outubro 27, 2016

[Resenha] Diário de uma princesa improvável – Meg Cabot

A série que encantou milhões de adolescentes ao redor do mundo continua por meio dos diários de Olivia, a irmã da Princesa Mia. Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison é completamente normal. A única coisa que não é normal nela é seu nome (muito comprido e meio principesco), sua habilidade para desenhar animais (algo muito útil para sua futura carreira como ilustradora da vida selvagem) e o fato de ser quase órfã, pois não conhece o pai e depois que a mãe faleceu se vê forçada a viver com a tia e o tio (que quase a tratam como se ela fosse da família). Até que num dia que tinha tudo para ser como os outros — totalmente normal — as coisas parecem sair do controle: a menina mais popular da escola ameaça bater em Olivia, o diretor ameaça lhe tirar um ponto e… uma limusine com a princesa da Genovia, Mia Thermopolis, surge do nada. A menina na verdade é uma princesa, meia-irmã de Mia, e finalmente poderá conhecer o pai, a avó, a Genovia, para então perceber que todos somos mais especiais que pensamos.”

Infanto Juvenil | 208 Páginas | Cortesia
Editora Galera Record | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 4/5 |
Resenha da May
Meg Cabot retorna com um spinn off de
uma de suas séries de maior sucesso, Diário da Princesa, nos
apresentando Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison, uma garotinha negra de
12 anos que vive uma vida comum morando com os tios e seus dois primos postiços
e dedicando-se aos seus desenhos, pois deseja se tornar ilustradora da vida
selvagem. Em um dia comum na escola tudo parece estar saindo do controle e
Olivia não entende o porquê a garota mais popular da sua escola, Annabelle
Jenkin, quer bater nela, seu diretor quer lhe dar uma anotação e tirar um ponto
de sua nota e para fechar a Princesa Mia em carne e osso aparece em sua
limusine buscar Olivia na escola dizendo que elas são irmãs.

E o dia mais esquisito da vida de Olivia se
transforma em um dos melhores da sua vida, afinal ela descobre que tem uma
família, um pai, uma irmã, um cunhado e uma avó doidinha, e que essa família a
ama. Fora que depois de anos sendo privada de celular, tv em seu quarto, um
bichinho de estimação e comida com glúten, Olivia tem todos os seus
desejos e vontades de experimentar a comida que quiser atendidos, além de
receber de presente um celular só seu e coisas que ela nunca imaginava, ou
sonhara.

“Pessoas que são tão
esnobes e malvadas quanto ela são sempre muito inseguras. Por isso ela queria
bater em você.”

O livro é bem infantil é verdade, mas a
história de Olivia é muito doce, fluída e tocante. A leitura é fácil e rápida
e quando percebemos estamos torcendo para ela e sua família terem um final
feliz, digno de conto de fadas. Olivia é muito inteligente para a sua idade,
fato que não é surpresa, afinal as crianças sempre são mais espertas que nós
adultos. Ela é doce, inteligente, educada, um exemplo de aluna, e tem sua vida
mudada em um piscar de olhos ao descobrir que é uma princesa. Até parece que já
conhecemos uma história similar a essa, não é mesmo? Agora ela tem que lidar com a fama,
com repórteres maldosos, com a inveja das pessoas e com verdades que acabam
vindo a tona sobre seu passado, sua mãe e seu pai, e seus tios que a criaram. E
nem todas estas verdades são boas, Olivia descobre o quão baixo o ser humano
pode chegar por egoísmo e ganância.
Destaque ainda para as ilustrações feitas
pela própria autora no livro, que o deixam com uma carinha mais parecida ainda
com diário e a edição mais fofa e linda de se ler e ter na estante. A edição
ficou maravilhosa e cheia de detalhes, sejam nos desenhos, na diagramação da
editora, na tradução sempre impecável, nas trocas de mensagem de texto ou na
história em si que me prendeu do início ao fim.




Em suma, aqui encontramos uma trama repleta de lições que a
criançada e os adultos irão adorar, pois embora seja um livro mais infantil, Meg
trouxe temas importantes e que devem ser discutidos desde que somos crianças
para crescermos pessoas melhores, como preconceito e a importância da família
em nossa formação. Recomendo muito a leitura e confesso que fiquei bem curiosa
para conferir os próximos volumes, acredito que a história e o crescimento de
Olivia vão ser uma jornada divertida e gostosa de acompanhar, além de nos fazer
relembrar e rever a Princesa Mia e personagens que já conhecemos e amamos.

Beijos,





Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

10 Comentários

  • Anônimo
    07 junho, 2017

    harry potter e melhor

  • Jesica Duarte
    31 outubro, 2016

    Oi May
    Achei muito fofo esse livro, não é um livro que eu goste de ler até porque tenho 19 anos(não que isso seja uma desculpa) não gosto muito mesmo, mas quando eu tinha uns 12 a 13 anos é um livro que me encantava. Mais eu tenho uma irmã e com certeza vou ler pra ela, porque a história é muito linda e encantadora.

  • Theresa Cavalcanti
    31 outubro, 2016

    Quando eu era mais nova, amava os livros da Meg, mas agora não consigo ler mais :/ Espero que isso passe kkkkk

  • Ilana Rafaely
    30 outubro, 2016

    Você acredita que nunca li os livros de o Diário da Princesa ??? Já vi os filmes mas claro que não deve ser a mesma coisa. Esse livro parece ser bem fofo e realmente lembra alguns pontos da série principal. Deve ser engraçado ver como a Olivia vai lidar com essa nova vida dela. Adorei os desenhos que tem nas páginas e mesmo não sendo um livro para minha faixa etária fiquei bem animada para ler.

  • Anna Mendes
    28 outubro, 2016

    Oi Mayara! Adorei a resenha!
    Eu nunca li nenhum livro da Meg Cabot, mas conheço a série "Diário de uma princesa" e já assisti ao filme e adorei! Eu fiquei muito curiosa para ler esse livro, pois achei muito legal o enredo e os temas importantes trabalhados pela autora. Também achei a edição muito linda e fofa com todas essas ilustrações.
    Talvez seja uma boa oportunidade para eu conhecer o trabalho da autora e ler mais livros dela 🙂
    Bjos!

  • Micheli Pegoraro
    28 outubro, 2016

    Oi May,
    Faz anos que quero ler a série Diário da Princesa, ia pegar o primeiro para ler esse ano mas acabei escolhendo outra série, mas quem sabe ano que vem finalmente consigo ler.
    Gostei desse spinn off, um livro leve e bem nostálgico, com certeza os fãs vão adorar rever a Mia. A Olivia parece ser uma personagem cativante e doce.
    Que edição mais fofa desse livro, essas ilustração dão um charme especial.
    Beijos

  • Lara Cardoso
    28 outubro, 2016

    Nunca li o diário da princesa, só vi o filme e gostei!! Mas isso faz muito tempo… Esse livro tem cara de ser bem parecido.

  • Luciana Campos
    28 outubro, 2016

    Oi, May!
    Eu infelizmente não terminei de ler a série do Diário da Princesa, então boiei legal em como elas podem ser irmãs… Ainda tenho vontade de adquirir todos os livros e continuar a série, então acho que no fim adoraria ter esse pra poder completar a coleção, além de que ele parece ser muito fofo.

  • Luciana Campos
    28 outubro, 2016

    Oi, May!
    Eu infelizmente não terminei de ler a série do Diário da Princesa, então boiei legal em como elas podem ser irmãs… Ainda tenho vontade de adquirir todos os livros e continuar a série, então acho que no fim adoraria ter esse pra poder completar a coleção, além de que ele parece ser muito fofo.

  • Bruna Lago
    27 outubro, 2016

    Ola Mayara. Olha, eu não sou muito de ler histórias infantis assim, ainda mais com uma personagem de apenas 12 anos. Talvez não pegasse esse livro pra ler se tivesse numa estante.
    Mas não posso negar que achei uma história fofa, e até inspiradora, porque acho que mesmo nos piores momentos, podemos tirar boas lições.
    Deve ser uma leitura bem divertida e rápida!
    Beijos