Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

setembro 30, 2016

[Resumo do Mês] As OITO Leituras de Agosto

Por Paola Aleksandra

Oi galera! Tudo bem com vocês? Demorou mas finalmente vou contar quais foram as minhas oito – maravilhosas, por sinal – leituras de Agosto. Vem conferir:

Ou veja direto no Youtube: 
aqui.


Oi gente linda!

Para cumprir a NONA meta do Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2016 (já está no final!!), li esse mês Como se fosse magia, primeiro chick-lit da querida Bianca Briones, e, assim, risquei da lista o item #10: Ler um chick-lit com um coração na capa. 

Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela! A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão. Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.
Romance de Época | 288 Páginas | Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 5/5
Assim como todos os livros da Lisa Kleypas, Pecados do Inverno é extremamente divertido e envolvente. Amo a capacidade que a autora tem de criar romances cativantes, bem-humorados e, principalmente, reflexivos. Enquanto muitos imaginam que esse tipo de história é superficial e romantizada, aqueles que dão uma chance para os livros da Lisa sempre terminam a leitura com a sensação de terem aprendido algo – principalmente quando falamos de estigmas sociais e pré-julgamentos. Assim, mais uma vez, o que me cativou nessa trama é o fato de lermos sobre personagens estereotipados que provam o quanto as aparências enganam. Aqui, temos um amor que nasce através de um casamento de conveniência, o desabrochar de uma mulher tímida e retraída (graças aos maus tratos vividos), e o processo de cura de um notório libertino. E tudo isso em meio a muita paixão e sedução.

Olá, galera! Como vocês estão? No último vídeo da ação Vida de Leitor, vamos falar sobre livros que possuem trilha sonora. Gostam da combinação entre livro e música? Então vêm ver:

Ou veja direto no Youtube: aqui.

Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico, numa sala de aula só de meninas. Nascida numa família moderna e politizada, em 1979 ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita - apenas mais um capítulo nos muitos séculos de opressão do povo persa. Vinte e cinco anos depois, com os olhos da menina que foi e a consciência política à flor da pele da adulta em que se transformou, Marjane emocionou leitores de todo o mundo com essa autobiografia em quadrinhos, que só na França vendeu mais de 400 mil exemplares. Em Persépolis, o pop encontra o épico, o oriente toca o ocidente, o humor se infiltra no drama - e o Irã parece muito mais próximo do que poderíamos suspeitar.
Drama; Autobiografia| 352 Páginas| Cortesia Quadrinhos na Cia| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 5/5
Persépolis é a biografia de Marjane Satrapi: Iraniana, nascida em 1969, ilustradora e romancista gráfica. No auge da sua vida adulta, Marjane resolveu voltar no tempo e escrever sua história de vida através de quadrinhos intensos e tocantes. Nascida em um Irã muito diferente do qual conhecemos, a autora descreve os detalhes de sua infância e adolescência em meio a um cenário político repressivo e autoritário. Assim, além de discorrer sobre seu amadurecimento como mulher (e todos os dilemas típicos do crescimento de uma criança e de um adolescente), Marjane também detalha – com os olhos aguçados de uma menininha de dez anos criada em uma família moderna e amorosa – o início da revolução xiita e as imposições políticas que mudaram completamente o cotidiano dos Iranianos. Unindo dúvidas, questionamentos, liberdade de expressão e repreensão política, Marjane nos faz mergulhar em uma história real cheia de medo, perda e dor.

setembro 23, 2016

Romances Emocionantes

Por Paola Aleksandra

Olá, galera! Como vocês estão? No vídeo de hoje vou indicar cinco romances – com personagens mais maduros – extremamente emocionantes. Curiosos? Então vêm ver:

Ou veja direto no Youtube: aqui.


"Uma fantasia original com ótimos personagens, complexidade emocional e um universo fantástico. Aza Ray nasceu com uma estranha doença incurável que faz com que o ato de respirar se torne mais difícil. Aos médicos só resta prescrever medicamentos fortes na esperança de mantê-la viva. Quando Aza vê um misterioso navio no céu, sua família acredita que são alucinações provocadas pelos efeitos do medicamento. Mas ela sabe que não está vendo coisas, escutou alguém chamar seu nome lá de cima, nas nuvens, onde existe uma terra mágica de navios voadores e onde Aza não é mais a frágil garota enferma. Em ''Magônia'', ela não só pode respirar como cantar. Suas canções têm poderes transformadores e, através delas, Aza pode mudar o mundo abaixo das nuvens. Em uma brilhante e sensível estreia no gênero young adult, Maria Dahvana Headley constrói uma fantasia rica em nuances e cheia de simbolismo."

Jovem Adulto | 308 Páginas | Cortesia Editora GaleraRecord | Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 4,5/5 | Resenha da May

Somente pelo título, e por esta capa maravilhosa, já sabemos que podemos esperar algo fantasioso, uma aventura que sem dúvidas vai muito além do nosso mundo e imaginação. Magônia foi uma agradável surpresa, uma história única e envolvida pela magia e pelo mistério que com certeza vai conquistar seu coração.

[Resultado] Top Comentarista de Agosto

Por Paola Aleksandra

Bom dia galera, tudo bem? Segue o resultado do Top Comentarista de Agosto! Agradeço a todos que participaram dessa ação – como sempre, fiquei muito contente com os comentários de vocês.
No total tivemos 106 (EBA!) inscrições dentre as quais 28 participantes comentaram na postagem sorteada. Como combinado, foi feito um sorteio para definir a postagem premiada e outro para definir os vencedores. Confiram:

Sara tem 28 anos e nunca saiu da Suécia — a não ser através dos (vários) livros que lê. Quando sua amiga Amy, uma senhora com quem troca livros pelo correio há anos, a convida para visitá-la na cidade de Broken Wheel, Iowa, Sara decide se aventurar. Mas ao chegar lá, descobre que Amy faleceu. Sara se vê desacompanhada na casa da amiga, em uma cidade muito pequena, e começa a pensar que talvez esse não seja o tipo de férias que havia planejado.Com o tempo, Sara descobre que não está sozinha. Nessa cidade isolada e antiga, estão todas as pessoas que ela conheceu através das cartas da amiga: o pobre George, a destemida Grace, a certinha Caroline e Tom, o amado sobrinho de Amy. Logo Sara percebe que Broken Wheel precisa desesperadamente de alguma aventura, um pouquinho de autoajuda e talvez uma pitada de romance. Resumindo: a cidade precisa de uma livraria.
Romance Contemporâneo | 336 Páginas | Cortesia Suma de Letras | Skoob | Compare: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 4/5 | Resenha da Kamila
Escolhi esse livro na esperança de suprir o vazio deixado por Como eu era antes de você. Precisava de uma leitura leve e envolvente, e já faz tempo que eu queria ler um livro sobre livros. Então quando li a sinopse de A Livraria dos Finais Felizes fiquei muito animada: um livro cujo personagem principal é bookaholic? Ideia genial! A história criada por Katarina Bivald não apresenta um enredo cheio de reviravoltas, nem muito menos é um romance que nunca foi contado antes. Mas, a grande sacada está no fato da protagonista ser apaixonada por livros e de não ter medo (apesar de ser extremamente tímida) de dizer que livros são melhores que pessoas.
“Livros tinham sido uma muralha de defesa, sim, mas não apenas isso. Tinham protegido Sara do mundo que a cercava, mas também haviam se transformado em uma espécie de cenário para as verdadeiras aventuras de sua vida” (pg. 21)

Olá, galera! Como vocês estão? No vídeo de hoje da ação Vida de Leitor, vamos falar dos livros que gostaríamos que fossem adaptados para o cinema. Curiosos? Então vêm ver:

Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta a casa com o marido, ela tenta, em vão, recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por "B", e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento, como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado, Ellie começa a procurar por "B", e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas do próprio relacionamento. Com personagens realisticamente complexos e uma trama bem-elaborada, A Última Carta de Amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.
Romance | 384 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 4/5
Uma das características mais marcantes da narrativa da Jojo Moyes é a abordagem de temas polêmicos. Mesmo quando a trama tende completamente ao romance, a autora nunca deixa de discorrer sobre tópicos contraditórios e reflexivos. Tanto é que em A Última Carta de Amor, uma história sobre o amor e suas representações ao longo do tempo, o leitor é incitado a refletir sobre traição, preconceito social, disparidade financeira, divórcio, independência feminina e, principalmente, sobre o papel da tecnologia no processo de transformação da verbalização do amor. Ao unir a história de amor de dois casais completamente diferentes, Jojo Moyes leva o leitor a repensar o significado do casamento, da paixão e do tipo de amor capaz de durar décadas.

