[Resenha] A Escolha – Kiera Cass

A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante ... Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois da última página é virada.
Fantasia Distópica || 352 Páginas || Cortesia Editora Seguinte|| Skoob || Compare & Compre|| Classificação: 5/5
Se você não conhece a trilogia A Seleção eis o que você precisa saber: primeiro, trata-se de uma trama distópica; segundo, o governo é monarca e a população é dividida em castas relacionadas com a posição e a classe social do indivíduo; e terceiro e mais importante, para manter a estagnação populacional o regente usa o artifício de escolher suas futuras rainhas por meio de um reality show, um programa de televisão que une trinta e cinco garotas motivadas a conquistar o coração do príncipe e que, como representantes do povo, fazem o público acompanhar com ânimo e esperança o processo de escolha da esposa do futuro rei. Sendo assim, no primeiro volume da trilogia, ou seja em A Seleção, conhecemos mais sobre essas jovens, sobre o príncipe e sua família, e vemos surgir um triângulo amoroso extremamente perigoso. Já no segundo livro, A Elite, observamos o número de meninas ser reduzido drasticamente, o romance oscilar entre certo e errado, e passamos a compreender um pouco mais sobre o sistema político desigual que rodeia a Seleção. Porém, é no terceiro e último livro que esperamos pelas maiores revelações da série, é neste volume que a autora promete sanar todas as nossas dúvidas e, finalmente, revelar quem será a grande escolhida do príncipe. Suspense, ação, romance, mortes inesperadas e emoções à flor da pele – é simplesmente impossível não se render a esse desfecho!

O último volume de uma série sempre é arriscado. Para um autor deve ser complicado finalizar uma trama, mas para um leitor é ainda mais angustiante saber que nessas últimas páginas todos os seus questionamentos devem ser devidamente respondidos. E antes de qualquer coisa devo dizer, por mais que A Escolha seja incrível, a Kiera Cass não respondeu todas as minhas dúvidas. O fato é que amei esse livro e me encantei pelo final, mas ainda assim observei vários pontos falhos no decorrer da história. Alguns podem concordar, outros irão discordar, mas senti que em muitos momentos a autora deixou de explicar e justificar certas ações tomadas pelos protagonistas, ou de detalhar com mais profundidade o luto e as guerras políticas relatadas no decorrer da trama, e até mesmo (o que de fato mais me incomodou) preferiu usar a morte como uma aliada na resposta de perguntas que ela não soube e/ou não teria tempo para explicar. Então, sim, eu não achei o livro perfeito, mas confesso que mesmo assim me emocionei, me envolvi e me apaixonei por essa história. E essa é a grande questão da escrita da Kiera Cass, ela pode não ser perfeita quando comparada com a narrativa de outros autores distópicos, mas ela é tão emocionalmente intensa e envolvente que os por menores passam despercebidos e se tornam irrelevantes. Em suma, tudo o que realmente importa é com quem o príncipe fica e como essa escolha influencia a estrutura do seu governo, quesitos nos quais a autora tirou nota dez.
Sem dúvida um dos pontos altos desse livro foi a distopia. Como já disse, nos outros volumes o foco estava mais direcionado ao romance e a convivência das participantes da seleção, contudo em A Escolha a trama se torna mais ousada e ganha uma densa carga de ação. Foi surpreendente o rumo tomado pela autora, sua solução foi rápida e deu às caras logo no começo da história, sendo desenvolvida aos poucos e com o auxílio de novos personagens extremamente importantes para o desfecho final da obra. E o mais admirável é que a America, nossa personagem principal, ainda com suas limitações pôde participar dessa batalha política. Aqui, saliento para o fato de que a jovem não pode ser comparada com mocinhas distópicas criadas ou condicionadas para a batalha; a America é dona de uma personalidade forte e de um coração bondoso que se compadece pelos mais necessitados, contudo ela tem consciência de suas privações e ajuda da melhor maneira que pode. Assim, a narrativa tem ação, mas de uma forma delimitada a quem está dentro de um castelo, rodeada de segredos, muros e deveres políticos. O que, confesso, deixa tudo mais inusitado.
Antes, você era apenas a garota que gritou comigo no nosso primeiro encontro. Esta noite, você virou a garota que não tem medo dos rebldes.
Outro ponto importante e envolvente da trama é o romance. Quem é que não torce pela America e pelo Maxon? Eu sempre tive certeza que eles ficariam juntos, mas o que eu senti lendo A Escolha quase me levou à loucura. Não tem como ter certeza com tantas intrigas, mentiras e guerras, e a Kiera Cass destrói nosso coração tantas vezes, só para reconstruí-lo logo em seguida. Por isso a trama é tão intensa, porque ela é variante e inconstante, como o amor jovem e recém-descoberto é. Eu continuo extremamente apaixonada pelo Maxon, mesmo ele me irritando um pouco nesse livro, e a America reconquistou meu coração mesmo diante de tantas mentiras – porque sério, eu não entendo o medo que algumas protagonistas têm da verdade, custa contar tudo logo de uma vez?! Então novamente, não se trata de um romance ou de uma história perfeita, mas sim de uma narrativa envolvente o suficiente para nos fazer mergulhar de cabeça, sem medo de nos deixar apaixonar.
No geral foi um belo final, digno de choro e sorrisos bobos. E mesmo que eu ainda ache que a autora tenha pecado em algumas explicações, não mudaria a alegria gerada pelo o último capítulo nem que me pagassem um milhão de reais. Foi tudo tão incrivelmente surpreendente e romântico que vai deixar saudade. Muita saudade. 
(...) quando estamos juntos, sinto que sou America. Não uma casta ou parte de um plano. Também não o vejo como alguém distante. Ele é apenas ele, e eu sou apenas eu.
(...) quero tudo com você, America. Quero os feriados e os aniversários, as épocas corridas e os finais de semana preguiçosos. Quero manchas feitas por dedos sujos de creme de amendoim na minha mesa de trabalho. Quero piadas internas, brigas e todo o resto. Quero uma vida com você.
• Sobre a Série •
A Escolha faz parte da trilogia A Seleção, composta pelos livros A SeleçãoA Elite e A Escolha.








Participe Aqui

54 comentários:

  1. Oi, Paola
    Adorei ler A Escolha. É uma das minhas séries favoritas. Adorei o final do livro, mesmo achando que o fim ficou um pouco corrido. Fiquei triste com algumas mortes.

    ResponderExcluir
  2. Amo essa série e esse final foi sensacional. Adorei a sua resenha Pah. Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  3. Louca para ler este livro. E essa capa? é a mais linda da trilogia. Adorei a resenha <3

    http://leiturasagaz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, as pessoas estavam ''falando'' tanto sobre esses livros que fiquei muito curiosa para lê-los. Ainda estou lendo A Elite, mas acho que A Escolha vai ser um livro surpreendente.
    Você disse que o livro não é prefeito, mas na minha opinião, nenhum livro é perfeito- por mais íncrivel que ele seja.
    Também não entendo o medo que algumas protagonistas têm da verdade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Pah!
    Estou enlouquecendo para ler a Escolha! Adoro o Maxon e não vejo a hora de saber como a Kiera terminou essa trilogia.
    Esse ultimo quote me fez suspirar alto!!! Extremamente fofo!!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. OWWWN não vejo a hora de colocar as mãos no meu exemplar de "A Escolha"! Mas ao mesmo tempo confesso que estou angustiada por ter que terminar essa série tão fofa... o consolo é que pelas resenhas que eu tenho lido a titia kiera realmente parece ter dado um fim super digno a trilogia! Espero não me decepcionar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já foi lançado o quarto livro da saga, chama-se A Herdeira. Sites como Saraiva e Submarino já estão vendendo!
      Em breve vai ter resenha no meu blog: www.apenasmaisumlivro.blogspot.com.br

      Excluir
  7. Essa série ainda não me convenceu...

    ResponderExcluir
  8. Estou louca por essa série, não li nenhum, mas já desejo muito. Infelizmente, não sei quando vou poder tê-los... Estou desejando demais... :'(

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Concordo com você em gênero, número e grau Pah. Perfeita resenha. Já li a Escolha e foi um turbilhão de emoções. Depois de ler A Elite confesso que estava muita brava com a América e sua indecisão infinita, porém em A Escolha ela se redimiu. O que foi aquele final?!! Perfeito. Ainda assim eu esperava alguns esclarecimentos que não aconteceram. Kiera decidiu matar sem dó nem piedade, e achei que o luto dos personagens simplesmente não acontecei, faltou emoção. Eu era apaixonada pelo Aspen mas sempre achei que a América não merecia ele. América e Maxon formam um casal perfeito.Fiquei com gostinho de quero mais...

    ResponderExcluir
  10. Eu acho que ja comentei varias vezes que eu quero ler muuuito essa trilogia , eu acho muito legal a historia de casamento , principe <3

    ResponderExcluir
  11. OI Pah*
    Li este livro desesperada e terminei ontem. Sei lá, me surpreendi com alguns acontecimentos, me emocionei, mas o final no meu ver foi algo esperado.
    Também observei algumas falhas, mas nada que atrapalhe. Eu adorei a triologia. Mas entre os três este não foi o meu preferido.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  12. Oi Pah,
    ainda não li este livro, mas já li os dois primeiros e adoro esta série.
    ultimo livro, nada pode ser perfeito né hahaha
    gostei da forma que você apresentou sua resenha... sei apresentar nenhum grande fato importante da trama para estragar nossa surpresa :P
    aaaah, estou doida para ler. espero gostar *--*

    ResponderExcluir
  13. Acabei ontem o meu e não consegui "dar 5 estrelinhas" para ele, mesmo amando a série, muitas coisas me incomodaram nesse ultimo livro, esses "medos" frequentes tanto de America quanto de Maxon me deixaram com sentimentos contraditórios, e quase desisti de ler até o final (e confesso só retomei a leitura depois de ler a última página rs). Mesmo torcendo muito por Maxon foi Aspen que me encantou desta vez. Mas.... me emocionei no final do mesmo jeito, fiquei feliz com o desfecho, e continuou como minha série gracinha. :)

    ResponderExcluir
  14. A cada resenha fico mais curiosa pra ler essa série. As capas são muito lindas e confesso que nunca tinha sentido muita vontade de ler. Mas com todo esse alvoroço em torno do último livro minha curiosidade foi às alturas. Ainda mais com esses quotes maravilhosos.
    Preciso ler logo!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Estou quase tendo um treco por ainda não ter conseguido meu exemplar e ainda não saber o que acontece no final da minha série favorita! Ai meu Deus, preciso de ler urgente! Ótima resenha! :D

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  16. Adoro distopias, mas essa trilogia não me interessa tanto porque parece mais conto de fadas. Distopias me prendem por causa das cenas de ação eletrizantes e não sei se conseguiria esperar ler dois livros antes de obter isso.
    Mas quem sabe no futuro eu não pare com esse preconceito e aceite ler a trilogia?

    ResponderExcluir
  17. Pah, nunca tinha ouvido e nem visto falar sobre esses livros, mas agora, quero todos par mim..... estou apaixonada..... por eles, enquanto lia a resenha, pensava que preciso da coleção completa urgentemente para saciar a vontade que surgiu em mim de lê-los.......
    Até me fez lembrar várias misturas de filmes que já vis.....
    Amei, amei....

    Bjssss

    ResponderExcluir
  18. Olha, eu amo a trilogia mas me decepcionei com o terceiro livro. Ficaram muitas pontas soltas, o fundo distopico foi um pouco esquecido, as mortes que aconteceram e seus lutos foram TÃO superficiais, que me deixou triste.Poxa,o Maxon nem parece que se abala!!! E esse jogo de gato e rato da America com o Maxon, de quem se declara primeiro me irritou profundamente!!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Pah!
    Para mim a trilogia "A seleção" ficou ótima com foco no romance. Ficou maravilhoso, não precisava mesmo ter foco na distopia, já que tantos outros livros focam nisso.

    Agora o que EU achei de "A Escolha".
    SPOILER!
    MAS a autora correu no final. Senti falta de algumas coisas. Como ficou a relação da America com a Lucy? O último momento delas foi quando a Lucy descobriu sobre a America e o Aspen. Tá, mas e como elas ficaram depois, já que a Lucy e o Aspen ficaram juntos no final? E a parte que o Aspen finalmente consegue dizer para a America que o que ele sente agora é só amizade!? Foi tão rápido, não deu nem para sentir a emoção. Como o Aspen se tocou que seus sentimentos pela America tinham mudado? A conversa entre os dois era para ter sido de um rompimento de laços amorosos, mas ficou tão frio.
    E por que colocar a Anne apaixonada pelo Aspen, se ela ia morrer logo em seguida e ele ia fica com a Lucy de qualquer jeito?
    E o perdão de Maxon para com a America ficou sem uma conversa. America não se explicou e nem se desculpou antes que ele viessem a se declarar novamente e pedir ela em casamento. Ela só ficou lá com cara de choro.
    Ah! A morte da Celeste me doeu tanto. E foi tão fria. America só lembrou dela no dia do casamento. Aff! Que amiga é essa? E por que a Elise não foi a escolhida para morrer? Snif!
    FIM DE SPOILER

    Não faço ideia do que por que Kiera quis correr com esse final. Adorei o final, A história como um todo é maravilhosa, mas que final corrido foi esse?
    O livro não foi perfeito nem de longe, mas de modo geral me conquistou.

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris!

      Concordo completamente com você, foram esses e alguns outros aspectos que me fizeram falar que o livro não é perfeito. Também sofri com essa morte, e acho que faltou um capítulo antes do casamento pra todas essas explicações... Mas, ainda assim, foi perfeito mesmo! ♥

      Beijos

      Excluir
    2. É esquisito como mesmo como a gente tem sentimentos contraditórios!
      Não é perfeito, mas é perfeito. rsrs...
      Sei lá, tem algo de maravilhoso nessa trilogia que faz a gente achar que está bom do jeito que está, apesar de seus defeitos.

      Beijão!

      Excluir
  20. Eu acho o mundo criado pela autora muito legal. Infelizmente não iniciei a leitura da trilogia, mas pretendo fazer o quanto antes! O final tem causado divergência entre os leitores. Uns amam, outros nem tanto.. Fico feliz de você ter gostado.. mas terei que ler para saber em qual lado irei ficar =)

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  21. Ai gente, que livro foi esse? Como não surtar com esse último volume, com o romance, as mortes, as reviravoltas?? ahhhhh.. só de lembrar dá vontade de arrancar os cabelos.. kk e tipo, concordo, o livro não foi perfeito, é impossível suprir todas as expectativas dos leitores, mas mesmo assim amei demais.. hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  22. Gente eu amei essa trilogia, muito boa............

    ResponderExcluir
  23. Já ouvi falar muito bem da trilogia mas não tenho nenhum dos tres livros :(
    Assim que puder vou comprar ou trocar "A seleção" e começar enfim a ler :)
    Adorei o enredo, o pedaço que fala do reality show pra escolher a moça achei o máximo!
    Abs

    ResponderExcluir
  24. Ainda não li essa série =(
    Mas é uma das que eu mais desejo ler... espero fazer isso em breve. Já li vários comentários que este último volume foi ótimo.

    ResponderExcluir
  25. Não gostei muito do final (podem me julgar). Sou apaixonada pela trilogia desde janeiro do ano passado que comprei A Seleção só porque o livro que eu queria (A Lista Negra) estava esgotado e achei a capa bonita haha. Não deu outra... Mas enfim, achei o final muito felizesparasempre demais, acho que a Kiera Cass forçou um pouquinho. Mas ok, não deixo de amar a trilogia inteira mesmo assim <3

    ResponderExcluir
  26. Ai Pah, eu concordo tanto com vc! Não foi perfeito por responder todas as nossas perguntas, também fiquei com algumas minhas, mas eu torci tanto para ela ficar com o Maxon, para o Aspen terminar bem e feliz! Não gostei de algumas mortes, eu não vi necessidade em algumas, mas chorei sim, ri muito, bem aquele sorrisinho bobo e no fim de apaixonei muitas vezes ao longo da leitura! Aaaaaa que saudade vai deixar!
    Parabéns pela resenha!
    Participe do Niver de um ano do Blog Overdose Literária - Top Comentarista de Junho!
    Link: http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/05/niver-de-um-ano-do-blog-overdose.html
    Beijos - Paulinha do Blog Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  27. Olá Pah! Mesmo não lendo a trilogia li sua resenha inteirinha rsrsr amo um spolier!
    America parece ser aquela personagem que ora amamos ora odiamos, Aspen não me faz simpatia, ja que torço por Maxon desde já rsrsr
    não podemos negar que caracterizar como uma distopia é um pouco forçado, para mim é mais um conto de fadas moderninho!

