[Resenha] Ainda não te disse nada – Mauricio Gomyde


Título: Ainda não te disse nada
Autor: Mauricio Gomyde
Editora: Porto 71
Páginas: 236
ISBN: 978-85-911840-1-9
Skoob (AQUI)
Sinopse: "Ninguém mais escreve cartas hoje em dia", Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo...
_________
“Não sei se há pessoas que nascem umas para as outras, mas tenho a certeza que há pessoas que crescem e se acertam umas para as outras. E esse mistério alquímico é uma dádiva extraordinária” (Margarida Rebelo Pinto, apud Mauricio Gomyde – Ainda não te disse Nada).
Ainda não te disse Nada foi uma gostosa surpresa. Já havia lido inúmeros comentários sobre a qualidade das obras do Mauricio Gomyde, mas nenhum deles me preparou para o romance e o encanto contido no livro em questão. A forma com a qual o autor escreve é envolvente, repleta de mistério e paixão, é difícil descrever a beleza da narrativa e suas contradições - fato que a torna ainda mais especial. Por um lado, a escrita é romântica e formal, por outro, é divertida e descolada. A história é em parte cercada de objetividade, mas por outro lado é banhada de um sentimentalismo mágico que mescla o presente e o passado, narrando sobre os encontros e desencontros da vida.
A trama conta a história de Marina, uma jovem que em busca de seus sonhos, decide morar na cidade grande, estudando e trabalhando na esperança de que um dia eles se realizem.  Ela é esforçada, inteligente, dócil e possui uma ânsia em ser feliz não só profissionalmente, mas também amorosamente (- Quem não sonha com isso, não é mesmo?). O sonho de Marina, como de boa parte das mulheres, é viver um grande amor. Ela é romântica, por isso espera romantismo e paixão de um homem, e essa capacidade de assumir o que ela realmente quer em um relacionamento, foi o que mais gostei em sua personalidade, afinal, sinceramente, toda mulher espera viver um grande amor, mas boa parte delas não acredita que é capaz de encontrá-lo, se entregando então a relacionamentos por conveniência, que dão a elas a estabilidade, mesmo que momentânea, de dividir e compartilhar sua vida com alguém.
“O homem tem que se declarar. Isso, sim, é que é bonito (...) – Mas para achar um que faça isso assim, espontaneamente, tá difícil, viu? – Pois eu espero (...) – E você vai esperar por isso até quando? (...) – A eternidade, se for preciso (...)”.
Assim, não pude deixar de me encantar pela destreza com a qual o autor narra os sentimentos de Marina. Constantemente parava para pensar em como nutro alguns sonhos parecidos com os dela, e me perguntava, como o autor foi capaz de descrever tão bem esse infinito de emoções e sentimentos que, na narrativa, se ampliam quando Marina, que acreditava que por causa das facilidades da internet as pessoas haviam se esquecido da magia de se corresponder por meio de cartas, vê-se totalmente envolvida em uma troca de correspondências que pode mudar o sentido de sua vida.
 “– Ih, desse jeito você nunca vai saber qual é o prazer de escrever... Fechar o envelope... Selar (...) ... Postar... Esperar a resposta por dias... Receber... Saborear a letra da pessoa... Imaginar o momento em que ela escreveu cada linha (...) – Não vai saber como é bom sentir a presença da pessoa ali... Naquele papel ...”
A importância dada às cartas na narrativa é incrível, isso me envolveu na leitura logo de início, afinal, amo o sentimento por trás de uma bela carta, e ver Marina descobrir a beleza de tal fato é contagiante, ainda mais sabendo que tais cartas podem influenciar o rumo da história.
“Talvez este teu sonho não tenha “ainda” virado realidade. Mas quem dirá o que o tempo ainda te reserva? Da minha parte, desejo que muitas surpresas te aconteçam ao longo da caminhada. O tempo curto que resta a todo mundo pode ser também tomado como infinito, se olhando sob outra perspectiva. O tempo cronológico de uma vida pode não ser longo, de facto, mas o tempo de um amor verdadeiro, este sim, é que não tem fim”.
Simplesmente adorei o livro. Ri muito (Marina e suas amigas são umas figuras gente, {rs}), me emocionei, me envolvi e claro, me surpreendi. Um ponto que gostei muito na história foi a ampla citação musical. Constantemente o autor mencionava trechos de musicas ou nomes de cantores que embalaram certos momentos da vida de Marina, fazendo minha imaginação trabalhar no ritmo de tais canções. Uma delas em particular, a Set fire to the rain da Adele, que é muito linda, me envolveu completamente.



