outubro 21, 2014

[Resenha] Mar da Tranquilidade – Katja Millay

Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Jovem Adulto Maduro | 368 Páginas
| Cortesia
Editora Arqueiro |
Skoob | Compare & Compre| Classificação: 5/5
Com uma
narrativa angustiante e misteriosa – repleta de segredos e reflexões sociais –
a autora Katja Millay me fisgou logo nas primeiras páginas de sua história. Sou
apaixonada por um bom drama juvenil, ainda mais os que fogem do clichê ao
narrar sentimentos conflitantes e naturalmente dolorosos, entretanto a verdade
por trás dessa obra me chocou como nenhum outro livro havia feito. A narrativa
é conduzida por um grande mistério, um acontecimento que modificou
completamente a vida da protagonista, enchendo-a de amargura, solidão e ódio. E
o que surpreende é a riqueza de detalhes com os quais esses sentimentos são
descritos, fato que torna a leitura desesperadamente real, do tipo que penetra
no coração do leitor e o faz experimentar as mais diversas e nauseantes sensações.
Em Mar da Tranquilidade a vingança
nunca pareceu tão tentadora, a raiva tão necessária, e o perdão tão libertador.

Pessoas que nunca passaram por merda
nenhuma sempre acham que sabem como você deve reagir ao fato de sua vida ter
sido destruída. E aquelas que passaram por situações complicadas acreditam que
você deveria lidar com as dificuldades do mesmo jeito que elas. Como se
existisse um roteiro preestabelecido para sobreviver ao inferno.



A
história é intercalada entre dois pontos de vistas: o de Nastya e o do Josh.
Nastya é uma jovem que perdeu tudo aquilo que considerava importante e que
agora, em meio ao caos de uma família destruída, muda de cidade para tentar
recomeçar sua vida – e a dor dessa protagonista é tão palpável que a grande
incógnita do livro é descobrir o que
realmente
aconteceu com ela. Já Josh viu a morte levar aqueles que ele amava e, para se
proteger de novas perdas, criou uma barreira invisível que mantém as pessoas
afastadas. É previsível que eles, tão parecidos em suas dores, encontrem um no
outro um porto seguro, porém a relação de Josh e Nastya foge do esperado por
trazer à tona o pior, e não melhor, desses dois jovens. A expectativa é que o
amor os cure, mas no caso deles nada pode curá-los do passado, não até que eles
decidam enfrentar seus medos. 

Essa
leitura é tão complexa e agridoce que não tenho palavras para descrevê-la. O
segredo de Nastya foi o que, pelo menos a princípio, manteve meu interesse na
história. A cada página a autora dá um vislumbre do que aconteceu com a jovem,
e os sentimentos narrados são tão angustiantes que é impossível não devorar os
capítulos em busca desse grandioso mistério. Durante a leitura criei várias e
mirabolantes teorias, porém nenhuma delas chegou perto da realidade. E sabe o
que é mais incrível? É que a autora trata de um tema polêmico que,
infelizmente, poderia mudar a vida de qualquer um de nós. Característica que
torna tudo – a dor, o ódio, a negação, a sede por vingança – ainda mais real e
aceitável.
Sendo
assim, o encanto do livro está na história de vida dos personagens principais.
Nastya está tão perdida que deixa a raiva guiar suas ações autodestrutivas; no
fundo seu comportamento não passa de um grito de socorro, contudo ela não está
disposta a aceitar ajuda. Já Josh acredita ter se libertado do passado, porém ele
não é capaz de abrir seu coração para ninguém. E o grande acerto da autora foi
ter unido os dois em uma relação que surpreende não porque permite que eles
sejam curados, mas porque faz com que eles anseiem um futuro diferente, fagulha
forte o suficiente para mudar o rumo da história e para emocionar completamente
os leitores. Esses jovens erram, pecam, se magoam, mas – assim como nós – merecem
uma segunda chance. E o melhor de tudo é que eles são fortes o suficiente para
perdoar e seguir em frente. Então se eu precisasse resumir o livro em uma única
palavra ela seria, sem dúvida, perdão. 


Além de
um segredo arrebatador, de personagens principais dolorosamente reais, e de um
romance complicado e reparador, a obra conta com uma narrativa brilhante. Seria
muito fácil para a autora curar Josh e Nastya, porém ela cria uma história na
qual os personagens amadurecem interiormente a vontade de mudar e superar seus
traumas. Confesso que em um determinado momento senti que a autora perdeu o
controle das emoções de Josh e Nastya, deixando o romance sobrepor ao
verdadeiro foco do livro (que no caso é a cura desses jovens), porém tal
detalhe não fez da trama menos comovente, envolvente ou emocionante. Terminei a
leitura com lágrimas nos olhos, com um sorriso bobo no rosto, e com uma vontade
doida de ler mais obras da Katja Millay. Simplesmente me apaixonei por essa
história.

Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

49 Comentários

  • Jéssica
    26 julho, 2016

    Olá Paola, descobri seu blog hoje e assisti a vários de seus vídeos no YouTube. Devo dizer que anotei vários títulos indicados por você. Também sou super fã de Romancea de Época e aqueles que estava com receio de ler, como a Série O Clube dos Canalhas, fiquei curiosa para ler pelas suas dicas.
    Gostaria de saber de você tem algum e-mail pelo qual podemos nos comunicar.
    Adorei o blog, adorei os vídeos.
    Bj.

  • Tbm amei mto esse livro. a história dos personagens é envolvente e emocionante.

  • Unknown
    25 outubro, 2015

    Adorei..me apaixonei por este livro..leiamm!!!

  • Unknown
    25 outubro, 2015

    Adorei..me apaixonei por este livro..leiamm!!!

  • Khalynne Mossine
    17 abril, 2015

    Faço das suas palavras as minhas: "Terminei a leitura com lágrimas nos olhos, com um sorriso bobo no rosto, e com uma vontade doida de ler mais obras da Katja Millay. Simplesmente me apaixonei por essa história."

  • Mônica Oliveira
    06 abril, 2015

    Amo ler, sou apaixonada! Este ano de todos que li este foi o que mais mexeu comigo! Lindo, imperfeito e perfeito ao mesmo tempo. A história dos protagonistas são tristes, emocionantes e surpreendentes. Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  • Letícia Valle
    12 novembro, 2014

    Oi, Pah! Nossa, segunda vez que chego aqui e sua escrita me surpreende tanto. Já tinha lido uma resenha de Mar da Tranquilidade, uma que me fez querer muito lê-lo, mas depois da sua, estou com os cabelos em pé e morta de vontade de saber o que acontece na história! Amo livros assim, espero me envolver com Nastya e Josh tanto quanto você, quando eu for ler. Beijão!

    Letícia Valle
    Litteratura Mundi

  • Anne Viana
    02 novembro, 2014

    Não sei não..mas esse livro não me chamou muito atenção,apesar de só ver comentários positivos sobre ele..quem sabe um dia eu pegue ele pra ler 🙂 Por hora vou deixar passar..

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

  • LivrosSeries Melodias
    02 novembro, 2014

    Achei linda essa capa e uma criatividade imensa, sem tirar a história que deve se muito boa.

  • LivrosSeries Melodias
    01 novembro, 2014

    Livro que guardam segredos são muitos bons, fico morrendo de vontade de saber o segredo mais faz parte kkkkkkkkkkk

  • DeebAmorim
    01 novembro, 2014

    Só com a resenha deu pra captar a angústia que esse livro deve passar! Deve ser realmente muito bom e eu achei a capa simplesmente maravilhosa! Esses livros que mostram personagens que amadurecem são muito bons de se ler, acabamos amadurecendo e torcendo por eles.

  • Amália Teles Machado
    30 outubro, 2014

    Oi, Pah!! Vi que esse livro foi eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal. Depois li a resenha da Aione falando bem sobre esse livro e fiquei bem curiosa para ler. Agora com a sua tenha certeza que preciso ler esse livro.

  • Estante Diagonal
    29 outubro, 2014

    Pahhh eu amo livros que guardam um segredo, e ainda mais quando eles não são previsíveis! Depois de ler tantas resenhas positivas sobre o livro nestes dias e depois de ler tua ótima resenha é claro que eu vou ir atrás do meu exemplar!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  • Anônimo
    28 outubro, 2014

    Esse livro é demais, e particularmente me levou a dar mais valor a tudo que Deus já me deu. E a capa é tão linda!

  • Karina B.
    28 outubro, 2014

    Oi Pah!
    O que falar desse livro incrível??
    Amei a leitura! A autora é muito talentosa, com uma narrativa ótima!
    E eu adorei o final! Foi tão fofo *.*
    A culpa por eu ter lido esse livro é toda sua Pah! Então, muito obrigado!! Kk

    Beijos!

  • Juliana Holdefer
    28 outubro, 2014

    Geeente, acho essa capa tãããão linda *____* E achei que ele fosse mais tranquilo, tanto quanto pelo nome quanto pela capa HAUSHAUSHAUH Adorei as fotos que tirei com ele!

  • Anônimo
    28 outubro, 2014

    Quero muuuuuito ler esse livro! Fora que a capa eh super bonita!
    Achei que seria algo leve mas me enganei. Tenho que me preparar para fortes emoções certo.

  • Ingrid Moitinho
    28 outubro, 2014

    Quando vi esse livro nos lançamentos já me chamou atenção, todas as resenhas que li foram super positivas. Fiquei bastante encantada por ele, quero muito lê-lo, E depois de mais essa resenha percebi que preciso urgentemente ler esse livro.

  • RUDYNALVA
    26 outubro, 2014

    Pah!
    Pelo visto Mar de Tranquilidade não tem nada de tranquilo, pelo contrário, é um livro que mexe e perturba nosso emocional.
    Bom que a autora traz o foco do livro para uma cura pessoal, para que os jovens possam tentar superar seus problemas e descobrir um novo sentido para suas vidas sofridas.
    Quero, quero…
    cheirinhos
    Rudy

  • BiaRoz
    25 outubro, 2014

    Eu querooooooo… kkkkkkkkkkkkkkkk O livro segue na minha lista de desejados… Só tenho lido resenhas maravilhosas a respeito dele. Gosto de Drama. E sinto que esse livro irá me surpreender em todos os níveis.

  • Gabriela Eing
    25 outubro, 2014

    Eu já queria ler esse livro, e agora, depois da sua resenha, as minhas expectativas em relação a ele aumentaram muito! Estou muito ansiosa para ler!
    http://www.s2nopiquedamoda.blogspot.com.br

  • Lia Duarte
    24 outubro, 2014

    Oi Pah,

    Terminei de ler esse livro a pouco tempo. O que posso dizer? Amei muito. A tensão crescente torna impossível largar a leitura. é fantástico. Certamente lerei tudo o que a autora publicar.

    Aproveitando a oportunidade adoraria que visitasse meu blog literário. Tem a resenha de Mar da Tranquilidade e muito mais. Dá uma passada lá ;).

    https://alivreiraletrada.wordpress.com/

    Beijos,

  • Ana Carolina
    24 outubro, 2014

    Oi Pah!
    Adorei a resenha do livro, fiquei super curiosa para saber qual o segredo da protagonista e o fato de sair um pouco do clichê torna Mar da tranquilidade em um pacote completo. Já esta na minha listinha.
    Beijos.

  • Denise Crivelli
    24 outubro, 2014

    Estava louca para ler uma resenha desse livro desde que li a sinopse, pois parece ser boa a história e pelo que vi na resenha história e bem intensa e bem bonita, só fiquei mais curiosa ainda para realizar essa leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

  • Anônimo
    23 outubro, 2014

    Já vi resenhas anteriores, e sinceramente achei meio chatinho o modo em que a autora fez a protagonista, parece aquelas personagens "coitada", mas como é uma narrativa meia dramática e triste, com certeza eu queria ler, como já disse gosto de me sentir desconfortável, mas de uma maneira boa nas leituras do dia a dia, queria saber o grande segredo da personagem, quero ler, e tomara que eu não me decepcione com a leitura.
    Beijos Paola, ThaynáQ.

  • Laplace Cavalcanti
    23 outubro, 2014

    Oi Pah! Vou te falar, a tua frase: "ainda mais os que fogem do clichê ao narrar sentimentos conflitantes e naturalmente dolorosos" mudou minha opinião pelo livro.

    Achei a capa bela, até notar que o leite derramado formava o perfil de um casal. A partir daí, antes de ler a resenha, tive a certeza de que se tratava de um desses romances dramaticamente apaixonantes que estão na moda. E depois que vi na sinopse que a Nastya se apaixonava inexplicavelmente pelo garoto que ninguém gostava, aí tive certeza que não tinha chance de eu procurar saber mais sobre esse livro.

    Até que li tua resenha e você falou que sim, tem o romance e tal na trama, mas ele é trabalhado de uma outra forma e não é foco (embora a autora tenha saído da linha em um momento). Tua resenha me convenceu a dar uma olhada melhor na trama que, agora que li, me fez achar a obra interessante.

    Autor de Mestre de Marionetes.
    http://www.laplacecavalcanti.com

  • Caline
    23 outubro, 2014

    OI Pah

    Já li três resenhas desse livro só hoje e todas são só elogios a ele. Essa história parece ser do tipo que nos marca, como uma joia literária e que fica por muito tempo na nossa memória depois que viramos a última página.
    Depois de tantas opiniões tão favoráveis, já o coloquei no topo da lista de leituras. Vou tentar conter as expectativas e deixar a história me levar.
    Linda resenha!

    Beijos
    Mundo de Papel

  • Andréia Renata
    23 outubro, 2014

    Oi Pah, tudo bem?
    Minha leitura atual é Mar da Tranquilidade e me identifiquei muito com a sua resenha. Estou apaixonada pelo livro e se tivesse que defini-lo em uma palavra acho que seria arrebatador, não consigo larga-lo até saber o que vem a seguir e também quero conferir outros trabalhos da autora.
    Adorei a resenha!
    Beijos,
    Andréia – StarBooks

  • Desbravadores de Livros
    22 outubro, 2014

    Adoro narrativas bem feitas e, como você elogiou a desse livro, já fiquei com um pouco de vontade de lê-lo. Outra coisa que me cativa é a narração sob a perspectiva dos dois protagonistas, o que dá para conhecermos melhor cada um.
    Adorei a resenha e já fiquei com vontade de ler.

    M&N | Desbrava(dores) de livros – Participe do nosso top comentarista de outubro

  • Carol
    22 outubro, 2014

    Olá!

    Adorei seu blog, eu comecei um também a menos de um mês , o http://paradoxe-se.blogspot.com.br/ , quem quiser dar uma olhada e deixar sua opinião, ficarei muito grata.

    Beijos <3

  • Nathalia Simião
    22 outubro, 2014

    Pelo nome do livro achei que fosse ser uma leitura mais leve, mas os conflitos na vida dos personagens parecem ser bem fortes, bem angustiantes pra nós leitores. Fiquei muito curiosa a respeito do livro, pra saber tudo o que aconteceu com eles e como eles superaram tudo.

  • Caroline Soares
    22 outubro, 2014

    Nossa, eu vi uma resenha feita Pela sua gêmea Pah, e desde então fiquei super curiosa, porque livros assim sempre me surpreende. Embora as duas tenham falado que a narrativa é angustiante, eu vou ler e dar a minha opinião. Muito boa Resenha.

  • Hellen Buckel
    22 outubro, 2014

    Ao ler sua resenha, me deu uma enorme vontade de ler imediatamente este livro!. Mas, é um livro realmente pesado? (em questão dos sentimentos)
    Porque eu amo livros com estas tematicas, mas também gosto de livros que contenham um pouco de humor.

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      23 outubro, 2014

      Oi Hellen, se esse for o problema pode ler sem medo. O livro é angustiante sim, mas eles são jovens, então a trama traz um pouco de bom-humor, romance juvenil… E não mencionei na resenha, mas o casal tem um amigo que é uma figura de tão divertido 🙂

    • Hellen Buckel
      31 outubro, 2014

      Ahhh, então já estou ansiosíssima para chegar meu salário e comprar ele!!!

  • Aline Machado
    22 outubro, 2014

    Oi Pah!!
    Nossa que resenha profunda! Amei!! Esses livros angustiantes são como um imã para mim, gosto muito de um drama também, mas drama juvenil não é meu preferido, digamos assim. Mas sabe que com esse livro eu fiquei bem curiosa?! Não sei se foi sua resenha ou a sinopse mas fiquei com muita vontade de ler esse livro!
    Beijos!! 🙂

  • Leticia
    22 outubro, 2014

    Oi Paola..
    Nossa, parece que esse livro é bom mesmo. Só vejo elogios dele, é claro sempre tem algumas ressalvas.
    Queria ter oportunidade de ler e tirar minhas conclusões sobre a história.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

  • Bárbara Carollo
    22 outubro, 2014

    Oi Pah!
    A leitura dessa livro parece ser, até certo ponto, angustiante. Pude sentir esses sentimentos de raiva e mágoa dos personagens através da sua resenha e fiquei curiosa por saber o que aconteceu com Nastya.
    Não conheço a escrita da autora, mas pelo que você disse ela parece conseguir fisgar a atenção do leitor e, isso é ótimo 🙂
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

  • Bárbara Carollo
    22 outubro, 2014

    Oi Pah!
    A leitura dessa livro parece ser, até certo ponto, angustiante. Pude sentir esses sentimentos de raiva e mágoa dos personagens através da sua resenha e fiquei curiosa por saber o que aconteceu com Nastya.
    Não conheço a escrita da autora, mas pelo que você disse ela parece conseguir fisgar a atenção do leitor e, isso é ótimo 🙂
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

  • Bárbara Carollo
    22 outubro, 2014

    Oi Pah!
    A leitura dessa livro parece ser, até certo ponto, angustiante. Pude sentir esses sentimentos de raiva e mágoa dos personagens através da sua resenha e fiquei curiosa por saber o que aconteceu com Nastya.
    Não conheço a escrita da autora, mas pelo que você disse ela parece conseguir fisgar a atenção do leitor e, isso é ótimo 🙂
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

  • Rafaella Abreu
    21 outubro, 2014

    To doida pra ler esse livro!!!! Ver que você leu e se apaixonou me anima ainda mais hahaha não vejo a hora de ter o livro nas minhas mãos!

  • Suelen Mendes
    21 outubro, 2014

    Tbm estou apaixonada por esse livro,e olha que eu ainda não li!Mas é que ouço tão bem dele que estou morrendo de vontade de ler.
    A história parece trágica e envolvente.Adoro livros assim.
    Bjus

  • Camila Kahn
    21 outubro, 2014

    Pah, só a sua resenha já me deixou super ansiosa. Tinha visto a capa do livro e achado linda, mas não conhecia muito do tema. Pelo que li, vou gostar muito!

    Beijos!

    http://www.lendoporai.wordpress.com

  • Nessa
    21 outubro, 2014

    Oi Pah
    Eu estou aqui com este livro para ler e acabei deixando ele para ler depois. Na verdade essa premissa de amor curar a dor é algo que não me atrai muito e eu não sabia do que se tratava o livro quando o solicitei.
    Contudo a história parece ser forte e boa, estou curiosa e penso que em breve o lerei.
    Adorei sua resenha, bem ampla sobre o contexto.
    Essa capa é linda né?

    Beijos

  • Planet Pink
    21 outubro, 2014

    Oi Pah!
    Mais um livro que eu não conhecia, ele parece bem interessante e fiquei intrigada com tantos segredos que os personagens parecem ter.
    Beijos

  • Segredos em Livros
    21 outubro, 2014

    Oi Pah, tô com muita vontade de ler esse livro, só leio comentários positivos a respeito. A sua resenha só me deixou mais curiosa quanto a trama, que parece mesmo ser bem surpreendente. Beijos, Fê

  • Neny
    21 outubro, 2014

    Nossa depois da sua resenha oque falar, so que eu preciso do livro para ontem rs.
    Eu não esperava que este livro trouxesse um enredo tão profundo e fiquei bem curiosa em saber o que acontece no passado da garota.
    A capa me remete a um livro adulto, não achava que era um casal mais jovem rsrs,
    vou ler claro, beijos.

  • Rayme
    21 outubro, 2014

    Oi Pah,
    estava super empolgada para ler este livro, mas hoje vi um spoiler dele e acabei desanimando um pouco.
    ainda estou curiosa, pois adoro este tipo de trama, onde os personagens tem problemas, e conseguem encontrar um no outro algum apoio.
    parece ser um romance lindo, e já estou preparada para chorar bastante! hahahaha