[Fuxico de Mulherzinha] Elas também estão nas livrarias


“Coluna especial para falarmos sobre nossos queridos romances de banca (livros de publicação simples, vendidos especificamente em bancas de jornal, voltados para o público feminino)”.

Olá galera, tudo bem? Ultimamente tenho recebido muitas perguntas sobre minhas leituras de banca, fiquei um tempinho sem postar na coluna específica desse gênero literário por causa da correria, e agora que estou com um pouco mais de tempo livre resolvi aproveitar as dúvidas de vocês e montar um novo post explicativo

Vocês já sabem o que é um romance de banca, certo? (Para que não viu, saiba mais Aqui). Já mostrei vários livros desse estilo para vocês e também já dei várias dicas de autoras, não é? Contudo, ainda existem dúvidas e muito preconceito sobre a qualidade desses romances, e enquanto pensava sobre os motivos dessa resistência me dei conta que, muitas pessoas não sabem a quantidade de autoras de “romances de banca” que possuem alguns de seus livros publicados também em formato de livraria. Assim, que tal conhecermos algumas delas para tentar deixar de lado o preconceito?

Quem gosta de romances repletos de ação e mistério com certeza já ouviu falar dos livros da Nora Roberts. A autora é reconhecida mundialmente pela qualidade de suas narrativas que sempre envolvem muito suspense, ação e uma boa dose de romance. Por aqui, em formato de livraria, suas obras são geralmente publicadas pelas editoras Harlequin e Bertrand. Um de seus grandes sucessos, recentemente lançados no Brasil é a Trilogia do Círculo, uma das primeiras aventuras da autora pelo mundo dos vampiros.


Desta forma, se você gosta e já leu alguns romances em formato de livraria dessa autora, porque não ler também os em formato de banca?


A autora possui inúmeros livros publicados por aqui em formato de banca, e a única diferença desses livros para os de publicação normal é o trabalho gráfico, a forma externa e de comercialização deles são diferentes, mas o conteúdo é o mesmo (Apesar de que ouve uma época que uma editora de romances de banca, já extinta, editava alguns textos). O fato é que, como acontece com qualquer autor, vamos ler ótimas obras da Nora Roberts, e outras medianas, entretanto, o que vai determinar a qualidade da mesma não é o formato de publicação, mas sim, a inspiração e a condução da narrativa pela autora.

Outra autora bem reconhecida por suas obras, tanto as de banca, como as de livraria é a Hannah Howell.Em formato de livraria, suas obras estão sendo publicadas pela editora Leya, sob o selo Lua de Papel. Quem gosta de romances históricos, sem dúvidas já leu ou tem em sua lista de desejos alguns dos livros dessa autora.


A Hannah Howell é especialista em romances históricos, e é nessa classe que suas obras são publicadas no estilo de banca. Dos romances de banca dela que li, me apaixonei por alguns, ao mesmo tempo em que de outros não gostei muito, exatamente como ocorre com seus livros de livraria. O fato, como já disse, não é a publicação, mas sim, a qualidade da escrita que tende a mudar de um livro para o outro.


Não conhece essas autoras? Bem, tenho outros exemplos. Gosta de romance contemporâneo ou adora um bom Chick Lit? Então com certeza você já leu ou viu por aí algum livro da Susan Wiggs ou algum da Carly Phillips. Pois bem, elas também já tiveram obras publicas em formato de banca.


E ainda, para as apaixonadas por romances intensos algumas autoras que também já se aventuraram pelo mundo das publicações de banca são as reconhecidas Linda Howard, Barbara Delinsky, Laura Lee Guhrke (que eu particularmente ADORO) e a talentosa e uma das minhas autoras preferidas, Nicole Jordan.
 

 

Não restam dúvidas de que estamos falando de grandes autoras e grandes obras, não concordam? Mas então vocês me perguntam - e sim, já recebi perguntas do tipo, o motivo pelo qual obras de alta qualidade dessas, e também de outras autoras não citadas, são publicadas apenas em formato de romance de banca, tendo em vista que elas teriam muito mais sucesso se fossem publicadas em formato de livraria. Bem, a resposta para isso é simples, nosso mercado editorial não comporta tantos lançamentos e quando esse tipo de livro começou a ser vendido por aqui visava apenas um publico - as mulheres que gostavam de histórias mais sensuais e adultas, além disso, o preço era acessível e o tamanho dos livros foi estrategicamente pensado para que se pudesse carregá-los na bolsa, desta forma, alguns anos atrás, na geração de nossas mães, por exemplo, os romances de banca eram febre entre as leitoras brasileiras, contudo, com os passar dos anos esse hábito se perdeu. Os motivos? Não sei, talvez pela falta de divulgação, ou pelas capas meio duvidosas que alguns livros desse gênero recebem, ou até mesmo pela queda do número de bancas em nosso país, independente do motivo, o fato é que estamos esquecendo que existem ótimas obras publicadas em formato de banca. Claro que encontramos nessa classe livros medianos - Em que classe literária não é assim? Mas também nos aventuraremos em ótimos romances. O centro da questão não se limita ao livro ser ou não de banca, por isso, vale a pena arriscar.
Entre em uma Sebo ou vá a uma banca e procure pelas obras das autoras citadas nesse post, ou até mesmo de outras que não comentei, não tenho dúvidas de que vocês irão se surpreender!

Dúvidas sobre romances de banca? Pergunte pelo formulário de contato do blog! (AQUI)

Até,


11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Não vou mentir mas eu tinha GRANDE Preconceito sobre, romances de Banca, não queria nem de presente!! Mas então vi um livro que me chamou a tenção e comprei e li... Adorei a historia, como não sabia como era romance de banca nem me ligue ate descobrir, que estava em forma de livro! Deste então ando a procura de mas desses romances de banca para ler!! OBS: Sabe que como descobri numa que era numa caixinha do correio por caso !! Amo a iniciativa, de ler romances de banca ... Meu Romance de é a Vidente - Hannah Howell Bjk gaby

    ResponderExcluir
  3. Pah, adorei seu post!
    É nítido quando vemos um que foi construído com atenção, carinho e preocupação. Parabéns, gêmea, arrasou!
    E concordo muito com você: há bons e maus livros em qualquer gênero, o formato de banca só realmente é mais barato.
    Vi vários ai que eu adoraria ler, e só não o fiz porque infelizmente não conseguimos ler tudo o que gostaríamos, né?
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho uma dúvida e queria que vc me ajudasse... Eu tenho esse livro da Nicole Jordan, aliás, gosto muito. Gostaria de saber se ela tem mais livros, pq nunca achei mais nada dela no Brasil.
    Se você puder me ajudar, ficarei feliz :)

    Bjkas

    ResponderExcluir
  5. Ótimo post, Pah! Não tenho preconceito, mas acho que por muitos serem 'apimentados' não leria, rs...
    Acho chato quando a pessoa nunca leu nada do tipo e já fica criticando...
    BEIJOS
    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  6. Oi flor,
    Tenho que confessa que antes, bem antes, eu tinha um certo preconceito com esses romances de banca, ai como sou uma pessoa que antes de tudo tenho que experimentar para dizer ago a respeito, comecei a ler e gostei, depois conheci seu blog e a cada indicação que vejo aqui fico gostando mais desses livros.
    Nessa sua listinha tem muitos que quero ler viu rs :)
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei esse post,acho que esse pessoas que tem preconceito tem que parar,sim as vezes eu concordo que as capas de bancas são muito como posso disser isso,não muito bonitas como seria uma edição de livraria,mas acho que o que importa mesmo e o conteúdo,a maiorias das autoras que a Pah citou como as suas favoritas são as minhas também elas são ótimas.

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro romances de bancas, é uma leitura leve e rápida devorava mais de 1 por dia.Agora tive que dar um tempo e mudar o foco da leitura mas continuo AMANDO!!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Eu não me incomodo com os livros de banca, mas tenho que concordar que as edições de livraria são bem mais caprichadas, sem falar que pouca gente curte esse tipo de leitura.
    Tem muito preconceito bobo.
    Engraçado que quando a edição é diferente, com uma capa mais bonita, maioria se interessa.

    Acho que ''conheço'' todas as autoras citadas (isso que dá ser leitora fiel do blog. rsrs).
    Quero ler vários desses aí. *-*

    Ótimo post.

    Beeijo

    ResponderExcluir
  10. Barbara e Nora são excelentes. Nunca li nada delas que não tenha gostado.
    No caso de Nora a Trilogia do Círculo têm seus melhores livros, mas não me importo de ler romances dela de banca não.
    A autora é mesma e quem conhece seu trabalho, sabe que vale a pena.
    Bjos,
    Cida
    http://www.moonlightbooks.net/

    ResponderExcluir
  11. Eu prefiro o delas de banca!
    hah
    beijos

    ResponderExcluir