O único ponto negativo do livro, para mim, foi o final. Tive a impressão de que faltou algo, de que faltaram mais detalhes sobre a conclusão da história, talvez seja porque eu tenha gostado tanto do livro a ponto de não querer que ele terminasse - eu realmente queria mais, mas no geral, esse fato não fez com que eu gostasse menos da história.
Sendo assim, só me resta dizer que este livro é super indicado para quem gosta de uma boa história de romance, tenho certeza que vocês irão se surpreender com a narrativa. Aproveito para parabenizar o autor e agradecê-lo pela cortesia. Autores como o Mauricio merecem muito sucesso, pois além de escrever ótimas obras, são atenciosos com os leitores e blogueiros (Vocês sabiam que em uma parte da dedicatória desse livro ele nos agradece? Muito Querido).
Até, 



     


                                                                       



15 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Pah! Já li Ainda Não Te Disse Nada e amei! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Pah, vi vários elementos que você citou como presentes nesse livro e que também estão em O Mundo de Vidro: a narrativa, hora despojada e divertida, hora refinada e envolvente, além das citações musicais!
    Amo Set Fire To The Rain e não sabia que ela era citada no livro *.*
    Estou doida para ler e acho que vou me encantar tanto quanto você se encantou!
    Pena sobre o final, acho que isso acontece quando gostamos muito do livro, não queremos que ele acabe, a gente sempre quer ler um pouco mais né?
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. aaaa gostei da Resenha e também gostei do livro me indentiquei, eu ainda sonho com um amor verdadeiro sabe? Aquele que você tem que passar por poucas e boas para então ser feliz com a pessoa. E outra coisa que me chamou atenção foi as citaçoes de músicas, adoro livros musicais que a gente ouve junto. Isso encanta, Adele realmente está sabendo embalar corações apaixonados.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu já estava amando o livro, mas quando ele citou um trecho da música da Adele, meu amor triplicou rs. Também adorei as referências.

    As amigas dela são um caso à parte, né? Minha mãe dava gargalhadas =] (e eu também).

    Muito me surpreendeu a simplicidade com que ele escreve, e certamente, ganhou uma fã (:

    Um beijo.
    www.estejali.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa, não tem como visitar e não se apaixonar, tudo aqui é tão lindo *-*

    Venho assim convidá-la a dar uma passada no Embalaço Artistic e se puder seguir agradeço muito.

    http://embalacoartistic.blogspot.com

    Aguardo vc por lá ^^

    ResponderExcluir
  6. Eu tive tanta vontade ler por causa das divulgações maravilhosas que faziam a respeito do livro e agora que sei que há uma citação de Adele no livro eu preciso conferir! ;D

    Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é bem legal, a escrita do Mauricio é muiot boa. Eu acho legal quando um homem consegue fazer um livro que trata de romance e universo feminino, acho muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, amei a resenha! *-*
    Esse livro parece ser fantástico! Ah, fico louca quando gosto demais da his´tória e sinto que falta algo...
    já vai entrar na minha lista de leitura!
    espero poder ler em breve! ;)

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu comprei o livro, mas ainda não li! O Maurício enviou autografado e com marcador, eu comprei este livro porque gostei muito de O Mundo de Vidro!
    Ele escreve muito bem e virei fã dele!
    A sua resenha está muito linda!
    Beijos,
    @PatriciaADavis

    ResponderExcluir
  10. Não me canso de ler resenhas boas desse livro, e ele me parece muito bom, só que eu simplesmente não posso incluir nada na minha lista, então...

    ótima resenha Pah ^^

    ResponderExcluir
  11. Pah, você não tem noção de quanto eu quero ler esse livro *-* Ainda bem que ganhei ele numa promo! rs.
    Adorei sua resenha!

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  12. Ei, é a primeira resenha sua que eu leio e se antes eu não dava nada por esse livro, você conseguiu fazer eu mudar de ideia, adorei a resenha e estou super afim de ler ele agora. :D
    Vou ver se eu compro ele logo logo. Beijos

    ResponderExcluir
  13. Resenha linda, querida, parabéns!!
    Esse livro parece ser ótimo mesmo, espero poder lê-lo também! Fiquei bastante curiosa!

    Bjinhos!

    Swan
    @swannx
    Bem pra Mente

    ResponderExcluir
  14. Esse livro vai ser minha próxima leitura! Deve ser tão lindo, fofo!! *-*
    Li o 1° livro do autor! E foi um dos melhores de 2011, é super divertido!! Ele escreve de forma envolvente.

    Ótima resenha.

    Beeijo

    ResponderExcluir
  15. Adorei seu site! Conheci agora e vou visitar sempre. Suas resenhas são ótimas.

    ResponderExcluir