julho 14, 2014

[Resenha] Os 13 Porquês – Jay Asher

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Jovem Adulto || 256 Páginas ||
Editora Ática ||
Skoob
|| Compare& Compre || Classificação: 5
/5 || Resenha da Day Farias

livros que simplesmente não podem ser descritos. E eu sei que essa é uma
maneira estranha de começar uma resenha mas, sinceramente, o que dizer quando
um livro te faz mudar profundamente o modo como você enxerga a vida e as
pessoas? Como falar para alguém sobre um livro que te faz perceber quão frágeis
nós realmente somos? Que me fez perceber que, na maior parte do tempo, não
temos a menor ideia do impacto que nossas palavras e ações têm na vida das
pessoas? Ver o vídeo da Pah falando sobre Os
13 Porquês
, o modo como ela se emocionou ao falar do livro, só me fez
reviver todos aqueles milhares de sentimentos inexplicáveis que compartilhei
com Hannah enquanto ouvia todos os lados de sua história. Fez-me ver o quanto
estou em dívida com vocês aqui no L&F por ainda não ter falado do meu livro
eternamente favorito, então preparem os corações! – Risos

“Eu queria contar tudo pra você. E isso
machucava, porque algumas coisas eram assustadoras demais. Algumas coisas nem
eu entendia. Como poderia contar a alguém – alguém com quem eu estava
conversando pra valer, pela primeira vez – tudo o que eu estava pensando? Eu
não conseguia. Era cedo demais. Ou, talvez, fosse tarde demais.”

Eu
conheci Hannah – e digo “conheci” porque não consigo dizer que só li sobre ela
– e me conectei com essa jovem de uma maneira que até hoje não fiz com nenhum
outro personagem. Vivi seus medos e inseguranças e em questão de poucas páginas
senti que me uni ao que ela estava vivendo, que me aproximei dela
verdadeiramente; como quando você encontra alguém e, depois de trocar apenas
algumas palavras, sente que realmente conhece aquela pessoa ou que são próximas
de uma maneira surpreendentemente rápida, mas verdadeira. Através de seus 13
motivos, todos gravados em fitas cassetes e distribuídos para as pessoas responsáveis
por cada um dos seus “porquês”, e sob a perspectiva de Clay Jensen – umas das minhas
mais sinceras paixonites – temos
o coração partido milhares de vezes ao partilhar momentos da vida de Hannah
que, em um efeito dominó, culminaram em sua decisão de não quer mais viver.
Existem
milhares de Hannah’s. Provavelmente, como eu, você já viu no noticiário a
história de algumas delas por aí. Ou, mais comumente, vemos casos nos EUA sobre
bullying e sobre pessoas tirando suas vidas por não suportarem mais serem
hostilizadas e humilhadas dia após dia, por chegarem ao ponto de decidirem que
suas vidas não valem mais a pena. Porém, tenho que dizer que Os 13 Porquês
mudou completamente meu ponto de vista. Temos que admitir que, muitas vezes,
ouvimos tais notícias mas elas não nos alcançam verdadeiramente, como quando
sabemos de estatísticas de acidentes ou mortes, mas realmente não pensamos no
impacto que tais acontecimentos tiveram na vida das pessoas envolvidas. Eu
conheci Hannah Baker. Ela era inteligente, engraçada, gentil e eu adoraria
tê-la tido como amiga… e, mesmo que faça quase um ano que li esse livro,
ainda tenho em mim a inquietante impotência de não tê-la salvado. E não, ela
não é só uma personagem de uma história e não, eu não levei a história a sério
demais – Isso é real, mais real do que quase tudo que li antes e depois desse
livro. E eu não vou me esquecer dessa história.
Estou
sendo sincera ao dizer que Hannah foi minha melhor amiga nessas páginas,
compartilhando seus pensamentos mais secretos e até mais assustadores, da mesma
maneira que ela seria a sua caso você
se permitisse viver sua história e entender seus motivos. Mas, antes,
prepare-se pra mergulhar fundo e sem volta em uma das histórias mais incríveis,
tocantes e reais que irá ler. Prepare-se para, a partir da última página,
sentir uma falta inexplicável de alguém que você não teve tempo, mas que
adoraria ter conhecido e ter salvado:
a encantadora, Hannah Baker.

“Eu não
estava sozinha. Eu sabia disso. Pela primeira vez em muito tempo, eu estava me
conectando – estava conectada – a outra pessoa. Como poderia estar sozinha?”
(…) “- Você não estava, Hannah. Eu estava lá.”

Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

43 Comentários

  • Ygo Maia
    19 novembro, 2015

    Livro muito bom!
    Daqueles que você passa as páginas freneticamente, querendo saber logo o final. Você sabe que a tragédia já aconteceu. O grande barato desse livro é tentar descobrir os 13 motivos que fizeram a garota se matar. Incrível!
    Ótima resenha. Beijos!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

  • Douglas Fernandes
    04 agosto, 2014

    Eu já li esse livro *-* é bem legal mesmo, Impressionante tinha momentos que eu pensava que a Hanna nao tinha morrido, cheguei a imaginar que ela tava fazendo algum trote, pq parece muito que a Hanna está contando a histora em tempo real… hahahaha

  • Anônimo
    03 agosto, 2014

    Oie…
    Só pela capa e pelo título do livro já me deu vontade de lê-lo!
    Lendo a resenha, fiquei encantada com o livro e pretendo procurá-lo para ler. Quero muito saber como as decisões de Clay influenciaram na morte da garota.

  • Franciele Ferreira Silva
    01 agosto, 2014

    Olha Day, quando a Pah falou sobre o livro, fiquei tocada principalmente por saber que é uma história que infelizmente acontece com muitas pessoas por aí; sejam homens ou mulheres; porém a questão da sua resenha foi que: eu comecei a chorar e sentir um aperto no coração como se eu estivesse lá, ou até pior, sentido a dor que Hannah transpareceu ao longo do livro. Não li o mesmo, mas já estava em minha lista, acabou de subir, mas sei que vou ter que estar preparada para fortes emoções.

    Mil Bjsss

  • Anônimo
    31 julho, 2014

    Ai me deus ! juro que eu ja tinha visto o livro e essa capa não me deu vontade nenhuma de ler o livro , e ja comecei a ler a resenha sabendo que não ia gostar do livro , e to feliz por ter me enganado , amei essa resenha , eu simplesmente preciso urgentemente ler esse livro! ele com certeza vai ser minha próxima leitura!

  • Desbravadores de Livros
    29 julho, 2014

    Esse é um livro que nos chama a atenção por várias maneiras, Day.
    Primeiro pela capa, pelo nome, pela história. Enfim, não é à toa que você favoritou e fiquei com super vontade de ler e conhecer mais sobre esse incrível livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

  • Karina B.
    28 julho, 2014

    Oi Day!
    Adorei a resenha, me deixou mais curiosa ainda para ler o livro.
    Parece ser uma história incrível e eu tenho muita vontade de ler algo dessa autora, todos falam tão bem dela 😀

    Beijos!

  • Marcela Claret
    28 julho, 2014

    Adorei sua resenha, fiquei com ainda mais vontade de ler esse livro. Tanta gente já me recomendou e falou bem dele, realmente nao sei porque ainda nao li auhauaa

  • Rayane S
    26 julho, 2014

    Li o esse livro depois que li sua resenha fiquei super curiosa. Adorei o livro, acho que o modo como o autor abordou toda a questão foi sensacional, o livro é simplesmente emocionante é um daqueles livros que faz você sentir tudo que o personagem está sentido. Depois de ler a resenha só fiquei com mais vontade de reler!

  • Ana Carolina Ribeiro
    25 julho, 2014

    Não conhecia o livro, mais vendo o tema dele acho que não vou ler não. Fujo de temas assim mais pesados, fico com isso na cabeça e fico com uma ressaca daquelas pensando no livro. Meche legal cmg srsr

  • Mallú Ferreira
    25 julho, 2014

    Vi a Pah comentando desse livro na caixinha de correio e gamei demais nele!
    Aborda duas questões muito delicadas nos dias de hoje, que são o bullying e o suicídio, e o faz de uma forma muito bonita e dramática ao mesmo tempo.
    Ou seja, mexe, aperta e tortura o coração bonito kk

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

  • DeebAmorim
    23 julho, 2014

    Fico meio receosa de pegar esses livros com temas mais pesados pra ler pq me envolvo muito emocionalmente, mas quero muito ler esse livro!

  • Neny
    21 julho, 2014

    Eu li este livro quando ele foi lançado e assim como você fiquei com aquela angustia de não ter podido ajudar ela..estranho né ja que é um livro.
    Mas conheço uma pessoa que se matou a pouco tempo e o sentimento de impotencia é ENORME..não da pra explicar :/
    Mas casos como o dela etão cheios por ai muitas vezes nos não damos importancia ou achamos exagero, a gente so vê quando é tarde.
    beijos.

  • Anônimo
    21 julho, 2014

    Ler sua resenha só me deixou com mais vontade de ler esse livro.
    Amo o tema que ele aborda, acho que vai ser impossível não gostar!

  • Vicky Rios
    21 julho, 2014

    Mais um livro de Jay Asher pra minha listinha. Vi a capa na biblioteca da escola, mas não imaginei que fosse tão bom. Estou ansiosa pra ler.

  • Larissa Alves
    19 julho, 2014

    Oi Day, tudo bom?
    Que livro e resenha lindos. Apesar de ter muita vontade em lê-lo, também tenho muito receio por ser uma leitura mais forte, não que eu não goste mas acho que para isso precisamos "preparar o psicológico" rs. O bom e o objetivo desse livro apesar de toda a história é rever suas atitudes e tratamento com o próximo e acho que todos deveriam ler e refletir.
    Beijos e parabéns pela resenha.

  • Hellen Dominique
    18 julho, 2014

    Amei a resenha! Estou precisando de um livro que me faça refletir sobre palavras e ações, pois é o que eu mais amo fazer. Refletir. Parabéns pela resenha. Day.
    Seguindo, beijos.
    http://pequeninabiblioteca.blogspot.com

  • Andréia Renata
    18 julho, 2014

    Oi Day, tudo bem?
    Esse livro é muito lindo!! Lembro que quando a minha amiga estava lendo os 13pqs eu estava bem receosa, pois parecia ser uma leitura bem densa e dramática e realmente, é isso e muito mais. Esse livro nos faz refletir sobre pequenas atitudes e sobre o impacto que provocamos nas vidas que tocamos mesmo que seja de forma superficial. Acho que esse livro deveria ser leitura obrigatória de colégio, sabe, ajudaria muito na conscientização.
    Beijos,
    Andréia – StarBooks

  • Anônimo
    17 julho, 2014

    amei a sua resenha. Fiquei com uma grande vontade de ler o livro. Já entrou para a minha lista de desejados.

  • Bárbara Carollo
    17 julho, 2014

    Oi Day! Nem sei o que dizer depois de ter lido sua ótima resenha. Coloquei Os 13 Porquês na minha lista depois que vi o vídeo da Pah, mas até hoje não tive a coragem de lê-lo. Não sei se estou preparada para lidar com esse tipo de história que mexe tanto com as emoções dos leitores. Apesar disso, pretendo lê-lo ainda este ano, pois é necessário todos conhecerem mais o mundo dessas jovens vítimas que são esquecidas pela sociedade.
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

  • Fernanda Dadalto
    16 julho, 2014

    Olá.
    Já tinha ouvido falar muito bem desse livro e você só me incentivou mais a ler com essa resenha. O livro parece muito interessante, estou curiosa para ler.

  • Dryh Meira
    16 julho, 2014

    Oiee ^^
    Já tinha ouvido falar desse livro, mas não tão bem quanto o que você disse. Fiquei muuito curiosa, e vou correndo comprá-lo!

  • jennifer luna
    16 julho, 2014

    Quero muito ler esse livro , amo livros que ao acabar fazem a gente querer mais e nós fazem refletir , ficar pensando horas sobre esse livro , quero muito lê-lo , vi varias resenhas super positivas desse livro .

  • Vitoria Bastos
    16 julho, 2014

    Oi Day!
    Há tinha lido uma resenha dele que a Pah postou sobre o Kobo,e me apaixonei logo. Agora, estou mais do que apaixonada, preciso dele urgenteeeeeee!!

  • Estante Diagonal
    16 julho, 2014

    Oi Dai tudo bem? nossa a sinopse me pareceu muito pesada, mas sei que se trata de um drama, eu adoro, só não sei se conseguiria ler no momento mas Os 13 porquês esta na minha lista! ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  • Marina Chagas Ricci
    15 julho, 2014

    Olá Day,

    Cada vez mais me interesso por este livro apesar de ter medo dos sentimentos que eles possam vir a despertar em mim. Pois é como você disse as vezes nós envolvemos tanto com a história e os personagens que geralmente nos sentimos frustrados e impotentes quando não temos o controle do rumo do enredo.
    Espero ler este livro em breve.

    Beijos

  • raquel rodrigues
    15 julho, 2014

    Oi Day , ja tem um bom tempo que estou doida pra ler esse livro , e sua resenha so fez aumentar minha vontade de ler esse livro ! nao deu mt pra assistir o video da Pah porque a minha internet estava mt lenta , que nao deu pra assistir tudo , mais com tantas resenhas lidas sobre esse livro , a sua foi a melhor , e eu nao vejo a hr de ter esse livro em minhas maos !

  • Raissa Lohayne
    15 julho, 2014

    É só pra fazer mais vontade. Adoro o Jay Asher, e desde quando saiu no Brasil to ouvindo falarem desse livro e quando consigo achar, o preço me desanimou haha. Minha lista ta grande, n vou poder gastar num livro só o que poderia gastar em até 3 nessas promoçoes na internet =[

  • Virgínia Doratiotto
    15 julho, 2014

    Oi Day!!

    Já tem um tempinho que estou com vontade de ler esse livro e cada vez que ouço falar dele minha curiosidade só aumenta.
    Eu assisti o vídeo da Pah e ela falou com tanta emoção sobre esse livro e agora depois de ler a sua resenha eu cheguei a conclusão de que não devo mais esperar para lê-lo.
    Preciso ter esse livro em minhas mãos urgentemente!!!!

    Beijos. =)

  • Aline Machado
    15 julho, 2014

    Nossa, estou super curiosa para ler esse livro. Está na lista faz tempo!! Mas está tão caro…mas um dia comprarei!! hahahahaha
    Beijos!!

  • Rafaelle Vieira
    15 julho, 2014

    Oi, Day!
    Já tinha visto esse livro por aí e visto algumas pessoas dizer que é muito bom, mas não fiquei curiosa não sei se faz muito meu tipo de leitura. Fiquei mesmo curiosa com a personagem Hannah ela me intrigou, talvez por isso se tiver oportunidade dê uma chance ao livro. 🙂

    Beijos,

    Rafa {Fascinada por Histórias}

  • jennifer luna
    15 julho, 2014

    eu quero muito ler esse livro , amo livros que fazem a gente ficar um tempo pendando sobre ele quando acaba , vi variiias resenhas positivas sobre ele *-*

  • Rayme
    15 julho, 2014

    aii Day, que resenha linda! maravilhosa! incrível! fiquei sem palavras…
    estou super curiosa para ler este livro, e só não comprei ainda porque é muito caro u.u
    a cada comentário que vejo dele fico mais curiosa ainda, mais ansiosa, com as expectativas mais altas ainda.
    sinto que preciso ler ele logo. sinto que vou me emocionar muito. assim eu espero *.*

  • Amanda Almeida
    15 julho, 2014

    Oi Day, tudo bem?
    Olha, eu senti algo parecido lendo Uma Carta de Amor aos Mortos. Foi um livro diferente e impossível de se classificar. Confesso que ainda não tenho coragem de ler esse livro ainda. Mas um dia leio.
    Abraços,
    Amanda Almeida

  • Monica Navarro
    15 julho, 2014

    Estou querendo ler esse livro , pois só vejo elogios sobre a escrita da autora e a Paola elogiou muito. Já comprei e pretendo ler o mais rápido possível.

  • Mirelle Candeloro
    15 julho, 2014

    Nossa Day, uau, que resenha. Já era apaixonada pela escrita de Jay por causa de O Futuro de Nós dois, agora quero demais conhecer Os 13 Porquês. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  • janaina silva
    15 julho, 2014

    Não li o livro.E só agora lendo sua resenha,compreendi a dimensão real da história.
    Parece ser um livro trágico e infelismente bem real.
    Fiquei curiosa em conhecer a Hannah.Mesmo sendo tarde demais!

  • Nany e Vih
    15 julho, 2014

    Uau, nunca tinha visto ninguém falando sobre um livro dessa maneira. Com certeza despertou minha curiosidade e vou conferir a história de Hannah assim que puder.
    Beijos 🙂
    http://www.antesdos40.com.br

  • Ana Carolina
    15 julho, 2014

    Oi Day! Amei sua resenha, me tocou profundamente.
    Não sei desde quando eu tenho vontade de ler Os 13 porquês, mas depois que vi o vídeo da Pah e agora li sua resenha e quase que uma necessidade ler este livro. Só de ler a resenha já me senti impotente e sei que o livro vai mexer muito comigo.
    Minha esperança é que nessa Bienal ele baixe o preço, pois ele é um pouco salgado, mas se isso não acontecer vai valer a pena cada centavo investido no livro.
    Beijos.

  • Evelise Ciriraco
    14 julho, 2014

    Oi Day!
    Faz anos que eu li esse livro e se que não era o tipo de leitura indicada para uma menina que estava acostumada com O diário da princesa… Me emocionei muito durante a leitura e como você senti por não poder salvar a personagem. Sua resenha me fez lembrar da história que eu realmente gostaria de reler, infelizmente não tenho o livro, mas agora fiquei com vontade de comprar para ter na estante.
    Beijos
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

  • Lorraine Lira
    14 julho, 2014

    OMG!!!
    Sua resenha descreveu EXATAMENTE todas as sensações que tive durante e após terminar Os 13 Porquês! Esse livro fez com que eu tivesse uma opinião mais profunda a respeito dos motivos que levam alguém – no caso a Hannah – a cometer suicídio. É sim um livro incrível que TODOS deveriam ler ao menos uma vez na vida. Parabéns pela resenha mais perfeita que já li desse livro 🙂

  • Anne Viana
    14 julho, 2014

    Ainda não li esse livro mas já vi algumas resenhas positivas com relação a ele e minha vontade de ler só aumenta a cada dia..preciso ler esse livro ainda esse ano 🙂

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

  • Letícia Souza
    14 julho, 2014

    Oiee
    Já tinha visto o livro mas nunca tinha parado para ler sobre ele.A história de Hanna deve ser mesmo emocionante,uma daquelas leituras que você jamais esquecerá e por um bom motivo.
    Não tinha a intenção de lê-lo mas agora fiquei com aquela vontade de mergulhar nas páginas e não soltar o livro enquanto as últimas palavras não forem ditas.
    Me impressionei com a história e com tema abordado,não é todo dia que você encontra um livro tão bom e bem escrito assim.
    bjos