[Resenha] Julieta Imortal – Stacey Jay



Título: Julieta Imortal
Autor: Stacey Jay
Editora:Novo Conceito
Páginas: 237
ISBN: 978-85-63219-57-2

Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela. Segredos, mistérios e surpresas envolvem este poderoso romance em que o casal mais famoso da literatura mundial tem a chance de contar sua verdadeira história.



____________________

Julieta Imortal é o mais novo lançamento da editora Novo Conceito. Um romance sobrenatural que apresenta um novo significado ao amor eterno, utilizando como pano de fundo uma das histórias de amor mais aclamadas do mundo, a obra de William Shakespeare, Romeu e Julieta.
“Que luz se escoa agora da janela? Será Julieta o sol daquele oriente? Surge, formoso sol, e mata a lua cheia de inveja, que se mostra pálida e doente de tristeza, por ter visto que, como serva, és mais formosa que ela”.
Romeu e Julieta - William Shakespeare
Não existem dúvidas quanto à beleza da história de Romeu e Julieta, entretanto, dependendo do leitor, as atitudes finais de Romeu na trama original, podem gerar controvérsias na interpretação sobre o sentimento compartilhado pelo casal, fazendo-nos pensar se o que eles sentiam um pelo outro era amor, ou apenas uma paixão jovial. Sendo assim, perante essa dualidade, a Stacey Jay, abordou em Julieta Imortal uma das possíveis faces dessa história de amor, criando cenários paralelos e inusitados para narrar às complexidades do amor verdadeiro. Apresentando-nos uma nova verdade, Julieta não foi morta por amor, mas sim, pela ambição de Romeu em seu tornar imortal.
Com o sacrifício de Julieta, Romeu se tornou um Mercenário, habitando corpos sem alma ao longo de sua existência como imortal, motivado por um único objetivo, corromper almas apaixonadas pelo sacrifício do amor em busca da imortalidade. Em contrapartida, mantendo o equilíbrio do universo, existem os Embaixadores da Luz, almas que buscam proteger o amor verdadeiro das garras gananciosas dos Mercenários. E é sob esse contexto que somos apresentados a Julieta, que em seu leito de morte, motivada pela dor que sentia perante a traição de Romeu, aceitou tornar-se uma Embaixadora da Luz.
Enquanto a autora prepara o contexto de sua história, Julieta recebe uma nova missão dos Embaixadores, e habitando a alma de uma jovem chamada Ariel, busca salvar duas almas apaixonadas das mentiras dos Mercenários, ou melhor, da persuasão de Romeu.  Em sua missão Julieta nos apresenta sua personalidade forte e as mágoas de seu coração. O que mais gostei do livro foi exatamente isso, a forma como os sentimentos de Julieta são narrados. Imaginem vocês, Julieta estava perdidamente apaixonada, mas foi traída por quem amava e essa traição lhe custou à vida, nem a imortalidade foi capaz de curar essa dor, toda essa mágoa e sofrimento estão presentes na história, nas atitudes dela e para piorar, além de não estar livre de Romeu em seus pensamentos, ela não se vê longe dele, que sempre a persegue em suas missões.
“... houve um tempo em que eu desejava passar a eternidade com Romeu Montecchio. No entanto, deveria saber que devemos ter cuidado com o que desejamos. Eu não tive”
Na luta entre a Luz e as Trevas, Julieta passa por um conflito de emoções. No corpo de Ariel ela descobre sentimentos há tempo escondidos em seu coração, e aos poucos ela descobre que em sua missão, não terá que salvar apenas dois corações apaixonados dos Mercenários, mas sim, e principalmente, terá que lutar pela salvação de sua própria alma.
“Duvido que valha a pena lutar pelos amantes. Já vi muitas almas gêmeas irem parar na escuridão por acreditarem que o amor conquista tudo. Duvido que meus esforços valerão a pena. (...) Duvido que eu seja realmente um Embaixador. Prometi servir a Deus e à luz, mas meu coração está cheio de ódio. Detesto Romeu...”
Confesso que quando vi pela primeira vez o livro Julieta Imortal, fiquei receosa, acredito que lidar com clássico como a história de Romeu e Julieta seja difícil, e constantemente me perguntava se a autora me convenceria sobre seu ponto de vista. Entretanto, assim que comecei a ler o livro, compreendi sua abordagem, ela fala de amor verdadeiro, baseado no dia-a-dia, não naquele que nasce de flertes recheados de poesia.  Ela descreve com solidez o amor do século XXI, que é confuso, complicado e incerto. Não tem como saber se um sentimento é eterno ou não, ou mais ainda, se no decorrer da vida, encontraremos um único amor. Gostei tanto desse ponto de vista que me emocionei com os sentimentos de Julieta, as palavras da autora foram capazes de me sentir traída, assim como a personagem. Senti suas mágoas, porque já compartilhei de boa parte desses sentimentos, afinal, quem nunca sofreu por amor?
Além da abordagem sentimental, tem o lado sobrenatural. Gostei da forma que os acontecimentos foram narrados, existem muitos mistérios envoltos na trama, de forma que a narrativa é tão rica, que sem dúvida, dá espaço para uma possível continuação, ou seja, para uma nova história. Assim, me envolvi com Julieta e seus mistérios, e a cada nova página ficava na dúvida a respeito de Romeu. Sua personalidade é tão controvérsia, que não conseguia saber de que forma interpretá-lo. A vida de Ariel, paralela a missão de Julieta também acrescenta fatos importantes da história, como conflitos emocionais, amor, amizade, relacionamentos familiares, dando brechas para que a história trate de temas presentes no dia-a-dia dos jovens.
O único detalhe negativo que vi no livro, foi à rapidez com que as trama é concluída, senti que faltou algo, queria mais, acabou tudo tão de pressa, mas credito que se a intenção da autora é publicar uma continuação para esse livro, o final foi proposital, deixando-nos curiosos sobre as possibilidades futuras.



Como um romance inusitado, Julieta Imortal nos faz refletir sobre o amor e suas diversas faces, mesclando ação e suspense com a busca pelo verdadeiro amor.

Agradeço a editora Novo Conceito pelo livro. Gostei muito da leitura!



14 comentários:

  1. Eu achei esta estória bem construída e original.
    Mas não foi um livro que me fez chorar. O final foi bonitinho, mas sei lá. rs
    Acho que eu gostava de Julieta/(Ariel) e Ben originais, enfim... rs Deixa eu ir embora antes que comecem os spoilers :/ rs
    Mas a Novo Conceito mandou muito bem na publicação do livro!
    Beijos, Mila ♥

    @Camilla_Leitte
    http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bom?
    Nossa esse livro deve ser demais, adorei a resenha, já ouvi falar muito dele e não vejo a hora de poder ler.
    E a mudança na história é incrivel, realmente o amor tem muitas faces, adoro livros desse estilo que me fazem pensar e enlouquecer por que não é a mesma história e ao mesmo tempo é! KKKK
    Deu pra entender?
    Valeu Pah, muito boa adorei!
    Bjs *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com vontade de ler esse livro depois que vc mostrou numa caixinha de correio, (sim pode brigar comigo ás vezes eu compro livros pelas capas!uhasuah) agora depois dessa resenha lindamente esclarecedora, a vontade aumentou!

    ResponderExcluir
  4. Olá Pah!
    Assim como vc eu tenho um certo receio de ler este livro, mas ao mesmo tempo fico curiosa para ver o desenrolar da estoria. Pelo que vc diz é super rapido a trama, Fiquei louca para ler!! Adorei sua resenha=)
    bjinhs

    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Já ta na minha lista perece ser um historia muito boa,gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
  6. Olá,vim conhecer seu cantinho e já estou super seguindo!
    Parabêns pelo Blog e sucesso pra ti!

    Se quiser me fazer uma visitinha,será muito bem vinda e se quiser seguir também,sinta-se em casa!
    Beijinhos no core!

    http://umamulherbemvestida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Pah, você realmente se envolveu com o livro né?
    Deu pra perceber na sua resenha como você sentiu tudo que é exposto, como você compreendeu a Julieta!
    Adorei sua resenha, tanto a maneira como você a iniciou quanto o jeito que você desenvolveu a sinopse, mesclando seus pontos de vista!
    Geralmente eu pulo a parte que as pessoas contam a história do livro, porque gosto de ler sem saber nada do que acontece. Mas eu não consegui parar nessa sua! O seu envolvimento com a história foi transmitido pra resenha e me envolvi completamente com ela!
    Parabéns!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a sua resenha! Gosto muito da capa desse livro e a trama também, parece ser ótima.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Páh!
    Adorei a sua resenha!!
    Senti aqui pela sua empolgação que esse livro deve ser mesmo maravilhoso e imperdível!
    Achei muito genial da autora abordar esse super clássico de Shakeaspere de uma maneira inovadora e intrigante. Mal posso esperar para conferir também a história!!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Paah! Tudo bem?
    Assim como você, achei ousada e até bem sucedida a ideia de Stacey Jay de transformar "Romeu e Julieta" em um romance moderno. Ficou interessante, adequado aos nossos tempos... Um amor, eu diria, palpável.
    Mas, em contrapartida, achei algumas cosias extremamente surreais e inadequadas, tendo como base a obra shakesperiana.
    Acho que é um livro que vale, sim, a pena e apesar de algumas falhas, vai cativar o leitor.
    Gostei muito da resenha :)


    Beijinhos,
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  11. esse livro esta tendo uma critica muito boa nos blogs, futuramente pretendo lê-lo.
    beijos amiga

    ResponderExcluir
  12. Otima resenha , tivemos as mesmas impressoes quase ashushsau ")

    ResponderExcluir
  13. Ahh, quero ler este livro! Pela primeira vez que vi, não me interessei muito mas agora me chamou bastante atenção... muito legal a forma como ele parece brincar com este clássico que é Romeu e Julieta!
    Adorei a resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  14. Muito legal a resenha!
    Eu tenho "Julieta Imortal" e só faltar eu conseguir um tempinho, para começá-lo!
    Parabéns pela resenha e pelo blog!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir