[Fuxicando sobre Romance de Época: Desafio de Janeiro] Jane Eyre – Charlote Brontë

Jane Eyre narra, além de uma comovente história de amor, a saga de uma jovem em busca de uma vida mais rica do que a sociedade inglesa do século XIX tradicionalmente permitia às mulheres. Publicado originalmente em 1847, o primeiro romance de Charlotte Brontë inspirou adaptações para o cinema e a televisão. Esta edição de bolso inclui prefácio de Heloisa Seixas. 
Clássico Histórico|| 528 Páginas||  Skoob || Compare & Compre || Classificação 5/5
O quão surpreendente e emocionante um livro pode ser? Com que destreza uma história de ficção pode descrever a dor da perda, a angústia gerada pela solidão, o anseio nato de cada indivíduo em ser aceito e amado, e a fé que guia e fortalece o ser humano diante das dificuldades? Quais méritos você daria a uma obra clássica (facilmente considerada por muitos como ultrapassada e antiquada) que aborda temas fortes a respeito da moral humana sem nunca deixar de lado o romantismo? Jane Eyre é a prova viva da força singular existente por trás de cada palavra, da grandiosidade daqueles que conseguem ilustrar até mesmo os sentimentos mais confusos. O fato é que, ainda que um tanto descritivo e abundante em detalhes típicos da sociedade inglesa do século XIX, o livro surpreende por não ser cansativo ou extremamente irreal, por descrever um amor compatível com qualquer cenário – seja ele de época, contemporâneo, ou futurista –, por dar vida a um amor palpável e verdadeiro ao ponto de fazer o leitor experimentá-lo, vivê-lo como se ele próprio fosse a fonte que alimenta e guia tal emoção.
Você tem frio, porque está sozinha. Nada toca o fogo que tem dentro de si. Está doente, porque os melhores sentimentos, os mais nobres e os mais doces que podem ser dedicados a um homem, são mantidos longe de você. E é tola, porque por mais que sofra, nada faz para que ele se aproxime, nem dá um passo para ir a seu encontro.

A obra em questão é escrita como se nossa protagonista, Jane Eyre, a estivesse narrando no ápice de sua vida adulta, característica que dá para a história um ar sábio de memórias de vida. Sendo assim a trama começa com uma Jane ainda pequena, órfã que sofre nas mãos daqueles que possuem a obrigação moral de mantê-la viva. Por ser considerada uma hóspede indesejada na casa de seu falecido tio a Srtª Eyre é punida e julgada como uma adulta, guardando em seu coração infantil tortuosas lembranças e mágoas, tornando-se assim uma criança quieta, observadora, e necessitada de carinho e afeto, mas orgulhosa demais para implorar por benevolência. Nesse ponto é impossível não nos emocionarmos com tamanha dor e injustiça, torcendo com afinco para que Jane encontre em outro lugar a possibilidade de um abraço amoroso, de uma palavra de carinho, e de fazer parte de uma família que a receba de braços abertos. E, com a chama da esperança acesa, nos deixamos alegrar quando Jane recebe a oportunidade de ir para um colégio interno, uma instituição de caridade que cuida de meninas órfãs.
Nesse novo ambiente sofremos as angústias de nossa jovem protagonista (com pouco mais de dez anos) que é recebida com frieza por alguns, que passa fome, frio, e é castigada e insultada em inúmeros momentos, mas também nos regozijamos com os bons anjos que aparecem na vida dessa pequena, com as infinitas possibilidades que esse colégio e suas leis rigorosas dão a jovem, e com a perspectiva de um novo futuro que bate em sua porta. Nesse ponto, com um salto de oito anos, somos apresentados a uma nova Jane, a uma moça culta, calma e talentosa, que está mais do que pronta para sair pelo mundo, para construir uma nova vida. Vida essa cheia de dor, solidão e medos, mas também repleta de amor, bondade e bênçãos.
Cada fase da vida de Jane assalta o leitor com um misto de emoções: raiva, pena, dor, compaixão. É tudo tão forte e intenso que é impossível não sentir na pele as aflições descritas. Sendo assim, eu me deixei levar completamente pela história, me emocionando com a Srtª Eyre, chorando por sua dor, rindo com suas pequenas descobertas, e agradecendo pelas graças que ela recebeu ao longo de sua vida. Junto com ela eu me espantei, me apaixonei, sofri por amar o impossível, e lutei para não abandonar minhas convicções. E, ah, como isso é contagiante e inexplicável, como é agradável viver as palavras lidas! Ainda mais quando compartilhamos a história de vida de uma personagem tão rica em fé, bondade, amor, e força.
E o que falar da escrita da autora? Fui surpreendida do início ao fim, em nenhum ponto julguei a trama clichê ou previsível, e nunca que imaginaria seu bom humor, seu teor místico, sua abordagem tão cristã, ou até mesmo sua alta dosagem de romantismo.  Foi, realmente, uma leitura surpreendente, que me cativou do início ao fim, que me emocionou e deixou meu coração em pedaços. Culpo completamente o talento da autora em criar um casal tão impróprio e tão inimaginável, mas ainda assim perfeito. E tenho que dizer, – que mocinho mais petulante! Ele ousou me enganar em tantos momentos, me pregou tantas peças e, mesmo assim, fiquei presa em seu olhar amoroso e em seu desejo de escrever seu próprio destino.
Perfeito, tocante, marcante, sem dúvida um dos melhores livros que já li! Definitivamente eu comecei o desafio de romances de época com o pé direito. 



Mas, conte-nos, e vocês, o que escolheram para ler esse mês?  

Beijos,





Participe Aqui

42 comentários:

  1. Me encantei com cada palavra da resenha..ainda não tive oportunidade de ler esse livro..mas com certeza tá no top da minha lista de comprinhas :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Achei ótima a escolha pra iniciar o desafio de romances de época. A maneira descritiva que você realizou a resenha, é de deixar qualquer um apaixonado por Jane Eyre. É a primeira vez que leio algo a respeito do livro, que já esta automaticamente na minha wish list *---*

    Beijoos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que resenha deliciosa! Nunca tive a oportunidade de ler o livro, mas já assisti ao filme e achei que a história é bastante linda. Se o filme me conquistou, o que posso esperar do livro? Agora estou com aquela vontade boa de ter o livro em minhas mãos o mais rápido possível. E olha que não gosto de romances de época!

    ResponderExcluir
  4. Nossa esse livro deve ser realmente ótimo e muito intenso. Gosto e clássicos, acho que eles retratam o amor e as relações de uma forma belíssima. Sempre quis ler algo da autora, sua resenha me inspirou a isso:)

    ResponderExcluir
  5. Oi Pah!
    Jane Eyre é lindo! Simplesmente perfeito. Quando eu li foi amor ao fim do primeiro capitulo, apesar de ser um clássico não era cansativo e o contexto descrito por Brontë sobre a quebra de ideais da era Vitoriana e a emancipação da mulher. Não tem como não gostar.
    Jane Eyre com certeza é um dos meus livros preferidos. Acabando de ler sua resenha já coça os dedos para fazer novamente uma leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Pah!
    Gosto muito de livros com esse estilo, mas não sei porque ainda não li Jane Eyre... Com sua resenha fiquei muito curiosa, parece ser uma estória tocante e muito envolvente.
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Pela sua resenha parece ser um livro ótimo, embora não curte muito romances de época, quem sabe não dou uma chance para esse...

    ResponderExcluir
  8. Mesmo não gostando de livros de época, me deu vontade de ler esse, acho que ele vai ser a minha próxima leitura.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o romance e mais uma vez o Livros e Fuxicos me mostrou um livro novo que tenho certeza que adorar!!
    A historia parece cativante, cheio de surpresas com um mocinho abusado ;)
    Amo romances históricos e fiquei bem curiosa!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Acho que por ser um clássico, nunca havia lido uma resenha de Jane Eyre, mas a sua ficou maravilhosa. Confesso que raramente dou atenção aos clássicos, mas depois de ler sua resenha, adicionei Jane Eyre na lista de clássicos que preciso ler.
    O único desafio que estou participando é o do Tigre e o de Janeiro foi ler um livro que estava na estante há um tempo. Escolhi Menina Morta-Viva que estava há mais de dois anos esperando para ser lido.

    Beijão
    Sun Rises Here

    ResponderExcluir
  11. Gostei. Acho que vou dar mais uma procurada sobre ele.
    Não li muitos livros históricos, tenho que variar minha leitura

    ResponderExcluir
  12. Achei a capa bem bonita, gosto bastante de toque antigos em livros, e romances de época vem me conquistando a cada dia!

    ResponderExcluir
  13. Adoro romances de época e ainda não conhecia este! Fiquei bastante interessada, parece ser uma estória muito emocionante e cativante, adoro livros que despertam no leitor muitas emoções e passamos a sentir o que é descrito pela personagem! Fiquei curiosa para conhecer essa obra, parece ser muito boa e acho que a incluirei em minha lista!
    Bom, este mês li bastante, atualmente estou lendo Luz da minha vida, de Glaucia Santos, estou quase terminando e gostando muito, é um romance também e uma estória linda, muito emocionante!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ah, Pah, queria tanto participar... mas tenho que me organizar para ver se tenho condição de ler o que está sendo proposto snif, snif.... pode entrar mesmo a partir de outro mês?
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Nunca li esse livro , não sou muito fã desse gênero, mas a sua resenha com certeza foi um incentivo para que eu queira ler esse livro , ficou muito bem escrita *-*
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  16. Não tinha visto ainda esse livro mas me encantei, a história parece ser muito linda, minha lista de livros já esta enorme mas sempre cabe mais um e esse com certeza já esta em minha lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. O livro deve ser mesmo maravilhoso para ser favorito. Tenho paixão por romances de época, principalmente quando acontece na Inglaterra <3 a descrição dos cenários e personagens é incrível e a escrita da autora parece ser fluida e envolvente.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  18. Gente muito lindo... Tenho que me iniciar nos romances de época e parece que agora já tenho um escolhido...

    ResponderExcluir
  19. Gente muito lindo... Tenho que me iniciar nos romances de época e parece que agora já tenho um escolhido...

    ResponderExcluir
  20. Jane Eyre parece ser um livro muito lindo e eu ainda quero lê-lo. Lembro que na minha aula de inglês eu fiz uma apresentação sobre a leitura desse livro (só que era a versão condensada em inglês) mas enfim, achei a história muito bonita, fico imaginando ela e todos os detalhes que a autora deve ter escrito. E a sua resenha só me deixou com mais vontade de ler essa obra.

    ResponderExcluir
  21. ai que lindo esse livro hein?!
    Então... meu Deus parece que janeiro não teve dias suficientes, foi tudo tão corrido, vou ver se em fevereiro consigo fazer 2 leituras pra colocar em dia...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  22. Oi, Pah! Nossa, a história parece encantadora, acho bem interessante livros de romances de época, tem um encanto e uma paixão a mais, e vejo que esse não é um simples romance, é uma especie de diário da protagonista, que não teve uma vida nada fácil, mas acredito que com um final feliz, como você ressaltou mais a vida dela menor, fiquei com curiosidade de saber o desenrolar ao final. Posto em minha listinha. Beijos mil.

    ResponderExcluir
  23. Essa autora realmente parece ser muito boa! Vou procurar ler esse livro, você sabe se existem outros Pah ?
    Adoro quando a narrativa consegue te transportar para outro mundo, para dentro da personagem, fazendo você sentir todas as emoções com ela. E aparentemente esse livro é assim. O melhor ainda é fugir dos clichês, fiquei super curiosa para saber porque esse casal é tão inusitado.
    Amei a sua resenha, acho que conseguiu passar bem isso (aliás, sempre né rs)

    ResponderExcluir
  24. Ameiii sua resenha . Vc descreve tudo perfeitamente , se entrega a leitura e sai dela revigorada , e com novos conhecimentos pelo que notei . Eu como todos sabem amo romance de época , porque pode até parecer clichê , mas é diferente de qualquer leitura , diferente desses romances juvenil . Gostei , vou ler esse livro com certeza :)

    ResponderExcluir
  25. Oi Pah!
    Adorei a resenha, , estou muito curiosa agora pra saber o que ocorre no final desse livro, pra descobrir quem é esse mocinho :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Pah, sou louca para ler esse livro e sua resenha só atiçou mais fogo em minha ansiedade. Parabéns, você sabe construir um texto cativante e instigante.

    ResponderExcluir
  27. eu sempre adorei historia, mas sempre me foquei mas em romances sobrenaturais, li a resenha e estou curiosa para ler esse livro claro que nao vai ser o meu primeiro romance historico quem nunca leu orgulho e preconceito

    ResponderExcluir
  28. Jane Eyre é tão perfeito! Tudo bem que sou suspeita pra falar, como fã número 1 da autora, mas eu sou incapaz de citar um defeitinho que seja nesse livro. Começou com o pé direito mesmo!

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Pela sua resenha parece ser um livro ótimo, e embora eu não curte muito romance de época, acho que vou dar uma chance para este!!

    ResponderExcluir
  30. Eu amei sua resenha deste livro... O que podemos dizer, não é??? As irmãs Bronte são um espetáculo em seus livros, suas escritas em geral. Ainda não li este livro, mas lerei com certeza!!!!

    ResponderExcluir
  31. WOW! Comecei a ler o terceiro livro de O Diário da Princesa (ganhei a coleção do meu tio, é muito amor s2s2s2), e to justamente na parte em que a Mia, a princesa, lê Jane Eyre.
    Poxa, é só coincidência? Ou o destino tá me falando pra ler também? kkkk.
    Fiquei bem mais curiosa com a resenha, e pode apostar que esse livro já tá na lista de desejos.
    E acho que não dá pra responder a perguntinha do final do post, rs, porque já comecei o ano lendo que nem doida kkkk.

    ResponderExcluir
  32. Oi Paola!
    Esse livro é dos que tenho muita vontade de ler, mas sempre deixo para depois porque só encontro o livro em edição econômica e aquelas letras em tamanho pequeno me incomodam muito. Só que depois da sua resenha decidi que o livro vale a pena, então será uma das minhas próximas compras! :)

    Beijos,

    Rafa{Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  33. Geeeeeeeeeeeeente! O que dizer depois de uma resenha maravilhosa como essa. Só tenho como correr para a livraria para conferir essa lindeza. Depois de ter entrado para a sua lista de melhores leituras eu não posso deixar de conferir. Tenho certeza que vou chorar, só de ler a resenha já fiquei sensibilizada com a situação de Jane por ser tão indesejada na casa do tio, coitada gente, ela era só uma criança. E depois quando ela pensa que vai melhor, sofre novamente no colégio, é muita coisa ruim acontecendo na vida de uma pessoa. Mas quero muito conhecer esses anjos que entraram na vida dela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Oii Pah!
    Esse livro tá na minha lista de leitura há um bom tempo. Vou tentar encaixar para lê-lo em Abril.
    Tenho muita vontade de ler. A historia parece ler encantadora *.*
    Esse mês eu escolhi para ler "Persuasão" e AMEI o livro :D

    Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Nossa Pah, essa foi uma resenha de tirar o fôlego. Fico feliz que você tenha escolhido um ótimo livro para começar o desafio! Uma amiga minha também o leu para nosso desafio de janeiro e também disse ter amado demais. Vocês duas aguçaram demais a minha curiosidade.. kk já vou por na minha listinha. Valeu a dica. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  36. pobre Jane! fiquei com pena dela sem nem ler o livro ainda...
    parece ser um livro lindo mesmo. pela sua resenha, deu para perceber que a autora conseguiu fazer sair das páginas todos esses sentimentos...
    nunca li nada da autora, mas fiquei curiosa e quero ler este!

    ResponderExcluir
  37. Confesso que não tenho muita vontade de ler Jane Eyre. Sei que parece ser um ótimo livro, mas eu não me sinto preparada para entrar nesse universo clássico.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  38. Jane Eyre é meu clássico favorito!
    também fiz resenha www.tracoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Jane Eyre é meu clássico favorito, pois apesar de tudo que viveu Jane aprendeu a guardar sua parte voluntariosa e a seguir como todos queriam que ela fosse, mas no fundo ainda sentia tudo aquilo num misto de emoções. Adorei a resenha !

    ResponderExcluir
  40. Ai parece ótimo... Eu estou querendo ler o livro da Emily Brontë, mas saber que esse da Charlotte é tão envolvente me motiva a lê-lo também. Sou apaixonada por romances de época, não estou participando do desafio, mas pretendo ler mais clássicos esse ano.
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  41. O livro parece ótimo, para esse mês li O Morro dos ventos uivantes, mas não me animei a fazer a resenha :(
    bjos
    Pah - dicalivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  42. Adoro a imensa capacidade que você tem de transmitir tanta emoção à sua resenha, e assim nos fazer querer ler um livro quase que imediatamente. Se já queria ler o livro antes, a vontade só aumentou depois d ler a resenha.

    ResponderExcluir