Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

Uma rotina corrida pede produtos de beleza práticos e fáceis de usar, concordam? 
Por um tempo permaneci tão focada nas obrigações diárias que esqueci de tirar um tempo para cuidar de mim – da minha mente e, principalmente, do meu corpo. Contudo, ao longo de 2018 aprendi a importância de equilibrar as obrigações com os cuidados que me fazem bem: como aplicar uma máscara facial, assistir uma série divertida ou aproveitar o sabor de um dos meus chocolates preferidos. E é por isso, pelo prazer por trás do ato de cuidar de mim, que os produtos de beleza assumiram um papel importante em minha rotina. 
Não é sempre que tenho tempo para passar dezenas de produtos ou para me cuidar tanto quanto gostaria. Mas, nos últimos meses descobri alguns itens que ajudam a manter minha rotina de beleza mesmo nos dias mais corridos. E, como sei que não sou a única com os dias atarefados, resolvi compartilhar com vocês aqueles produtos que são rápidos de usar, mas nem por isso diminuem a importância dos cuidados que tenho comigo mesma. 


Da autora best-seller Renée Ahdieh, O fogo entre a névoa é uma elaborada história de fantasia que une a história de Mulan ao Japão Feudal. HATTORI MARIKO, filha de um respeitado samurai, sabe perfeitamente qual o seu lugar na sociedade. Mariko nasceu mulher e, justamente por isso, sempre ouviu que seu futuro não estava em suas mãos. Aos dezessete anos, ela está prestes a se casar com o filho do imperador, num casamento político que promete elevar ainda mais a posição de sua família. Aparentemente conformada com seu destino, ela inicia sua jornada até a cidade imperial de Inako, acompanhada dos mais prestigiosos samurais e de seus servos mais fiéis. Mas Mariko sequer consegue chegar à Inako: sua carruagem é violentamente atacada na misteriosa Floresta Jukai, com nenhum sobrevivente. Ao escapar por pouco, ela aproveita a liberdade de ser dada como morta e, vestida como um simples camponês, parte em busca de vingança contra o Clã Negro, grupo rebelde supostamente responsável pelo crime. No entanto, ao se aproximar do líder do Clã e de seu braço direito, ela se depara com uma história de segredos, traição e assassinato, que a fará questionar tudo o que sabe. Mais que isso, Mariko aprenderá o significado de amizade e amor em um mundo onde todos a querem morta.

Jovem Adulto • Editora Globo Alt • 400 Páginas • Classificação: 3,5/5
Skoob • Compre: Amazon • Resenha @mayeosvicios


Na mais nova série da minha querida Renée Ahdieh, temos uma releitura de Mulan ambientado no Japão Feudal, uma obra que tem todos os elementos necessários para chamar a minha atenção: releitura, mocinha forte e badass, a promessa de um romance proibido, mitologia e escrito por uma das autoras que me mais me cativou nos últimos tempos.





Ultimamente sinto uma ânsia gigantesca por mudanças – não necessariamente pelo desejo de mudar algo na minha rotina, mas pelo desafio de inserir coisas e conteúdos novos no meu dia a dia. É engraçado, mas sempre me considerei uma pessoa resistente à mudança. Contudo, ao longo do ano de 2018 quebrei essa barreira e me descobri uma pessoa que precisa ser desafiada.

Quando aprendi a dizer sim aos desafios da vida – juro! – virei uma nova pessoa.  Muita coisa tem acontecido e sou grata a cada conquista de esse ano trouxe para mim vida, principalmente a conquista pessoal de me descobrir, de sonhar, de criar metas de curto e longo prazo e, mais que isso, de ansiar por aprender mais sobre mim mesma, meus desejos e o mundo ao meu redor.



Oi, gente linda! Vamos prestar contas sobre o Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits?

Para cumprir a DÉCIMA meta, li em setembro Sem Clima Para O Amor, livro de Rachel Gibson publicado pela editora Jardim dos Livros, e, assim, risquei da lista o item #2: Ler um chick-lit que faça parte de uma série.


Bate um orgulho enorme quando nossos amigos queridos – por quem sempre torcemos e rezamos – superam seus medos e conquistam o mundo, não é mesmo? Ainda mais quando essas conquistas representam livros lindos e envolventes.

Desde que publiquei Volte para Mim tenho batido muito nessa tecla, mas a verdade é que escrever um livro é um processo desafiador de vencer inseguranças e oferecer para o mundo um pedaço da nossa alma. Nem sempre as histórias contadas por um escritor resumem suas experiências de vida, mas é fato que cada palavra escrita carrega uma parte da alma do autor: do que ele acredita, ama e sonha.

Por isso, no post de hoje quero apresentar três amigos que lançaram seus livros na Amazon e que possuem um denominador comum: todos eles começaram nesse mundo literário como blogueiros.

novembro 26, 2018

Como escrever um livro?

Por Paola Aleksandra




Desde que lancei Volte para Mim tenho recebido inúmeras perguntas sobre a produção de um livro: como escrever, como superar a falta de inspiração, como publicar e, principalmente, como tornar esse amor uma profissão. Confesso que não sei todas as respostas para essas perguntas, mas resolvi criar uma lista com algumas dicas que me ajudaram nessa jornada.

Assim como tudo da vida, as dicas que vou compartilhar com vocês não são unânimes. Mas, o mais legal sobre trabalhar com nossa arte é descobrir o que funciona ou não para cada um de nós. Trata-se de um processo de tentativa e erro, então espero que essas dicas ajudem ao menos aqueles que ainda não descobriram como começar.

Resenhas

© Livros e Fuxicos • Por Paola Aleksandra – Desenvolvimento com por Subir