agosto 02, 2018

[Resenha] Elemental – Bianca Hubert

Em Helementtarë, Reino dos semielfos, quando o Rei ou a Rainha decide deixar seu posto, eles invocam seus criadores – a Mãe Natureza e o Elemento Maior – para ajudarem na Seleção que elegerá o próximo monarca. Então, a Natureza escolhe dez semielfos e dez semielfas, que possuem um dos quatro Dons Elementais principais (Água, Fogo, Terra e Ar), presenteando-os com uma moeda dourada para indicar que foram selecionados. Arwen encontrou essa moeda e nunca se sentiu tão perdida. A jovem semielfa órfã sempre achou que seu dom fosse Rocha, até que a Natureza a destinou àquele objeto dourado, convocando-a para a Seleção – o evento mais importante do Reino. Agora, além de precisar descobrir qual é o seu verdadeiro Dom Elemental, também terá de desvendar como encarar provas que nunca imaginou enfrentar, e quem sabe assim finalmente descobrir suas origens.

Fantasia • Publicação independente • 336 páginas • Classificação 5/5
Skoob • Compre: Amazon • Resenha de Marina Mafra
Oi, pessoal! Eu me chamo Marina. Sou nova por aqui. É uma honra e felicidade sem tamanho poder trabalhar com a Pah e escrever para vocês. Pretendo trazer o que encontrar de bom na literatura nacional. Incentivando e divulgando os nossos queridos autores.
Nesse post de estréia, vou falar de uma história que ainda invade os meus sonhos.
“Podia a ficção ter se tornado realidade?”

O livro conta a história da jovem Arwen, uma semielfa órfã, que não sabia nada sobre o seu passado. Passou a infância em um orfanato, onde ainda vivia e ajudava a cuidar das criançasTodo semielfo descobria logo cedo que tinha afinidade com algum elemento da natureza, desenvolvendo poderes que fossem relacionados a ele. Arwen não sabia qual era o seu elemento e não fazia ideia de como descobrir. Ela já parecia conformada com a sua situação, até que recebeu um convite para participar da seleção de Rei e Rainha do reino. 

Qualquer um que fosse convocado, já possuía histórico familiar nobre ou pelo menos sabia qual o seu Dom Elemental. Arwen não sabia como havia sido convocada e muito menos tinha quem a treinasse para as tarefas da seleção. Como não era um convite que pudesse ser recusado, ela largou toda a vida no orfanato, para seguir o destino que a fora imposto. Mas sem imaginar o quanto a sua vida mudaria e quantas descobertas viriam no decorrer do caminho.
“(…)quando uma coisa acontece com você, e isso nunca aconteceu com ninguém próximo ou desde que você está viva, você acaba não sabendo o que esperar. Logo, o primeiro sentimento que me vem é medo. Acho que não sou muito corajosa.”
“A partir de agora, você será sempre importante, vencendo a Seleção ou não. Os semielfos te pedirão conselhos, desejarão ouvir todas as suas histórias e ficarão encantadas pelo privilégio de poder te ajudar. Você não será mais a mesma, Arwen.”
Em meio a seleção, ninguém no reino estava preparado para a guerra que interrompeu. E, no meio dessa confusão, Arwen descobriu que não foi selecionada por engano. O destino do reino, e de cada semielfo, acabou em suas mãos. 
“(…) quando temos os espíritos da natureza nos guiando tão de perto, é meio difícil acreditar na casualidade (…)”
Narrado pela protagonista, a história ganha um tom cômico, pela sua personalidade atrapalhada. Amo qualquer coisa que envolva a natureza e a Bianca deu vida para cada elemento de forma encantadora, através de magia. O universo criado foi extremamente criativo, me envolvendo e me levando diretamente para Helementtarë, onde elfos e simielfos vivem, governados por reis e rainhas e amparados pelos seres celestiais Mãe Natureza e Elemento Maior. Os demais personagens são carismáticos e ajudam na construção do enredo. O desfecho me surpreendeu, pois não foi mais uma história onde a mocinha se torna heroína, ocorreu todo um preparo e propósito, deixando a linda mensagem que o destino nos prepara, ainda que “aos trancos e barrancos”, para o que nascemos para ser. Foi uma leitura que favoritei e fiquei muito feliz ao saber que terá continuação.

Recomendo para os que amam fantasias ou para os que simplesmente procuram leituras bem escritas.

Se desejar saber qual seria o seu Dom Elemental, a autora criou um teste especial: clique aqui. O meu dom seria Terra. Eu amei!

Acompanhe o trabalho da autora: Instagram | Facebook

Espero que tenham gostado e até a próxima resenha!

Beijos

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

3 Comentários

  • Mari matos
    16 março, 2019

    Parabéns pela estreia e pela resenha bem escrita, porem infelizmente a historia do livro não me ganhou. Como já li milhares de livros de fantasia esse me pareceu apenas mais do mesmo embora a personagem principal pareça ser diferente em alguns aspectos.

  • Anônimo
    03 agosto, 2018

    Aonde eu acho para comprar o livro físico? não acho esse livro pra comprar em site nenhum.
    Ass: Ludmyla

    • Paola Aleksandra
      10 agosto, 2018

      Lud, entra em contato com a autora pelo Face (o link está no final do post). Ela deve ter alguns exemplares para venda ♥