Lilian Radcliffe é uma jovem viúva e está feliz com sua vida isenta de emoções. Culpa do luto que não larga? Lilian jurou fidelidade ao marido no leito de sua morte. Paralelo a isso, conhecemos Simon Thorn, homem frio e libertino, dono da maior casa de jogos de Londres. Ele está a um passo de realizar seu plano de vingança contra o culpado pelo título de assassino que recebera anos atrás. O problema é que o canalha está morto e ele terá de usar a sua viúva recatada a fim de atingir seus objetivos. De um lado, ela precisa manter sua honra intacta; de outro, ele quer seduzi-la e desmoralizá-la. No entanto, Lilian nunca se sentiu tão vulnerável e atraída por um homem. E Simon, por sua vez, demonstra reações ao lado dela das quais nunca imaginara ter. A vingança e a honra se abalam quando nasce entre ambos uma paixão incontrolável. Mas, para ficarem juntos, terão de enfrentar segredos e mágoas profundas, um castelo trancado há seis anos, palco de uma morte misteriosa e, sobretudo, encarar os fantasmas do passado que assombram suas consciências.
Romance de Época| 382 Páginas|  Editora Novo Século| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 5/5
Não é a primeira vez que digo isso, mas o fato é que os livros da Babi A. Sette sempre aquecem meu coração e o marcam permanentemente. Existe algo na escrita da autora que me faz querer fazer parte de suas histórias – e talvez seja exatamente por isso, pelo laço que crio com seus personagens, que tais livros me envolvam tanto. Não é segredo nenhum que sou apaixonada por A Promessa da Rosa; meu amor é tamanho que estava com receito de ler O Despertar do Lírio, sua continuação, e me decepcionar. – Afinal, depois de uma leitura tão arrebatadora como a autora seria capaz de se superar? Confesso que minhas expectativas foram injustas, mas que a obra não só me surpreendeu como também provou o tamanho do talento da Babi. A nova história da série Flores da Temporada talvez não seja tão dramática e emocionante quanto seu volume antecessor, mas é fato que a leitura é envolvente e pra lá de apaixonante.

Beleza estranha é a história de Roberto. A história de Roberto é a história de uma relação afetiva, da dinâmica de uma família em torno de um pai autoritário e controlador. Um pai que faz com que Roberto, menino, sinta muito cedo a dor da rejeição paterna e busque encontrar o seu lugar, mudar o rumo da sua vida. A decisão de mudar instalou-se a partir de uma revelação dolorosa a que teve acesso inesperadamente. A história de um homem que constrói a sua vida a partir das carências instaladas pela falta de afeto paterno, pela observação do sofrimento da mãe. E, na luta pela superação, ele revela sua grande generosidade quando o pai vem bater à sua porta. E, no final surpreendente, ele se dá conta de que “a vida é mesmo estranha, mas é bela”.
Drama Familiar| 188 Páginas|  Editora Chiado| Skoob | Compare & Compre| Classificação 4/5
Beleza Estranha é o tipo de livro que cativa desde a primeira página. A sinopse já promete muita emoção e reflexão, pois ao falar de um tema tão comum quanto à agressão física (e consequentemente o abuso moral), o autor dá vida a realidade de milhares de famílias espalhadas pelo mundo. Aqui, temos a descrição de um lar marcado – física e emocionalmente – pelas surras de um pai autoritário e agressivo. E ao mergulhar no clima agridoce dessa casa, Tércio nos faz enxergar a beleza estranha da vida que, mesmo em instantes de infinita dor, nos reserva momentos de surpresa, amor e perdão.


“Mia Galliano e Ethan Vance se conhecem em um bar e a química entre eles é inegável e imediata. Uma coisa leva a outra, e na manhã seguinte Mia acorda na cama de Ethan com a maior ressaca do mundo. E aí as coisas ficam complicadas. Tanto Mia quanto Ethan estão atrasados para uma entrevista de emprego. E é quando notam a maior coincidência de todas: os dois estão competindo pela mesma vaga no departamento de marketing da Boomerang, um site de relacionamentos. Será que vão conseguir ignorar o desejo que sentem um pelo outro? E quem vai ficar com a cobiçada vaga no marketing? Lorin Oberweger, e Veronica Rossi, autora mais vendida do New York Times, são as criadoras desta trilogia romântica, por trás do pseudônimo Noelle August".
New Adult | 350 Páginas| Cortesia Editora Galera Record | Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação: 5/5 | Resenha da May


Quando comecei a leitura de Boomerang não esperava me encantar tanto, assim como não esperava ser arrebatada para uma história completamente envolvente. Faz tempo que não me aventuro no gênero new adult e Boomerang foi uma agradável surpresa. Eu não conhecia muito da obra então me surpreendi ao descobrir que ela foi escrita por Lorin Oberweger e Veronica Rossi, duas autoras que ainda não conhecia, mas que em parceria conquistaram meu coração com uma história doce, envolvente, romântica, divertida e impossível de se desligar.
“No dia mais importante da minha vida, acordo pensando: Ah, merda, cadê minha calcinha?”

setembro 13, 2016

Livros pouco conhecidos que eu Amo

Por Paola Aleksandra

Olá, galera! Como vocês estão? No vídeo de hoje da ação Vida de Leitor, vamos falar dos livros pouco conhecidos que amamos. No minha listinha vocês vão encontrar algumas obras que nunca falei por aqui. Curiosos? Então vêm ver:

Ou veja direto no Youtube: aqui.

Olá galera, tudo bem? Preparados para conferir as novidades literárias desse mês? Setembro, mês pós Bienal, sempre é mais fraquinho em lançamentos. Mas mesmo a quantidade sendo menor, a qualidade continua a mesma. Prepararem-se porque tem muita coisa boa vindo por aí!
Novidades Nacionais
Senti falta de mais romances de época, ainda assim, o que vai ser lançado esse mês já está na minha meta de leitura: Dez Formas de fazer um Coração se Derreter. AMO essa autora e essa trilogia, então tenho certeza de que também amarei esse livro. Além disso, no final do mês temos o aguardado lançamento de Novembro 9. Já li esse livro e tenho minhas ressalvas, porém não vejo a hora de tê-lo na minha estante. 

setembro 09, 2016

Book Haul da Bienal

Por Paola Aleksandra

Olá, galera! Como vocês estão? Esse mês nós vamos ter dois vídeos de Book Haul – que eu sei que vocês amam! No de hoje vou mostrar os livros que comprei/ganhei na Bienal de São Paulo. Vêm conferir:


Ou veja direto no Youtube: aqui.

Começar de novo é um saco. Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices…Até dar de cara com o meu vizinho lindo, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm…os prognósticos estavam melhorando. Até que…ele abriu a boca. Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece. O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!! Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como árvore de natal e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Daemon até a magia alienígena desaparecer. Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.
Fantasia | 320 Páginas|  Cortesia Editora Valentina| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 4/4
Iniciei a leitura de Obsidiana sem muitas expectativas – minha única certeza, por sinal graças aos comentários de vocês, era a de que iria encontrar um protagonista masculino misterioso e apaixonante. E o fato é que, desde a primeira página, consegui perceber o apelo por trás da fama desse personagem: ele é sexy, cativante, lindo, demasiadamente convencido e o típico bad boy que no fundo não tem nadinha de bad. O ponto é que mesmo a partir de uma história clichê e previsível, Jennifer L. Armentrout criou um personagem masculino cativante o suficiente para manter nosso interesse. Assim, mesmo que o livro não traga muitas novidades, ele ganha pontos por ser divertido, envolvente, e por apresentar um casal de personalidade forte que – com suas brigas no estilo cão e gato – prendem o leitor do início ao fim.

