junho 27, 2017

[Resenha] Lick – Kylie Scott

Uma noite de aventuras. Um casamento inusitado. E uma ardente história de amor… No impulso de uma noite de diversão e bebedeira em Las Vegas, Evelyn Thomas casou-se com um desconhecido. No dia seguinte, porém, ela se deu conta de que aquilo fora um terrível engano. Então, decidiu manter este pequeno deslize em segredo. O que Evelyn não sabia era que havia se tornado a esposa do cobiçado David Ferris, guitarrista da famosa banda de rock Stage Dive. Agora, ao retornar para sua casa em Portland, ela terá de enfrentar as perseguições de repórteres, fugir às loucuras das fãs do astro e ainda encarar sua família, que não demonstrou nenhum contentamento com o ímpeto matrimonial da jovem filha. Será que Evelyn conseguirá resistir às delícias de David a fim de permanecer como “a garota certinha” ou decidirá embarcar nessa glamourosa aventura junto ao marido rockstar?

New Adult| 304 Páginas|  Cortesia
Universo dos Livros| Skoob |
Compare & Compre: Saraiva
Submarino
Amazon| Classificação 5/5
Ás vezes tudo o que você
precisa é de um bom e contagiante clichê. Achei que Lick seria o tipo de livro sensual e mais do mesmo. Veja bem, amo um bom romance previsível e apimentado,
contudo existe uma áurea ao redor dessa série que me parecia blasé demais. Ledo engano! Não vou negar
que a trama é comum e o romance clichê, mas ao contrário do que imaginei a
escrita da autora é gostosa, cativante e apaixonante. A narrativa é do tipo que
prende o leitor do começo ao fim, os personagens são bem trabalhados e
carismáticos e o amor – ah, o amor – é do tipo que cria aquela sensação gostosa
de borboletas na barriga. Talvez o grande sucesso dessa leitura esteja no fato
de não ter esperado nada dela, porém não posso negar que estou completamente apaixonada.

Evelyn acordou com uma baita
ressaca. Seu estômago está uma bagunça e sua memória não ajuda em nada – tudo o
que ela lembra é de uma noite regada a muita bebida. Porém, assim que a jovem
abre os olhos percebe que tem algo errado. Evelyn não está sozinha – tem um
cara muito estranho e muito gato lhe
encarando – e ela carrega um anel grande e assustador no dedo anelar da mão
esquerda. Sim, Evelyn saiu para uma noite de diversão em Las Vegas e, como um clichê
ambulante, acabou casada com um completo desconhecido! Logo ela que é toda certinha e adora seguir as regras. O susto
poderia ser facilmente corrigido se os boatos do casamento não repercutissem em
rede nacional. Afinal, a garota não casou com um Zé ninguém, mas sim com um
astro do rock amado e aclamado por milhares de fãs. David, seu atual marido, é
nada mais nada menos do que o guitarrista da banda Stage Dive. Agora ela terá
que enfrentar as consequências daquela noite trágica enquanto espera o divórcio
sair. E, ao contrário do que parece, essa espera não será nada comum, pois ela
está presa – pelo menos pelos próximos dias – a um homem sedutor, misterioso e
muito bem casado (com ela, por sinal).
Viu, não tem nada de
extraordinário: eles se casam em Vegas e agora precisam lidar com as
consequências daquela noite – uma noite que David lembra muito bem, enquanto
Evelyn não recorda de nada. Porém, por mais previsível que seja existe um algo a mais por trás da narrativa que prende
o leitor, um toque de sentimento que cativa logo nas primeiras páginas. – Desejo,
afeto, compreensão…tem emoção, tem mais que álcool e precipitação, eles só
precisam dar uma chance e deixar o coração nomear esse sentimento. Acho que o
que mais gostei nesses dois é que a relação deles é fofa. Apesar de ser sensual
e de ter começado de uma maneira nada convencional, existe um laço muito bonito
de respeito. David encontrou em Evelyn algo que estava procurando e nem
imaginava. Enquanto ela, que não faz a menor ideia da força dos sentimentos que
o astro do rock carrega no peito, está com medo de ouvir o coração e se deixar
levar pela decisão que transformou a vida dos dois. Fala sério, é tão
bonitinho!



Também gostei bastante do
romance dar espaço para outros assuntos: solidão, pressão social (aquele lado
chato e negativo da fama), luta pela independência (tópico bem comum nessa
idade em que estamos entrando na vida adulta e descobrindo o que desejamos
fazer com o nosso futuro – aqui a autora aborda os dramas da protagonista e
suas decisões sobre carreira e faculdade, algo que amei), cobrança familiar e,
para a minha surpresa, temos até assuntos mais sérios como a dependência
química. Claro que a intenção da autora não foi a de se aprofundar nesses
assuntos, mas gostei de vê-los inseridos na trama.

Achei o romance fofo,
contagiante e divertido. Morri de rir com as lembranças que vão surgindo aos
poucos, da noite do casamento, e que deixam Evelyn encabulada – ninguém mandou
fazer uma tatuagem comprometedora! Risos.
Fora que amei o toque apimentado da relação entre eles e, principalmente, como
isso não ofusca a amizade e a camaradagem entre os protagonistas. E outra coisa
que tenho que dizer: AMO mocinhos que estão em banda, principalmente quando a
autora resolve escrever histórias de amor para cada um desses amigos.
No geral só posso dizer que a
leitura, apesar de clichê, me ganhou demais. Acabei apaixonada pelo casal, por
essa banda, e pela narrativa tão fluida e cativante. Óbvio que o gostoso aqui é
esperar uma leitura rápida e previsível, pois é exatamente esse o objetivo da
autora: entreter com uma velha e boa história amor. Fazer o que, não resisto a
um bom clichê!
• Sobre a Série •



Lick é o primeiro
volume da série Stage Dive. A saga
conta com quatro livros, todos já publicados no Brasil.

Vale dizer que cada livro
possui início, meio e fim. O laço entre as histórias está na relação de amizade
que existe entre os protagonistas masculinos, todos membros de uma mesma banda
de Rock.
Beijos,



Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

29 Comentários

  • Bruna
    07 novembro, 2017

    Comecei a ler essa série depois de ler sua resenha maravilhosa!!! ♥♥♥
    Não consegui parar de ler, até acabar todos da série! Quando acabei a série, fiquei me perguntando, se tem algum livro nesse estilo com papéis "invertidos", onde o mocinho luta para conquistar uma bad girl! hahaha vc conhece algum Pah?

    • Paola Aleksandra
      09 novembro, 2017

      Que bom que gostou!!! Ai, agora você me apertou. já leu On Dublin Street? Tem resenha antiga dele aqui. Se me recordo bem, a mocinha é mega forte e quer evitar relacionamentos. E tem O Amor não tem leis também.

  • Luciana
    08 agosto, 2017

    Tanto, tanto, tanto amor por essa série ♥♥♥
    Clichê sim, mas, extremamente bem escrito e eu prefiro mil vezes um clichê que prende o leitor, do que uma ideia super inovadora que não foi bem trabalhada e se transforma em uma leitura arrastada. Amo a Kylie, torço muito para que os outros livros dela sejam publicados no Brasil!!!

  • Luciana
    08 agosto, 2017

    Tanto, tanto, tanto amor por essa série ♥♥♥
    Clichê sim, mas, extremamente bem escrito e eu prefiro mil vezes um clichê que prende o leitor, do que uma ideia super inovadora que não foi bem trabalhada e se transforma em uma leitura arrastada. Amo a Kylie, torço muito para que os outros livros dela sejam publicados no Brasil!!!

  • Unknown
    25 julho, 2017

    Sou simplesmente gamada em um romance bem clichê, ainda mais esses que envolvem astros de Rock. Achei Lick por acaso e se tornou um dos meus livros preferidos, mas realmente nem sabia que os outros livros haviam sido lançados no Brasil kkk Isso ate alegrou meu dia

  • Isabella Nascimento
    11 julho, 2017

    Amei o livro os personagens são de se apaixonar mas esperava mais dele, seila fica aquelas dúvidas sobre como ficou a vida da Ev e esperava mais coisas deles dois pq acabou tão rápido sem uma explicação de como deram certo tão rápido.

  • Isabella Nascimento
    11 julho, 2017

    Me indica uns rss

  • Isabella Nascimento
    11 julho, 2017

    Me indica uns rss

  • Dicas Rodapé
    04 julho, 2017

    Ola adorei conhecer mais um livro por aqui, me parece o tipo de leitura que distrai o leitor e nos tira aquele stress do dia a dia, vou procurar saber mais sobre os livros, beijos!

  • magomes8
    03 julho, 2017

    Ai pah, o que me desanima nessas leituras é que tudo vira série, mesmo que não tenha a ver a sequência ou os fatos entre si, livros únicos são amor <3
    mas darei uma chance , eu curto um new adult , flui a leitura bem rapidinho!

  • Lily Viana Music
    01 julho, 2017

    Olá Pah,
    Que fofura de livro, realmente a historia e bem cativante!
    Já tinha lido varias resenhas dos outros livros da serie e achei maravilhoso e bem gato cada personagem que se passa no livro, e nesse tem um personagem muito gato e maravilhoso. Agora e um misterio esse casamento assim do nada mas com certeza e bem envolvente.

  • Ana Paula Santos Moreira
    30 junho, 2017

    O inicio da història me fez lembrar do filme Jogo de amor em Las Vegas (amo). Depois fui ver as diferenças e achei genial. Para esse primeiro livro achei perfeito, quero acompanhar os demais da série. Espero que as històrias também sejam tão legais quanto esse primeiro.

  • Micheli Pegoraro
    30 junho, 2017

    Oi Pah,
    Quem é que consegue resistir a um romance clichê e cativante? Ainda mais com mocinhos de uma banda!
    Estou de olho nessa série Stage Dive há meses, mas sempre acabo adiando a leitura, quem sabe agora vai kkk
    Gosto quando a história vai além de um romance clichê e previsível, ao abordar outros assuntos à autora nos proporciona uma leitura mais envolvente e cativante. Adoro quando a história tem uma pegada hot e engraçada, geralmente gosto dessa mistura num livro.
    Beijos

  • Cláudia Lessa Seidel
    30 junho, 2017

    Li por indicação sua, achei o livro muito bom e a escrita viciante hahaha já quero ler o restante dos livros da série..

  • Kelly Michel
    30 junho, 2017

    Essa série toda é uma delícia!! E a gente lê num piscar de olhos com a narrativa da autora. Beijos

  • Barbara Rios
    29 junho, 2017

    Estou no finalzinho e muuuuuito obrigada pela indicação. Já estou VI-CI-A-DA! Adorei sua resenha <3

    Bárbara Rios
    http://www.instagram.com/babirios_

  • Anônimo
    29 junho, 2017

    O segundo livro da série é o melhor. Um dos meus romances favoritos. Personagens bem construídos, romance fofo e química boa entre o casal. Vale muito a pena!

  • Nayane Evylle
    29 junho, 2017

    Eu vejo ótimas avaliações dessa série e me dá um vontade de ler cada vez que vejo alguém resenhando…
    Também gosto de história com moços de bandas, ainda mais quando tem livros para todos da banda.
    Casamento em Las Vegas me lembrou o filme com Cameron Diaz e o Ashton que é comédia romântica, bem legal tbm.
    Gostei dos personagens e de temas tão importantes inseridos na história.

  • Lara Cardoso
    28 junho, 2017

    A história não me chamou tanta atenção assim mas irei pensar em dar uma chance. Dúvida… Hahaha

  • RUDYNALVA
    28 junho, 2017

    Pah!
    Como faz muito tempo que não leio um NA com roqueiros, gostaria de ler porque gosto de romances fofos e clichês, e acredito que esse livro e a série, são bem nesse estilo.
    Deve ser muito bom poder acompahar o desenvolvimento do romance.
    “Como eu não tenho o dom de ler pensamentos, eu me preocupo somente em ser amigo e não saber quem é inimigo. Pois assim, eu consigo apertar a mão de quem me odeia e ajudar a quem não faria por mim o mesmo.” (Desconhecido)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

  • Anna Mendes
    28 junho, 2017

    Oi Paola! Adorei a resenha!
    Nossa, que lindas as capas desta série *_* hehe
    Eu não conhecia a série e nunca li nada da autora, mas gostei bastante da premissa.
    Parece ser uma leitura muito leve, divertida e envolvente. E um bom clichê de vez em quando não faz mal a ninguém hehehe 😉
    Bjos!

  • Bruna Lago
    28 junho, 2017

    Já li os 4 livros no início do mês de junho, e fiquei apaixonada por essa banda. Adoro livros assim que conta a história de amigos e são relacionados um com o outro, tipo Amores Improváveis. Eles são divertidos e cada um tem a sua personalidade.
    O meu preferido é Lead, seguido de Deep, depois Play e por último, Lick, não que tenha achado Lick ruim, ao contrário, é que é tudo tão bom que não tem muita importância estar por último. Super indico a leitura 🙂

  • beatriz rosa
    28 junho, 2017

    Oi Pah!
    Adoro ler livros clichês e bem fluidos de vez em quando, até porque quem não gosta de ler um romance que te deixa com um frio na barriga?
    Amo o universo dos livros por isso, não existem limites para escrita e para a imaginação, afinal quem nunca acordou em las vegas casada com um astro do rock? uma coisa muito diaria rs
    Me interessei bastante por essa serie de livros (apesar de estar correndo de seriess), amo quando o mocinho ou a mocinha estão envolvidos com a música!
    Já está na minha lista de futuras leituras, ansiosa para ler.

  • Leticia Golz
    28 junho, 2017

    Oi, Pah
    Mais um que gostaria de ler rs. Também não resisto a um bom clichê, e se tem algo de especial na narrativa e temas tão reais inclusos, melhor ainda.
    Às vezes também acabo me surpreendendo, mesmo com aqueles livros que parece mais do mesmo. A maioria tem algum diferencial.
    Adorei a dica.

  • Anônimo
    28 junho, 2017

    Eu reli essa série esse fds… mtuuu boa!!!

  • Anônimo
    28 junho, 2017

    eu reli essa série esse fds!
    Adoro!

  • caroline sena
    27 junho, 2017

    ah Deus mais uma série pra eu me perder <3
    baixar agora!

    Blog Entre Ver e Viver

  • Manu Cardoso
    27 junho, 2017

    A série já estava na minha listinha e agora que li sua resenha fiquei querendo ainda mais!
    Dizem que Play é ainda melhor! ❤❤❤

  • Dandara Machado
    27 junho, 2017

    Obrigada pela dica!
    Eu bem que estava querendo ler um romance contemporâneo nesse estilo.
    Abraços,
    Dandara