Fuxicando sobre Chick-lits: Resenha - Manual Para Românticas Incorrigíveis

"Chick-lit" é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões.



Oi gente!

Lembram-se que eu havia dito que preferi colocar primeiro a resenha de "Quando em Roma" para depois postar a do outro livro da autora, o que amei, para mostrar sua evolução como escritora?
Pois bem! Hoje é dia de mais uma resenha ;)



Kate faz o tipo romântica, daquelas que realmente espera por seu príncipe encantado. Seus dois melhores amigos, Sally e Tom, céticos, acham uma bobeira que a amigue alimente fantasias como essa. Eis que Kate acha um anúncio na internet de um livro capaz de mudar a vida das mulheres que o leram, segundo os relatos no site. E então, por apenas 7 libras, Kate resolve comprar o “Manual Para Românticas Incorrigíveis”  e se submete às dicas um tanto quanto incomuns, dadas pela autora. E não é que as mudanças em sua vida começam a acontecer?
Diferente de “Quando em Roma”, “Manual Para Românticas Incorrigíveis” é narrado em terceira pessoa e não foca somente na protagonista, conhecemos também a vida de Tom e Sally, bem como os problemas por que passam.
Sou apaixonada por esse livro. Me encantei com ele por completo! A história é doce e divertida e vai muito além da busca de Kate por seu príncipe encantado. Além do foco na vida de Sally e Tom desviar um pouco da história de Kate, a própria protagonista vivencia muito mais do que uma busca pelo homem ideal. Kate trabalha como decoradora em um programa de TV a cabo, um desses que reconstrói a casa das pessoas, e simplesmente adorei essas passagens. Foi muito bom vê-la encarar os desafios que lhe são propostos, principalmente relacionados à insuportável Penny, apresentadora do programa. Ainda, por causa de seu trabalho, ela acaba tendo contato com uma causa maior, que não direi qual para evitar spoilers, mas que tornou esse momento no livro lindo e emocionante!
Outro fator agradabilíssimo na história é o próprio manual. Além de divertido, foi impossível, para mim, não lê-lo e não me identificar com muitas passagens. Terminei a leitura convicta de ser uma romântica incorrigível e fiquei tentada a seguir muitos de seus conselhos. Às vezes não custa tentar, não é?
 De um modo geral, o amadurecimento de Gemma Townley de “Quando em Roma” para “Manual Para Românticas Incorrigíveis” é completamente perceptível, tanto por sua narrativa, muito melhor estruturada nesse segundo e que abandona por completo a impressão de amadora que tive no primeiro, quanto sua história, muito melhor desenvolvida e criada. Aqui, é possível compreender os sentimentos das personagens e nos convencermos da história, em nenhum momento me irritei com a protagonista ou com seus amigos. A única capaz de me irritar foi Penny, mas, nesse caso, era a intenção da autora. O humor da história não é exagerado, aliás, é totalmente divertido, e não há uso de expressões vulgares, como em “Quando em Roma”.
Portanto, esse é mais um chick-lit altamente recomendado e que figura na lista de meus livros favoritos, não só na de chick-lits favoritos. “Manual Para Românticas Incorrigíveis” é capaz de divertir, emocionar e causar suspiros entre seus leitores. Apaixonante, como um bom livro deve ser.



11 comentários:

  1. Gostei do livro!
    Já que sou uma "Romântica Incorrigível" quero saber quais as dicas desse manual divertido.
    Bjkas,

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  2. ai que fofo mais um para a minha lista.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Pah!
    Achei interessante este livro e que bom que a leitura dele foi bem agradável e divertida. Espero ter a oportunidade de ler algum dia. Também não gosto quando algum personagem chega a ser irritante, mas não sendo a protagonista isso não me incomoda na leitura rs.
    Adorei a sua resenha!!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  4. Vi esse livrinho em algum booktour de nem sei quem mais hahahaha

    Fiquei curiosa com ele! Afinal adoro o estilo ;)
    ótima resenha Mi

    beijo pro ce e pra Pah ;*

    ResponderExcluir
  5. Eu vi a Mi comentando que não gostou de Quando em Roma...
    Que bom que ela gostou tanto desse! Tem uma história bem interessante...
    Tem alguns chick-lits na minha pilha da leitura, e alguns deles por influência da Mi.
    Arrasou na resenha, bjs, meninas!

    ResponderExcluir
  6. Oi!!!
    Adorei a resenha, eu preciso agora do manual para saber como me corrigir né, pq olha ser romântica nos dias de hoje não é fácil rs...
    E que bom que o livro agradou mais do que Quando em Roma, é aquela coisa de menos é mais, ás vezes um humor exagerado acaba forçando e não fica legal.
    Fiquei curiosa com o livro, pena que minha lista está imensa rs... mas vamos ver até o fim do ano como fica.

    Beijos
    Lis - Batalha Literária

    ResponderExcluir
  7. Ahh, gostei bastante da sua resenha viu!
    Não é muito meu estilo, mas achei bem legal, me cativou. rs
    Deve ser divertido.

    Beeijo

    ResponderExcluir
  8. Mi,

    De tantas palavras, destaco sua frase final, que foi decisiva: "Apaixonante, como todo bom livro deve ser". E, de fato, concordo plenamente.

    Gosto disso nos chick-lits. Embora o foco deles seja, quase que invariavelmente, o casal, o romance, há sempre outras vidas em jogo e a aceitação da personagem de si mesma.

    Não creio que eu seja uma romântica incorrigível, mas gostaria de ler esse manual só pra confirmar. rs

    Beijos,
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei da história desse livro mas achei q a autora não soube desenvolver.Deu aquela enrolada como sempre mas no geral foi legal de ler.
    Achei a capa fofa,só por ela faz vc querer o livro.

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha e estou louca para ler esse livro.

    ResponderExcluir