Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

janeiro 18, 2017

[Resenha] Bridget Jones: No limite da razão – Helen Fielding

Por Paola Aleksandra

Se em O diário de Bridget Jones os leitores já se apaixonaram pela personagem despojada e carismática, no segundo volume, Bridget Jones: No limite da razão, conheceremos seu lado ainda mais inusitado. Seja em uma prisão tailandesa ou em jantares desconfortáveis, nada é tão ruim que não possa piorar. Mas é imprescindível manter o bom humor e contar sempre com os amigos.
Chick-Lit | 336 Páginas | Cortesia Editora Paralela | Skoob | Compare: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 4/5 | Resenha da Kamila Mendes
Antes da leitura, minha relação com Bridget Jones era estritamente cinematográfica. E tenho que admitir que não gostei da adaptação deste livro pros cinemas. Achei as cenas forçadas demais, apesar de saber que a Bridget é realmente atrapalhada. A título de informação, não comecei a ler as aventuras de Bridget na ordem certa. O primeiro livro da personagem que li e resenhei foi “Bridget Jones - Louca pelo garoto”. Então já parti para a leitura do segundo sabendo o desfecho da relação, o que fez com que cada página tivesse um sabor doce e amargo ao mesmo tempo. Mas vamos lá. Vou tentar ser sucinta para não comprometer a leitura de ninguém.

                                                                                                                                                                          Fonte da Imagem
Bridget Jones, no limite da razão é o segundo livro da série escrita pela britânica Helen Fielding. Assim como o primeiro, também já ganhou adaptação cinematográfica. Ele segue o mesmo formato do anterior: a narrativa é toda em primeira pessoa – como se a personagem de fato estivesse escrevendo um diário – e está carregado de humor, bebidas, problemas financeiros, insegurança e busca pelo peso ideal.
Bidget não mudou de um livro para outro. A maturidade que esperava da protagonista vai aparecer muito depois. Ela é bem desajeita, o que rende bons momentos cômicos, deixa as coisas para cima da hora, adora comer croissant de chocolate e beber chocolate quente. A diferença é que agora ela tem um namorado, Mark Darçy, mas a falta de diálogo entre os dois acaba provocando desentendimentos que deixam a relação em crise. E o livro é todo sobre isso: o romance de Bridget e as dificuldades que ele enfrenta dentro do namoro. O ponto é que eles se amam, mas não se entendem. Isso é uma situação comum para os dias de hoje, os casais tem medo de falar para o outro o que pensam, ou simplesmente não acham importante falar.
Como sou um tanto quanto desajeitada, as trapalhadas da personagem me incomodaram um pouco, soaram meio forçadas. Sou o tipo de pessoa que não pode ficar perto de uma prateleira cheia de taças de vidro no supermercado. Mas ainda assim é difícil acreditar que uma mulher madura cometa burradas que uma adolescente faria. Isso não é impossível. Mas a forma como elas acontecem é que torna um pouco forçado. Outra coisa que incomodou foi a insegurança de Bridget em relação ao namoro. A maioria das mulheres é insegura (eu sou). Mas a personagem se importa demais com o que as pessoas pensam dela e dá ouvidos para os conselhos estranhos das amigas Magda, Jude e Sharon. Parece que elas não querem ver Bridget feliz.
Contudo, é claro que apesar dos pontos negativos eu gostei do livro. A maioria dos click-lits traz personagens atrapalhadas na tentativa de mostrar que o dia a dia de uma mulher não é NADA fácil – e, apesar de algumas vezes achar que eles erram na dose ao mostrarem mulheres inseguras em demasia – gosto do fato dessas leituras serem suaves e divertidas.
Apesar de um pouco repetitiva, você consegue passar alguns momentos tranquilamente na presença de Bridget sem que isso se torne cansativo ou monótono. Como nos filmes, temos momentos bem bizarros e engraçados. E isso através de uma personagem cativante e instigante. Mas fica a dica: os filmes têm muitas diferenças dos livros que, como já é de costume, são bem mais profundos e detalhados que suas adaptações.
Gosta de histórias divertidas? Então vale a pena dar uma chance para a Bridget. Só não espere demais para não se decepcionar. O bacana é curtir a leitura e entender que ela oferece uma história bem-humorada e fácil de ler.
• Sobre a Série •
A série é composta por quatro livros. Todos já publicados no Brasil pela editora Companhia das Letras (e republicados agora pela Paralela). 
Beijos,



Participe Aqui

Comentários via Facebook

18 comentários:

  1. Oi Kamilla, tudo bem?
    Meu contato com a história da Bridget Jones é puramente cinematográfica até o dia de hoje. Tenho uma amiga que é louca pelos filmesem eu nao posso dizer que gostei das adaptações, adaptações não ser do último. Ainda não sei se um dia vou me arriscar a ler os livro, mas gostei da forma sincera que vo e avaliou a obra ressaltando alguns pontos que vejoque poucas pessoas percebem.
    Beijos
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Tenho bastante curiosidade pra ler essas obras.
    Vejo muitos comentários positivos em relação a história e estou ficando bem animada.
    Parecem ser leituras bem delicinhas.
    Quem sabe não tenha a oportunidade de conhecer em breve?
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi Mila, esses livros não são muito minha cara não sabe?! Eu gosto é dos meus romances. Mas eu vi algumas resenhas e as pessoas acharam divertida essa leitura. Mas nunca pensei em ler.

    ResponderExcluir
  4. Oi Kamila, ainda não conhecia O diário de Bridget Jones, que pena que você tenha achado as atitudes da personagem forçadas.
    Gosto de histórias divertidas, então fiquei com vontade de ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Kamila, me identifiquei com a Bridget, me considero muito atrapalhada, como você, não posso ficar perto de uma prateleira de taças de vidro, parece que as leis da física não se movem ao meu favor. Ainda não conhecia a série, mas como a minha nova meta é ler 12 chick-lit durante o ano, esses já estão incluso. O ponto que você tocou, alguns momentos atrapalhados soarem forçados são bem chatos de ler, parece que a leitura não flui e você está sendo arrastada pelo livro, entretanto, ainda quero conhecer os livros e o filme, que nem sabia que havia.
    Aliás, amei o design gráfico da capa ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kamila!!
    Não sabia que essa série é composta por quatro livros!! Não li nenhum dos livros só assisti os filmes que por sinal são muito engraçados!! Mas no momento não leria os livros, mas para frente quem sabe?!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha! Concordo, achei algumas situações bem forçadas... Mas é uma leitura divertida.

    ResponderExcluir
  8. Que lindicas essas edições novas!
    Eu tenho o Louca pelo garoto mas é da capa branca, edição antiga. Nem sabia que existia essa ordem aí a seguir haha
    É chato quando sentimos que algumas cenas são forçadas, mesmo. Sim, também sou atrapalhada e insegura mas parece que a personagem é um pouco demais. De qualquer forma eu leria sim, só pela diversão
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Kamila!
    Não sei os livros porque ainda não li nenhum, apesar de ter muita vontade.
    Mas os filmes... adoro!
    Me acabo de rir com a Bridget e acho que é porque me vejo muito nela, sou totalmente desastrada e as vezes faço coisas bem sem noção...kkkk Até eu mango de mim mesma.
    Gostaria de ler os livros.
    “Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Conheço os filmes e livros mas nunca quis ler... Acho a Bridget ou a atriz, não sei, mas nunca rolou comigo.
    Ao ler a resenha só fiquei contente por não ter perdido tempo assistindo ou lendo

    ResponderExcluir
  11. Oi Kamila! Adorei a resenha!
    Eu ainda não li nenhum livro dessa série e também não assisti a nenhum dos filmes. Mas parece ser uma leitura muito leve e divertida e eu gosto de livros assim, especialmente entre leituras mais densas e "pesadas". E como nesse ano estou disposta a dar mais chances aos livros do gênero chick-lit, vou adicionar essa série nas minhas metas de leitura ;)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro livros narrados em primeira pessoa porque me fazem ficar mais conectada com a história e com o personagem.
    Eu ainda não li nenhum livro da séries mas dá pra perceber que é bem divertido com as histórias malucas da Bridget desastrada!

    ResponderExcluir
  13. Nossa, eu não sabia que a série era composta por 4 livros não. Acho a capa deles bem bonitas e chamativas mas eu nunca tive vontade der ler essa série, na verdade nem mesmo o filme eu tenho vontade de conhecer. Imagino que deve ser muito cômica mesmo algumas cenas e dê pra dar umas boas risadas. Mas nem mesmo o romance do livro me deixa com vontade de conhecer.

    ResponderExcluir
  14. Quero muito ler esse livro. Faz um tempo que estou com vontade, mas sempre fico adiando.

    ResponderExcluir
  15. eu nunca tinha ouvido falar dessas séries, mas eu amo chick-lits e acho que vou gostar desse, que pena que algumas cenas parecem ser forçadas, e eu não sabia que tinha uma adaptação do livro.

    ResponderExcluir
  16. Assisti apenas o filme, não li nenhum livro ainda. Eu até gostei do filme, é bem para descontrair, e como o livro é melhor que o filme mas não foge deste foco acho que iria gostar da leitura, porque não tenho uma expectativa tão alta. Gostei da sua resenha e achei as capas que a Editora Paralela mais bonitas que as anteriores.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  17. Oii Kamila,
    Olha, para ser sincera não sou fã de Bridget Jones. Apesar de não ter lido muita coisa das histórias dela, assim como você acho um pouco forçado demais. Não me identifico nem um pouco e as histórias também não conseguem me prender. Apesar disso, gostei muito da resenha e fiquei com vontade de ler haha
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Vejo muitas pessoas falando sobre o livro Bridget Jones e os filmes dessa serie, mas nunca parei para assistir e não conhecia muita bem a historia, ache interessante esse caminhos que a personagem vai fazendo para crescer, acho interessante quando acompanhamos a historia de um personagens durante varias fases da sua vida e estou curiosa sobre esse livro !!

    ResponderExcluir

Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir