Gincana Literária: Prova 2





Olá, pessoal! Estão gostando da nossa gincana? Hoje daremos início a uma nova prova. Preparados?


Relembrando: a Gincana será constituída de provas em que o importante será a pontuação acumulada pelos participantes, ou seja, não é sorteio! Por isso, o importante é fazer as provas da maneira correta, cumprindo as regras, para que você ganhe os pontos! A cada semana, os blogs lançarão tarefas que deverão ser realizadas dentro do prazo estipulado e com pontuação própria!

Prova 2


A segunda prova ocorrerá de hoje, 28/11, até Domingo, 04/12. O desafio desta semana é sobre quotes de alguns livros que nós já resenhamos. Exige um pouquinho da memória (e da paciência) dos competidores.

A prova dos quotes é simples. Trazemos uma lista de trechos de alguns livros e vocês deverão descobrir de onde foi que tiramos estes quotes (é necessário colocar o nome do livro e o nome do autor na resposta). Cada resposta correta valerá 50 pontos! Respondendo corretamente, terá conquistado 500 pontos!

Regras obrigatórias nesta prova:

- Ter endereço de entrega no Brasil;
- Ser seguidor dos 5 blogs a seguir:


- Preencher o formulário com as respostas corretas.

Chances Extras:

- Divulgar a promoção em redes sociais (10 pontos por divulgação). Exemplos: Skoob, Facebook, Banner fixo em Blogs…
- Divulgar frase da promoção no Twitter (10 pontos por frase; Máximo de 3 tweets por dia com intervalo de, no mínimo, 2 horas entre eles):

"Quando 19 blogs se reúnem, o resultado é uma #GincanaLiterária que presenteará 6 sortudos nesse Natal! Participe: http://migre.me/6g0ER"


- Encontrar a figura surpresa da semana!



Nesta semana, a figura é a “moeda da sorte”. Cada blog que promove a promoção tem, escondido aleatoriamente em seus posts, 5 moedas da sorte. O participante que encontrar alguma moeda da sorte, deve encaminhar o link do post no formulário.
Cada moeda da sorte vale 10 pontos.

Quotes:


1. “Duvido que valha a pena lutar pelos amantes. Já vi muitas almas gêmeas irem parar na escuridão por acreditarem que o amor conquista tudo. Duvido que meus esforços valerão a pena. (...) Duvido que eu seja realmente um Embaixador. Prometi servir a Deus e à luz, mas meu coração está cheio de ódio".

2. "- Abaixa aqui um minutinho – pede ele. – Preciso te dizer uma coisa. – Inclino-me e ponho o ouvido bom na sua boca, que faz cócegas quando ele sussurra. – Lembre-se, nós somos loucamente apaixonados um pelo outro, então não há problema em você me beijar quando tiver vontade."

3. "Aperfeiçoaram a arte de nos dar só a liberdade suficiente. Suficiente para que, quando estamos a ponto de morder, nos ofereçam um ossinho e então rolemos, de barriga pra cima, à vontade e saciados, como um cão... Embora sinta vergonha de mim mesma, aceito o osso."

4. "Eu tinha acabado de olhar no relógio, mas não me lembrava mais das horas. Eu só sabia que queria que o tempo congelasse naquele minuto. E aquela música não terminasse nunca mais. O que senti foi uma sensação pela qual eu nunca tinha passado na vida. Um tremor dos pés a cabeça, mas um tremor que me aquecia... e ao mesmo tempo aquele frio na barriga que não ia embora."

5. "O tempo e a memória, a história e a ficção se fundiam como aquarelas na chuva naquela cidade feiticeira. Foi ali, sob o eco de ruas que já não existem, que catedrais e edifícios fugidos de alguma fábula, tramaram o cenário dessa história."

6. “Tinha percebido isso agora e ia continuar percebendo pelos anos que viriam: não importa se eu for a garota que faz sexo, a garota que tem o retrato na parede da biblioteca, a garota que entra na melhor faculdade, a garota que conta tudo para os pais ou a garota adorada pelos professores. Só preciso ficar bem com todas as garotas que são como eu.”

7. “Não entendo como ela pôde ter feito isso comigo, deixando-me aqui sozinha.
Especialmente porque me prometeu a vida toda que nunca, jamais, iria desaparecer como a mamãe fez, que sempre teríamos uma à outra, sempre, sempre, sempre."

8. "Ele parecia um anjo. Sexy demais para ter vindo do céu. Só podia ter sido mesmo enviado diretamente pelo diabo para me enlouquecer.”

9. “Seus lábios interromperam minha face. O beijo me deixou ainda mais tonta e cravei as unhas nos seus ombros. – Você disse que não queria que a deixasse em paz. – Sua língua me atiçou no rosto. – Esse sou eu, perturbando você.”

10. "- Desta vez, milorde, não estou aqui por causa da caridade.- Ela tossiu para limpar o nó que se formara na garganta. Não seria tão fácil como imaginara. Em seus planos, ela se esquecera do olhar do conde,  que era cor de avelã e que mudava de tom, do mais dourado ao verde-escuro, dependendo da luz. Independentemente da cor, os olhos eram sempre penetrantes... e por vezes duros ou insensíveis."

Divirtam-se e boa sorte!


2 comentários:

  1. Ah to adorando a Gincana Literária *-*

    Essa prova ta facil a primeira tava mais dificil...rs

    Beiijo

    ResponderExcluir