[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Destinado - Carina Rissi



Oi gente linda!

O Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2017 está seguindo por aqui e estou adorando a participação de vocês ♥

Para cumprir a TERCEIRA meta, li esse mês Destinado, de Carina Rissi e, assim, risquei da lista o item #10: Ler um chick-lit cujo título seja formado por uma só palavra. 


[Resenha] Os Impostores (A garota do Cemitério) – Charlaine Harris, Christopher Golden e Don Kramer

Ela adotou o nome Calexa Rose Dunhill, inspirada numa lápide do sombrio ambiente em que acordou, ferida e apavorada, sem qualquer lembrança de sua identidade, de quem a jogou lá para morrer ou mesmo do porquê. Fez do cemitério o seu lar, vivendo escondida numa cripta. Mas Calexa não pode se esconder dos mortos – e, quando descobre que possui a estranha capacidade de ver as almas se desprenderem de seus corpos... Então, certa noite, Calexa presencia um grupo de jovens praticando uma sinistra magia. Horrorizada, testemunha o ato insano que eles cometem. Quando o espírito da vítima abandona o corpo, ele entra em Calexa, atormentando sua mente com visões e lembranças que parecem não ser dela. Agora, Calexa deve tomar uma decisão: continuar escondida para se proteger – afinal, alguém acredita que ela está morta – ou sair das sombras para trazer justiça ao angustiado espírito que foi até ela em busca de ajuda?
Fantasia (HQ) | 128 Páginas | Cortesia Editora Valentina | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 4/5
Ultimamente tenho feito da leitura de quadrinhos um hábito – adoro essas histórias repletas de mistério, aventura e ilustrações maravilhosas. Contudo, o que chamou minha atenção em A Garota do Cemitério foi o nome, de peso por sinal, da Charlaine Harris. Apesar de ter lido poucos livros dela (só os de True Blood para ser mais exata) gosto bastante de suas histórias, tanto é que mesmo com altas expectativas fui completamente surpreendida por seu novo e inusitado livro. E sabe por qual motivo? Por a história da garota do cemitério ser diferente da maioria dos livros que já li. Aqui, além da aventura e fantasia, uma protagonista jovem, determinada, e completamente solitária. – Já imaginou ser abandonada em um cemitério e não ter memória alguma da sua antiga vida? Pois bem, é exatamente assim que essa história começa.


5 Motivos para assistir A Bela e a Fera


Impossível falar de outra coisa que não seja a nova e MARAVILHOSA versão de A Bela e a Fera. Assisti ao filme na sexta-feira e ainda sinto o coração aquecido por essa história cativante, divertida, reflexiva e, principalmente, mágica. Fazia tempo que não saia do cinema com a sensação gostosa de ter vivido, por algumas horas, um verdadeiro conto de fadas. Por isso, caso você ainda esteja na dúvida se deve ou não dar uma chance para a história, decidi elencar cinco motivos que fazem A Bela e a Fera ser um filme tão especial e digno de uma visita ao cinema. Vêm ver:

[Vem por aí] Novidades Literárias de Março

Olá galera, tudo bem? Hoje é dia de conferir as novidades literárias do mês de Março. E mais uma vez deixo o apelo: preparem os bolsos porque esse mês promete lançamentos incríveis!
Novidades Nacionais
Óbvio que começaria o post com essa edição maravilhosa de A Bela e A Fera. Apesar de esse ser o meu conto de fadas preferido, confesso que nunca li a história que deu origem ao filme. Por isso, fiquei bando nessa edição assim que bati o olho nela. Também estou muito ansiosa (e babando horrores nessas capas lindas) para ler os romances de época: Quando a Bela Domou a Fera (dizem que a autora é extremamente talentosa); Victoria e o Patife (ADORO os livros de época da Meg); e Amor para um Escocês (sempre me surpreendo com os livros da Sarah).

[Resenha] A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres – Augusto Cury

Com mais de 2 milhões de livros vendidos no Brasil, Augusto Cury retrata neste romance o cotidiano de mulheres que sofrem caladas as consequências de uma cruel realidade do mundo moderno: a ditadura da beleza. Apoiando-se em sua vasta experiência como psiquiatra e pesquisador, Cury dá um grito de alerta contra essa forma de opressão que vem deixando mulheres, adolescentes e até crianças tristes, frustradas e doentes. Influenciadas pela mídia e preocupadas em corresponder aos inatingíveis padrões de beleza que são apresentados, milhares de mulheres mutilam sua autoestima - e, muitas vezes, seus corpos - em busca da aceitação social e do desejo de se tornarem iguais às modelos que brilham nas passarelas, na TV e nas capas de revistas. Ao tratar de um tema tão atual, este livro faz com que o leitor se identifique imediatamente com os personagens e sua luta por uma vida mais plena, em que cada pessoa se sinta livre para ser o que é, sem se envergonhar de sua aparência e sem se comparar a ninguém
208 Páginas | Editora Sextante | Skoob | Compare: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 4/5 | Resenha da Kamila Mendes 

Sempre tive um pé atrás com os livros do Augusto Cury. Nada contra o autor, mas toda vez que tentava ler um livro dele ficava presa logo no início e perdia o interesse. Contudo, confesso que com esse livro minha experiência foi completamente diferente. Até porque, apesar de fazer parte do gênero autoajuda (como a maior parte dos livros de Cury), a obra também se encaixa no gênero romance. E não aquele tipo de romance entre casais, mas sim um muito mais importante: o amor próprio.

[Dica] Lua Azul e a Terra Paralela – Leca Haine

Olá, galera! Como vocês estão? A dica de hoje é para quem gosta de livros jovens e repletos de fantasia. – Já imaginou se existisse uma realidade paralela igualzinha ao nosso mundo? Será que você seria o mesmo nessa Terra Paralela?
Ou veja direto no Youtube: aqui.

[Resenha] Escândalos na Primavera – Lisa Kleypas

Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa. Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado? Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.
Romance de Época | 288 Páginas | Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 5/5
Mais um livro da Lisa para chamar de queridinho. Escândalos na Primavera fecha com chave de ouro uma série repleta de bom-humor, reflexão, paixão e mistérios. No verão vimos quatro amigas, consideradas pela sociedade como flores secas (ou seja, futuras solteironas), unindo-se na intenção de contrair matrimônio. Ao longo das estações cada uma delas encontrou seu amor verdadeiro, e agora – na primavera – é a vez de Daisy, a mais jovem e sonhadora entre elas, encontrar o homem da sua vida. O único problema é que o pai da jovem está cansado de esperar o amor bater à sua porta e, ansiando urgentemente por um casamento vantajoso, planeja unir a filha com alguém que ela despreza. Agora as flores secas terão que ajudar a amiga a fugir de um casamento fadado ao fracasso e, em pouco tempo, encontrar um partido que esteja a altura do bondoso coração de Daisy. – O que será que as flores secas aprontarão dessa vez? Artimanhas e planos mirabolantes, com certeza!