[Resenha] A Bandeja – Lycia Barros

Aos 18 anos, Angelina está prestes a viver o maior desafio de sua vida: sair de Petrópolis para estudar no Rio de Janeiro, deixando para trás os cuidados e a proteção de seus pais. Assim que se instala na república de estudantes e começa a assistir às aulas, a jovem percebe que as dificuldades serão muitas. Ela divide um quarto com uma colega desorganizada, uma frequentadora assídua de festas e chopadas que vive cercada de más companhias. Além disso, as condições das instalações da faculdade são precárias e os professores não parecem comprometidos. Angelina já está desanimando de sua nova vida quando esbarra no lindo Alderico – ou Rico –, um cara capaz de fazer qualquer garota perder o fôlego. O que ela não poderia imaginar era que Rico é seu professor de linguística e se interessaria por ela também. Deslumbrada com a descoberta da paixão e certa de que Rico é seu grande amor, Angelina se joga de cabeça nessa relação, ignorando todos os conselhos que recebera dos pais a vida inteira. Ao mesmo tempo ela começa a ter sonhos que não consegue entender: homens lhe oferecem objetos numa bandeja e, logo depois que Angelina aceita seus presentes, eles se transformam em feras e desaparecem numa floresta. Primeiro volume da série “Despertar”, A bandeja é um romance arrebatador que retrata os dramas e as provações pelos quais qualquer jovem passa quando se afasta de sua essência e deve trilhar de novo o caminho do amor verdadeiro e de Deus.
New Adult || 240 Páginas || Cortesia Editora Arqueiro || Skoob || Compare & Compre || Classificação:5/5
A Bandeja me surpreendeu completamente, não pela qualidade da escrita da autora – que eu já sabia que seria ótima – mas pelo teor religioso presente na trama. Em um primeiro momento temos um new adult convencional, com uma mocinha que acabou de completar dezoito anos e que sai de sua casa no interior, onde sempre foi mimada e protegida pelos pais, para viver em uma república universitária na cidade grande. Lá, ao ingressar no curso de literatura, Angelina se apaixona por seu professor e vive momentos intensos e conflituosos, que mudam completamente o rumo de sua vida. Contudo, não demora muito para a autora mostrar que o enfoque não está no romance ou no processo de amadurecimento vivenciado pela protagonista (fatores comuns em livros desse gênero), mas sim nas dificuldades que a jovem enfrentará, nas tentações que precisará vencer, e no conforto que encontrará em Deus. Assim, a obra foge do clichê e traz uma bela e tocante mensagem sobre recomeços e fé.
As escolhas são nossas... Rejeite a maldição, e a bênção de alcançará.

Em um mundo no qual as pessoas evitam falar sobre religião, até porque se tornou muito mais fácil julgar do que aceitar, achei incrível a força da narrativa da autora, que cita trechos da bíblia, fala sem medo sobre tabus como drogas, alcoolismo e sexo na juventude, e que não tem receio em mostrar o poder da fé. Nesse ponto é importante dizer que eu sou católica e, mesmo percebendo as citações evangélicas próprias da religião da protagonista (e da autora, acredito eu), consegui enxergar que não se trata de discutir ou propagar uma religião por si só, mas sim de discorrer sobre o amor bondoso e benevolente de Deus, de um Pai que cuida e vela pelos seus filhos amados. Então, antes de pensar que essa é uma história religiosa, tenha em mente que a trama foca na fé e no amor do Criador, apenas nisso.
É fato que me emocionei demais com a jornada de Angelina. Por ser um livro nacional (ou seja, que faz referências a uma realidade comum ao jovem brasileiro), por eu já ter passado pelo complicado ingresso em uma faculdade, e por compreender a dificuldade que é seguir a palavra de Deus, pude entender os dilemas vivenciados pela jovem, que sofre com as imposições de um mundo descrente e que, em muitos momentos, se esquece de sua fé para obter os prazeres da vida terrena. O bacana é que é fácil entender Angelina e suas ações impensadas porque nós somos assim, nós erramos, pecamos, mentimos e enganamos a nós mesmos, muitas vezes até sem perceber nossas falhas. Portanto, quando a personagem erra nós refletimos sobre nossos próprios erros, e quando ela cresce em sua fé nós evoluímos junto com ela, avaliando nossas ações e buscando, da mesma forma que a protagonista, a redenção.
Além de uma mensagem reflexiva e tocante, a autora faz uso de uma escrita fácil e fluída, que varia entre a narrativa em primeira pessoa, algumas mensagens de textos, e os sonhos e/ou pesadelos que afligem a personagem principal. Outros pontos positivos são os mocinhos incríveis (sim, no plural!), o processo de cura que acontece com vários personagens, e a motivação que o livro dá no leitor – aquela vontade de agir em nome de Deus sabe? O único ponto negativo é que, no geral, senti que alguns detalhes foram explicados ou solucionados de forma demasiada rápida, contudo acredito que isso esteja relacionado com o fato da autora querer enfatizar a força da fé. Entre muitos altos e pouquíssimos baixos, digo que realmente gostei desse livro e que estou muito curiosa para ler novas obras da autora.
Lycia Barros, um nove nome para a minha lista de autoras favoritas.
Mais uma lágrima de gratidão desceu pelo meu rosto. Ele não desistira de mim. Mesmo depois de tantos pecados, Jesus realmente me amava.
• Sobre a Série •

A Bandeja, Qual pecado te seduz? é o primeiro volume da duologia Despertar, composta pelos livros A Bandeja e Entre a mente e o Coração. Ambos os livros já foram publicados no Brasil, contudo serão relançados pela Editora Arqueiro. Vale salientar que os livros narram histórias diferentes, cada cal com o enfoque em um casal diferente.
• Para ler ao som dê... •
Vou contar um segredo, temos uma banda nessa história, a qual me lembrou em demasia de um grupo musical que curtia muito na minha época de grupo de jovens, o Pimentas do Reino. Uma musical em especial é perfeita para essa história, escuta só:





Participe Aqui

38 comentários:

  1. Oi Pah!
    Me interessei por esse livro logo que vi o lançamento. Tenho que admitir que desde que eu li pela primeira vez um new-adult não curti muito, pois eu sentia falta de mais história, algo que não tivesse enfoque apenas na relação do casal, mas tivesse algo mais, sabe? O primeiro que gostei desse gênero foi Easy, justamente por mostrar os conflitos dos personagens.
    Acredito que A Bandeja irá me agradar muito. Gostei de saber que mais do que a relação amorosa entre aluna e professor, teremos a abordagem dos medos, dos problemas tão comuns na juventude e, o principal, a solução com o poder da fé.
    Muito ansiosa para lê-lo!!
    Obrigada pela dica :)
    Beijos

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oieee
    Acho que nunca li um New Adult assim então estou bastante curiosa com a leitura do livro.
    Gosto de obras que te passam uma mensagem e até uma reflexão,é bom parar pra pensar as vezes.
    A Lycia é muito fofa,já li "A Garota do Outro Lado da Rua" e adorei tanto a história como sua escrita que é muito envolvente.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi o livro parece ser otimo , deve ser dificil ter que ir estudar em outra cidade e ter q deixar seus pais , o livro me interessou mt , e vs escolheu quotes bem legais , gostei mt desse : Mais uma lágrima de gratidão desceu pelo meu rosto. Ele não desistira de mim. Mesmo depois de tantos pecados, Jesus realmente me amava. e é mesmo muito reflexiva e tocante !

    ResponderExcluir
  4. Ola Paola, A capa não me chamou a atenção mas depois q eu li sua resenha me interessei, eu sei q a gente nunca deve julgar o livro pela capa, mas as vezes é inevitável. Já ta na minha lista de desejados... ^^

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  5. Adoro romances entre professor e aluna então amoooo
    Essa capa não tinha me chamado a atenção
    Mais depois de sua resenha quero muito ler
    Vi que tem tbm uma mensagem de fé nele, com certeza vou gostar!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que legal Pah! De cara eu já gostei da história mas por falar ainda sobre Deus, fé, me incentivou ainda mais a ler. Eu sou evangélica, e sim, hoje em dia é muito difícil falar sobre religião, parece que são partes escondidas das vidas das pessoas. A maioria das pessoas infelizmente julgam umas as outras mas acho que mais que religião o que realmente temos que ter é a fé! Tenho 19 anos e sei como essa fase é difícil e muitas pessoas se perdem em coisas que no final não tem valor algum (não estou julgando), e pra mim, o que me faz seguir e ter uma vida plenamente feliz é a minha fé, o meu Deus. Já tô doida pra ler esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Oi Pah. Acredita que nunca tinha tido curiosidade em ler esse livro?! Mas isso mudou rapidamente depois de ler sua resenha maravilhosa. Assim como você sou Católica e é bom saber que o livro não procura propagar nenhuma religião mas em falar do amor de Deus. Já adicionei na wishlist.
    Beijos
    AAll My Life in Books - Aguardo sua visita!

    ResponderExcluir
  8. Sempre leio ótimos comentários sobre a autora Lycia Barros.
    Tenho muita vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a autora.
    Acredito que seja uma boa leitura. Gostei bastante do quote.

    BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  10. Oiee ^^
    Já ouvi falar super bem da autora, mas nunca li nenhum livro dela. Não gosto muito de ler livros que citam a bíblia e coisas do tipo, então acho que não leria o livro, pelo menos não agora.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Esse livro está nos desejados à um bom tempo. Mas não sei se vou curtir esse lance evangélico. Sei lá, nada contra mas acho que em uma história como essa poderia ter deixado o evangelismo de lado. Assim como você, sou católica, mas eu não concordo com as abordagens evangélicas em geral, que no caso deve ser a religião da autora e ela se "aproveita" de sua obra literária para divulgar sua religião...Não concordo. Mas a sinopse já havia me chamado a atenção...Confesso que o desejo de ter esse livro passou um pouco mas ainda pretendo ler.
    Como sempre, sua resenha ficou espetacular!
    Beijos!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, o legal desse livro é que ele não fala de uma religião em si. Tem citações de cultos, o que nos leva a religião evangélica, mas fora isso trata-se de Deus e de fé. Vale a pena viu, mesmo sendo católica eu goste demais da trama.

      Beijos

      Excluir
  12. Gostei muito da sua resenha. Não tinha me interessado muito pelo livro, mas agora fiquei louca para ler. É uma abordagem diferente. Gostei muito dessa parte religiosa do livro.

    ResponderExcluir
  13. Oi Pah!
    Já li resenhas deste livro, mas fiquei receosa de ler. Mas agora sim, gostei do que li. Parece ser um livro muito bom. Quero muito ler|!!!
    Beijos,
    minhavelhaestante1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah, tudo bom? Confesso que pensei que o enredo seria algo completamente diferente e confesso que por tudo o que você falou, fiquei muito mais curiosa para realizar a leitura e exatamente pelo motivo que você falou: em uma sociedade como a nossa que passa todo tempo julgando a religião ao invés de tentar entendê-la, ter uma autora que trata do tema da forma como você falou é simplesmente maravilhoso. Mal posso esperar para realizar a leitura


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  15. ameei a historia desse livro sair de casa faculdade .. mas apaiixonar pelo professor o.o que livro diferente 0.0 kk

    ResponderExcluir
  16. A primeira vista eu não curti muito a capa, achei meio Sparks sabe? Apesar de que eu amo ele! mas dai fui vendo resenhas por aí e acabei me interessando, só esperando a oportunidade de ter o meu exemplar. Como sempre ótima resenha ;)

    estanteparalela

    ResponderExcluir
  17. A capa me lembra muito dos livros do Nicholas Sparks, a sinopse me atraiu bastante. Dessa autora já li Tortura Cor de Rosa, nao é um bom livro mas tambem não é um livro ruim.

    ResponderExcluir
  18. Pah, esta foi sem sombra de dúvidas a melhor resenha que li sobre A Bandeja. Faz tempo que tenho meu exemplar em casa, comprei sem saber que tinha essa questão religiosa inserida na trama e confesso que fiquei com receio de não gostar. Mas sua resenha me apontou outros fatores muito interessantes que me deixaram curiosa para conferir a escrita da Angelina. Espero que não demore. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  19. já vi muitos comentários positivos sobre este livro, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha dele. parece ser um livro ótimo, e gosto de livros que mostram este lado adolescente mais comum, que erra e tudo o mais...
    a escrita dela parece ser bem gostosa mesmo. nunca li nenhuma trama assim, com um lado voltado para o religioso.
    achei incrível a história, e com certeza vou procurá-lo para ler logo! *-*

    ResponderExcluir
  20. É primeira vez que ouvi falar desse livro e fiquei curiosa pra conhecer a história, com essa sua resenha, não tem nem como não ter vontade de ler. A Bandeja parece ser um livro muito bom, com conteúdo bem legal, achei interessante, instigou minha curiosidade. E ainda tem continuação!! Estou bem ansiosa para lê-lo.

    ResponderExcluir
  21. Oi Pah! Eu já li um livro da Lycia e percebi que ela tem um toque forte na religiosidade. Acredito em Deus, mas acho que incomoda um pouco essa coisa de colocar religião, visto que muitas vezes poucas diferenças acabam criando conflitos e julgamentos. Mas ela consegue colocar de uma forma tão delicada que é simplesmente fé, não imposição.
    Adorava Pimentas do Reino, faz tempo que eu não ouço :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito da premissa do livro, porém não sei como vai ser esse contato com ele. Nunca li nada parecido, por conta da religiosidade que apresenta. Ou eu vou amar ou odiar!

    ResponderExcluir
  23. Oi Pah!
    Já escutei falarem que o livro é muito bom. confesso que não conheço essa autora e mesmo que o enfoque do livro não seja em teor religioso, ele não despertou meu interesse num primeiro momento. Quem sabe numa próxima.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Achei encantadora a ideia, Pah. Eu já tinha visto a obra e confesso que não sabia que tinha um envolvimento mais religioso. Eu gosto e acho que é uma boa para todos lerem.
    Faz bem ler algo relacionado, às vezes, nos deixa mais leves.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  25. Quando vi a capa imaginei um romance bem fofinho e convencional, tanto que me surpreendi quando vi que era um new adult. Mas a resenha me surpreendeu, se já li algo parecido não me lembro, mas mesmo com a resenha tão boa tenho a impressão que n vou gostar. Fiquei na duvida se quero ou n ler kkk

    ResponderExcluir
  26. Eu tenho o livro aqui mas ainda não li, mas pretendo.
    Livro com citações religiosas não chamam minha atenção normalmente mas este tem uma escrita tão bonita(pelo que noto nas resenhas) que não tem como não querer ler.
    Mas como ja tenho sei que vou ler logo, beijos.

    ResponderExcluir
  27. O livro parece ser bom e eu sou evangélica e é bem raro ao menos pra mim encontrar livros que fale de Deus que preste e explique o amor de ele sentem por seus filhos, e não como muitos passam "Deus nos ama e ponto". Eu acho que darei sim uma conferida no livro, a resenha é ótimo mas oque me ganhou foi o quote :3

    ResponderExcluir
  28. A história realmente causa curiosidade e muita curiosidade, por se tratar de um livro nacional e por envolver como você mesma disse esse teor religioso. Gostei bastante das citações, bem profundas. Pretendo ler o mais rápido possível esse livro e viver as emoções junto com a personagem.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  29. Já me emocionei apenas com a resenha, imagina com a história rs. Por cima parece ser uma história bem superficial por falar das mudanças que todo jovem enfrenta ao sair da escola, e ao fazer dezoito anos, porém entra na história esse toque de fá, esse apega com Deus, que deixa tudo mais interessante por não ser abordado sobre isso em outros livros do gênero.
    A capa é super linda, e me lembrou as novas capas dos livros do Nicholas Sparks, o que me fez pensar de primeiro momento que era mais um lançamento do autor rs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Nossa Pah, que resenha linda!!!! Simplesmente adorei e agora depois ter lido, me interessei muito pelo livro. Já tinha visto a capa dele em alguns lugares , mas nunca parei para ver do que se tratava, e agora depois da sua resenha, já vi que vou querer tê-lo em minhas mãos logo logo.
    Também sou católica, e participei muito de grupo de jovens na igreja quando adolescente, minha vida na igreja sempre foi mt ativa. Acho que ter essa parte religiosa no livro me pegou de surpresa, até pq não é mt comum encontrarmos livros assim, um religioso "diferente" digamos assim... Vou procurar saber melhor sobre o livro e quem sabe o ler e dps dar a minha opinião.
    Adorei a resenha Pah, beijooos!!!!!

    ResponderExcluir
  31. Esse livro desse ser muito delicinha pra se ler ^^

    ResponderExcluir
  32. Ja tinha ouvido falar do livro , mais não me interessei , mais depois que vi sua resenha eu com certeza preciso ler logo esse livro , ele parece ser ótimo e me deixou super interessada , esse tambem ja esta na minha listinha do skoob \o/ ela cresce cada dia mais , meu deus o.o kk

    ResponderExcluir
  33. Oi ;D
    Vou admitir que quando tem um ganchinho em religião, fico com um pé atrás. Mas acho bonito quando escritores abordam o poder da fé, acho que dá um toque sublime no livro.

    Abraços. ^^

    ResponderExcluir
  34. Não sei se gostaria de ler esse livro. Também fico com um pé atrás. Mas gostei bastante de ler A Cabana e então acho que daria uma chance para este livro. Ele parece ser muito bonito e muito agradável de se ler.

    ResponderExcluir
  35. Oi Pah,

    Tenho muito ouvido falar bem deste livro mas não sei, apesar da sua ótima resenha, não senti interesse em lê-lo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Não sabia que esse livro tiha esse tema religião tao forte, mas é bacana, já li A cabana e gostei, é bom ler um livro que fale sobre fé.

    ResponderExcluir
  37. Pah, estes livros são com toda certeza os próximos de minha lista, assim que eu me permitir fazer comprar, agora o que eu estou apaixonada é por esta música, muito linda.....
    Obrigada por dividi-las conosco.

    BJsss

    ResponderExcluir