agosto 12, 2016

[Resenha] O Ar que Ele Respira – Brittainy C. Cherry

O novo romance da autora de Sr. Daniels. Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.

Romance
Contemporâneo
| 308 Páginas|  Cortesia
Editora Record| Skoob |
Compare & Compre: Saraiva
SubmarinoAmazon| Classificação 5/5
Vai ser difícil colocar em palavras tudo o que senti durante
essa leitura. Quem me conhece sabe o quanto sou emotiva e que, exatamente por
isso, gosto de livros que falam com
meu coração. Certas vezes até consigo ser racional e enxergar os pontos falhos
da trama, mas o fato é que nada disso
importa desde que a obra mexa com meu emocional. Como leitora, tudo que espero de
um livro é a oportunidade de mergulhar em uma história capaz de me ensinar algo
– seja a perdoar, a amar, a aceitar o diferente, ou até mesmo a se divertir. Sendo
assim, o que mais gosto nos livros da
Brittainy
C. Cherry é que eles tocam minha alma, me emocionam com a veracidade por trás
de suas palavras, e me fazem crer cada vez mais no poder curador que só o amor
tem. A narrativa dessa autora é única, pois consegue mostrar o valor que o
perdão e a superação têm na construção do verdadeiro amor. Amo essa autora, amo
suas histórias, e amei a leitura de O Ar
que ele Respira
. Estamos falando de um dos melhores romances que já li,
então só posso usar amor para definir minha relação com essa belíssima
história.

A trama gira em torno
de Elizabeth e Tristan e é narrada de forma intercalada entre eles. De início,
acompanhamos o retorno de Elizabeth para sua antiga vida. Depois da morte do
marido, ela e a filha passaram um ano sob o teto da mãe. Entretanto, cansada de
viver no passado e preocupada com a filha, Elizabeth resolve voltar para sua
cidade natal, para seus antigos amigos, para o trabalho que tinha na época da
faculdade, e para a casa que um dia foi o lar de uma família amorosa e unida.
Enquanto tenta retomar o controle do seu destino, cuidar de sua linda filhinha,
superar as lembranças do marido que estão por toda parte e, principalmente, colar
os pedaços quebrados de seu coração, Lizzie vai se deparar com um grande
problema: Tristan Cole, o esquisitão da cidade. Tristan é solitário, não fala
com ninguém (e quando fala é para proferir grosserias), não cuida da própria aparência
(o que dá mais motivo para a
população da pequena cidade onde moram taxá-lo de perigoso), e desperta em
Elizabeth sensações inusitadas e há muito adormecidas. Parece estranho para
Lizzie o fato dela se importar com um homem solitário e sem educação, mas a
questão é que ela enxerga por trás da fachada dele e vê o quanto são
semelhantes. Assim, entre mistérios e surpresas, Lizzie e Tristan vão descobrir
se seus corações quebrados são capazes de perdoar e recomeçar.
Desde a primeira página o livro é amedrontador. Logo de início a autora dá dicas do que devemos
esperar da leitura, mas isso não significa que seja fácil aceitar o que ela propõe.
Perder alguém nunca é fácil, imagina então perder uma família? Quando o marido
de Lizzie morreu sua família se desintegrou, e não porque ela parou de amar a
filha, mas porque o modelo de família que tinha como certo foi abruptamente
tirado dela. Não consigo imaginar a força que é preciso ter para segurar as
pontas por um filho; Lizzie só não foi consumida pela dor por causa da sua
menininha, ao mesmo tempo em que sua filha – mesmo tão nova – foi forte o
suficiente para manter sua mãe viva. Já do outro lado dessa moeda temos a vida
trágica de Tristan. Incompreendido, ele carrega nos ombros tanta dor que, se
for falar sobre isso, vou chorar. Se eu tivesse sofrido como ele sofreu, também
estaria solitária e perdida em minhas próprias dores. Assim, através de duas
trágicas e emocionantes histórias de vida, a autora criou um romance belo e
tocante. Sabe o que falei sobre a capacidade de curar que só o amor tem? Pois
bem, é isso que vemos aqui: a união de dois jovens quebrados, perdidos e
solitários; a vontade que eles têm de relembrar o passado; e o difícil processo
de cura, superação e recomeço que vão vivenciar. Amei a relação do casal, amei
como e o porquê deles se envolverem, e amei ainda mais as barreiras que eles
superam não apenas para ficarem juntos, mas também para amenizar o passado e toda
a dor que ele trouxe.

“Sabe aquele lugar entre os sonhos e os pesadelos? Aquele lugar onde o amanhã não chega e o passado não dói mais? O lugar onde seu coração bate em sintonia com o meu? Aquele lugar onde o tempo não existe e é mais fácil para de respirar? Quero viver nesse lugar lá com você.”

A obra também surpreende, e emociona ainda mais nossos
corações amolecidos, por dar enfoque ao amor fraternal. Aqui, além do amor
entre homem e mulher, temos também o amor entre amigos, o amor entre pais e
filhos, e o amor entre aqueles que mesmo em suas diferenças se consideram membros
de uma única família. E eu amei isso; amei como a autora abordou as inúmeras facetas
do amor e nos fez sentir, em cada relação presente no livro (como na da
Elizabeth com a sua filha, por exemplo), o quão maravilhoso e transformador esse
sentimento é. Além disso, amei a condução da narrativa, a sensualidade nata da
trama, a fé que os personagens carregam, e as inúmeras lições que a obra traz.
Só posso terminar dizendo o quanto amei esse livro, o quanto
o amei até mesmo em suas imperfeições, e o quanto ele foi perfeito para mim. Confesso
que no momento que fiz essa leitura eu precisava de algo assim, que me
emocionasse, que me tirasse o chão, e que me fizesse reaprender a perdoar e
amar. Sei que não ajudei em nada e só criei expectativas altas, mas vão lá e se
deixem surpreender por esse romance, tenho certeza de que vão aprender algo com
ele.
• Sobre a Série •
O Ar que ele Respira é o primeiro
volume da série Elementos. Até o momento a saga promete três livros, cada um
narrando a história de um casal diferente.
Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

37 Comentários

  • Beatriz Mendes
    07 fevereiro, 2017

    Oi Paola!
    Acabei de descobrir seu blog, peguei este livro na biblioteca onde trabalho, amo livros de romances e este pela sua resenha e sinopse me cativaram. Vou iniciar a leitura.
    Parabéns pelo blog, já sei onde vir correndo ler resenhas e procurar indicações. Amei!

    Beijos, Beatriz – Blumenau/SC

  • Mayara Marques
    26 dezembro, 2016

    Oi! Também gostei muito, li o segundo também, que é bem tocante (pelo menos eu achei haha), ansiosa pelo terceiro.

  • Garota Bibliotecária
    25 novembro, 2016

    Nossa, esse livro é realmente muito bom.
    Fiz tanto quotes nele que ta tipo LOTADO!
    Ótima resenha, sou muito sua fã. Parabéns pelo trabalho <3

  • Anna santts
    21 outubro, 2016

    Adorei a resenha e pretendo ler o mais breve possivel,

  • indianara cinara
    20 outubro, 2016

    Não tenho palavras para expressar minha emoção ao ler esse livro…
    simplesmente lindo, vivi cada cena intensamente e em alguns momentos me faltava o ar de tão intenso..
    AMEI DO COMEÇO AO FIM.

  • Gerlania Medeiros
    05 outubro, 2016

    O que foi esse livro, hein? Confesso que ainda estou com deprê pós-livro. Concluí a leitura, mas a história ainda está em mim, continuo sentindo as angústias e os sofrimentos do Tristan e da Lizzie. Sabe quando a história é tão boa que você sente tudo o que os personagens sentem? Foi bem isso.Com certeza um dos melhores livros que eu li em 2016.

  • Letícia Cabral
    23 setembro, 2016
  • Aimara Rocha
    28 agosto, 2016

    ei de ler hoje. E sinceramente não.gostei. demorei uma semana para.ler o que pra mim significa que não me cativou. Tenho.certeza que.muitos vão.gostar. mas a história não me envolveu. Não consegui sentir aquela ligação com os.personagens. Talvez minha expectativa estava muito alta e por isso não gostei tanto. ������ Ainda assim quero lê o segundo livro da série. Quem sabé mudo minha opinião

  • Aimara Rocha
    28 agosto, 2016

    ei de ler hoje. E sinceramente não.gostei. demorei uma semana para.ler o que pra mim significa que não me cativou. Tenho.certeza que.muitos vão.gostar. mas a história não me envolveu. Não consegui sentir aquela ligação com os.personagens. Talvez minha expectativa estava muito alta e por isso não gostei tanto. ������ Ainda assim quero lê o segundo livro da série. Quem sabé mudo minha opinião

  • Adriana Holanda Tavares
    20 agosto, 2016

    Apesar de não ter o costume de ler livros nesse estilo, eu converso que eu leria. Se seria o melhor livro? Acho que não. Pelo o que eu li, a história não tem nada de UAAAAU (ou estou redondamente enganada?). Adorei saber que a escrita é boa, os personagens são ótimos e a história não é arrastada! Você passou muita emoção nessa resenha e isso conta muito para mim!

  • Andrea Barbosa
    19 agosto, 2016

    Oi tudo bem..
    Assim como vc tb sou muito emotiva e gosto de livros que entrem no meu coração e ja tinha lido bons comentarios sobre o livro que ja tava muito curiosa ,depois da sua resenha fiquei mega curiosa,querendo pra ontem ler,é muito bom ler um livro que te dê tantos pontos positivos e que te levar algo pra sua vida pessoal,muito boa resenha adorei.
    Um abraço e muito sucesso 🙂

  • Vania Correa
    19 agosto, 2016

    Que história linda, surpreendente, com seus dramas e superações, esse casal é marcante, a capa está linda demais, fiquei muito curiosa com a leitura, beijos…

  • Veronica Vieira
    19 agosto, 2016

    Ja ouvi falar muito do livro, li a resenha mas não me despertou vontade de ler…

  • Micheli Pegoraro
    19 agosto, 2016

    Oi Pah,
    Estava adiando a leitura da resenha pois queria terminar de ler o livro antes. Estava ansiosa para conhecer a escrita da autora, mas resolvi ler primeiro Sr.Daniels; foi uma história linda e emocionante, mas nem de perto tão arrebatadora como O Ar que Ele Respira.
    Esse livro acabou comigo, também estava buscando ler um livro que me emocionasse, com certeza o livro cumpriu sua missão. Amei a forma de como o relacionamento do casal se desenvolveu, duas almas tão machucadas que juntos encontraram uma forma de amenizar um pouco a dor do passado.
    Amei a narrativa da autora, quero ler mais livros e me emocionar com suas histórias. Apesar de também ter enxergado alguns pontos falhos (principalmente o final corrido), isso passou abatido, pois essa história mexeu demais comigo.
    Beijos

  • Theresa Cavalcanti
    19 agosto, 2016

    Quero muito ler esse livro! Gosto do outro livro dessa autora, então acho que posso gostar desse;

  • AliceJestison
    17 agosto, 2016

    OMG!!!! O modelo da capa é muito gato! Por causa dele me enchi de expectativa e corri pra ler o livro, mas não sei o que está acontecendo comigo, acho que é ressaca literária, o livro não me tocou, enfim, não fiquei suspirando no final, e era isso que eu esperava. Tb não posso deixar de chamar a atenção pra melhor amiga de Lizzie, que é totalmente sem noção… ainda bem que é uma personagem fictícia. Agora voltando a essa capa, uau! Deu até vontade de escrever um livro, de tanto que é inspiradora. Valeu a dica. Bjs!

  • N4tyDark
    17 agosto, 2016

    Oi Pah !! ♥ Gosto muito de livros assim, que nos levam a uma montanha russa de sentimentos.
    Amei a resenha! Xoxo ♥

  • Juliana Lima
    16 agosto, 2016

    Esse livro já entrou pra lista de ler em breve o/ Pah, tô sentindo falta do seus vídeos hahaha 😛 Por enquanto fico vendo os antigos que ainda não tinha visto, amo seu canal <3

  • Kárytha
    16 agosto, 2016

    Nossa! Esse livro é maravilhoso!
    O melhor livro do ano que eu li.
    Perfeito, vale muito a pena, Leitura super fácil, li em apenas um dia. HAHAHA

  • Bárbara Carollo
    16 agosto, 2016

    Oi Pah!
    Estava ansiosa para ler sua resenha porque eu gostei tanto desse livro que tenho vontade de pedir para todos o lerem. Diferente de algumas leituras que temos opiniões diferentes, com esse livro eu concordo completamente com você. É difícil colocar em palavras o quanto ele é emocionante e nos traz diversos ensinamentos. Lembro que durante a leitura eu ficava com um rascunho na mão para escrever as minhas sensações e impressões nas passagens mais impactantes. Com certeza, esse é um dos melhores romances que já li e agora quero ler "Sr. Daniels" que dizem ser também muito bom.
    Parabéns pela resenha e leitura maravilhosa!!
    Beijos

  • Lara Cardoso
    16 agosto, 2016

    Gosto muito de livros assim, que nos levam a uma montanha russa de sentimentos. Esses acabam virando os meus queridinhos e gostei muito a história.
    Beijos

  • Maria Fernanda Medeiros
    16 agosto, 2016

    Não havia me interessado até agora! Quero ficar sem chão tambéeeem!!!!! Socorro!

  • Anna Mendes
    15 agosto, 2016

    Oi Paola! Amei a resenha!
    Quando eu vi esse livro entre os lançamentos no Skoob, logo fiquei curiosa pela leitura, pois a capa e a sinopse chamaram a minha atenção. Mas com certeza a sua resenha aumentou as minhas expectativas! hahaha parece ser um leitura intensa, envolvente e emocionante. Adoro romances que tratam do amor nas suas mais diversas formas. Vou apostar na leitura 😉

  • Beatriz dos Santos
    15 agosto, 2016

    Que apaixonante é este livro, quando li senti tudo o que esses dois passaram, é muito real os sentimentos descritos pela autora. Acho que o que mais me apaixonei foi a relação construída entre o Tristan e a filha da Liz.

  • Juliane e
    14 agosto, 2016

    Outro livro que foi para minha lista. Amo as suas resenhas, principalmente as que são feitas em vídeo. Mas quando quero saber de um livro e não acho um vídeo seu, venho pro blog, e quando não encontro nenhum resenha sua para o livro que pesquiso, acabo ficando decepcionada, rsrsr. Enfim amo ler ou ouvir suas opiniões, só assim para colocar um livro na minha lista, rsrsr

  • Midnight - Bruna Prata
    14 agosto, 2016

    Conheci esse livro recentemente, ele tem vários fatores que não me chama atenção, como a capa, sinopse, titulo… enfim, mesmo assim resolvi dar uma chance.
    Sua resenha foi bastante esclarecedora, pois no momento não preciso de um livro que me tire do chão ou que afete o meu emocional, mas quando precisar, já sei qual será a escolha!

  • Leticia Golz
    14 agosto, 2016

    Oi, Pah
    Mesmo que o livro tenha algumas falhas, eu sempre acabo deixando a emoção falar mais alto em minha opinião sobre o livro. Acho que nem tem como não se emocionar com uma história trágica, ainda mais se a autora sobe desenvolver tão bem os anseios dos personagens.
    Estou bastante curiosa pela leitura e adorei ver sua opinião. Quero muito ler!

  • Tayana Oliveira
    14 agosto, 2016

    Aaaaah Pahravilhosa, esse livro ♥ Foi uma das melhores leituras do ano e certamente foi o melhor romance adulto. Ele me deu tanto coisa que eu nem sei explicar… Sorri e chorei muito mais do que esperava. Não conhecia a autora, mas, já anotei a dica de Sr. Daniels haha. Ah, sobre a série, eu tinha visto que serão quatro livro ao todo, cada um falando sobre um dos quatro elementos.

  • Hanna Oliveira
    14 agosto, 2016

    Estou namorando esse livro a muito, MUITO tempo! Pena que quando fui fazer minhas comprinhas na Amazon , ele estava em falta , agora só mês que vem… :c
    Mas, adorei a resenha Pah!! Parece aqueles livros sobre amores avassaladores e parece fazer chorar rios ! Meu Deus , não sabia que tinha continuação! OBAA

  • Fernanda
    13 agosto, 2016

    Morro de curiosidade com essa história, não curto romances açucarados, mas leria esse aí…o cara da capa é um gato heim rsrs

    Daily of Books

  • Bruna Domingos
    13 agosto, 2016

    Paola, eu AMO sua resenhas. Você escreve com tanta clareza e emoção, que fica impossível não querer ler todos os livros que você resenhou.
    Eu sou apaixonada por romances, mas que também me fornecem de alguma forma um aprendizado no contexto. E eu já amei o livro pela sua resenha. Com certeza entrará na minha lista de "LIVROS DESEJADOS" hahaha'

    Super Beijo! <3
    http://pin-uprock.blogspot.com

  • Jesica Duarte
    13 agosto, 2016

    Muito lindo Paola, fiquei aqui babando, com o meu coração na mão, que emocionante, você transmitiu pra mim todo a emoção que você sentiu ao ler esse livro que eu tenho certeza vou me sentir do mesmo jeito. Não vejo a hora de ler.

  • Josiane
    13 agosto, 2016

    Toda vez que vejo essa capa, sou eu que fico sem ar. A sinopse é encantadora. Ao ler a resenha fiquei ainda mais ansiosa pra comprar.

  • Márcia Saltão
    12 agosto, 2016

    Olá!
    Li Sr.Daniels, gostei, mas não foi uma leitura que me envolveu totalmente. Algumas partes achei cansativas e sem emoção. Mas O Ar que Ele Respira, estou com uma alta expectativa! Amei a capa e a premissa, desde o primeiro momento. E depois de ler sua fantástica resenha, fiquei muito mais ansiosa. Não sou muito de ler romances, mas quando me encanta, entro de cabeça e coração na leitura! E acredito que vou amar esse livro! Parabéns por descrever com tanta emoção o enredo dessa obra. Beijos.

  • camila rosa
    12 agosto, 2016

    Oiiee,
    Amei a resenha e esse livro realmente parece ser profundo, daqueles que mexem com a gente mesmo que nos esforcemos para que isso não aconteça hahahah, a capa é linda e a historia pelo visto também, tenho certeza de que vou amar, e quem não gosta de um livro que fale com nosso coração né.
    Beijos *-*

  • Mariana Ribeiro
    12 agosto, 2016

    Li esse livro por indicação de uma amiga e me emocionei mto! Tenho uma queda por livros com personagens que estão sofrendo, mas que encontra alento quando voltam a amar. Só digo uma coisa: não sou capaz de olhar para penas da mesma forma agora. Lindo!