outubro 15, 2013

[Resenha] Céu em Chamas – Janice Diniz

Começa em Matarana a estação das chuvas e o prado se
torna verdejante e úmido, transformando a paisagem hostil. A chegada do tráfico
de óxi e de um antigo inimigo de Franco também transformará o cotidiano dos
caubóis do cerrado. E Rodrigo Malverde abrirá fogo contra os velhos e os novos
criminosos da cidade, sendo obrigado a se aliar ao homem que quer roubar a sua
mulher. Amor, sensualidade, ação, intriga e muitos tiros. Não se iluda com as
aparências… AS PESSOAS BOAS NÃO ESTÃO MAIS AQUI.

Romance Adulto || 512 Páginas
|| Editora Lexia ||
Skoob || Compre: Loja da Editora ou Com aautora|| Classificação: 5/5 Favorito
Sem Spoilers
Em Céu em Chamas, acompanhando a mudança das
estações do ano, o clima social e emocional dos habitantes de Matarana faz jus à
abertura da temporada das chuvas. As nuvens carregadas anunciam fortes
temporais, da mesma forma que o tráfico de drogas ameaça eclodir uma guerra
política entre a lei do povo versus a
lei dos poderosos donos de terra. – Para vencer em uma terra onde a lei das pistolas
fala mais alto nem sempre o necessário é o politicamente
correto;
para sobreviver em uma região onde os poderosos compram lealdade,
prestígio, terras que não são deles e até mesmo a vida de inocentes, é preciso
escolher um lado sob o qual se
refugiar; e para ter o direito de amar é preciso escolher o caminho mais longo:
esquecer o passado, perdoar os erros, conviver com o obscuro, e simplesmente,
inegavelmente, enfrentar a tempestade de paixão, perdas, superação e recomeço
que o sentimento ocasionalmente acarreta. Se a vida em Matarana é fácil? Não
mesmo, mas em qual lugar ela é?

Uma das
características do trabalho da Janice Diniz que eu mais admiro é a veracidade com
a qual ela narra suas histórias. Se em Terra Ardente eu me apaixonei por sua maneira
peculiar de escrever, em Céu em Chamas
eu caí de amores pela grandiosidade do cenário que ela criou. Matarana é uma
terra de ninguém que reflete grande parte dos problemas socioculturais do
Brasil; lendo a história dessa região (a maneira como ela foi criada; como os poderosos donos de terra reivindicam mais e
mais dessa terra sofrida; como a população aprendeu a escolher a proteção de um
ou de outro grande latifundiário; e como os representantes da lei que não se deixam
corromper sofrem para proteger seu povo), estamos também lendo sobre a opressão,
o medo, o tráfico, e as rixas políticas de inúmeras cidades do nosso país. Tais
fatos são apresentados de uma forma tão crua e real que acompanhamos a leitura
com o raciocínio a mil, ligando a fantasia com a realidade, surpreendendo-nos
com a crueldade do dinheiro e da luta pelo poder. E é isso que torna, pelo
menos em primeiro lugar, a série uma trama adulta e reflexiva, uma trama que
vai além da promessa de entretenimento romântico.
Outro
ponto que torna visível o talento da autora é o aprofundamento da individualidade
dos seus personagens. Em Terra Ardente somos apresentados a quatro personagens
principais, já em Céu em Chamas além
desses quatro personagens lemos também sobre uma infinidade de novos papéis,
sejam eles desempenhados por familiares, amigos, ou até mesmo inimigos dos personagens
principais da história.  A questão é que
a trama engloba infinitas teias, mostrando uma mesma situação sob o ponto de
vista de várias pessoas – desde o mocinho até o vilão da história. E a grande
questão é que, graças a essas dualidades, ou seja, a essas diferentes perspectivas,
nós acabamos conhecendo as várias facetas dos moradores de Matarana, o que nos
faz concluir que ninguém é totalmente vilão ou completamente mocinho, muito
pelo contrário, o que temos aqui são pessoas de carne e osso, pessoas que erram, pecam, roubam e amam da mesma
forma que nós, simples mortais.
*Não que nós saiamos por aí matando as pessoas, MAS
acho que vocês entenderam a expressão, risos*.
O ponto é que as personalidades em questão são reais,
conflitantes como nós e a velha história de que todos nós carregamos em nossos
corações um lobo bom e um lobo mau, basta saber qual deles alimentar mais.
E
claro que além de uma trama política e social temos SIM densas doses de
romance. Ah, e como temos… me surpreendi infinitamente com a autora nesse
ponto. Em Terra Ardente contamos nos dedos as grandes demonstrações de amor, já
em Céu em Chamas elas são tão
presentes quanto às chuvas que afligem a região de Matarana. É tanto amor que é
impossível não se emocionar e compadecer pela luta desses personagens; eles não
querem o impossível, apenas querem uma vida feliz, seja ela na construção de
uma família, na realização de um sonho profissional, no ato do casamento, ou
ainda no nascimento de um filho. Mais uma vez a fantasia se mescla com a
realidade apresentando personagens com objetivos de vida reais, com sonhos que
facilmente se confundem com os nossos próprios planos para a vida. Vale lembrar
que no quesito romance a autora não parte para o água com açúcar, os relacionamentos não são fáceis, as brigas
existem, e o desejo não é apenas um sentimento banal, ele é apresentado mais como
uma fome, seja ela de amor, posse ou poder.
No
geral eu ri, chorei, vibrei e torci durante toda a leitura de Céu em Chamas. Agora é esperar pelo
próximo e último volume da saga, e claro!, pelos spin-offs que vão surgir, não
é Dona Janice? E para concluir deixo meu agradecimento público a autora e seu
carinho; já considero a Janice uma amiga e sou muito feliz por tê-la conhecido.
Admiro demais o trabalho dessa mulher talentosa, por isso ganhar de presente
uma personagem com o meu nome (uma Paola fofa demais que aparece em Céu em
Chamas) é inexplicável, me sinto parte de sua história Janice, da mesma forma
que ela faz parte da minha
Sobre a Série
A Série Matarana é composta por três
livros: Terra Ardente; Céu em Chamas; e Fogo no Cerrado, sendo que este último tem previsão de lançamento
para o ano de 2014, por isso vale lembrar que a capa a seguir é provisória.
  
Quem
ainda não conhece a saga pode aproveitar para ler os primeiros capítulos de
Terra Ardente
aqui ou
ainda adquirir o livro em formato digital na Amazon (
aqui). E
para acompanhar as novidades é só ficar de olho nas redes sociais da série:
Blog || Facebook || Twitter
Para
ler ao som de…

Para quem gosta de…
Nora Roberts; Linda Lael Miller; Sandra Brown; Janet
Dailey; Barbara Delinsky.
Trecho (s) Marcante
(s):
– Se por acaso eu fizer amor bem devagar, provando o seu gosto antes de
me aconchegar dentro de você… se por acaso eu não resistir e for um pouco
agressivo, terei de parar e recomeçar, até encontrar o ritmo certo para levar a
dona comigo para aquele lugar que a gente é um só… quando entro em você,
Nova.
“– Mostra quem manda, caubói. – ordenou entre um gemido arfante. Ele se
afastou e a encarou extasiado. Ela fora feita sob medida para ele, não havia
qualquer dúvida disso.”  
Às vezes, ele tinha a impressão de que ela o via como um bolinho de um
metro e noventa. (…). Tinha vontade de dizer-lhe que não era um objeto
sexual, que era um homem com sentimentos e, além disso, porra!, o seu maldito
chefe!
– Quando a gente quer dizer mais do que “eu te amo”, o que a gente diz? –
ela perguntou numa voz embargada. – Para sempre. – ele respondeu confiante.








Top Comentarista, participe Aqui


confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

33 Comentários

  • Sika Gennargh Pelegrino
    14 novembro, 2013

    Só uma coisa: amo romance adulto.
    E esse livro é tudo de bom, omg! Onde consigo um?! Não sei nem o que comentar. Estou extasiada.

  • Pamela Verdan
    02 novembro, 2013

    Acho, quase certeza, que tenho problemas com capas. Essa simplesmente não gostei. Ai acabo julgando o livro pela capa e as vezes nem lendo. Tenho que parar com essa mania.
    É apenas eu que faço isso?

  • Nara Brasil do Amaral
    28 outubro, 2013

    Ainda não li nenhum livro dessa série, mas parece bem interessante, ainda mais quando se passam em cenários como o Cerrado… Parece realmente uma história cheia de intrigas, conspirações e claro muito amor para compensar. Vou procurar saber mais sobre Terra Ardente e fico feliz que a autora tenha criado uma personagem com seu nome, achei super fofo!!

  • Karina B.
    28 outubro, 2013

    Oii Pah!
    Eu preciso urgente desse livro! *.*
    Li recentemente "Terra Ardente" e amei o livro! Me apaixonei pela história, pelos personagens, por tudo! E quero muiiito ler a continuação!
    A Janice Diniz escreve muito bem, não me surpreende que ela tenha feito um trabalho ainda melhor em "Céu em Chamas" =D

    Adorei a resenha!
    Beijo :*

  • Caroline Melo
    24 outubro, 2013

    Continuo batendo pé para esse tipo de livro, sorry. Quem sabe com um tempo você não me convença a ler algum do gênero pelas suas resenhas, né? rs.
    Beijos

  • Lanifer
    24 outubro, 2013

    Amei a resenha Pah, da pra perceber que você gostou muito desse livro, confesso que estou ansiosa para lê-lo

  • Fernanda Oliveira
    22 outubro, 2013

    Pela resenha percebi que você Pah adorou o livro , espero que eu goste também . Até porque , depois de uma resenha dessas como não comprar o livro ?

  • Evellyn
    21 outubro, 2013

    Oi Pah!

    Confesso que pela capa e pelo titulo eu não pegaria esse livro para ler… Mas a história parece interessante e todo esse clima de passado, perdão e clima de 'interior' me lembra um pouco Dallas, que é uma série que amei.
    Mas ao mesmo tempo, toda essa intensida me dá um pouco de angustia e não sei se eu leria.. me parece um pouco forte demais! E também estou passando longe dos livros mais intensos no sentido do erotismo (e que quotes são esses hein)! Mas vale deixar anotado para um dia!
    Mas achei beeem legal toda a ideia da trama e o fato de ser nacional! Que bom que te envolveu tanto e despertou tantos sentimentos 😉

    bjsss

  • Roberta Moraes
    19 outubro, 2013

    Eu sou louca por histórias que se passem nesse tipo de cenário. Essa história policial e com um romance deve ser incrível mesmo para ter recebido 5 estrelas.
    Fiquei com vontade de ler a série. Rir, chorar, vibrar e torcer é o que estou precisando em um livro 😀

  • Natalia Tavares
    19 outubro, 2013

    Resenha super bem feita Pah! Como você já deve saber não curto esse tipo de gênero, pra falar a verdade nunca me aventurei por essas leituras, quem sabe um dia?
    Beijos

    pomardoslivros.blogspot.com.br

  • Gabriela
    19 outubro, 2013

    Acho que esse é o New Adult nacional mais comentado do momento *.*, sério. Tenho visto várias resenhas dessa série e todas são extremamente boas. Eu, ao contrário de vc Pah, não gosto muito dese gênero, não tenho a mínima vontade de ler, então o livro realmente não me interessa! Mas não entendo como nenhuma editora maior comprou ainda!

  • camila rosa
    18 outubro, 2013

    Eu adorei conhecer essa série fiquei super curiosa para ler, ainda mais com os quotes minha curiosidade só aumentou e super lindo e creio que o cara tem razão quando agente quer dizer mais do que eu te amo agente diz para sempre, esse quote foi o que mais me chamou a atenção.
    Beijos e muito obrigada pela dica maravilhosa.

  • Giselle Oliveira
    18 outubro, 2013

    Já tinha ouvido falar da série mas não a conhecia realmente, acho que o mais legal do livro é o fato dos personagens não serem 100 % bonzinhos ou malvados, e curti também que tem a perspectiva de vários personagens apesar eu ter um pouco de medo de que isso me confunda um pouco.

  • Rossana Batista
    18 outubro, 2013

    Acho que vou adicionar esse livro à minha listinha.
    Eu adoro livros que tenham uma trama policial e um pintadinha de romance. A capa não me agradou muito mas eu gostei da resenha.

  • Kelly Muniz
    17 outubro, 2013

    Não curto muito romances de banca. E eles parecem ser romances de banca. Mas gostei bastante da resenha. É muito bom quando a autora sabe abordar bem os personagens principalmente mostrando a individualidade de cada um. Fiquei curiosa pra ler e aguardo a resenha do próximo livro. Bjokas

  • Jéssica Antunes
    17 outubro, 2013

    Que máximo, ganhou uma personagem com o seu nome?? Parabénsss.
    E realmente esses livros parecem ser demais.
    E as capas estão umas belezinhas.
    Pretendo ler o quanto antes.

  • Ana Paula Robrigues Ganzert
    17 outubro, 2013

    Tô louca de vontade de ler esse livro. Confesso que eu não leio muitos livros nacionais, mas ultimamente tenho dado mais chances para eles e até agora não estou me decepcionando. Agorinha mesmo estou pensando em comprar Terra Ardente e Céu em Chamas. O/

  • Pamela Liu
    17 outubro, 2013

    Nunca li nada da autora e confesso que eu não me interessei muito pela sinopse.
    Talvez não seja um bom momento para eu ler, já que estou lendo mais distopias e fantasia. Mas, pelos elogios acho que vale a pena dar uma chance. Achei interessante a autora tratar aspectos socio-políticos do Brasil.

  • ana lucia
    16 outubro, 2013

    estou na página 85 de Céu em Chamas e acreditem, já chorei, não vou dizer aqui a parte por causa de spoilers, mas nem foi com um dos personagens principais, imaginem minha situação quando eu ler algo envolvendo eles. sua resenha resumiu aquilo que mais me encanta nos livros da Janice, é essa mistura de realidade, essa crueza de sentimentos, não é uma coisa boba, se ama com seus defeitos e qualidades. e claro, tem toda a trama muito bem costurada sobre poder, intriga, lei e família. outro ponto interessante da resenha e que identifica muito o livro é esse "… ninguém é totalmente vilão ou completamente mocinho…" eu até poderia falar mais, só que não vou dar spoiler, só assino em baixo, Janice é uma mulher talentosa, tem a força e a sensibilidade precisa para escrever uma história sem igual como é série Matarana. sou totalmente fangirl dessa Diva e de seu trabalho 😉 bj!

  • Amanda Z. Dutra
    16 outubro, 2013

    Confesso que nunca tinha ouvido falar da autora :S
    Mas adorei a resenha, e com certeza assim que der eu vou ler 😀
    Valeu pela dica

    Beijo

  • Janice Diniz
    16 outubro, 2013

    Paola,

    Obrigada por dividir o seu talento, a sua amizade e o seu carinho comigo desde 2011 e espero que dure até a "nossa Paola" casar e ter filhos kkkk Você foi a primeira a apostar em Terra Ardente, se inscreveu no book tour e, antes disso, divulgava aquela edição anterior, com capa de faroeste (mas que não é faroeste! kkk), de um autora desconhecida e com um tipo de história não convencional. Além disso, a sua pessoa, por si só, já é de uma delicadeza e simpatia que lembra as princesas de contos de fadas. Sim, somos amigas. E, sim, a personagem Paola que aparece em Céu em Chamas e em Fogo no Cerrado é a minha homenagem a você e a nossa amizade. E um último "sim": haverá, sim, um spin-off… e a Paola estará nele, com certeza 😉

    Muito obrigada pela resenha e pela postagem lindas, impecáveis!

    Beijão, Pah!

  • Suzi
    16 outubro, 2013

    Oiee!!
    Desde o lançamento de Terra Ardente que tenho vontade de conhecer o trabalho dessa autora, e agora tenho mais ainda todas as resenhas que lio são bem positivas e me identifico com a forma que ela escreve!!
    Uma trama policial com pitadas de romance não deixa o livro ficar chato néah!!
    Amos as capas acho super charmosas!!
    Espero ler em breve!!
    Bjinhus

  • Alexandre Koenig de Freitas
    16 outubro, 2013

    Oi Pah,
    Já tinha ouvido falar da série, mas julgando pelas capas, imaginava que fosse um romance hot, que definitivamente não é minha praia.
    Então me surpreendi lendo sua resenha ao constatar que a obra trazia uma trama política e social. Tbm não esperava que os romances fossem tão densos assim…
    Não é um livro que eu esteja morrendo de vontade de ler, mas se tivesse a oportunidade, provavelmente daria uma chance…
    Abraço,
    Alê
    alemdacontracapa.blogspot.com

  • Polly
    16 outubro, 2013

    Eu quero muito ler essa serie, até comprei os 2 em formato digital na Amazon, só que é pelo aplicativo Kindle no iPad e ele é muito grande pra levar pra todos os lugares como eu gosto de fazer, aliás isso me lembra que eu preciso urgente de um Kindle ou Kobo…

  • Julia G
    16 outubro, 2013

    Oi Pah, definitivamente a Janice conseguiu fazer desse livro tão bom quanto o primeiro. A série é ótima, minha favorita atualmente, sem sombras de dúvida. Céu em Chamas tem tanto de tudo que a gente termina a leitura até um pouco sem ar. rsrs
    Adorei seu comentário sobre os personagens: "ninguém é totalmente vilão ou completamente mocinho, muito pelo contrário, o que temos aqui são pessoas de carne e osso, pessoas que erram, pecam, roubam e amam da mesma forma que nós, simples mortais", acho que isso é um dos pontos que mais gosto dessa história.

    Beijinhos

  • Rayme
    16 outubro, 2013

    nunca li nada da autora, mas já ouvi falar nesses livros dela…
    não é o tipo de leitura que me agrade muito, mas depois desses quilos de elogios que você fez, fiquei curiosa hahaha

  • Amanda T.
    16 outubro, 2013

    Flor, quando vi que era continuação de outro livro eu parei de ler. Me tira uma dúvida: tem spoilers do anterior ou é uma daquelas séries em que os livros são independentes entre si? Se for esse ultimo caso, eu volto e leio ela todinha ok?

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      16 outubro, 2013

      Oi Amanada, tudo bem? O livro é continuação sim, mas a resenha não tem spoilers de nenhum dos livros. Foquei mais na construção dos personagens e no que senti lendo a obra, evitando assim falar muito da história 🙂 Beijo

  • Anônimo
    16 outubro, 2013

    Oi Paola!
    Adorei sua resenha!

    Eu estou completamente apaixonada por essa Série. Ao ler Terra Ardente, fiquei encantada pelo trabalho da Janice. Mas em Céu em Chamas, ela elevou o nível. A história é sensacional, a narrativa é rica e o talento dela é inegável!

    Caí de amores por esses personagens fortes – tanto os homens como as mulheres dessa trama, tem uma história que nos emociona de alguma forma!

    Eu devorei o livro e não vejo a hora de poder ler Fogo no Cerrado!

    Beijo

    @BlogCarolinices

  • Mirelle Candeloro
    16 outubro, 2013

    Oi Pah, acho tão curioso como detesto essas capas apelativas. Não me chamam atenção e me dão impressão de se tratarem de romances baratos, sabe? Mas depois da sua resenha, argumentando o por que das histórias serem boas, fiquei com vontade de conferir. Valeu pela indicação. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Andréia
    16 outubro, 2013

    Li uma resenha bem positiva desse livro no blog da Mi, do minha vida literária.
    Não é um livro que me interesse muito , mas do jeito que vocês duas se referiram a ele me bateu uma curiosidade ! Quem sabe me arrisque a ler!Parabéns pela resenha, bem completa.

  • Larissa Gaigher
    15 outubro, 2013

    A princípio não é um livro que eu leria. A sinopse não me interessou muito, porém ao ler sua resenha, eu vi o livro com outros olhos. Pelo que você disse, se trata de um tema que reflete muito a história atual e passada do Brasil, apesar de o livro não ser uma não-ficção. É sempre interessante ler esse tipo de obra, fazer as conexões com a ficção e a realidade, a gente acaba aprendendo mais sobre o país que a gente mora.