[Resenha] Vinte garotos no verão – Sarah Ockler

Postado em 16 abril 2014
Quando alguém que você ama morre, as pessoas perguntam como você está, mas não querem saber de verdade. Elas buscam a afirmação de que você está bem, de que você aprecia a preocupação delas, de que a vida continua. Em segredo, elas se perguntam quando a obrigação de perguntar terminará (depois de três meses, por sinal. Escrito ou não escrito, é esse o tempo que as pessoas levam para esquecer algo que você jamais esquecerá). As pessoas não querem saber que você jamais comerá bolo de aniversário de novo porque não quer apagar o sabor mágico de cobertura nos lábios beijados por ele. Que você acorda todos os dias se perguntando por que você está viva e ele não. Que na primeira tarde de suas férias de verdade você se senta diante do mar, o rosto quente sob o sol, desejando que ele lhe dê um sinal de que está tudo bem.
Jovem Adulto || 288 Páginas || Cortesia Novo Conceito|| Skoob || Compare & Compre || Classificação: 5/5
Desde o primeiro instante eu soube que Vinte Garotos no Verão me proporcionaria uma leitura especial. Depois de ler inúmeros comentários positivos a respeito desse livro – o quanto ele é emocionante, tocante e único – minhas expectativas estavam altíssimas e eu já dava como certo o teor profundamente sentimental dessa história, contudo fui pega de surpresa por uma escrita leve, jovem, direta e tocante na medida certa. O fato é que eu esperava um livro para me debulhar em lágrimas, contudo mesmo que ele fale sobre a complexidade da dor da perda, a obra também é rica em romances juvenis, recomeços, amizades verdadeiras e verões inesquecíveis, o que sem dúvida proporciona um ar de leveza surpreendente à trama. Sabe o tipo de livro que trata a dor de uma maneira especial, verdadeira e nenhum pouco dramática? Pois bem, é assim que Vinte Garotos no Verão é.  Só quem perde alguém sabe o quanto é difícil recomeçar, ainda mais quando se tem dezesseis anos, por isso mergulhamos de cabeça na vida de Anna e de sua melhor amiga Frankie, duas sobreviventes que vão precisar aprender o quanto a vida é dura, ao mesmo tempo em que descobrem o quanto ela também é capaz de recompensar com felicidade cada lágrima de tristeza derramada. A dor se vai, a saudade fica, esse é o ciclo da vida.

[Resenha em Vídeo + Desafio] Hyperbole and a half e a Carta para o Futuro

Postado em 15 abril 2014
Olá galera, tudo bem? Hoje vou falar para vocês do livro Hyperbole and a half, da autora Allie Brosh. A obra tem uma mistura de ironia, bom humor e crítica pessoal bem bacana, e ainda traz o desafio da carta para o futuro – O que você gostaria de perguntar para o seu “eu” dez anos mais velho? Pois bem, Allie fez o teste e, entre essas e outras histórias de sua vida, ela diverte e encanta o leitor.  Vem conferir o que achei do livro e como foi escrever uma carta para o meu “eu do futuro”.

[Fuxicos e Vícios #17] A rainha do romance histórico.

Postado em
Ano passado a senhorita Paola me apresentou uma autora muito especial, que conquistou o meu coração dentro do gênero que ela escreve, e hoje é uma das minhas autoras favoritas: Julia Quinn, a rainha do romance histórico.

Sabe aquele livro que você lê com um sorriso no rosto?! Que você devora em questão de horas simplesmente porque não consegue parar de ler?! E quando termina fica com uma sensação de perda e já quer reler no mesmo instante?! É assim que os livros da Julia Quinn me deixam: apaixonada. A cada novo livro que leio eu me encanto mais com o seu trabalho e eu acho, só acho, que todo mundo deveria dar uma chance para os seus livros, porque...


[Vem por aí] Novidades Literárias para Abril

Postado em 14 abril 2014
Olá galera, tudo bem? São tantas novidades literárias para esse mês – entre elas continuações aguardadíssimas – que tenho certeza que todos vocês vão pedir livros ao invés de ovos de chocolate para o Coelhinho da Páscoa. Eu mesma já montei minha listinha! Sendo assim, vem conferir o que o mês de Abril nos reserva (além de uma conta bancária negativa, é claro):
Novidades Nacionais
 

[Resenha] O Pedido – Katie Ashley

Postado em 11 abril 2014

Durante as semanas seguintes a separação de Aidan, Emma fez o que pôde para seguir em frente. Ignorando as inúmeras mensagens de texto e voz e as flores, ela não tinha certeza se queria voltar para ele. Mas Aidan não desistiria fácil – principalmente não até que Emma o deixasse revelar o segredo de seu passado que o levou a ter fobia de assumir compromissos. Mas o destino intervém quando Emma entra em trabalho de parto prematuro e precisa repousar por duas semanas. Aidan aproveita para fazer uma proposta surpreendente. Para provar seu amor e comprometimento com ela e com seu futuro filho, ele pede uma licença do emprego para cuidar dela em tempo integral. Jurando proteger seu coração, Emma concorda com relutância. Enquanto fica comovida com a atenção e os cuidados de Aidan, Emma fica desconsertada com a aproximação do médico da emergência, Alpesh “Pesh” Nadeen. Pesh é tudo que Emma poderia querer – bem-sucedido, equilibrado e pronto para se casar, para ser marido e pai. Pesh só quer conquistar o coração de Emma, mas ela não tem certeza se será capaz de entregá-lo. O coração dela pode ainda pertencer ao mesmo homem que o partiu – aquele que está tão desesperado para tentar tê-la de volta.

Romance Contemporâneo (+18) || 288 Páginas || Cortesia Editora Pandorga|| Skoob || Compare & Compre || Classificação: 4/5
Texto livre de Spoilers
O Pedido é a continuação do delicioso romance A Proposta, livro que nos apresenta os personagens Emma e Aidan, dois opostos que – seja por obra do destino ou do cupido – acabam embarcando em um relacionamento nada convencional. O envolvimento dos dois gira em torno do desejo de Emma em ser mãe, já que após tanta perda e dor tudo o que ela quer é alguém para amar e cuidar. Assim, disposto a tê-la de qualquer jeito, Aidan faz uma proposta que mudará completamente a vida deles, um acordo simples com o qual Emma ganharia um bebê e ele teria tempo suficiente para apreciar a companhia dela em sua cama. Porém, o que eles não previam é que iriam acabar completamente apaixonados, e ao passo que Emma está disposta a correr o risco de viver esse amor, Aidan carrega em seu coração cicatrizes que o afastam de qualquer possibilidade de aceitar amar e de deixar ser amado. Agora, um tempo depois, – sozinho, machucado e arrependido – ele vai lutar para recuperar Emma, para amá-la com toda a sua força e para construir ao lado dela uma família grande e feliz, o único problema é que ela não está disposta a perdoá-lo. Mas, sinceramente, quem estaria?

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Lançamentos De 2014: Quero Ver No Brasil!

Postado em 10 abril 2014


"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.




Oi pessoal!

Vida de leitor é uma coisa: não bastasse a enorme quantidade de livros não lidos em nossa lista de leituras - e que só tende a crescer -, ainda ficamos desejando mais.
Que tal conferir alguns chick-lits que já foram ou ainda serão lançados em 2014, mas ainda não deram as caras aqui no Brasil, e que me deixaram bastante interessada neles?

[Minha Caixinha de Correio] Aquisições de Março

Postado em 09 abril 2014
Olá galera, tudo bem? Hoje é dia de Caixinha de Correio, vem conferir o que recebi de bacana no mês de Março: