novas dimensões e vários eus se encontrando. Sua resenha me fez reconsiderar meu preconceito, mas não sei se teria vontade de encarar a leitura do livro, ainda mais que o final já está meio que dado no início. Mas... quem sabe, né? Ah... a capa é simples, mas linda.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. COMO AINDA NÃO LI ESSA AUTORA? realmente fascinada depois dessa resenha! Essa estrutura de várias dimensões é fantástica, eu adorei!! reuniu muitos elementos que eu amo em livros ....aventura, fantasia, vingança! Desejando demais esse livro!!

    ResponderExcluir
  6. Paola mulher to babando por esse livro, nossa acho que tudo que eu gosto de ler ta nesse livro, muito bom, muito bom mesmo, teria dado nota 5, porque é perfeito. Quero ler ele logo.

    ResponderExcluir
  7. Estou louca para ler esse livro! Tem cara de ser do jeito que eu gosto.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Já li uma serie da Claudia Gray que gostei e vendo esse livro a primeira coisa que me conquistou foi a capa que está linda e lendo a resenha gostei bastante da historia e fiquei curiosa sobre os cenários !!

    ResponderExcluir
  9. Livro muito interessante, tipo uma máquina do tempo, muitas aventuras, curiosa com o Paul, o que será que ele é??? rsrsrs, está na minha lista de desejados, beijos...

    ResponderExcluir
  10. Houve um tempo em que pirava qndo descobria que o livro que eu me interessava fazia parte de uma série… Agora isso me desanima. Prefiro quando os autores escrevem um livro com começo meio e fim. Mas qm consegue ficar sem ceder à curiosidade???
    Achei a premissa dessa história incrível. É a primeira resenha dele que leio. Maravilhosa!

    ResponderExcluir
  11. Oi Pah,
    Quando vi esse livro como lançamento de novembro ele entrou na minha lista de desejados na hora, simplesmente porque amei a capa e o título me chamou muito a atenção. Apesar de ele estar na meta de leitura desse ano, até já tinha meio que esquecido dele, mas agora, depois de ler essa resenha maravilhosa, o livro vai para as leituras prioritárias! Que “universo” fascinante essa autora criou nessa história pra lá de incrível, com certeza uma bela crítica e reflexão à nossa sociedade atual, imagine só como seria viver num mundo onde a Alemanha ganhou a guerra e viver no fundo de mar devido ao aquecimento global? Muitos questionamentos e momentos para repensar em como estamos vivendo hoje em dia. Quero ler o quanto antes essa grande aventura, com muitos mistérios e um belo romance, que adoro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Pah,quero muito ler essa trilogia e estou aguardando o lançamento dos outros dois livros por aqui.Amo essa mistura de física,mistério e viagens por dimensões paralelas.Gostei de saber que achou a escrita envolvente e surpreendente,além de personagens misteriosos e apaixonantes,amei também saber do romance fofo e digno de borboletas na barriga,assim como as dimensões e a variedade de escolhas e o tipo de vida que levamos em cada uma delas.,além é claro das críticas sobre a nossa sociedade atual Beijos!!!

    ResponderExcluir
  13. Oi Paola, eu não conhecia essa escritora amei a sinopse do livro é bem o tipo de gênero literário que eu gosto de ler obrigada pela dica e sua resenha está maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah! Ainda não li nenhum livro da Claudia, mas esse em especial está fazendo muito sucesso por isso já tinha visto essa capa e lido um pouco a respeito antes! Amo fantasia, e pelo modo que tu escreveu esse parece ser mais um dos livros desse género que merecem e devem ser lidos <3, adorei a resenha e assim que tiver a oportunidade vou adquirir ele e lê-lo!! Bjss

    ResponderExcluir
  15. Oi, Pah
    Achei a premissa muito interessante, e essa coisa de dimensões bem inovadora para se colocar em uma outra. Pela capa não imaginava uma história assim, cheia de aventuras e ainda mistério. Fiquei encantada pela resenha e adoraria ler. Vou anotar, sem dúvidas, na minha "listinha". Ótima resenha como sempre! :)

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Sério que é uma serie? Não sabia, fiquei com vontade de ler esse livro a autora parece desenvolver muito bem a trama, ja coloquei na lista. As capas são lindas!

    ResponderExcluir
  17. Quando vi a capa desse livro fiquei louca para ler, ai li a sinopse e pensei não vou entender nada, não faz meu estilo, agora leio a sua resenha e voltou minha vontade de ler o livro... quero muito, e vou falar de novo: Que capa mais linda...

    ResponderExcluir
  18. Oi
    eu não sabia que esse livro fazia parte de uma trilogia, a história parece ser legal, ainda mais pelos personagens viajarem para outras dimensões, a escrita da autora parece ser boa.

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei bem interessante e adorei a capa, bem colorida e linda. Se tiver a oportunidade lerei, pois gosto de livros deste estilos. Beijos.

    potato-purple.blogspot.com
    youtube.com/potatopurpleblog

    ResponderExcluir
  20. Meu Deus esse livro parece ser fantástico, apesar de ser uma historia bem úncia, não sei pq ao ler a sua resenha me lembrei de encruzilhada (acho q foi a parte q vc disse de saber o q seria da sua vida se tivesse tomado outra decisão). Só acho q a editora já poderia ir lançando os outros livros, dá uma angustia de ler o primeiro livro sem ter lançado os outros fico pensando q vou me apaixonar pela saga e a editora vai me trocar parando de publicar as continuações kkkk.

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Essa foi a primeira resenha sobre o livro que li e fiquei interessada em lê-lo.
    A história pareceu ser bem bacana, gosto de livros que falem de política, mas também tenham romance.
    Gostei das capas, são bem bonitas!

    ResponderExcluir
  22. Ainda não conheço essa autora, mas fiquei inclinada com a sinopse :)
    Adoro essas livros que existe o ódio o amor aparece no meio heheheh
    mais um livrinho pra minha listinha!
    bj bj

    ResponderExcluir
  23. Oi, Meu Deus eu gosto muito de livros com temáticas que envolvam fantasia dentro de um romance, fico super empolgada de ler.

    ResponderExcluir