Atualizando o Kobo #1

Atualizando o Kobo é uma coluna feita para que eu possa compartilhar minhas últimas leituras realizadas no Kobo, priorizando os livros que ainda não foram (ou que não serão) resenhados no blog.
Que eu caí de amores pelo Kobo vocês já sabem, afinal já falei muito bem dele para vocês aqui no blog, entretanto senti que faltava compartilhar também as leituras feitas por meio desse leitor digital, principalmente porque nem todos os livros lidos pelo Kobo serão resenhados aqui no blog – já que a maioria deles não tem previsão de lançamento no Brasil e ficar lendo resenhas e mais resenhas de livros internacionais é de matar qualquer leitor não é? Risos. Pensando nisso, e levando em consideração que a leitura no Kobo flui de uma forma surpreendentemente rápida, e que só no mês passado eu li mais de nove e-books, criei a coluna Atualizando o Kobo, para que eu possa compartilhar com vocês minhas leituras mais recentes, além de mostrar quais serão minhas próximas leituras.
E para começar separei os cinco últimos e-books que, independente de seus prós e contras, mexeram comigo ou me agradaram de alguma forma. Vamos conferir? 


Lidos

Naked (#1) de Raine Miller – Goodreads –Gênero: Romance Adulto – Classificação: 3/5
Naked é o volume inicial da trilogia adulta The Blackstone Affair, que como o próprio gênero precede, abusa de várias cenas picantes e – claro! – de alguns clichês como: mocinho mais velho, dominador e bilionário; mocinha traumatizada, sexualmente inocente e com baixa alto-estima, e para fechar com chave de ouro, uma densa dose de drama familiar. A narrativa da autora, por mais previsível que seja, é gostosa e envolvente, me comovi com os medos e traumas da mocinha, e torci para que ela encontrasse o amor novamente, principalmente o amor próprio. Outro ponto é que o casal tem química, e por esse motivo, fica fácil se deixar levar pela relação que eles estabelecem. Contudo, o livro me pareceu uma junção de tudo que já li por aí. Sabe aquela paixão avassaladora causada quase que instantemente? Aquele homem forte e dominador, responsável por uma grande organização, que é capaz de largar tudo, ou quase tudo, em nome de um sentimento repentino? Pois é, o livro segue esse caminho. Porém, não é porque ele é previsível que ele é de todo ruim; existe um fator em especial a respeito do relacionamento amoroso do casal que eu gostei, e também achei válida a forma como a autora aborda temas complexos e comuns na nossa sociedade. Concluí que o livro não é regular, mas também não me impactou o suficiente para ser ótimo, o que o deixou na faixa das leituras medianas. Eu ainda vou ler o próximo livro da trilogia, já que os leitores estão falando muito bem da continuação, entretanto, até lá, fico na dúvida do valor agregado por essa leitura já que nem o nome dos personagens principais eu me recordo... pois é.

The Vincent Boys (#1) de Abbi Glines – Goodreads – Classificação: 4/5 – Gênero: Jovem Adulto Maduro
Mais um livro repleto de clichês! The Vincent Boys é quase um New Adult, um livro que descreve sobre as dúvidas e medos de dois jovens (ou seriam três?) que estão cursando o colegial e que estão prestes a tomar decisões muito importantes para suas vidas adultas. A trama gira em torno de um triângulo amoroso, dos garotos da família Vincent e a relação conturbada que eles possuem com a mesma menina, a namorada de um, e a melhor amiga de infância do outro. O bacana é que com cada um deles ela pode escolher o que ser; com o Vincent “bom” ela é a garota santinha que seus pais e a população da cidade pequena onde vive esperam que ela seja, já com o Vincent “mau” ela pode ser quem verdadeiramente é, sem se esconder ou esforçar. Essa autora escreve maravilhosamente bem, o suficiente para que possamos esquecer as previsibilidades da narrativa. Sem contar que existem outros pontos que tornam esse livro especial, como a personalidade dos garotos Vincent (Lindos!), o drama familiar que gira em torno deles, e não da mocinha do livro, e um ponto em especial que cria algumas dúvidas na cabeça do leitor – as mentiras e traições que unem esses protagonistas. Em um minuto você torce por um casal, mesmo que isso seja errado, no outro você quer bater neles por tantas mentiras... é emocionalmente intenso, e eu gosto disso! Entretanto já aviso que o livro não é do tipo reflexivo ou extremamente emocionante, mas é uma boa pedida para quem gosta de tramas juvenis repletas de paixão e romance. Eu indico! E para quem pensou em ler, esse livro tem como foco um Vincent em especial, assim também teremos o livro do outro Vincent, ou seja, é Vincent para dar e vender (Pra nossa alegria!).

Hard to Love de Kendall Ryan – Goodreads – Romance Adulto – Classificação: 3/5
Taí um livro engraçado, não por seus protagonistas ou por sua narrativa, mas pelo teor cómico do momento de encontro do casal principal: Ela enfermeira, ele aspirante a ator pornô com um probleminha em suas partes intimas... Pois é, engraçado mesmo! Entretanto a trama não é o que esperamos que seja, tem muito mais história (subentenda-se drama) do que amassos (Eu sei que vocês estavam pensando que era só isso, não neguem!). Eu gostei pra caramba desse casal, ele faz o que faz porque precisa, e ela, é uma virgem que não sabe (ou finge que não) onde está se metendo. Longe de um ou outro clichê comumente utilizado nesse gênero literário, a narrativa caminha de uma forma leve e gostosa de ler. Pensando bem, não me lembro de nada concreto que me fez desgostar do livro; ele é curtinho, envolvente, romântico, do jeito que a gente gosta! Só não vale esperar muito da trama, porque é aí que corremos o risco de nos decepcionarmos, fora isso, digo que indico a leitura, nem que seja só para vocês conhecerem o protagonista dessa história, que é para lá de envolvente, mesmo que eu o ache baixinho demais para um homem... sim, eu os meus comentários válidos!

Forever Black (#1) de Sandi Lynn – Goodreads – Romance Adulto – Classificação: 4/5
Esse é um livro que realmente mexeu comigo. Novamente temos o mocinho rico e dominador, contudo nada de sadomasoquismo e coisas do tipo, o que rola é uma amizade tão bonita, um sentimento tão forte que CARA, fui completamente sugada para a história. A autora apresenta uma jovem que vive a vida um dia de cada vez, que luta para superar suas perdas e o seu medo do futuro. Ela esconde um segredo que aflige e emociona o leitor, e dizer que eu chorei horrores com uma narrativa tão palpável e real das suas dores, não só emocionais, mas também físicas, é pouco. Fora isso, o romance e a emoção, temos uma lição de vida branda e tocante, fazendo com que o livro, de certa forma, marque o leitor. Contudo, existe uma coisa que deixa a obra menos intensa, algo relacionado com a suavização e a fantasia em demasia de algumas verdades (quem leu sabe do que estou falando), o que nos faz pensar que, mesmo emocionando e tocando, o livro foge da nossa verdade social, e colore fatos que na vida real, raramente são mais do preto e branco (Mais uma analogia, fala sério Paola!). Mesmo assim, no geral, independente dos pontos negativos, o livro é bom, cumpre seu objetivo e deixa o leitor com gostinho de quero mais.

O Príncipe (A Seleção #1,5) de Kiera Cass – Skoob – Jovem Adulto – Classificação: 4/5
AH QUE COISA LINDA! Quem leu A Seleção levanta a mão? Agora quem é do time Maxon dá um gritinho – Eu, eu , eu! O Maxon é um fofo e quem leu A Seleção sabe disso, então ler sobre alguns eventos desse livro com a sua voz na narrativa é incrível, virei ainda mais fã da autora e do personagem depois dessa leitura. E não é só isso não, ainda tem bônus, dois capítulos do próximo volume da trilogia, que claro, me deixaram ainda mais curiosa para ler A Elite, que para a minha felicidade, logo deve chegar aqui em casa (Nunca esperei tanto por uma visita do correio!). Se você não leu A Seleção ainda, vai lá minha gente, o livro é muito bom! 

Vou Ler

Agora para deixá-los com gostinho de quero mais, aqui minhas próximas leituras no Kobo:

  
  

Muita coisa boa não é? E tem até livro nacional no meio (livro que paguei 2,00$ gente, é muito barato).
Agora não deixem de me dizer se gostaram do post, e claro, de compartilhar comigo suas dicas e últimas leituras em e-book!
Beijos, 


15 comentários:

  1. Oi Pah!
    Menina eu estou adorando ler no Kobo e notei uma enorme diferença entre ele e o livro. É claro que eu amo o livro físico, mas a questao da luz e do tamanho da letra é ótimo.
    Fiquei interessada em vários livros aí, queria ler este aí Forever.
    Eu li seleção e ameii, li O príncipe e Elite tbm e estou curiosa pelo terceiro.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  2. Humm gostei..
    Eu tenho o Kobo, comprei alguns livros, mais são muito caros, as vezes eu compro no formato kindle e tiro o drm, aí posso ler no meu Kobo..
    Quero ler Crossing the line, mais meu Inglês para ler livros não é tão bom!!
    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Awn, eu não consigo ler livros em inglês, meu nível de conhecimento da língua inglesa não está ao nível de começar a ler um ainda. Mas eu adoro ler livros no tablet/celular.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Pah,
    como já tinha comentado com vc, eu tenho o Kindler. Comentei tb que achava que a gente lia mais rápido com os leitores digitais.
    E vc concordou.
    Mas já to c/ saudade de ler um no papel, como vc disse não dá p/ abandonar né?
    Então, pela praticidade li 3 em menos de 1 mês, para o meu rítimo(sou meio lenta) foi muito rápido!!
    Foram esse nessa ordem: A Casa das Orquídeas", "Garota Exemplar" e "Violetas de Março". Livros adoráveis o primeiro e o terceiro, o segundo muuuuito bom mas, não tão adorável assim!!(SE quiser veja minha opinião no Skoob)

    Comecei "Belle" tá rápida tb a leitura, mas vou ler junto com "Quem é vc Alasca" já passou da hora de ler esse livro! (rsrs)

    Vc leu muito e percebi que gostou das suas leituras peguei a dica no seu post de "Forever Black porque tenho-o aqui e eu gostei do que vc disse...

    Bjk e boas leituras!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Pah

    O que você acha de responder a uma tag bem legal
    fui eu mesma que fiz
    dá uma olhadinha lá...

    http://livroselivrosana.blogspot.com.br/2013/05/tag-recomeco.html

    ResponderExcluir
  6. Adorei os livros. Bem interessantes os que você leu.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  7. No dia que tiver dinheiro me renderei ao kobo, creio.
    Mas amo livro físico... Não sei.
    Muito legais seus livros lidos.
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Pah, adorei está coluna!
    Não tenho um Kobo, leio pelo meu tablet e estou adorando. Sempre gostei de ler no computador, mais AMO livros físicos.
    Adoro a agilidade que o tablet da a leitura e as vezes ajudar até a fluir melhor a leitura.
    Continue nos atualizado sobre novos livros ....
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Hi i am kavin, its my first occasion to commenting anywhere,
    when i read this article i thought i could also create comment
    due to this good piece of writing.

    My web-site ... best love quotes

    ResponderExcluir
  10. Olá Pah,como vai?

    Já faz um tempo que quero te escrever.....te acompanho há algum tempo e precisava te dizer e até mesmo agradecer. Fiquei uns cinco meses pesquisando sobre o Kobo...li muito e assisti alguns vídeos...afinal ele é muito caro e não dá para se arrepender da compra, né? Mas nenhum vídeo foi tão esclarecer como o que vc postou falando sobre o Kobo...esclareceu várias dúvidas que eu tinha. Animei e comprei e não me arrependi. No começo achei ele muito pequeno, mas depois me apaixonei. Já estou no quarto livro.
    Ah! e com essa coluna nova vou te acompanhar ainda mais para fizer sempre de olho em suas dicas...valeu.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Pah! Adoro suas dicas e amo seu blog! Obrigada por nos presentear com suas dicas!
    bjs

    Caroline

    ResponderExcluir
  12. Espero que esses livros sejam lançados aqui no Brasil e ainda tenho que ler "A seleção" para ler "O príncipe".
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Já adicionei alguns. Tem muito livro bom que ainda não foi lançado no Brasil.

    Beijos,
    Carissa
    http://www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Oii Pah!
    Adorei a nova coluna! Um jeito bem ótimo de mostrar o que você leu ou esta lendo, e ao mesmo tempo dar dicas bem legas =D
    “Naked” está na minha lista de leitura faz um tempinho. Quero muito ler.
    Já li “The Vincent Boys” e concordo com você, o livro tem muitos clichês! Mas a Abbi Glines escreve muito bem. Estou ansiosa para ler o próximo livro, com a história do Sawyer.
    Eu já tinha ouvido falar de “Hard to Love” confesso que não tinha me chamado muito a atenção, porque pensei que ia ser outro clichê. Mas agora fiquei curiosa com você falando que não é clichê. Vou colocar na minha lista para ler =D
    Não conhecia ainda “Forever Black” parece ser bom, adoro livros que nos emocionam!
    Se eu já não era completamente apaixonada pelo Maxon, eu fiquei lendo “O Príncipe”, Foi muito bom ler algumas cenas de “A Seleção” pelo ponto de vista dele. *.*

    Beijos!

    ResponderExcluir