maio 20, 2011

Resenha Book Tour: Fora da Lei – Nora Roberts

Nora Roberts
Editora: Harlequin Books
Número de páginas: 320
Encadernação:Brochura
Ano Edição: 2011

Sinopse: Jake Redman possuía mais do que o sangue selvagem do Arizona correndo em suas veias, enquanto Sarah Conway era uma verdadeira dama do Leste determinada a tornar Lone Bluff seu lar… Ainda que bancar o anjo da guarda de Sarah não agradasse Jake, tinha de admitir que até estava gostando da tarefa… Pois apesar de sua aparência inocente, o coração dela era o de uma pioneira de verdade, pronta para conquistar novos territórios no Velho Oeste.”
Fora da Lei é um romance que se passa em meados do século XIX, em Lone Bluff, uma região marcada pela guerra territorial entre o governo americano e os índios nativos, e que ainda está aprendendo a se acostumar com as consequências dessa batalha, como a miscigenação e o baixo desenvolvimento encômio da região. A trama nos lembra estórias de faroeste, tanto pelo cenário: região seca, de sol forte, com casas em campos abertos e distantes do comércio, com os “salons” (“Casa para homens”, os cabarés), os bares de porta vai-e-vem, as charretes, as pensões, tanto quanto pelos personagens: os “pistoleiros”, as mulheres do cabaré, o xerife, e as donzelas com seus espartilhos e vestidos rodados.
O livro conta a estória de Sarah, uma jovem determinada e de bom coração, que desde a morte de sua mãe foi criada em uma escola de freiras, localizada em uma região economicamente mais desenvolvida do que Lone Bluff, a cidade em que seu pai vive.  Mesmo afastados, pai e filha se comunicavam por cartas, e ela não via à hora de completar idade suficiente para deixar o colégio e ir morar com ele, por isso, quando este momento finalmente chega, ela não pensa duas vezes para fazer as malas e ir para Lone Bluff. Contudo, no longo trajeto até a cidade do seu pai, a condução em que Sarah se encontra é atacada por índios, e no meio de uma pequena batalha, Sarah e seus companheiros de lotação são salvos por Jake Redman, um temido e conhecido “pistoleiro” (*no sentido de indivíduos pagos para matar) da região. Claro que Sarah se encanta pela coragem de Jake, mas ele não faz o gênero de herói que salva donzelas em perigo, Jake não demonstra suas emoções, e para quem não o conhece ele é simplesmente um homem frio, que não se incomoda em matar. Ele logo repele Sarah, que não demora muito para desfazer a imagem de herói que havia criado dele. Quando eles chegam à cidade, Sarah recebe notícias que a abalam, e Jake, mesmo contrariado, se vê responsável em ajudar a moça. O que ele não percebe é que, no momento em que decide ajudar Sarah ele toma uma decisão que o transforma interiormente, antes disso ele não se envolvia com as pessoas, com seus problemas, contudo, ao assumir que se preocupa com Sarah, acaba deixando transparecer e florescer sentimentos com os quais ele não estava acostumado.
“[…] mesmo se aquela mulher fosse diferente. E de algum modo ela era. Isso era o que mais o aborrecia. Jake sempre fora capaz de compreender as pessoas. E esse talento o ajudara a se manter vivo por todos esses anos. Mas não conseguia compreender Sarah Conway, o que havia nela que o fazia querer ter certeza de que estava segura. Talvez estivesse ficando com o coração mais mole… mas não gostava dessa possibilidade”.
Assim, a preocupação de Jake com Sarah faz com que eles se envolvam emocionalmente, mas a relação dos dois é conturbada, eles são muito diferentes, e não se aceitam completamente, sendo que, além de não aceitarem o amor que sentem um pelo outro, eles também lutam contra esse sentimento.
“Como beijá-la até deixá-la sem fôlego […] Ela devia ter lhe dado uma bofetada […] Na próxima vez… Não haveria próxima vez, assegurou Sarah a si mesma. Se Jake Redman ousasse tocá-la de novo, ela… ela… se derreteria como manteiga, admitiu. Ah, ela o odiava por fazê-la desejar que a tocasse novamente”.
“Jake nuca pensara muito sobre um lar para si mesmo, mas se tivesse pensado, seria exatamente daquele jeito. Uma mulher em um vestido bonito, cantarolando diante do fogão, o aroma de comida saborosa enchendo o ar. Um homem faria quase qualquer coisa se soubesse que a mulher certa estava esperando por ele. Então Sarah se virou. E bastou um olhar para o rosto dela, a elegância inata, para lembrá-lo de que um homem como ele não tinha uma mulher como ela esperando por ele”.
Será que eles vão ser capazes de superar as barreiras desse amor? Para descobrir, só lendo! O que posso dizer é que esse livro simplesmente me encantou! A estória conta com uma dinâmica envolvente, de leitura direta, fácil, cativante, como os personagens.  E o romance de Jake e Sarah é… Não sei definir em palavras, porque ao mesmo tempo em que ele é complicado, ele também é simples, verdadeiro, real, um tipo de amor palpável, que envolve os dois, e ao mesmo tempo os assusta, por isso, não tem como imaginar o final, a gente sempre fica na dúvida se eles vão ser capazes de superar tantos empecilhos, e olha que tem espaço até para ação nesse livro, a ganância de alguns personagens geram cenas de suspense que nos deixam aflitos, angustiados para saber o desfecho da estória.
“O fogo crepitou alto quando finalmente o telhado cedeu. Ele diminui o passo do cavalo quando viu dois cavalheiros subindo pelas rochas. Então desembainhou o revólver, o sangue novamente frio antes de ver Sarah caída no chão. Seu cavalo ainda andava quando ele pulou da sela e correu para ela”.
“Fora da Lei” foi o segundo livro da Nora Roberts que eu li, e assim que terminei de lê-lo cheguei a uma conclusão: a autora definitivamente sabe como cativar um leitor. Talvez seja porque romance é meu gênero preferido de livros, mas gostei tanto dele que ele entrou para minha lista de Best do ano, por isso, quem gosta de romance, não pode deixar de lê-lo. Eu o recomendo.
Aproveito para agradecer a Editora Harlequin que cedeu esse livro para um Book Tour, muito obrigada pela oportunidade!
Beijokas
Pah

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

10 Comentários

  • Carissinha
    22 maio, 2011

    Eu amo a Nora. Li poucos livros dela, mas adorei todos, principalmente os da série Mortal.

    Esse deve ser muito bom.

    Beijos!!

    Arte Around The World

  • Caçadora de Livros
    22 maio, 2011

    Acho que depois de Mortal, não sei o sentimento que tenho por outras séries dela, rs ^^
    bjs flor

  • ★★ GIZA ★★
    22 maio, 2011

    olá minha doce amiga!!!
    Nora Roberts certeza de uma boa leitura!!!
    te gosto muito!!!
    visite meu novo cantinho:
    http://aloneinthedark30.blogspot.com/
    beijos

  • Entre Fatos & Livros
    21 maio, 2011

    Oii!

    Eu nunca li Nora, mas sou doida para ler. Isso graças a influência de blogueiras, q como vc, escreve essas resenhas q deixam a gente com vonrade de ler pq antes, eu pouco conhecia sobre a autora.

    Tem selinho para vc, lá no blog http://twixar.com/J1jk4FpMi

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

  • Nathália Risso
    21 maio, 2011

    Oi Pah!
    Adorei sua resenha, super bem escrita! Parabéns!
    Infelizmente não li nenhum livro da Nora, mas estou com muita vontade! Só leio e ouço ótimas coisas a respeito!
    Gostei bastante da história, já está anotado 🙂
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog: Na Caixinha do Correio #7 Passa lá 🙂
    Tá rolando promoção de "Uma Proposta Irrecuável", livro + marcador -> http://migre.me/4wwLm
    Participe!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland – http://booksinwonderland.blogspot.com

  • Angela Graziela
    21 maio, 2011

    Eu já ouvi falarem muito sobre ela,
    mas nunca tive a oportunidade de ler nenhuma obra.
    E já estou colocando o nome dela na lista
    Beijos

  • It Cultura
    21 maio, 2011

    Não faz meu estilo de leitura não, mas estou com vontade de ler outros títulos da Nora Roberts. Consegui os dois primeiros volumes da série Mortal e estou ansiosa pra ler *-*

    Bjs,
    Kel – It Cultura
    http://www.itcultura.com

  • ♪ Dayane ♪
    20 maio, 2011

    Oi Pah, (:

    Desde que você comentou em meu blog sobre esse livro fiquei curiosa sobre ele e, agora com essa resenha então… Parabéns Pah. Ficou ótima o/

    Eu nunca fui muito fã de livro ambientados em lugares assim,não sei por que, mas eu fiquei realmente curiosa agora. Ultimamente estou gostando mais dos mocinhos "anti-geroi" sabe? E Jake parece se encaixar perfeitamente no perfil. ^^
    Mais um pra lista infinita…rsrs

    ~> Beijusss…;*

  • Nah Fregatto
    20 maio, 2011

    oi linda! to seguindo, segue tambem?

  • Duh Araujo
    20 maio, 2011

    Parabéns pela resenha, está realmente muito boa.
    Esse livro não faz muito o meu tipo de leitura, mas depois da sua resenha vou dar uma chance!

    Beijos, Duh Araujo
    http://www.boyselivros.com