    ResponderExcluir
  28. Puxa, minha mãe quase me deu a série toda no mês passado, tudo porque ela gostou da capa! Hehe. Mas como eu tava de olho em outro livro (Battle Royale), acabou sendo esse né. Tinha me arrependido um pouco disso depois do ocorrido, mas não sei se penso o mesmo agora. Não quero ficar sem respostas e não acho que a morte deva ser sempre uma aliada das explicações. Porém... Não muda o fato de que quero ler a saga toda! Ainda mais quando você diz que tudo fica ~linds~ no final e é muito emocionante, envolvente, e tal.

    ResponderExcluir
  29. Oi Pah! Ainda não li mas desta semana não passa! Então li muito por cima a resenha pois estou fugindo de spoilers ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  30. Paola, estou louquissima pra ler esse livro, já li os outros dois, e acho que demorei menos de uma semana para lê-los (quando estou interessada leio supeeeeer rapido rs'). Acho historia do livro bem interessante, e por mais que ele seja de romance, ele nao chega a ser aquele romance agua com açucar, e tem alguns momentos bem interessantes. Mesmo querendo dar uns belos tapas na America as vezes eu ainda a amo, e a achou muito corajosa e guerreira, pois mesmo passando por tudo que ela passa naquele castelo, ela ainda continua ali.

    Espero poder comprar o livro logo logo, para ver se mato essa curiosidade toda rs'.

    ResponderExcluir
  31. Eu só li A seleção, Snif snif
    to doido pra completar a coleção só que cadê o dinheiro??? é triste... hahaha
    eu adorei A seleção, queria ter logo A elite pra continuar a leitura, em relação A escolha eu vi alguns blogs postando as resenhas do livro e acho que todos ganharam nota máxima *-* essa é uma trilogia que está deixando todos contentes e satisfeitos.

    ResponderExcluir
  32. Amei essa trilogia, e esse último livro!! É uma leitura fácil, leve e do tipo que eu gosto, impossível conseguir se desgrudar da estória e não desejar desesperadamente pelo final. Confesso que teve alguns pontos fracos em relação ao que eu esperava, mas a história teve uma trama bem concluída. Fiquei triste por te acabado acabou, vou sentir falta do Maxon.... Só me resta ter esperança de que tenha um próximo livro!!

    ResponderExcluir
  33. Adoro suas resenhas e indicações. Adorei essa serie, e me culpo por não ter conseguido ler mais de vagar rsrs.

    ResponderExcluir
  34. Amei essa trilogia, e esse último livro!! É uma leitura fácil, leve e do tipo que eu gosto, impossível conseguir se desgrudar da estória e não desejar desesperadamente pelo final. Confesso que teve alguns pontos fracos em relação ao que eu esperava, mas a história teve uma trama bem concluída. Fiquei triste por te acabado acabou, vou sentir falta do Maxon.... Só me resta ter esperança de que tenha um próximo livro!!

    ResponderExcluir
  35. Essas capas lindas me chamam mas toda resenha que leio diz que os personagens são irritantes em um ou outro ponto. Não queria que minha primeira trilogia distópica fosse com personagens que vou querer esganar em algum momento.

    ResponderExcluir
  36. Semana passada eu terminei de ler A elite e estou quase tendo um filho de vontade de ler A escolha. Preciso desesperadamente saber com quem Maxon vai ficar, o que acontece com as que não forem escolhidas e tudo mais.

    Bjok

    ResponderExcluir
  37. Oii Pah!
    Eu adoro essa série, estou muito curiosa com o final!
    Mas antes ainda tenho que ler A Elite. Estou tão curiosa que acho que vou completar minha coleção ainda esse mês! haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Estou louca por essa série, não tenho nem o primeiro e olha que já lançou o ultimo.
    Mais eu quero muito, só vi resenhas positivas do livros, e dizem que o desfecho é sensacional. Tipo bom do começo ao fim!
    Amei a resenha, Bjoos!

    ResponderExcluir
  39. Nossa confesso que as vezes ouvia falar sobre essa trilogia, mas não sentia vontade ler. kkkkkkkkkkkk quando resolvi dar uma chance para essa maravilhosa historia eu me encante, vivi uma montanha russa de emoções a danada da Keira Cass, nos fez viver junto com a America os medos, as conquistas, e ate mesmo as indecisões amei essa trilogioa. Muito boa mesmo

    ResponderExcluir
  40. Confesso que li esse livro por sua causa Pah!
    Depois que vi a sua lista de livros preferidos (os que foram acrescentados) no ultimo vídeo, achei que valeria a pena me render aos "suspiros" que tds davam com essas história, ai vem a melhor parte... EU AMEI A TRILOGIA!!!!!!
    Quando eu me senti claustrofóbica junto com a America quando ela não conseguia ficar na primeira noite dentro do palácio em " A Seleção", percebi que de maneira nenhuma me arrependeria. Explorei diversos sentimentos em toda a trilogia como a confusão (que é praticamente uma protagonista), raiva, pena, alívio, angustia, felicidade, dúvidassss... Amei e odiei a America td tempo por ela ser tão confusa e insegura, por maltratar tanto os meninos, suspirei e gritei com e por Aspen e Maxon ao mesmo tempo ( O.K fui meio America) por eles serem extremamente bons e ruins com a já tão "debilitada" mocinha. Não me agradei com as mortes (nem nc vou me agradar em livro nenhum), odiei o rei sem arrependimentos, senti que precisava conhecer um pouco mais da rainha por ela parecer ser tão incrível... Poderia fazer um livro só de elogios por simplesmente ter amado praticamente td!
    Vlw mesmo pela dica ;)

    ResponderExcluir
  41. Concordo totalmente com voce! Apesar de ter quase enlouquecido lendo esse final simplesmente sensacional pra essa trilogia, sinto que a Kiera poderia ter aproveitado melhor alguns fatos.Fui totalmente envolvida pela trama, que me fez ficar acordada até tarde mesmo tendo que acordar cedo no dia seguinte. Não conseguia tirar meus olhos do livro e muito menos queria!
    Em A Escolha fiquei brava com America, fiquei meio brava com Maxon, parti meu coração inúmeras vezes com eles, sofri com cada briga, me apaixonei ainda mais por Maxon... Aaah, passei por tantas emoções lendo esse livro que nem consigo contar! Mesmo assim, o final ficou corrido e com isso deixou de aproveitar alguns pontos da história...

    ---SPOILER---SPOILER---SPOILER---SPOILER---

    O sofrimento de America pelo pai acho que não ficou evidente da melhor forma. Alem do seu luto pessoal, o luto em família. Senti falta de um abraço consolador com a mãe, mesmo que essa não fosse seu "porto seguro".
    Outro ponto que eu achei que seria uma reviravolta na história, mas acabou não rendendo muito foi o fato do pai dela ser um rebelde! Afinal, foi de grande importância dando a informação sobre os diários de Grogory para o grupo nortista...
    O rompimento entre America e Aspen foi outra coisa que deixou a desejar. Tudo bem, os dois já estavam em outra, mas um relacionamento de dois anos tão intenso não podia ter um final daqueles.
    Celeste e a rainha: duas mortes que me deixaram muito triste! Pra que me fazer simpatizar com a Celeste se ela ia morrer Kiera?! Não questiono muito isso, na verdade, mas que eu fiquei com um aperto no coração, eu fiquei haha. E eu criei um certo carinho pela rainha! Fiquei mal quando veio a notícia.
    Pontos altíssimos:
    - o romantismo de Maxon. Eu me apaixonei por ele junto com ela, gente! E aquelas cartas?!?! Aquela declaração de amor!!
    - Aspen levá-la ao altar. Achei muito fofo.
    - a confusão de emoçoes que me prenderam
    - me senti presa com a America no abrigo no último ataque.
    - tudo mais ! hahaha

    -- FIM DO SPOILER--

    Se tem alguem na dúvida de começar essa trilogia, comece sem medo, pois o final não decepciona. Me apaixonei por Maxon no primeiro livro e esse sentimento só cresceu!
    Beijos, gente! (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena você leu minha mente! Tudo o que quis expressar nessa resenha é exatamente o que você disse nos comentários. A diferença é que não posso dar spoilers. Mas as cartas me encantaram, o rompimento com o Aspen também me deixou p* da vida pela forma como aconteceu, e o luto dos personagens não me convenceu nenhum pouco. Mas, ainda assim, é impossível não amar esse livro ♥

      Beijos

      Excluir
  42. Também achei o livro incrível! Porém, concordo com você, Pah, quando o assunto é lacunas em A Escolha! Primeiro, a morte do pai de América e de personagens tão queridos no final da história - sem sentido e o pior, não teve o luto que mereciam. Depois, o fim de América e Aspen com a descoberta de que o antigo amor da protagonista já estava em outra - e eu juro que não esperava que fosse (SPOILER, SPOILER, SPOILER) Lucy, embora já tivesse cogitado. Achei que esse novo casal foi quase um improviso da autora, como se quisesse se livrar logo da responsabilidade de construir a história dos dois. Terceiro, o fato de (SPOILER) Kriss e o pai de América serem rebeldes foi tão pouco aproveitado.... achei que teria alguma relevância na história, mas ao fim não aconteceu nada. E por último, fiquei sem entender como Maxon pode perdoar América tão rapidamente (no mesmo dia que a pegou no flagra!) sobre as mentiras que ela disse! Assim, ele também não foi um santo (pegou todas as meninas em A Elite e no último livro, e mesmo assim continuou com a pinta de homem apaixonado), então à beira da morte, acho que ele relevou o que América fez, sabe? Pra mim essa foi a única explicação lógica, porque a autora deixou isso muito em aberto. Enfim, acho que se fizessem um filme decente desse livro e caprichassem no figurino e até no cenário, poderia até ganhar um Oscar e tal, mas é claro que não deveria ser um longa feito de qualquer jeito como os filmes de muitas sagas que vemos por aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso que penso Brenda. O livro e a Saga são ótimos, não tenho dúvidas. Mas a autora deixou muitas pontas soltas. Me irritou (SPOILER) como a America não teve coragem de terminar de vez como o Aspen, e de que foi a circunstância que o Max descobrisse tudo. Pra mim faltou eles conversarem sobre isso sabe? E o detalhe dos pais delas como rebeldes, UAU, isso poderia ter sido melhor explorado porque foi uma sacada muito boa :)

      Excluir
    2. Concordo muuuuuito.... a leitura não nos dá um mundo detalhado (há o acesso à tecnologia, artistas pop, modelos e câmeras fotográficas pelas castas Dois e Três, mas achei estranho o espanto da América em relação a um celular.. qual é o nível de tecnologia existente ? Havia um computador no palácio, logo deveria haver uma casta com setor de TI ?!), enfim.. também achei que a descoberta da Kriss resultaria em algo, mas apenas em uma fala ela age de modo diferente...e não, não está claro pq a rainha tinha tamanha devoção ao rei já que ele parecia ser um crápula...e pq raios ela morre ?...a relação da América com a mãe...a vulnerabilidade do castelo (vamos e venhamos, parecia que nem muros existiam)...o povo que já apostava em Maxon, mesmo sem acesso à real postura dele, pois tudo o que viam era o polido príncipe no horário político de Illea...enfim.... apesar de todas as lacunas, ainda assim, amei a trilogia..kkk... indico a leitura pq é agradável, bonita e emocionante...

      Excluir
    3. Fiz as mesmas reflexões quando acabei o livro, principalmente a respeito da devoção da rainha, isso me incomodava demais. Mas, ainda assim, é impossível não amar a trilogia né?

      Excluir
  43. Aanw que perfeito *-* Da trilogia esse tem a capa mais linda, por enquanto só li A Seleção mais estou apenas esperando chegar os outros! Não tem como não amar é uma trilogia fantástica.

    ResponderExcluir
  44. Pah, estou lendo o primeiro livro ainda da Seleção e vi nessa sua resenha que A Seleção é uma trilogia, mas li no site da autora que é uma série de 5 livros, inclusive um quarto livro foi lançado esse mês: A Herdeira. Esse livro não é a continuação da história não? Beijos!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! É uma série sim. É que até o momento que li A Escolha seria uma trilogia :)

      Beijos

      Excluir
  45. ameii todos .. titia kiera consegue prender a atençao do leitor de uma tal forma que nao consegui parar de ler .. li os tres livros em menos de um mes .. simplesmente amei todos .. me decepcionei com algumas mortes, mas enfim , amoo maxon e america .. ansiosa para a herdeira. :)

    ResponderExcluir
  46. nss!! eles sao perfeitos .. ameii atrilogia .. a forma como a kiera prende a atençao do leitor é inclivel .. lii os tres livros em menos de um mes .. e too ansiosa para a herdeira ,,.. #amoo_maxon ... apesar de ficar um pouco decepcionada com algumas mortes .. maeii como a tia kiera fez o desfecho .. fikou perfeitooo.. é um dos meus melhores livros..

    ResponderExcluir