outubro 14, 2016

[Dica] Os Espelhos – George Luiz Araújo de Lemos

Olá, galera! Como vocês estão? Hoje vamos conversar um pouco
mais sobre o livro Os Espelhos. Um drama nacional que nos faz refletir sobre
inseguranças, erros e recomeços. Vêm conferir:
Ou veja direto no Youtube: aqui.

Não esqueçam de se cadastrar no canal do blog no
YouTube e/ou dar um curtir se você gostou do vídeo.
Beijos,



Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

11 Comentários

  • Lara Cardoso
    27 outubro, 2016

    Quando li a sinopse desse livro fiquei surpresa porque não entrega nada, mas me parecia ser um tipo de livro no qual eu não leria, vendo seu vídeo minhas suspeitas foram confirmadas.

  • Eduarda Rozemberg
    24 outubro, 2016

    Gente do céu, eu não fazia ideia de que esse livro tinha o tema suicidio, fiquem bem surpresa. Antes eu não tinha interesse, mas agora eu tenho. Gosto muito de livros que me fazem pensar ao fim da leitura, e esse parece ser o livro certo pra isso.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

  • Micheli Pegoraro
    21 outubro, 2016

    Que livro incrível Pah!
    AMO um bom drama, então adorei essa dica de leitura. Adoro livros com histórias repletas de reflexão e ensinamentos, e essa trama onde podemos acompanhar a jornada de autoconhecimento do protagonista, através de suas inseguranças, perdas e principalmente recomeços, parece se o tipo de leitura que estou precisando ler no momento.
    Beijos

  • Luciana Campos
    18 outubro, 2016

    Oi, Pah!
    Concordo com você sobre a capa, se a visse sem saber nada sobre o livro não daria a mínima atenção. Achei que o tema já não é mais tão considerando um tabu quando tratado em livros, mas ainda assim é muito importante de ser discutido. Também achei interessante não focar só no agora do personagem, mas mostrar o caminho que o levou a tomar essa decisão. Tem muito jeito de ser um livro que realmente nos toque profundamente.

  • Adriana Holanda Tavares
    17 outubro, 2016

    Oi Paolah, eu estava um pouco sumida por conta de probleminhas de saúde na família, daí tirei uns dias pra ver como anda o blog! sobre esse livro achei a capa linda, ao contrário de você. Gostei da resenha, falar que com o passar do tempo ficamos calejados isso faz com que nos aproxime do livro, isso é bem legal! Gostei de saber que tem memórias pelo livro, e o assunto suicídio me deixa muito envolvida!

  • Leticia Golz
    16 outubro, 2016

    Oi, Pah
    Que coisa doida, ele entrar dentro dele mesmo. Mas adorei! Gosto quando os personagens passam por todos esses processos construtivos.
    De início a capa nao chama muita atenção, mas se você achou a leitura proveitosa, acho que leria sim.

  • RUDYNALVA
    16 outubro, 2016

    Oi Pah!
    Muito bom poder conhecer mais um autor nacional.
    Difícil ver livros que falem sobre dramas adultos, gostei de ver.
    Achei bem bacana também mostrar a vida do protagonista desde a infância para que possamos entender melhor porque se tornou em um adulto tão solitário.
    Deve ser um livro bem introspectivo e que nos traz reflexões pessoais.
    E ver um processo de cura em um protagonista adulto deve ser maravilhoso!
    Fiquei bem curiosa.
    Parabéns pela resenha Pah!
    cheirinhos
    Rudy

  • Theresa Cavalcanti
    16 outubro, 2016

    Não conhecia esse livro, parece ser bem interessante. Fiquei com vontade de ler.

  • leidyane bispo
    15 outubro, 2016

    Reflexões sobre como você se tornou o que é hoje! Acho um tema bem pesado e necessário, posso estar errada, mas não indicaria esse livro para quem está na "bad". O engraçado é que no ritmo que levamos a vida, deixamos passar pessoas importantes, deixamos de fazer coisas que nos agradam e por mais cômico/trágico que seja no fim reclamamos que a vida não está boa e não sabemos porque tudo chegou a esse ponto. Não sabemos mesmo???
    Gostei bastante do vídeo. Parabéns!

  • Ilana Rafaely
    15 outubro, 2016

    Nunca que pela capa ou titulo eu pensaria que o livro falaria de suicídio. Também acho que não iria gostar tanto da primeira parte mas essa viagem interior ''mágica'' da segunda parte parece ser bem legal. Gostei muito de como o autor descreveu que como uma mágoa se transforma numa muralha impedindo que ela conheça gente nova, por exemplo. Já adicionei na minha lista do skoob e espero que um dia eu tenha oportunidade de poder ler Os espelhos

  • Anna Mendes
    14 outubro, 2016

    Oi Paola!
    Eu não conhecia este livro, mas fiquei muito curiosa pela leitura. Gostei bastante dos temas que o autor aborda no livro e espero ter a oportunidade de lê-lo e conhecer mais a história 🙂
    Bjos!