Olá, galera! Como vocês estão? Hoje dou início à ação Vida de Leitor. Em Setembro, junto com outras Youtubers, teremos vídeos especiais – por isso, toda terça (além dos dias normais) teremos vídeos novos aqui no L&F. E para começar causando, vamos falar sobre os livros mais difíceis que já lemos. Vem ver: 

Ou veja direto no Youtube: aqui.

setembro 05, 2016

Favoritos do mês de Agosto (2016)

Por Paola Aleksandra

Olá galera, tudo bem com vocês? Hoje é dia de favoritos do mês! Vou mostrar tudo o que mais amei nesse mês que passou. Vêm conferir os escolhidos de Agosto:
O Ar que ele Respira, Seduzida por um Guerreiro Escocês e O Despertar do Lírio

Em Agosto eu li oito livros incríveis – tanto é que sofri para escolher um único como favorito. Assim, elegi três melhores leituras: O Ar que ele Respira, Seduzidapor um Guerreiro Escocês, e O Despertar do Lírio.

setembro 02, 2016

[VLOG] Bienal do Livro de 2016 ♥

Por Paola Aleksandra

Olá, galera! Como vocês estão? O vídeo de hoje é muito especial; vou mostrar para vocês um pouco do meu sábado (27 de Agosto) na Bienal de São Paulo! Curiosos? Então vêm ver:


Ou veja direto no Youtube: aqui.

Dos deslumbrantes salões de baile de Manhattan para os horrores da Primeira Guerra Mundial, Danielle Steel nos leva para um mundo fascinante de uma jovem de espírito indomável. Nascida numa vida de luxo e glamour, Annabelle Worthington carrega o sobrenome, e a nobreza, de uma das famílias mais influentes de Nova York. Até que, num dia cinzento de abril, o Titanic afunda, levando junto o seu mundo. Seus pais e seu irmão mais velho estavam na viagem inaugural do majestoso navio, e apenas sua mãe sobreviveu. Para tentar confortar seu coração, Annabelle se voluntaria para trabalhar em um hospital, ajudando a cuidar dos enfermos, onde descobre sua verdadeira vocação. E, quando um homem nobre a pede em casamento, ela acredita que, enfim, voltará a ter dias felizes. Porém, novamente, o destino lhe prega uma peça, colocando-a no centro de um escândalo. Para fugir da tristeza que sua vida se tornou, ela vai para a Europa trabalhar no front da Primeira Guerra Mundial, ajudando a salvar os feridos. Na França, no auge do conflito, Annabelle consegue realizar um grande sonho: estudar medicina. O problema é que, mais uma vez, sua fé é colocada à prova, e ela precisará tentar retirar forças de uma grande tragédia se quiser renascer para uma nova vida. Com uma narrativa de tirar o fôlego e repleta de detalhes históricos, Danielle Steel nos apresenta uma de suas personagens mais fascinantes e singulares, e sua história inspiradora de dignidade, coragem e amor pela vida.
Romance Histórico| 294 Páginas|  Cortesia Editora Record| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 4/4
Danielle Steel é mundialmente aclamada por seus romances e, como adoro uma boa história de amor e superação, confesso que estava ansiosíssima para conhecer sua narrativa. O mais engraçado é que quando iniciei a leitura da obra “de uma das autoras mais vendidas em todo o mundo”, ao contrário da grande maioria, criei pouquíssimas expectativas. Havia lido tanto a respeito da autora que, erroneamente, criei uma imagem exata de como seus livros seriam: superficiais e embelezados por um romance doce e cativante. Assim, foi uma enorme e gratificante surpresa me deparar com uma história que, ao invés de narrar o surgimento de um enlace amoroso, traz a jornada de uma protagonista injustiçada pela vida. Amo histórias de mulheres guerreiras que enfrentam a sociedade, assim, Uma mulher Livre me cativou desde o começo e me surpreendeu por focar na luta e na força feminina. – Sabe aquele tipo de livro que te inspira a lutar por seus direitos? Pois bem, é disso que estamos falando aqui.

Top Comentarista de Setembro

Por Paola Aleksandra

Bom dia, galera! Tudo bem com vocês? Está no ar a edição do Top Comentarista de Setembro! Olha só que incrível a lista de prêmios desse mês.



Gostou? Então vem participar!

Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir