julho 02, 2014

[Resenha] Devoção – J. C. Reed

Com uma promissora carreira pela frente, Brooke Stewart não é o tipo de pessoa que se envolve em relacionamentos, principalmente em seu trabalho. Entretanto, ao ser enviada para fechar um grande negócio na Itália, ela percebe que uma das peças-chave do seu novo projeto é o cara que ela havia abandonado dias antes em sua cama. Jett era um homem de negócios. E altamente atraente. Seu sorriso malicioso escondia seus verdadeiros intuitos e seus olhos verdes eram um convite permanente. Sexy e arrogante, um cretino e um estranho, disposto a conseguir tudo o que quer e, desta vez, ele desejava Brooke, não importando o preço a pagar. Então, quando eles percebem que essa relação pode afetar o mundo dos negócios, surge um contrato… Perigosamente arriscado. Altamente sexy. Uma relação que não aceitará um “não” como resposta.

Romance (+18) || 288 Páginas
|| Cortesia
Editora Única|| Skoob || Compare & Compre || Classificação: 3/5
Uma mocinha traumatizada, um mocinho
extremamente sexy, um relacionamento profissional que tende ao desejo físico, uma
noite de amor que une o casal, e um segredo que ameaça separá-los
permanentemente… A fórmula usada em Devoção
já foi continuamente explorada em livros desse gênero, contudo mesmo rodeada de
clichês a escrita da autora J. C. Reed encanta pelos mistérios que rodeiam o
enlace amoroso descrito. Desde as primeiras páginas fica claro que Brooke e
Jett irão se envolver, contudo existe um enigma por trás da fachada de bad boy do mocinho dessa história e,
entre tanta previsibilidade, esse é um ponto que encanta e prende o leitor à
narrativa. Além disso a narrativa também conta com doses de emoção, drama e
ação, tudo na medida para atiçar a curiosidade do leitor.

Brooke está quase engatando um relacionamento
sério quando, após uma noite de bebedeira na companhia de sua melhor amiga, ela
acorda na cama ao lado de um deus grego seminu, alguém que ela lembra vagamente
de ter conhecido. O grande problema? Não é que ela esteja em um relacionamento
indefinido com outro cara, ou muito menos dela ter dormindo com um cara
qualquer – o que ela nunca faz! – mas sim, resumidamente, o de o deus grego em
sua cama ser o Jeff, um dos seus contatos de trabalho.  Por outro lado, Jeff se encanta por Brook instantaneamente,
e depois que consegue entrar na vida dela resolve que precisa tê-la de qualquer
maneira. Nesse ponto o clichê rola solto: trabalho que vira paixão, contratos
de confiabilidade, e um relacionamento físico que dá lugar para uma bela
paixão.
Enquanto Jeff vai abrindo caminho rumo ao
coração de Brooke, conquistando ela e o leitor, vamos aproveitando o romance, aprendendo
mais a respeito desses personagens, conhecendo seus medos, traumas, planos para
o futuro e – o mais bacana de tudo – a profissão deles. Até esse ponto a trama
é bem previsível, porém a autora guarda o melhor para o final, revelando um segredo
que muda drasticamente o foco da história, deixando pontas soltas que prometem
muita ação e suspense. Sendo assim, trata-se então de um romance fofo e sensual,
com o bônus de um mocinho bem charmoso e menos mandão e autoritário do que o
clichê mandaria, e de um final digno de enlouquecer o leitor pela continuação
da história.
Entretanto, mesmo entre tantas características
positivas, confesso que não consegui me envolver com a história. Achei a
narrativa boa e bem construída, mas sentimentalmente falando me pareceu tudo
tão cru. Os sentimentos são descritos, mas não experimentados, assim li tudo de
uma maneira distante, sem me compadecer realmente pelos personagens. Acredito
que o que tenha colaborado para isso é a personalidade da mocinha e de sua
melhor amiga. Não adianta, não gostei de nenhuma das duas. A heroína é volátil
e muda de ideia como muda de roupa, raramente aparentando ter a idade que diz
ter. E sua melhor amiga, pelos céus,
ela parece mais uma inimiga do que melhor amiga. Separadas elas até são
aceitáveis, mas toda vez que estão juntas comprovam que são imaturas. E juro
que não estou sendo preconceituosa, mas talvez o problema esteja no fato da
minha personalidade não ‘bater’ com a delas. Outro ponto que me incomodou é a
facilidade com a qual Brooke aceita as mudanças em sua vida: o novo trabalho, a
viagem de trabalho, o relacionamento com o Jeff. A autora narra como se tudo
fosse uma grande surpresa sob o olhar da mocinha, mas convenhamos, é tudo extremamente
óbvio.
No geral, entre altos e baixos, o livro é
gostoso de se ler. Ainda acho que os cenários – eles vão para a Itália gente! –
e as personagens femininas poderiam ser exploradas de uma forma melhor, porém
esses detalhes não diminuem a qualidade da escrita direta e fluída da autora,
muito menos do romance fofo que ela criou. Espero ler o segundo volume dessa
trilogia logo para, não apenas descobrir o futuro desses dois, mas também para conferir
se a história amadurece .

– Ser perfeito é chato e superestimado – ele deu aquele seu sorriso torto
que fazia meu abdome se retorcer e se enrolar em um delicioso desejo. – Estou à
procura de uma garota sexy, divertida, gentil e honesta. E você marcou todos os
itens certos, Brooke.

Você não pode controlar a vida, mas pode escolher quem você é e o que faz
dela.

Sobre a Série •



Devoção é o primeiro volume da trilogia Surrender
Your Love
, composta pelos livros: Devoção, Conquista, e Treasure Your Love
(que ainda não foi publicado no Brasil).



Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

48 Comentários

  • Anônimo
    03 agosto, 2014

    Oie…
    Adorei a capa dos livros e acho que as originais eram bem melhores rsrsrsrs
    Meu namorado iria me matar se eu tivesse um livro com capa assim!
    Gostei bastante da premissa do livro e vou esperar o último da trilogia ser lançado para comprar. Não gosto de comprar livros que não tenham um fim da história. Passo até mal de tanta curiosidade e ansiedade.

  • Estou de olho nesse livro faz algum tempo, mas pela capa que pela sinopse pq antes desse resenha não tinha lido e a impressão que tive foi a mesma que a sua, muito clichê.
    Não que todas as histórias clichês sejam chatas, eu até gosto, desde que ela seja bem escrita, desenvolvida, envolvente, que te faça sentir parte dos personagens.
    Confesso que depois da resenha fiquei com um pé atrás. Bom… vou pensar se lerei ou não.

    Beijinho

  • Desbravadores de Livros
    29 julho, 2014

    Quando a leitura é gostosa, vale a pena o esforço.
    Porém, eu não consigo gostar de livros do gênero, Não é o meu forte, Pah.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

  • Karina B.
    20 julho, 2014

    Oii Pah!
    O livro não me chamou a atenção.
    Gosto desse gênero e adoro um bom clichê, mas acho que não leria esse. Pelo menos não estou com vontade de ler no momento.
    É bem ruim quando a gente não consegue se envolver com a história. Geralmente (pelo menos para mim) o melhor desses livros é o quão envolvente as histórias são. Pena que nesse não ocorreu.

    Beijos!

  • Rayane S
    19 julho, 2014

    Tenho que confessar e esse livro não chamou minha atenção não curto muito esse gênero, mais quem sabe… Talvez até seja uma boa aposta porque a história pode e com certeza vai se aprofundar mais, mas… Sei lá. Uma coisa é certa a capa é incrível!!

  • Lorraine Lira
    15 julho, 2014

    Oi 🙂
    Já tinha lido a sinopse desse livro e algumas resenhas e confesso que enjoei desse tipo de temática. Não conseguem prender mais a minha atenção. Mas talvez eu venha lê-lo pra conhecer mais a escrita da autora. Bjo 🙂

  • Fernanda Gomes
    13 julho, 2014

    Gostei muito da resenha, mas é muito dificil eu pegar um livro desse gênero pra ler. Não gosto de livros que puxam pro lado erótico, e nem de romances clichês. Quem sabe algum dia eu ainda dê uma chance a autora.
    Beijos.
    http://fernandaconversandosobretudo.blogspot.com.br/

  • Marcela Claret
    12 julho, 2014

    A capa é maravilhosa, sua resenha otima tambem. Mas esse livro nao me convenceu, nao me interesso muito por esse genero auhauaha
    Beijoss

  • Anônimo
    11 julho, 2014

    Não gosto de ler livros que não me deixa proxima dos sentimentos dos personagens. Então, assim como você, acho que não gostaria da trilogia.

  • Andréia Renata
    11 julho, 2014

    Oi Pah,
    São poucos livros do gênero que despertam meu interesse a ponto de lê-los, e esse infelizmente não me interessou, mesmo eu só tendo lido resenhas positivas sobre, mas ainda quero ler algo da autora.
    Beijos,
    Andréia – StarBooks

  • Marina Chagas Ricci
    10 julho, 2014

    Oi Pah,

    Não sei não, mas fiquei com a impressão de que esse livro tem um enredo muito parecido com os romances de banca da Harlequim, não que eu não goste, já li muitos, mas é que a história me parece muito previsível. Sinceramente não me interessou.
    Mas obrigada pela resenha.

    Beijos

  • Bárbara Carollo
    09 julho, 2014

    Olá Pah!

    Eu ainda tenho alguns problemas com esse gênero, não curto muito. Mas como estão sendo lançados muitos deles acaba que leio um pouquinho aqui e um pouquinho ali. Esse, particularmente não me interessou muito. O último que li do gênero, Toda Sua da Sylvia Day, também aborda o relacionamento do casal no ambiente de trabalho e me parece muito clichê.
    Apesar disso, sua resenha ficou ótima!!
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

  • Mallú Ferreira
    09 julho, 2014

    Esses tipos de livros parecem estar brotando em todos os lugares hoje em dia. É uma fórmula que à primeira vista funciona, mas que já está se tornando cansativa. Para que um livro assim se destaque, é preciso que tenha um diferencial. Aparentemente, esse tem uma sacada que sempre dá certo: misturar tudo. Adicionar ação e drama deu um 'up'. Além de tudo, ela dormir com um cara e depois perceber que ele é um contato profissional seu deu um toque cômico bem legal.

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

  • Virgínia Doratiotto
    08 julho, 2014

    Ótima resenha!!!
    Não sou mt fã de livros adultos – apesar de alguns me chamarem atenção – esse não foi o caso.
    A resenha está ótima mesmo, mas não me interessei mt pelo livro =/

  • raquel rodrigues
    07 julho, 2014

    a capa é mt linda , mais o livro nao me interessou mt , ! a resenha é otima !

  • Ana Carolina
    06 julho, 2014

    Oi Pah!
    Então não sei o que é mas não consigo me interessar por essa estória. E olha que não é pelos clichês, pois sou uma fã assumida deles. Acho que a sinopse em si não me interessou. E só pelo fato de a protagonista ser tão infantil, minha vontade de ler diminuiu ainda mais.
    Beijos.

  • Ana Carolina Ribeiro
    06 julho, 2014

    Já li os 3 livros gostei do primeiro,mais os outros vão perdendo o interesse.Eu ainda não estou cansada desse gênero rsrs amo romances mais quentes

  • Raissa Lohayne
    06 julho, 2014

    Me parece bastante clichê e ultimamente to cansada desses tipos. Primeira vez tbm que ouço falar e não me interessei mesmoo

  • Amanda T.
    05 julho, 2014

    Heey!

    Por mais que você tenha destacado pontos positivos e elogiado a narrativa da autora, não vou nem considerar ler esse livro pela classificação 3/5. Já estou tão cansada desses clichês, que só um do gênero com 5/5 e favoritado me deixaria ansiosa! Kkkk já tinha visto Devoção, mas não fazia ideia de que ele era uma continuação hehe

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

  • Franciele Ferreira Silva
    05 julho, 2014

    Pah, sabe que eu fiquei afim de lê-lo, mas no que andei lendo percebi que falta algo, acho que deve ser isso que você descreveu: "meio cru"; mas só saber realmente quando ler,o que vai acontecer quando sair o último (ai que agonia, ter que esperar kkk). As capas são divinas, eu adorei…
    Bjsss

  • DeebAmorim
    05 julho, 2014

    Primeira vez que ouço falar desse livro e sinceramente, não me interessei. Parece ser os mesmos clichês de sempre, e essas protagonistas voláteis me irritam hahaha talvez em um futuro eu leia.

  • Ruuh Gomez
    05 julho, 2014

    Eu já tinha esse livro na lista de espera, e eu estou esperando MUITO do livro ( ou ao menos estava ) acho que sua resenha deu uma assentada na minha ansiosidade! Acho que vou gostar do livro pois eu não comparo MUITO a personalidade dos personagens com as minhas, e eu gosto desse tipo de clichê, bom comprovamos que temos gostos diferentes.
    Mas, quando der coragem eu leio o livro. Espero de coração ser realmente bom ( to confiando em você )

    Beijos…

  • Neny
    04 julho, 2014

    O livro parece ser mais do mesmo, não sei se quero ler, o mocinho parece ser interessante, mas como você mesma diz a mocinha é irritante e imatura, não gosto disso em livros mais adultos, se vc quer ser uma mulher..seja e não fique de mimimi rs.
    Não sei se vou ler, se sair em uma promo do sub..talvez.
    Mas as capas americanas..suspirando/babando que isso minha gente, a editora podia ter mantido elas..so acho rs.
    beijos.

  • Raquel Pereira
    04 julho, 2014

    Que pena que os personagens não te envolveram, estou muito curiosa pra ler esse livro. Espero gostar da história.

    Bjok

  • Aline Ramos
    04 julho, 2014

    Eu achei as capas lindas, mas confesso que já não aguento mais livros desse estilo. É sempre mais voltado pro lado físico. Apesar de parecer bem interessante, ele etá no final da fila de livros a ler..srsr
    bjs

  • Pati Peña
    04 julho, 2014

    Olá!

    Gostei do livro, mas não lerei o segundo, tem livros melhores para comprar 😉

    Bjs,

    Pati

  • Fernanda Dadalto
    03 julho, 2014

    Realmente a história pareceu muito clichê, a única parte que me chamou a atenção foi a ida para a Itália, mas não é o suficiente para me incentivar a ler. Ainda mais se você não simpatizou com a mocinha…. quando isso acontece a leitura vira quase um sacrifício!

  • Douglas Fernandes
    03 julho, 2014

    Chato quando não gostamos dos protagonistas, eu ja nao curto muito esse tipo de livro, e pelo que vc disse a protagonista é chata, teve um outro livro desse genero que eu li que eu torcia pra alguem dar um tiro na cabeça dela… hahahaha
    mas enfim, não é de meu interesse esse livro, pelo menos por enquanto

  • Isla Kiepper
    03 julho, 2014

    Hey Paola, tudo bem?

    Devoção parece ser aqueles clássicos clichês, que para quem acompanha fanfics, está cansado de ler. Mas como velhos amantes de bons clichês, sempre há lugar para um novo. HAHAHA E claro que em clichês tem os seus "poréns", os quais fazem a gente fazer cara feia para a história, mas acho que a autora soube trabalhar seu livro de modo que muitos gostassem. Os personagens centrais são encantadores, nos seus modos. Então nos resta aguardar Conquista e conferir mais um pouco de Jeff e Brooke. ^^

    Beijos

  • Larissa Alves
    03 julho, 2014

    Fiquei bastante curiosa, por estar nesse clima de new adult, e a resenha me chamou bastante atenção em dois pontos, sobre o cenário por não ser tão superficial como nos outros livros e sobre a questão do Jeff ser um cara do trabalho, que não sei porque mas lembra um pouco 50 tons e Cretino irresistível. AMEI as capas em inglês e o livro entrou pra minha lista de leitura, porém só posso ler quanto tiver todos no Brasil, já que sou curiosa demais, não aguentaria esperar continuações haha. Beijos.

  • Cintia Vargas
    03 julho, 2014

    Oi Pah, adorei a sua resenha.
    Eu gostei bastante deste livro e quando cheguei no final fiquei enlouquecida sem saber o que ia acontecer no próximo.. eu não esperava que terminaria daquele jeito, hahaha.. Mas eu gostei bastante do livro em si.
    Beijos!

    palacioliterario.blogspot.com.br

  • Dryh Meira
    03 julho, 2014

    Oiee ^^
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas estou doida para conhecê-los. Também vi muitas criticas positivas sobre a série ^^
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

  • Oi Paola!
    É realmente o livro tem clichês e ressalvas. Mas você me deixou bem curiosa quanto ao livro…sua resenha esta ótima e melhora a cada livro.
    Vou ler o livro.
    Beijão!

    fernandabizerra.blogspot.com.br

  • ✿Nessa✿
    03 julho, 2014

    Oi Pah*
    Tenho curiosidade em ler, mas sua resenha meio que me deixou na dúvida. Essa fórmula tbm não me agradou muito, é sempre a mesma coisa né?
    Ai, a capa do segundo livro é linda.

    Beijos

  • Rayme
    03 julho, 2014

    já li algumas resenhas dele, e apesar de achar bem superficial a história, estou querendo ler a série.
    sinto que também não vou gostar muito da Brooke, e pelos mesmos motivos que você não gostou ;x

  • janaina silva
    03 julho, 2014

    Tenho vontade de ler o livro.
    Sou fã de romances com pitadas de sensualidade.
    Mas é claro que esse tipo de livro só funciona quando tem conteúdo.
    Só não sei se é o caso desse.

  • jennifer luna
    03 julho, 2014

    Nao sei porq mas amo esse tipo de capa , sua resenha ta otima mas nao fez muito meu tipo :/ :/

  • Estante Diagonal
    03 julho, 2014

    Oi Pah sempre gosto de séries, gostei desse apesar da ressalvas mas vou ler, mas por enquanto, não agora.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  • Etc...
    03 julho, 2014

    Adorei a resenha, pois eu tinha visto este livro em uma livraria e tava esperando alguém resenhar pra ver se valia ou nao!

  • Jaqueline Sampaio
    02 julho, 2014

    Oi Pah!
    Realmente quando não gostamos dos personagens a história parece não envolver.
    Sobre o livro, não gosto muito desse estilo de leitura, então acho que no momento não lerei.
    De qualquer forma, gostei da resenha e da sua opinião sincera.
    Beijo.

  • Vitoria Bastos
    02 julho, 2014

    Eu gostei… fiquei com uma vontade enorme de ler. A capa também é muito bonita.
    Beijos

  • Letícia Souza
    02 julho, 2014

    Mesmo com todos os pontos negativos eu gostei do livro,não sei se aturo a infantilidade da personagem principal e de sua amiga,de qualquer modo Jeff é o único que salva a reputação dos bons personagens na minha opinião.

  • Anne Viana
    02 julho, 2014

    Nesses últimos tempos esses tipos de estória tá caindo muito do jeito clichê de ser…mas me interessei pelo fato de a escrita da autora facilitar muito a leitura 🙂

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/livroaoavesso

  • Yulli Strambek
    02 julho, 2014

    Oi guria
    Muito clichê, gosto de algo que me surpreenda. acho que nem vou querer ler esse livro.

  • Anônimo
    02 julho, 2014

    Odeio quando não simpatizo com os personagens , você não consegue se prender a historia , adorei a resenha , mais acho que ultimamente esse livros não estão me chamando muita atenção .
    Beijos .

  • Monica Navarro
    02 julho, 2014

    Oi, Pauola
    É tão ruim quando não nos simpatizamos com um personagem, parece que a história não nos prende. Acho que gostaria de ler. Achei a capa muito bonita.

  • Aline Machado
    02 julho, 2014

    Muito clichê na história…assim como você acredito que não irei me envolver, portanto, passo!! A resenha está ótima!
    Beijos!

  • Carol Yamashita
    02 julho, 2014

    Sempre tive vontade de Ler e nunca me deu coragem!