"O Moderno e Fantástico mundo de Oz"

 

A simples menção do título ‘Oz’ nos faz recordar, quase que imediatamente, do conto The Wonderful Wizard of Oz do autor L. Frank Baum, que narra a aventura da pequena Dorothy pelo mundo fantástico de Oz. Sendo assim, é de se esperar que imaginemos que o filme Oz mágico e poderoso não passe de uma adaptação moderna dessa história clássica. Contudo, para a minha surpresa, nesse longa-metragem não nos reencontramos com Dorothy e seu cãozinho Totó; dessa vez é o mágico Oscar o responsável por livrar a terra de Oz do domínio abusivo da bruxa má, o que seria muito bonito se além de ilusionista, ele realmente fosse o tipo de pessoa que se preocupa com mais do que o seu próprio umbigo.
Focada na busca por semelhanças entre a história original e a adaptação da Disney, percebi que além de manter o enredo básico da trama, os roteiristas também apresentaram pequenas citações de elementos tradicionais do conto, como por exemplo, a aparição discreta de um leão, a pequena participação de homens de lata e espantalhos, e o forte vínculo criado por Oscar e seu mais novo amigo Finley, o ‘macaco alado’. Tais elementos são suficientes para dar ao filme o que a história de L. Frank Baum tem de melhor, o espírito de amizade e de companheirismo, além de um bem vindo clima de ação e aventura. 

Mesclando tradição com originalidade em ‘Oz mágico e poderoso’ somos assaltados pelo show de atuação do elenco principal: James Franco encantou, conquistou e emocionou com sua personalidade malandra e bem-humorada; as três bruxas do elenco incorporaram tão bem o papel que facilmente nos deixamos enganar por elas, sem contar que são tão belas, que sem verrugas e vassouras voadoras fica difícil lembrar que elas são bruxas. Além disso, ainda temos personagens secundários adoráveis, como é o caso de Finley e a bonequinha de porcelana; uma mensagem clichê, porém positiva que divaga sobre a bondade nata de cada pessoa; e claro, efeitos especiais incríveis, só o cenário ilustrado já enche os olhos do telespectador de tal forma que é impossível não gostar da adaptação. E esse é de fato o cume da trama, seus efeitos nos transportam totalmente para Oz, não importa se o longa-metragem segue ou não o roteiro original, se fez adaptações ou deu ênfase para outros aspectos da trama, o que importa é que, moderna ou não, ela traduz exatamente o encanto da fantástica terra de Oz, levando-nos junto com Oscar a abandonar um mundo nebuloso e sem cor, para mergulharmos de cabeça em uma terra de encantos, magia e beleza.

  
 
 
 
  

O que fica então é a capacidade do filme de transmitir a grandiosidade desse mundo de fantasia; é claro que a originalidade do roteiro conta muito para a qualidade do longa, entretanto é a aptidão de ilustrar tão bem a fábula própria do mundo de Oz que o torna digno de elogios. Pode não ser o melhor filme de fantasia do ano, contudo, foi suficiente bom para aquela que vos escreve. Confesso que ri, me emocionei e me encantei com tantos efeitos, saí do cinema como uma criança que acabou de ganhar um doce, com um sorriso de orelha a orelha.



Elenco: James Franco, Mila Kunis, Rachel Weisz, Michelle Williams, Zach Braff, Abigail Spencer, Joey King, Martin Klebba, Ted Raimi, Bill Cobbs, Tony Cox, Toni Wynne, Tim Holmes, Ron Causey, Dennis Kleinsmith, Keith Schloemp, Wayne Brinston, Mark S. Kerr, Jon Overgaauw, Phillip Huber, Arnold Agee, Talia Akiva, Kellerina Bacon, Ron Baratono, Grady Chambless, Will Clarke Michael Dault, Mike Estes, Carly Francavilla, Julie Gershenson, Kevin Hall, Stephen R. Hart, Nate Hatton, Ron Heisler, Gene Jones, Suzanne Keilly, Jessica Nichole Lach, Kef Lee, Linda Linsley, Rebecca Mccarthy, Oz Noori, Heather Park, Jessica Petrik, Deborah Puette, Sherzad Sinjari, NikkiSmith, Eric AdamSwenson

Duração: 132 min.
Ano: 2013
Gênero: Aventura; Fantasia.
Classificação: 4/5
Oscar Diggs (James Franco) trabalha como mágico em um circo itinerante, é bastante egoísta, mas é seu envolvimento com mulheres que o acaba levando para uma mágica aventura na Terra de Oz. Chegando lá, ele conhece a bruxa Theodora (Mila Kunis), que o apresentar para a irmã Evanora (Rachel Weisz). Acreditando que estaria fazendo um bem para a população local, ele decide enfrentar a bruxa Glinda (Michelle Williams), mas descobre que ela lembra um amor do passado e seu comportamento em nada se assemelha ao de alguém realmente malvado. Dividido entre saber quem é do bem e quem é do mau, Oscar se depara com um lugar rico em belezas, cheio de riquezas, estranhas criaturas e também mistérios. Vivendo este conflito, o ilusionista vai usar sua criatividade para salvar o tranquilo povo de Oz das garras de um poderoso inimigo. Para isso, contará com a inusitada ajuda de Finley, o macaco alado, e uma menina de porcelana.


6 comentários:

  1. Eu pretendo vê o filme. É o que eu mais tenho vontade de conferir no momento.
    Esse universo de fantasia e tão magico que encanta a gente.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  2. Oi gêmea!
    Eu quero muito assistir ao filme, parece incrível! E realmente, eu pensei que era uma adaptação do clássico, e não a história do mágico em si!
    Me lembrei, inclusive, da peça da Broadway, Wizard, que conta a história de uma das bruxas!
    Incrível como um reino mágico como esse pode despertar tantas histórias paralelas ligadas a ele, de maneira a deixá-lo ainda mais rico!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Será que o filme não poderia ser tipo um prólogo do clássico Mágico de Oz.. no sentido do que aconteceu antes de Dorothi ir parar lá? Ainda não vi o filme, mas quando vi o trailer pensei nessa possibilidade. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  4. apesar de não ter tanta informação, já esperava que o filme não fosse um reconto
    quero muito assistir, adorava a Dorothy ;~~

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei o filme! Achei bacana ser a história do mágico e não uma releitura do O mágico de Oz, pois o original é um clássico e não gostaria que "estragassem", haha.
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  6. Pensei que o filme iria recontar o clássico, ai fiquei na dúvida de assistir ou não. Mas sabendo que não é isso, fiquei curiosa pra assistir essa nova versão.

    BEIJOS

    ResponderExcluir