Encontrei por aí: Navegando Pela Internet #1



Olá galera, tudo bem? Como blogueira passo muito tempo na internet - lendo, comentando, pesquisando, por esse motivo resolvi criar uma coluna especial para compartilhar com vocês textos, fotos e notícias que encontro pela Web, informações que de certa forma, acredito que vocês irão gostar.



Nesse primeiro post separei um texto encantador de autoria da Gessy, autora do blog Flaws and All. Leiam e me digam se o texto não é de se surpreender!


“Necessidade”

Vi ele pela primeira vez no Shopping, em uma preguiçosa tarde de terça-feira e se eu acreditasse em amor à primeira vista diria que foi isso que aconteceu conosco, quer dizer, pelo menos de minha parte. As pessoas passavam quase indiferentes a ele, não que ele não fosse bonito ou coisa do tipo. Vez ou outra, alguém parava para contemplar aquela beleza extasiante que poucos conhecem e entendem. Ele parecia se divertir com toda aquela cena, talvez um de seus objetivos fosse causar isso nas pessoas, a primeira impressão. Mas eu logo percebi, ele tinha muito mais a mostrar. Precisava tê-lo perto de mim, precisava descobri seus segredos. Necessitava. Prometi a mim mesma que faria de tudo, ou quase tudo, para tê-lo.

E consegui. Mesmo assim me mantinha distante. Fazia de tudo para preservá-lo. Namorava-o a distância. Tinha medo do encanto se quebrar, sempre penso no fim das coisas antes delas começarem... Meu namorado começava a ficar com ciúme. Às vezes, eu passava mais tempo com o outro do que com ele. Sempre explicava que o outro era meu amigo para todas as horas, explicava que precisava do outro assim como precisava dele, e cuspia um monte de explicações para acalmá-lo até ficar convencido. Não era necessário tudo isso, mas eu gostava de fazer drama e ele adorava, se divertia com isso. Sempre quando não estava com ele, estava com meu amigo, para dizer a verdade, estávamos quase sempre juntos, nos tornamos praticamente inseparáveis.

Eu o tratava como se fosse meu prêmio e não fazia a mínima questão de exibi-lo a outras pessoas, que poderiam ser muito chatas e intrometidas. Emoção, paixão, alegria, tristeza, surpresa, tudo isso pude sentir com ele e ficará para sempre em minha memória. Por fim terminei de lê-lo e fiz questão de colocá-lo em um lugar de destaque na estante, para sempre me lembrar. Agora ele está com outros conhecidos que passaram pela mesma situação enquanto estavam comigo. E amanhã é dia de Shopping novamente... 

Gostaram? Eu Adorei! O texto expressou de uma forma objetiva como me sinto ao ver um livro que quero muito em uma prateleira, a paixão à primeira vista, o flerte... bem só quem já passou por isso entende o poderoso encanto de um livro. 


17 comentários:

  1. Que texto mais lindo *-*
    Gostei de como ela conduziu o texto, meio que deixando no ar do que elas estava dizendo! Incrível.
    Adorei a Coluna Pah, parabéns, e obrigada por compartilhar esse texto conosco.

    Bjokas

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com você o encantamento por um livro na prateleira é fascinante!
    E o texto é lindo! Adorei a nova coluna!
    bjs *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gente, esse encantamento tbm acontece comigo ... e é algo tão gostoso ... Adorei o texto parabéns para a escritora dele, com certeza, assim como eu, muitas garotas se identificam com ele *-*

    Segue meu blog?
    http://temainconstante.blogspot.com/
    beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Nooossa! Que texto incrível... Eu realmente me identifiquei com ele, pois como todos disseram acima: "É algo tãão gostoso" Encantador...

    Li o 1° parágrafo e nem me toquei... (Lerda, né? Haha) Até, que eu desci sem querer a página e vi a imagem!! Hahaah

    Beijos e parabéns, o texto ficou maravilhosos.

    http://so-soline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que texto liiiiiiiindo!! *-* Adorei, meio que passo pela mesma situação às vezes.. UHAUHAUHUA
    Espero que essa seção traga sempre coisa legias e lindas, hihi

    Beijocas,
    Giu
    http://chocolateliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela nova coluna, texto lindo.
    É sempre bopm trazer coisas novas para o blog!
    Adorei e estou cuirosa para saber o que vem na próxima coluna!!!
    beijos
    Brih
    http://meulivrorosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Pah, eu amei a nova coluna e o texto que você escolheu pra estreá-la!
    Acho que resume muito do que todas nós sentimos e só quem vive isso consegue entender!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. Lindo texto , adorei a nova coluna ! Quero mais ")

    ResponderExcluir
  9. Serio mesmo quando comecei a ler o texto pensei que era um menino,mas no decorre vir que era um livro,gostei do texto nele da para mostrar como nos sentimos em relação ao livro.

    ResponderExcluir
  10. OI Pah!

    Que texto! É verdade, blogueiro sempre passeia mto pela net e encontra cada coisa maravilhosa. Excelente coluna!

    Eu tb sou assim! Qm é amante da leitura geralmente tem todo esse carinho e cuidado. Só qm ama, entende, né.

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Que honra inaugurar essa coluna. *-*
    Assim como os outros espero que tenha sempre coisas legais e interessantes.
    Obrigada a você e a todos que leram e gostaram.
    (:

    ResponderExcluir
  13. ADOREI!!!!!
    É assim mesmo que acontece!!!

    Mto bom o texto... Parabéns, Gessy!!!

    E parabéns pra vc, Pah!!! Mtas felicidades e td de bom!!!!

    Beijos, Karina!!!
    Walking in Bookland

    ResponderExcluir
  14. Parabéns, Pah!
    Tudo de melhor para você!

    Meldels! Esse texto é certinho para minha paixão por livro, só não tem a parte que eu corro atras de dinheiro para compra-lo ;)

    ResponderExcluir
  15. Oii! Que texto lindo, adorei!
    Estou passando para conhecer o blog. :)
    Muito bom!!
    Bjss, bom fim de semana! \o/

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir