Resenha: Mundo das Sombras - Vampiro Secreto - L. J. Smith


Olá *-*

Hoje vim falar um pouquinho do livro que li nesse fim de semana, Vampiro Secreto, o primeiro volume da série Mundo das Sombras, da autora L. J. Smith. Essa série conta com 9 livros já publicados nos EUA e com um último livro que segundo a autora, deverá ser publicado em 2012. É importante salientar que todos esses livros contam histórias de amor ligadas ao Mundo das Sombras, mas não são histórias que seguem um fluxo contínuo, ou seja, cada livro tem uma história particular, não são continuações.


Como característico da autora L. J. Smith, esse livro possui poucas páginas, seguindo o estilo tradicional da série Diários do Vampiro. Além da quantidade de páginas, existem outras pequenas semelhanças entre as duas séries, mas nada que faça com que o livro Vampiro Secreto perca suas próprias características.
A base da história desse livro está relacionada com a ligação existente entre dois mundos, o mundo dos humanos e o Mundo das Sombras que abriga vampiros, bruxas, lobisomens, entre outros seres sobrenaturais, sendo que todos eles, quando convivem com os humanos devem seguir duas regras básicas, não revelar a existência do Mundo das Sombras e nunca se apaixonar por um humano.
Sob este contexto, surge nossa primeira história de amor, a paixão existente entre Poppy e seu amigo vampiro James – o Vampiro Secreto. Eles são amigos desde a infância, e ambos sabem que sentem algo forte um pelo outro, mas esse sentimento só vem à tona quando a vida de Poppy está em risco. Nas férias de verão ela descobre que possui um tipo raro de câncer, que causa dores muito fortes e pequenas possibilidades de cura. James está disposto a infringir as regras do Mundo das Sombras para salvar Poppy, mas essa escolha os colocará em uma situação de grande perigo.
Assim, o livro gira em torno do que já sabemos, da doença de Poppy, das revelações de James, da possível escolha que ambos vão tomar e das consequências que essas escolhas irão acarretar. Tudo é muito previsível, só de ler a capa e a contra capa do livro já se sabe boa parte da história, falta detalhes na narrativa, mais elementos sobre o tão fascinante Mundo das Sombras. Quando estava lendo o livro eu pensava – Ah, eu queria mais...Mais detalhes...Mais ação...A história não pode ser só isso. Por sorte, quando cheguei ao final da história aconteceu algo que me surpreendeu, eu não esperava esse final.
Isso me deu esperanças, minha opinião sobre o livro mudou, eu gostei do que aconteceu e como eu sabia que o Mundo das Sombras é uma série, eu muito ingênua pensei - Ah, a autora quis reservar detalhes para os próximos livros, agora a gente vai acompanhar uma nova fase na vida de James e Poppy. Que Legal...
Ah tá... Felicidade de pobre dura pouco, hauahuahau – Como já citei os livros desta série não representam a continuação de uma única história, o fim do livro Vampiro Secreto foi realmente o fim da história de James e Poppy, e a sensação que tenho é que faltou algo, queria mais. É como se o livro fosse um resumo de uma história bem maior, o enredo da história é tão fascinante, por isso acredito que teria espaço para mais elementos e suspense.
Mesmo assim o livro é Bom, a leitura é rápida (eu li o livro em praticamente um dia), os personagens são divertidos, e a história é repleta de um sentimento de esperança, ambos os lados (James e Poppy) torcem por um final feliz, até mesmo em situações em que esta possibilidade é remota. Outra coisa que gostei foi o laço criado pelos dois personagens principais, o amor deles é muito bonito.
“Eu te disse: não se ama alguém pela aparência, as roupas ou o carro. Ama-se porque ela canta uma música que ninguém pode entender, a não ser você.” (Pág. 169)
Levando em conta os prós e os contras, considero o livro no nível médio, sendo que, em uma escala de 5, atribuiria a ele a nota 3. O que, para mim, significa que é uma leitura interessante para aqueles que gostam desse gênero literário e que também, é válido acompanhar os próximos volumes da série, porque quando o assunto é leitura, o importante é arriscar, e eu arrisco nessa série. Quem sabe não me surpreendo novamente com o final dessa história?!

Beijokas

Pah

* Achei válido colocar um trechinho do livro que me fez rir muito:

- [...] ainda não aprovo os vampiros, mas me ocorreu que talvez eles não sejam de todo ruins, como parecem. Quero dizer, os vampiros não ameaçam sua comida de um jeito pior do que fazem os humanos. Quando penso no que fazemos com as vacas... Pelo menos eles não criam humanos em currais.
– Eu não apostaria nisso...

;D

2 comentários:

  1. Oi o/

    Sabe, acho que sou uma das poucas que não gosta muito dos livros de L. J. Smith -sem apedrejamentos por favor =P rs -mesmo tendo gostado muito da serie de Tv inspirada no livro dela. Acho que por que mudaram muitas coisas que tinha me incomodado como a personalidade da principal...
    Mesmo assim esse livro parece interessante. Um daqueles pra se ler em uma tarde mesmo né? Pra distrair...^^

    Ótima resenha, viu? :D

    Ps: já vi lá na página de parceiros. Obrigada ^^

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  2. Eu comprei esse livro a pouco tempo, e logo logo terei minha opinião sobre ele tb.
    bjos
    p.s. o blog está cada vez mais legal!!!

    ResponderExcluir